O Árabe

Idéias, sentimentos, emoções. Oásis que nos ajudam a atravessar os trechos desérticos da vida...

sexta-feira, 24 de março de 2017

CAMINHOS DA VIDA


Atentai às pequenas coisas.

Pois são elas que determinam a vossa vida; assim como são os momentos que fazem o tempo, as pétalas que formam a flor e os tijolos que constituem as casas onde vos abrigais
.
Recordai que este mundo não vos pertence; e nem a ele pertenceis. Aqui estais apenas de passagem, como o viajante que percorre muitos locais, em busca do Conhecimento.

E, como o viajante, andareis por desertos e conhecereis jardins floridos; navegareis por mares calmos e enfrentareis ondas de borrasca, até que chegueis a um novo porto.

Somos todos hóspedes, neste planeta; esta é a verdade. E, como hóspedes, devemos preservar o local onde nos abrigamos, e respeitar as normas que regem a estadia.

Refleti, pois, antes de cada gesto que praticais. Pois o fruto que hoje, por mero capricho, derrubais da árvore, poderá fazer-vos falta amanhã, quando a fome vos inquietar.

Aquele que hoje afastais do vosso caminho, poderia ser o mesmo que vos ofereceria o braço, como apoio para continuardes a caminhada, num futuro que decerto chegará.

Quem vos garante que a fonte, ou o regato manso e cristalino que hoje sujais com os vossos detritos, não seria amanhã a água bendita, que saciaria a vossa sede atroz?

Não vos é dado adivinhar o futuro. Por isto, é essencial que aprendais com o passado e vivais acertadamente o presente, para que possais desfrutar de um bom amanhã.

Nada deveis matar, nem mesmo o tempo. Cada minuto que hoje desperdiçais, quando poderíeis usá-lo para serdes felizes, vos fará falta um dia, quando pouco tempo vos restar.

Nada precisais deixar neste mundo, senão as vossas pegadas. Cuidai para que essas pegadas apontem aos que vos sigam o rumo certo, orientando-os durante a caminhada.

Nada podereis levar, senão a saudade. Depende de vós que a vossa saudade seja suave e doce naqueles que vos conhecem, transformando-vos em lembranças reconfortantes.

Estas são as diretrizes que vos posso deixar, para que proveitosa seja cada uma das vossas peregrinações; porque muitas serão as jornadas, até que prontos estejais.

Não alcançareis o topo da montanha, se as vossas pernas, não vos levarem até lá. Não caminhareis entre as estrelas, a menos que aprendais a bem usar as vossas asas. 

As asas do vosso verdadeiro Eu.

Música:
http://ohassan.dominiotemporario.com/midis/richardclayderman_nocturne.mid 

sexta-feira, 17 de março de 2017

DA GRATIDÃO


Sede gratos, pelos instantes que vos cabem.
Recordai que, ainda que alguns deles não vos tragam alegrias, cada um é uma gota da maior dádiva que podeis receber: a vida. Não o desperdiceis, porque jamais o tereis de volta.
Sede gratos por aqueles a quem amais, e por aqueles que vos amam. Sede gratos porque sobrevivestes ao passado, estais vivos no presente e à vossa frente está um futuro que podeis construir. 
Sede gratos pelo espetáculo de cores que vos oferece o amanhecer e pela tranquilidade cúmplice em que vos envolve a penumbra do crepúsculo; pelo calor do dia e pelo frescor da noite.  
Sede gratos pela relva que vos acaricia os pés e pelas pedras que vos ensinam o cuidado ao caminhar; pelos sonhos que vos encantam e pelos desenganos que vos trazem à realidade. 
Abrigai a gratidão em vossas almas e não vos entregareis à frustração da revolta. Abençoai os vossos momentos e a amargura de uma vida desperdiçada não vos encontrará ao fim do caminho.
Sede gratos por cada beijo e cada carícia que vos oferecem; mas agradecei, também, por cada aceno de adeus ou cada gesto de indiferença que recebeis. Uns e outros vos ensinam a viver.
Sede gratos, ao formular as vossas preces. Porque o Coração do Universo, cuja centelha habita em vós, conhece todas as necessidades de vossas almas; nada vos resta, portanto, a pedir.
Deveis, porém, agradecer. Pois ao Pai, que provê às necessidades de Seus filhos, é prazeroso ouvir a voz de cada um e saber que a gratidão e a humildade existem em seus corações.
Sede gratos pelas nuvens alvas que ornamentam o céu, cuja beleza vos encanta; lembrai, porém, que são as nuvens negras que atenuam o calor do sol e trazem a chuva que irriga o solo.
Sim; vezes haverá, em que tempestades cruzarão o vosso caminho; entretanto, o relâmpago que incendeia a árvore produz o fogo que vos aquecerá, no frio que se segue à borrasca.
Acautelai-vos, ao definir como “bom” ou “mau” cada evento que ocorrer em vossas vidas. Porque muitas vezes o que vos parece um mal poderá, no futuro, mostrar-se como o bem que é.
Pois da planta, que hoje parece impedir a vossa passagem, podem brotar os frutos que amanhã vos servirão de alimento; e a dor que agora vos magoe pode evitar um sofrimento maior.
Sede gratos por cada momento de vossa vida, por mais sem brilho ou doloroso que vos possa parecer. Porque significa que estais vivos e podeis seguir em frente; e este é o nascer da esperança.
Que vos conduz à Mansão do Amanhã. 


