O Árabe

Idéias, sentimentos, emoções. Oásis que nos ajudam a atravessar os trechos desérticos da vida...

sexta-feira, 8 de janeiro de 2010

UM ROSTO DE MULHER

Um rosto de mulher.

Apenas mais um, perdido em meio à multidão. Uma completa desconhecida, que por um instante corporificou um desejo, incorporou uma esperança, deu face a uma ilusão.

Porque assim são os sonhos: como janelas que se abrem, entre o cinza da realidade, para que possamos entrever as cores da felicidade. Como o raiar de um novo dia, que devolve ao mundo a esperança de um futuro melhor.

Belo? Talvez nem tanto. Porque os sonhos não necessitam de beleza; belas são as ilusões que sobre eles tecemos, com os tênues fios da imaginação. E que, ao se romperem, nos tornam vitimas das nossas próprias esperanças.

Um rosto de mulher.

Como poderia ser um botão, a se abrir em flor; ou as notas delicadas de uma canção, preenchendo o vazio do ar. De pouco precisa um sonho, para nascer; embora por menos ainda se desvaneça.

Um brilho distante nos olhos; a lembrar o brilho de nossos próprios olhos, em um passado que cada vez se faz mais distante. Como o passar dos anos torna idoso o nosso corpo, a falência das ilusões nos envelhece o coração.

Um sorriso de convite. Pois a ilusão nos convida à felicidade, mas apenas em nós mesmos a encontraremos; como é preciso que se abram os nossos olhos, para que a luz possa afastar a escuridão.

Um rosto de mulher.

Que não tenha um nome, nem um corpo; pois deles não necessita o sonho. Que seja apenas uma esperança. Porque a nuvem, tão bela no céu, em água se desfaria, se a pudéssemos tocar.

Que seja apenas um rosto, e entre a multidão se perca. Para que continue a ser um sonho. Como é preciso que a estrela se mantenha distante, para que possa orientar o solitário viajante.

Que se torne, sim, em uma lembrança; assim, sobre ele não cairão as marcas da realidade e cada vez mais atraente se tornará. Porque as brumas do tempo tornam mais atraentes os sonhos não realizados.

Um rosto de mulher.

O rosto de uma ilusão.

Mais uma idéia sugerida pela foto do 1000 Imagens.

UPGRADE, EM 11/01/2010: Há um mês, instalamos aqui o Google Analytics. Nestes primeiros 30 dias, uma grata surpresa: recebemos 1.475 visitantes, de 23 países, a maioria do Brasil (1.205) e Portugal (221). Graças a vocês, a mensagem está sendo divulgada. E eu agradeço, de todo coração. 

Obrigado, amigos; vocês fazem o nosso oásis!   

53 Comentários:

Blogger Whispers disse...

Querido Arabe.
E quanto misterios se esconde em um rosto de uma Mulher.
Quantas marcas de lagrimas formando os caminhos da ilusao....
Tao bonito o teu post...tao verdadeiro.
Desejo-te bom fim de semana
Mil beijos Rachel

8 de janeiro de 2010 16:25  
Anonymous Olhos de Mel disse...

Mais um belo texto poético, como tudo que leio por aqui.Muitos rostos passam em nossas vidas. Uns marcam, outros nem tanto. Mas eu prefiro sonhar com coisas palpáveis,ou sonharei com algo que me deixará uma enorme lacuna.
Bom fim de semana! Beijos

8 de janeiro de 2010 23:22  
Anonymous Fa menor disse...

Há rostos anónimos no meio da multidão, e outros nem rostos são e, no entanto... espicaçam a imaginação. Que nos sejam sempre botões de rosa!

Bjs

9 de janeiro de 2010 02:41  
Blogger augusto, um entre mil disse...

Ténue é o sonho e ténue é também os fio que nos liga à vida

9 de janeiro de 2010 08:12  
Blogger C Valente disse...

Lindo , e o rosto da mulher pode ser sempre sempre, belo mesmo que alguns o achem feio
Saudações amigas

9 de janeiro de 2010 11:15  
Blogger Arabica disse...

Um rosto anónimo,
numa belissima inspiração, Árabe!

Um abraço amigo.

9 de janeiro de 2010 15:09  
Blogger Triste Flor disse...

Um rosto, um sonho, uma ilusão, enfim mulheres, que se fazem em todo rosto, em um rosto, em ser ou em uma multidão... lindo demais, parabéns, perfeito...
bjus

9 de janeiro de 2010 18:50  
Blogger © Piedade Araújo Sol disse...

