O Árabe

Idéias, sentimentos, emoções. Oásis que nos ajudam a atravessar os trechos desérticos da vida...

quarta-feira, 13 de junho de 2007

DO AMOR


Muitos vos têm falado do Amor.

Tendes ouvido o poeta, que fala do amor nos olhos de uma mulher; e o sacerdote, que prega o amor a Deus; e o construtor, que descobre traços de amor em belas edificações.
E cada um deles diz apenas uma parte da verdade; porque não fala sobre o Amor, mas sobre as suas próprias concepções de amor.

Eu, entretanto, vos digo que o Amor é isso e muito mais:
- é o raio de sol, que acaricia o vosso rosto e não podeis reter;
- é o mais lindo dos vossos sonhos e a maior das vossas mentiras;
- é o pior dos vossos despertares e a maior das vossas verdades.

Pudesse eu ensinar-vos que o Amor é para ser vivido, e não definido!
E pudesse, também, mostrar-vos o que fazeis do amor:
- vós o encarais como a um ser vivo, e o dissecais para adorar o seu cadáver empalhado;
- procurais entendê-lo, sem saber que nele nada há para se entender;
- e julgais que o amor é vosso direito e obrigação dos outros.

Como a felicidade e o sofrimento, o Amor é um estado de espírito; assim, não se pode pretender a sua duração cotidiana.
É quando vos preocupais com a duração do vosso amor, que começais a destruí-lo; é quando quereis obrigá-lo a sobreviver, que lhe estais roubando o alento e causando a sua morte.

Que não vos preocupem as definições do Amor, nem a sua duração; como não vos preocupa o que possa existir depois do universo, pois o sabeis infinito. Amai, pois o Amor vos reconduz a um Ser Maior, que vos encontra no sofrimento ou na felicidade.

E aprendei que o vosso medo de sofrer é o próprio sofrimento e vos impede de ser felizes. Arrancai-o do vosso coração, para que possais descobrir os vossos sofrimentos e o vosso verdadeiro Eu.

Pois a ventura que vos desejo, como aos filhos mais queridos, não é a bolsa repleta, nem a mente saturada de conhecimentos, nem mesmo a saúde perfeita; é que possais conhecer o amor e, mesmo sem entendê-lo, o guardeis junto a vós, ainda que apenas por um dia e uma noite.

Porque então percebereis o brilho das estrelas e sereis capazes de ouvir a canção do mar e sentir o perfume das flores. E o brilho, a canção e o perfume não vos chegarão pelos órgãos do corpo, mas através de vossas almas.

Assim, quando renascerdes no mundo maior, tereis nos lábios um sorriso de confiança e no coração uma prece de agradecimento. E os anjos vos receberão entre eles.

E talvez vos seja dado ver a face de Deus.
(Trechos extraídos do livro "Na trilha do Profeta", editado pela Associação Cultural Internacional Gibran)

10 Comentários:

Blogger Olhos de mel disse...

Belo texto! Acredito que ainda não temos um grau de evolução espiritual, tão grande, pra pensar exatamente assim, mas a reflexão sobre o assunto, já nos sinaliza, que estamos caminhando nesse sentido.
Parabéns pelo blog e pela indicação.
Adorei chegar até aqui.
Bjs

13 de junho de 2007 13:33  
Anonymous Olhos de mel disse...

Passando pra reler. Acho que quero, ou preciso, acreditar que no renascer, trarei nos lábios sorrisos.
Bjs

18 de junho de 2007 05:34  
Blogger Segredos da Esfinge disse...

O amor é tão além de definições.
parabéns pela escolha do texto.
Abraços

10 de julho de 2007 16:08  
Blogger O Árabe disse...

Esfinge, obrigado... e volte sempre. O oásis é nosso! :)

13 de julho de 2007 21:00  
Blogger O Árabe disse...

Olhos de mel, deixe-me agradecer... e assegurar que terá, sim! Acredite: da nossa confiança, dependem as lágrimas ou os sorrisos...

13 de julho de 2007 21:02  
Anonymous MoonLight disse...

Árabe,

hoje entrei e vim ao princípio deste teu blog.
E só podia! Era mesmo estes textos do início que eu precisava ler!
Obrigado. Esse livro do Hassan... gostava de o ler por inteiro... Acho que seria daqueles que eu lia com a intensidade de um raio de Luz...
Obrigado! Muito obrigado!
Bjs de Luz*

2 de junho de 2008 13:18  
Blogger Perla disse...

Hoje procurei-te no início...
Gostei muito!
Esse livro deve ser poderoso!

Bjs

5 de agosto de 2008 14:27  
Blogger O Árabe disse...

Pena que só hoje vi este comentário! Grato, MoonLight, pela gentileza das suas palavras, bom resto de semana.

2 de maio de 2012 05:39  
Blogger O Árabe disse...

Poderosa, mesmo, Perla, é a amizade de vocês! Obrigado, bom resto de semana.

2 de maio de 2012 05:40  
Blogger Peregrinus disse...

Todos nos espelhamos. Quando começamos a encontrar espelhos desvelados, isso estimula nossa força, nossa esperança, nossa determinação de seguir caminhando. Gratidão

2 de julho de 2012 00:48  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial

Real Time Web Analytics Real Time Web Analytics Real Time Web Analytics Clicky