O Árabe

Idéias, sentimentos, emoções. Oásis que nos ajudam a atravessar os trechos desérticos da vida...

terça-feira, 19 de junho de 2007

O AMOR E A LIBERDADE



O amor é tão leve, que não suporta o peso dos nossos desejos; e tão livre, que sucumbe sob as correntes que lhe tentamos impor.

E, entretanto, é a força maior em nós.

Do amor, nascem os nossos sorrisos mais felizes; e da tentativa de escravizá-lo à nossa vontade, brotam as lágrimas mais sentidas.

O amor é, para a alma, como o ar é para o corpo. E, se é certo que dele necessitamos para viver, é igualmente certo que não o podemos reter em nossos pulmões.

O amor é como as nuvens, que flutuam pelo ar, livres de nosso controle. E, entretanto, ornamentam o céu e fazem nascer a chuva, que fertiliza os campos.

Ou como as estrelas e a lua, que não estão presas ao firmamento e, brilhando em liberdade, fazem a beleza da noite.

O amor não absorve, completa. Eis que o Pai nos concedeu o livre-arbítrio, para que cada um de nós pudesse decidir o seu próprio destino. E talvez seja esta a expressão maior do Seu amor.

É necessário que cada um ande o seu próprio caminho, para que o amor possa guiar os seus passos.

Pois aquele que por outro é guiado, não pode falar de amor; mas de submissão. Como aquele que busca impor a sua vontade, não procede em nome do amor; mas das suas próprias carências.

Eis que a plenitude não pode brotar senão de si própria. E como poderemos conhecer a plenitude do amor, se cada um de nós não estiver pleno em si mesmo?

Guardai-vos, portanto, da tentação de escolher o caminho da pessoa a quem acreditais amar.

Pois é quando os seus próprios passos a levam até vós, que juntos podeis caminhar...

33 Comentários:

Anonymous tati sabino disse...

Olá! aproveitei que estava online e vim retribuir a visita..rs
Que belíssimas palavras...falando de amor tbm, é?..rs
Até mais..ótimo dia!

20 de junho de 2007 10:37  
Blogger Susana Jas disse...

Arabe !

Primeiro, agradeco sua visita gentil ao meu blog.
Segundo, que pelo poema ! Voce tem o talento especial de brincar com as palavras, mas elas lhe sao muito obedientes !
Todos nos, que ja' sentimos algum grau de amor por alguem ou alguma criatura, podemos nos colocar em qualquer um dos seus paragrafos !

Um abraco e, volte sempre !

Susana

20 de junho de 2007 12:04  
Blogger Susana Jas disse...

Desculpe o erro de digitacao: Que Belo (ao inves de pelo) poema !!! hehehehe

Susana

20 de junho de 2007 12:05  
Anonymous Lulu on the sky disse...

Lindo texto.
Agradeço a visita.
Big Beijos

20 de junho de 2007 17:36  
Anonymous Márcia(clarinha) disse...

E quem nessa vida não buscou o amor e sofreu ao encontrá-lo o maldizendo para logo sair em busca de outro, quem [sobre]vive sem amor?
"...O amor é como as nuvens, que flutuam pelo ar, livres de nosso controle..." muito bem você descreveu, perfeito!
linda noite
beijos

20 de junho de 2007 18:15  
Anonymous Blogue da Magui disse...

De qual amor vc se refere?

20 de junho de 2007 19:08  
Blogger Mônica Montone disse...

Adorei isso: Pois é quando os seus próprios passos a levam até vós, que juntos podeis caminhar...

beijos e obrigada pela visita, querido. Seja bem vindo a família Fina Flor

MM

20 de junho de 2007 20:34  
Anonymous Lúcia disse...

Confesso que voltei, algumas vezes, para refletir sobre o texto. Pois ele tem uma profundidade muito grande, pra ser avaliado superficialmente, podendo assim, nos levar a perder sua essência.
No fundo é um presente, para quem aqui passa. Obrigada por isso!
Parabéns, que Deus lhe abençoe cada vez mais.
Beijos

21 de junho de 2007 03:23  
Blogger O Árabe disse...

Aproveite sempre, Tati; sua presença será bem-vinda!

21 de junho de 2007 05:20  
Blogger O Árabe disse...

Muito grato, Susana... e não se preocupe com a digitação; isso acontece a todos nós. Volte sempre.

21 de junho de 2007 05:24  
Blogger O Árabe disse...

Grato, Lulu: pela opinião e pela visita. Lembre-se: a casa é humilde, mas é nossa!

21 de junho de 2007 05:29  
Blogger O Árabe disse...

É isso que fazemos sempre, Clarinha: buscar os nossos sonhos. E o amor é, sem dúvida, o maior deles! Bem-vinda, e volte sempre.

21 de junho de 2007 05:34  
Blogger O Árabe disse...

Pergunta inteligente, Magui; mas, seja ele qual for, necessita ser livre, para que possa voar nas asas do sonho... volte sempre, a casa é nossa.

21 de junho de 2007 05:35  
Blogger O Árabe disse...