Amigo Árabe

o que desencadeou uma foto?! um texto lindo que qualquer mulher gostará de ler.agradeço-lhe pela parte que me toca.

um abraço!

10 de janeiro de 2010 13:11  
Blogger Chris disse...

Um rosto que encaminhou as palavras dum texto singular, cheio de poesia...
Um beijo
Chris

10 de janeiro de 2010 14:00  
Blogger São disse...

A Mulher é realmente o Mistério, porque mais complexa e sofrida do que a parte masculina da Humanidade.

Excelente semana, Swami!

10 de janeiro de 2010 16:12  
Blogger Conspiração Ideológica disse...

Belíssimo texto, muito sensível e cheio de emoções!!!

http://conspiracao-ideologica.blogspot.com

11 de janeiro de 2010 05:21  
Blogger Chica disse...

Misterioso rosto que deve ser mantido à distãncia para que não perca a magia, como as estrelas...Lindo,Arabe! abração,chica

11 de janeiro de 2010 10:51  
Blogger Rosa disse...

Realmente bela são às nossas próprias ilusões que são criadas com a proporção que desejamos.
Devo dizer que vc escreve muito bem. Obrigada pelas visitas, logo postarei algo.
Parabéns!
bjs!!

11 de janeiro de 2010 11:06  
Blogger Teresa Cristina flordecaju disse...

As flores ficam bem melhor no jardim; para que tirá-las? Teu "rosto de mulher" certamente na multidão será uma desconhecida, mas com seus encantos a despertar sonhos. Foste um sábio e um poeta na escrita. Maravilhoso texto... Beijo.

11 de janeiro de 2010 11:43  
Blogger Teresa Cristina flordecaju disse...

O sertão é belo

O bom da vida é parar um momento para observar as flores. Não só a elas, mas ao belo que nos cerca. Aqui até eu poderia frisar o que vem a ser o belo. No entanto, como posso fazer uso de ideias que envolvem o pensar se a mente está vazia, perdida no tom das flores? Neste exato momento, uma abelha está polinizando uma flor de crista-de-galo. As pétalas enamoraram-se e sorriem à manhã que nasce.
Aqui, debaixo desta faveira em que estou sentada numa pedra, os pardais anunciam em seu canto que vai chover logo mais. E como não sou entendida em pássaros, não tenho como dizer o nome de um “majestoso” que caminha a alguns centímetros próximo a mim. Porte de canário, mas de cabeça branca, penas pretas, faceiro e olhar agitado. Eu até não comentaria dele se um beija-flor não tivesse me dito do alto da faveira que o esplêndido é admirar a manhã sem necessitar nomear seus tons.
Então, o vento veio brincar nos matos rasteiros e meus olhos se deliciaram: flores azuis coloriam o capim verde! Em duas pétalas apenas, a beleza da vida! Em formato de coração, beijavam o meu, já aberto à manhã e vão em duo caminhando silenciosamente até a última fibra de meu peito enternecido com a aquarela da natureza.
E se alongo os olhos, deixo o castanho de eles viajarem por entre os mandacarus na caatinga que se estende além da cerca de minha casa. Há frutos vermelhos nos galhos. E estou no fogo da paixão. A alma geme e sente um prazer tão intenso como a me dizer que o belo é notar as flores de meu sertão.


Beijo.

11 de janeiro de 2010 11:52  
Blogger VANUZA PANTALEÃO disse...

Que maravilha, meu amigo!
Rostos vão passando pelas retinas dos nossos olhos e vão deixando seu encanto na nossa alma, rostos e até gestos, tudo, tudo nos marcando como pinceladas num quadro impressionista...

Um oásis, sim. Aqui podemos descansar das dores do mundo...

Parabéns!!!Bjsss

11 de janeiro de 2010 15:12  
Blogger Nova Civilização disse...

Árabe,

"...Como é preciso que a estrela se mantenha distante, para que possa orientar o solitário viajante..."

essas palavras me tocaram profundamente.Penso que sempre precisamos de uma Estrela para nos guiar, nos manter firmes e com a certeza do caminho verdadeiro!

obrigada pela partilha

abraços fraternos

Gisele

11 de janeiro de 2010 16:55  
Blogger Barbara disse...