Música:
http://ohassan.dominiotemporario.com/midi vocais/sarahbrightman-whatawonderfulworld-unem.mid

sexta-feira, 10 de março de 2017

AS VOSSAS MUDANÇAS


Guardai-vos de reclamar das vossas vidas.
Pois as palavras têm forças e não seria sensato atrair más vibrações para vós.  Pensai positivamente e mais fácil vos parecerá vencer os obstáculos que surgirem em vosso caminho. 
E não espereis que eu vos console, dizendo que muitas vidas existem piores do que as vossas. Certamente, assim é; mas não é nos que estão abaixo de vós, que deveis fixar as vossas vistas.
Ao contrário: é sempre para o alto, que deveis voltar os vossos olhos. Pois muito mais agradável é contemplar o céu azul, que as nuvens adornam, do que fitar as poças de lama no caminho.
E nada conseguireis realizar de novo, se permaneceis lamentando o passado e o presente; deveis, sim, reunir as vossas forças e caminhar com o ânimo renovado, para construir um futuro melhor.
Ensina um velho ditado, que aquele que olha por muito tempo para um abismo terá a impressão de que o abismo olha para dentro de si; e assim é, porque o homem é o seu próprio reflexo.
Não vos deveis consolar, portanto, com aqueles que são mais infelizes do que vós. Buscai, antes, ter como exemplos os bem-sucedidos, para que iguais a eles vos possais tornar um dia.
Porque, se é verdade que o homem é o que é, é também verdade que cada um poderá ser aquilo que sonha; contanto que acredite em si mesmo e faça por onde chegar aonde deseja estar.
É de vós, que depende o trajeto; assim eu vos tenho dito. Porque, se o vento é o mesmo para todos os barcos, o vencedor da regata será aquele que melhor posicionar as suas velas.
E, embora no mesmo solo cresçam muitas árvores, nem todas alcançarão a mesma altura; nem darão frutos de igual tamanho e sabor, pois cada uma tem as suas próprias características.
Assim também acontece aos homens. Mas, diferente das árvores, a cada um cabe traçar o seu próprio destino e definir o seu caminho; são as vossas escolhas, que vos levarão pela vida.
Isto eu vos tenho repetido, por todos estes anos; e vos repetirei mais vezes, enquanto mo permitirdes; porque é pelo marulhar constante das ondas, que sois capazes de identificar o som do mar.
E, como a constância da água abre o seu caminho por entre os mais duros rochedos, as lições repetidas ultrapassam a barreira dos ouvidos e encontram o seu lugar na mente do homem.
Guardai-vos de reclamar das vossas vidas. Pois não são as vossas reclamações que promoverão mudanças, mas a vossa própria capacidade de fazer diferente, de fazer melhor.
Podeis mudar as vossas vidas, mudando o vosso jeito de ser. 
Musica: 
http://ohassan.dominiotemporario.com/marco/1_eduardo_lages_the_winner_takes_it_all.mid 

sexta-feira, 3 de março de 2017

GOTAS DE FELICIDADE


Deveis viver o instante que se passa.

Não o desperdiceis, ansiando pelo futuro. Pois este fatalmente chegará; e, ainda que não realize todos os vossos sonhos, não vos poderá roubar as lembranças felizes do passado.

Guardai esta verdade: o tempo pode levar todas as vossas posses e as vossas conquistas; pode até matar as vossas esperanças. Mas não vos pode tirar as lembranças do que já vos deu.

Entregai-vos às emoções de cada momento em vossas vidas; esta é a melhor maneira de armazenardes boas lembranças, que sustentarão a vossa alma no trecho final do caminho.

Outra coisa não é a saudade, senão a lembrança de bons momentos que vivestes. E, embora vos digam que a saudade magoa, eu vos digo que pior seria não ter de que sentir saudade.

Não deveis lamentar o que perdestes, mas celebrar o que experimentastes; assim como não deveis recordar a frustração da partida, mas a alegria da chegada. Isto eu vos tenho dito.

E vos asseguro que feliz não é o homem que realizou todos os seus sonhos, mas o que conserva em si a capacidade de sonhar. Porque é assim que vive intensamente todos os momentos.

Desejais adivinhar o futuro; por isto, procurais profetas, cartas, bolas de cristal, ossos e muitos outros meios que apenas vos iludem. Porque não se pode ler o que ainda não foi escrito.

Dizei-me: de que adiantaria conhecerdes o futuro, se apenas no presente vos é dado viver? E, se do que fazeis hoje depende um amanhã melhor, o passado não é o único guia de que necessitais?

Sede como o lavrador sábio, que não tenta adivinhar a fartura ou a qualidade da colheita, mas escolhe o terreno mais fértil, planta as melhores sementes e cuida de irrigar sempre a plantação.

Pois assim a colheita deverá ser abundante e proveitosa. Mas, ainda que não o seja, ele terá feito tudo que podia e estará em paz consigo; não o visitará o remorso de haver falhado.

Como o lavrador, deveis tratar as vossas vidas. Cada momento que viveis é o terreno onde podeis semear o futuro; cada decisão vossa é uma semente que lançais ao solo e amanhã colhereis.

Valorizai cada momento. E, se o instante vos oferece a oportunidade de serdes felizes, não o desperdiceis; também ele se juntará ao tempo e não o podereis recuperar, senão através da lembrança.

Ninguém caminha sobre a terra, que seja feliz todo o tempo. A felicidade não é como um mar que vos envolva, mas como uma chuva fina que cai às vezes sobre vós; depois dela, o estio virá. 

Sensato é aquele que aproveita cada uma das suas gotas.


Música:
http://ohassan.dominiotemporario.com/midis/emiliepandolfi_somewhereintime.mid

Real Time Web Analytics Real Time Web Analytics Real Time Web Analytics Clicky