Mônica, obrigado pela opinião, pela visita e pelas boas-vindas. Sinta-se também à vontade, para dividir a nossa fogueira neste oásis...

21 de junho de 2007 05:37  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, Lúcia, e volte sempre. Que Deus abençoe e proteja a todos nós!

21 de junho de 2007 05:40  
Blogger Yvonne disse...

Árabe, vim aqui retribuir a visita e encontro esse belíssimo post. Adoro aqueles que falam sobre amor. Beijocas carinhosas

21 de junho de 2007 08:16  
Blogger O Árabe disse...

Grato, Yvonne, pela gentil opinião e disponha sempre do nosso oásis, sim? Quanto ao amor, acredito que seja o tema central de toda a nossa vida...

21 de junho de 2007 21:32  
Blogger Rita Contreiras disse...

Grata pela visita, principalmente por me colocar em contato com o que a minha alma necesitava nesse momento. Lindas e profundas palavras, portadoras de verdades difíceis de serem vivenciadas, mas necessárias para a sobrevivência do que nos é essencial. Um grande abraço. Vc me presenteou de uma forma que não imagina...

22 de junho de 2007 10:28  
Blogger O Árabe disse...

Não, Rita; o presente foram a sua visita e as suas palavras. Uma gota de água, trazida ao irmão, já alivia a nossa própria sede..

22 de junho de 2007 17:47  
Blogger Tina disse...

Querido:

Só pela música eu ficaria aqui pelo resto dos meus dias. Pelos escritos então: que dizer?

beijos, beijos,

22 de junho de 2007 20:51  
Blogger Susana Jas disse...

Arabe !

Cade voce e as novidades ?

Sds,

Susana

23 de junho de 2007 02:05  
Blogger O Árabe disse...

Pode ficar, então, Tina... sua presença muito nos agrada. Este óasis é exatamente para reunirmos os amigos!

24 de junho de 2007 08:38  
Blogger O Árabe disse...

Susana, estarei de retorno em breve. E trarei as novidades. É uma promessa!

24 de junho de 2007 08:39  
Blogger She Python disse...

amor é liberdade...
sentimento recorrente hoje, talvez um dos dias mais difíceis esse ano... ou em mais de um ano... quero deixar ele ir embora... mas eu amo... e não quero para mim... pois eu tive que romper para que ele fosse feliz... ou para que eu fosse feliz... por hora estou sofrendo...
mas passa... eu me amo...

26 de junho de 2007 10:11  
Blogger O Árabe disse...

She, às vezes o rompimento é o caminho para o reencontro. Sem liberdade, o amor não respira...

28 de junho de 2007 17:46  
Anonymous Vanessa disse...

Não é nada fácil falar de amor; eu tento e falho... mas você conseguiu isso de um modo singelo e intenso.
Quando puder, visite o meu blog: http://gentedefe.com/vanessasilveira/

7 de abril de 2011 16:28  
Blogger Stéfanie disse...

Eu só sei que amei TANTO seus textos, que esse está salvo na minha pagina de favoritos e não paro de ler. Até porque ele não para de se encaixar com as pecinhas da minha vida.

27 de novembro de 2011 08:43  
Blogger Pietra Gobetti disse...

O amor tem o incrível poder de nos fazer pessoas melhores, livres de corpo e alma capazes de amar sem fronteiras sem limites, amar como todos os seres humanos deveriam amar, para que então não há vesse mais guerra.

3 de junho de 2012 06:36  
Blogger minhas experiências, Minha vida disse...

O Que é o Amor? É o Verdadeiro sentimento de eu estar montada em minha
moto, em uma longa estrada, fazendo e reencontrando com amigos(as), é sentir Vento no rosto e encontrando a minha Verdadeira Liberdade.

13 de junho de 2012 06:19  
Blogger Peregrinus disse...

Quando o Amor quer acolher os seus filhos peregrinos, primeiro trata de construir espaços que os aconcheguem. ---Ao fechar meus olhos, VI um amplo espaço com chão de mármore e colunas altíssimas apoiando um teto abobadado. Corredores largos se dirigiam para todos os lados permitindo assim uma total liberdade de escolhas ...Que o Amor Interno me guie os passos, e saberei assim que irei no rumo certo. Gratidão

2 de julho de 2012 00:37  
Anonymous Anônimo disse...

Lindo texto. Revelador. Tenho que ter sorte por descobri-lo no momento que eu precisava. Obrigada, Kátia

14 de dezembro de 2013 04:12  
Anonymous Anônimo disse...

Olá administrador do Blog!
Nossa, estou vibrando neste momento, simplesmente por ter encontrado o TEXTO perfeito para uma situação urgentíssima! Muito mas muito OBRIGADA PELO FAVOR QUE ME PRESTOU EM PUBLICAR PALAVRAS TÃO PERFEITAS E HARMONIOSAS PARA TODOS TEREM ACESSO, assim como eu, que muito precisava.

1 de novembro de 2014 18:39  
Anonymous Anônimo disse...


ler isso encanta a alma. Lindíssimo!

18 de setembro de 2017 04:30  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial

Real Time Web Analytics Real Time Web Analytics Real Time Web Analytics Clicky