É sim, ilusão.
Pensei nisso ontem ao ver a réplica da Luzia, aquela mulher cujos ossos encontraram e que é muuuiiiito antiga.
Na réplica do rosto um rosto, a levar a imaginar como ela viveu, como sonhou, e etc...mas ao lado da réplica do rosto, o crânio-ossos-quase pó não fosse a Luzia.
Há uma mágica nos rostos e expressões das pessoas e é isso que entendí da sua postagem.
Você sempre certeiro.
Você existe mesmo?

11 de janeiro de 2010 17:04  
Blogger O Árabe disse...

Grato, Rachel, por esta verdadeira amizade! :) Boa semana.

12 de janeiro de 2010 09:43  
Blogger O Árabe disse...

Inteligente reflexão, Olhos de Mel. Acredito que os sonhos existem exatamente para preencher as lacunas do cotidiano, mostrando-nos as verdadeiras cores da Vida. :) Boa semana!

12 de janeiro de 2010 10:19  
Blogger O Árabe disse...

Que assim seja, Fa Menor: que, sempre, a imaginação nos possa ligar ao Universo. :) Boa semana!

12 de janeiro de 2010 10:20  
Blogger O Árabe disse...

Assim é, Augusto. E, entretanto, a Vida continua em nós. Sempre! :) Meu abraço, boa semana.

12 de janeiro de 2010 10:21  
Blogger O Árabe disse...

Sempre, Valente. Cada pessoa tem a sua beleza peculiar, que os olhos do Amor fazem realçar! :) Meu abraço, amigo; boa semana!

12 de janeiro de 2010 10:22  
Blogger O Árabe disse...

Grato, Arabica. Talvez, a própria inspiração viaje nas asas do sonho. :) Boa semana!

12 de janeiro de 2010 10:25  
Blogger O Árabe disse...

Grato, Flor. Prefiro não incluir o "Triste", que decerto se irá ao brotar um novo sonho. :) Boa semana!

12 de janeiro de 2010 10:26  
Blogger O Árabe disse...

Sou eu a agradecer, Piedade. Que encanto e delicadeza restariam ao mundo, se nele não existisse a mulher? :) Boa semana!

12 de janeiro de 2010 10:28  
Blogger O Árabe disse...

Grato, Chris. Talvez nem tanto o rosto, mas a expressão de mistério que a foto soube captar. :) Boa semana!

12 de janeiro de 2010 10:30  
Blogger O Árabe disse...

Assim é, São: complexa e sofrida. E, talvez por isto, infinitamente mais doce! :) Boa semana, fica bem.

12 de janeiro de 2010 10:31  
Blogger O Árabe disse...

Grato, Conspirador amigo. :) Emoções, sim, que sempre nos despertam os sonhos. :) Meu abraço, boa semana!

12 de janeiro de 2010 10:32  
Blogger O Árabe disse...

Grato, Chica. E assim é: coisas existem, que sempre devemos manter como sonhos. :) Boa semana!

12 de janeiro de 2010 10:34  
Blogger O Árabe disse...

Grato, Rosa. E é como você disse: nos sonhos, cada um pode construir o mundo que deseja. Talvez seja este o seu maior encanto! :) Boa semana.

12 de janeiro de 2010 10:36  
Blogger O Árabe disse...

Bem colocado, Teresa Cristina. E me levou a pensar: sabe que nunca tirei uma flor de um jardim? Também a acho bem melhor ali. :) Boa semana!

12 de janeiro de 2010 10:38  
Blogger O Árabe disse...

Ah... e obrigado pelo belo texto! :)

12 de janeiro de 2010 10:39  
Blogger O Árabe disse...

Um oásis, Vanuza... graças a vocês! :) Obrigado, amiga; boa semana.

12 de janeiro de 2010 10:40  
Blogger O Árabe disse...

Assim é, Gisele: precisamos de uma estrela. E ela existe, em nosso verdadeiro Eu! :) Boa semana.

12 de janeiro de 2010 10:41  
Blogger O Árabe disse...

Essa foi a idéia da postagem, sim, Bárbara. E com certeza eu existo... sou uma pessoa bem comum, acredite! :) Boa semana.

12 de janeiro de 2010 10:44  
Blogger Claudinha ੴ disse...

Olá Árabe! Linda imagem e lindo texto! Existem imagens que falam conosco, nos inspiram reações e sentimentos diferentes! É uma interação bacana!
Beijo e feliz 2010!

12 de janeiro de 2010 14:23  
Blogger C Valente disse...

Saudações amigas

12 de janeiro de 2010 16:07  
Blogger Maria Valadas disse...

Querido Árabe!

Mais uma narrativa onde aplico os seus conhecimentos!

Aprendiza fui.. aprendiza continuarei... Mestre!

Belo Rosto com que nos presenteia...

Beijos meus.

Maria

12 de janeiro de 2010 21:18  
Blogger Moonlight disse...

Querido Arabe,

Há sonhos que nascem apenas de um singelo olhar...
Por vezes são esses sonhos que nos ajudam a ultrapassar um momento menos bom, a ter uma ilusão mesmo que momentania,viva dentro de nosso coração.
Um rosto de uma mulher por vezes é deveras pura fascinação....esconde segredos por desvendar....e muito mais...

Boa semana,bj ccom luar

13 de janeiro de 2010 02:52  
Anonymous De... disse...

Árabe,

a confirmação do grande número de leitores, apenas corrobora o que já se intuía. Fazer parte do Oásis é uma honra e um privilégio.

Falando em sonhos...é preciso coragem para seguir a um. Quantas vezes o deixamos passar, para que não se desvaneça a sensação de perfeição!

E depois? A sensação amarga do que poderia ter sido.

Se o seguimos, e ele se torna um pesadelo, de certa forma nos libertará.

Se o seguimos, e entendemos, que mesmo nos sonhos existem imperfeições, já que humanos são eles (e somos nós), mas que existe ali uma parte encantada a ser vivida...então, valerá a pena.

Seguir ou não um sonho? Difícil decisão...

Beijos...

13 de janeiro de 2010 04:26  
Blogger ♥MáH♥ disse...

As vezes, faço esse exercício... fico imaginando o que acontece nas casas que eu vejo de dentro do ônibus, se há paixão correspondida ali, se não há... se fazem festas, se não..
É um exercício bem gostoso. rs

Aproveito para convidar à uma visita ao meu mundo de sonhos... rs
Tudo o que se passa na minha cabecinha enquanto durmo.

http://sonhomeumah.blogspot.com/

beijão.

13 de janeiro de 2010 07:42  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, Claudinha. E saiba que fico feliz, por poder voltar a comentar os seus textos; gosto deles. :) Boa semana, feliz 2010

15 de janeiro de 2010 05:59  
Blogger O Árabe disse...

Meu abraço, amigo Valente. Boa semana! :)

15 de janeiro de 2010 06:00  
Blogger O Árabe disse...

Mestre, Maria? Sou, antes, um aprendiz da Vida que se derrama dos teus belos versos. :) Boa semana!

15 de janeiro de 2010 06:01  
Blogger O Árabe disse...

Assim é, Moonlight... bela reflexão. :) Grato, boa semana!

15 de janeiro de 2010 06:02  
Blogger O Árabe disse...

Bem colocado, De. Eu acredito que devemos, sim, seguir o sonho; até porque a felicidade virá antes da tristeza. :) Não seguí-lo seria lamentar sempre o que poderia ter sido. :) Grato pela gentileza, boa semana!

15 de janeiro de 2010 06:10  
Blogger O Árabe disse...

É um belo exercício, MáH. E continue sonhando... produz belos textos. :) Boa semana!

15 de janeiro de 2010 06:11  
Blogger Luma Rosa disse...

Parabéns pela conquista!!

Que seria de nós sem as ilusões? Isto também nos diferencia dos animais!

Beijus,

15 de janeiro de 2010 06:20  
Blogger Jaqueline Sales disse...

Ah, o amor... como é bom poder sentir seus efeitos e partilhar das maravilhas que ele produz na alma, Árabe!

Feliz de quem ainda se apaixona! Felizes os que ainda tentam encontrar a pessoa certa, ainda que isso seja mera ilusão!

BeijUivoooooooooossssssssss da Loba

15 de janeiro de 2010 11:33  
Blogger O Árabe disse...

Certíssimo, Luma! E também nos ajudam a viver... :)

26 de janeiro de 2010 09:46  
Blogger O Árabe disse...

Felizes, sim, Keila. Segundo o ditado, "há ilusões que valem uma vida... mas não há vida que valha uma ilusão". :)

26 de janeiro de 2010 09:48  
Blogger Samira disse...

Amei!!! Simplesmente maravilhoso.
Parabéns meu querido.
1001 bauces
Samira

28 de fevereiro de 2010 08:29  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial

Real Time Web Analytics Real Time Web Analytics Real Time Web Analytics Clicky