O Árabe

Idéias, sentimentos, emoções. Oásis que nos ajudam a atravessar os trechos desérticos da vida...

sexta-feira, 11 de março de 2011

DO CANSAÇO

Mais uma vez, o cansaço.

Sem tristeza, sem desânimo. Apenas um cansaço infinito, como se a vida se perdesse nas areias do tempo; como se os dias transcorridos fizessem sentir o seu peso de uma só vez.

Imagens difusas de outros tempos; de sorrisos e lágrimas passados e por vir. Como se a bruma fria e impessoal da descrença enevoasse as janelas do ontem e do amanhã.

Pelo meu rosto, já não corre a água pura das lágrimas redentoras; escorre apenas o líquido escuro do rímel, com que tantas vezes maquiei os meus olhos, em busca de uma falsa beleza.

E os meus lábios, de onde já se foi o riso, tampouco se contraem para formar palavras de desgosto ou arrependimento, entregues à paralisia serena da indiferença.

Em mim, impera a paz enganosa da mais simples resignação. Foram-se os espinhos da tristeza, feneceram as flores da alegria; o cinza substitui as cores dos sonhos e o preto dos desenganos.

No deserto do meu coração, nem o mais leve vento de emoção agita as dunas da monotonia; nas praias dos meus sentimentos, os barcos enrolam as velas e deitam fora os motores.

Porque é inútil navegar, se todos os portos são iguais; e de nada vale enfrentar tempestades, em nome de uma falsa esperança, se o futuro sonhado é como o passado sofrido.

Porque as horas que passam são a ponte entre o sonho e a desilusão; e o fruto que apetitoso nos parece à distancia, de perto se mostra insosso como todos que antes provamos.

Porque a noite significa apenas o repouso do corpo; mas não há descanso para a alma, que caminha ininterruptamente sobre as pedras e pétalas que se alternam ao longo da estrada.

De nada serve buscar a água cristalina, se amanhã a sede voltará a atormentar o peregrino; ou o alimento mais saboroso, se em breve a fome se fará novamente sentir.

Assento-me, pois, à margem da vida. Que passem os dias; que a jornada se encerre e o descanso me colha, afinal. Renuncio aos meus sonhos, para fugir às minhas desilusões.

Pois já não sou como o rio, que canta ao percorrer o seu leito e às suas margens distribui a vida. Mas como o lago, que em suas águas escuras esconde o cansaço infinito.

E acumula as pedras que lhe foram lançadas pela vida.


Postagem sugerida pela excelente foto do 1000 Imagens, associada à música deste link: http://www.youtube.com/watch?v=kvaeMZbJ-6g&feature=fvsr

63 Comentários:

Anonymous Olhos de Mel disse...

Pois é Árabe; a vida tem dessas coisas, mas precisamos acreditar e não nos deixar levar pelo cansaço e tristeza.
Não podemos colocar tudo e todos num mesmo bojo. Pessoas são diferentes e nem sempre o final é o mesmo. Acreditar e fazer por onde, talvez seja um grande começo.
Já que não podemos mudar o nosso rumo, que possamos fazer dele uma grande alegria. E o começo de tudo depende de querer e acreditar.
Um texto muito lindo, porém de uma tristeza e desesperança enorme e me deixou profundamente triste.
Bom fim de semana! Beijos

11 de março de 2011 17:32  
Anonymous Olhos de Mel disse...

Oie Árabe; só pra lhe dizer que o vídeo não consegui assistir. Verifique o link se está correto?
Beijos

11 de março de 2011 18:21  
Blogger Vozes de Minha Alma disse...

Pois já não sou como o rio, que canta ao percorrer o seu leito e às suas margens distribui a vida. Mas como o lago, que em suas águas escuras esconde o cansaço infinito.
E acumula as pedras que lhe foram lançadas pela vida.

Meu amigo, o tempo chega e a juventude se esvai...
Mas com o cansaço, também vem a sapiência, colhida com as pedras que lhe foram lançadas pela vida.
Um abraço afetuoso, sempre sábio meu amigo irmão Árabe.

11 de março de 2011 19:15  
Blogger ♥MáH♥ disse...

Todos nós nos cansamos um dia. E as pedras que se acumulam são testemunhas do quanto já vivemos e o quanto temos pra contar
=)

bjinhos

12 de março de 2011 08:45  
Blogger Flor da Vida disse...

Amigo, seus textos sempre nos levam a profunda reflexão... E esse em especial, além de reflexivo está tocante... É como se sentíssemos as palavras saírem de ti como brisa suave de um profundo respirar...
Deixo carinhos meus pra ti...
Bjsss

12 de março de 2011 09:12  
Blogger Pensador disse...

Árabe,

Desta vez você superou-se em fazer um post que eu senti como se fosse escrito especialmente para mim.

Você conseguiu registrar exatamente como me sinto quando a Loba está distante. E a gente poder “se ver de fora”, é sempre bom.

Obrigado!

12 de março de 2011 09:21  
Blogger Cristal disse...

Lindo seu post...

Porque é inútil navegar, se todos os portos são iguais; e de nada vale enfrentar tempestades, em nome de uma falsa esperança, se o futuro sonhado é como o passado sofrido.

Simplesmente lindo!


Beijos


Ani

12 de março de 2011 10:55  
Blogger ISA disse...

Na vida há que esperar de tudo um pouco, mas depois de uma longa caminhada, devíamos estar preparados para uma "ida a baixo", seja por cansaço, por tristeza etc., mas há sempre alguém que lhe dará a mão e o faz sentir-se cheio de força, de alegria e começa de novo com uma auto-estima melhor do que antes. Lembre-se que os verdadeiros Amigos ajudam também nestes momentos.

12 de março de 2011 11:49  
Blogger TITA disse...

Assim é Árabe.Quantas vezes o nosso coração só descansa no que não mora por aqui.Realista e bem comum este teu sentir.Um abraço.

12 de março de 2011 15:02  
Blogger augusto, um entre mil disse...

tão diferente hoje por aqui das palavras de esperança a que por cá me habituei...

num futuro cá

ou em outro qualquer mundo

12 de março de 2011 16:28  
Blogger Multiolhares disse...

o cansaço e a tristeza não só aparece na cara transfigurada pela dor como no coração que fica seco e deixa de amar
bjs

12 de março de 2011 16:38  
Blogger Olhos de mel disse...

Querido Árabe; assisti o vídeo e é fantástico! A musica é linda e a interpretação dispensa qualquer comentário.
Bom domingo! Beijos

12 de março de 2011 17:39  
Anonymous Sherazade disse...

Árabe; um texto fantástico e muito triste. São momentos que felizmente passam, apesar de deixarem marcas, que vamos esquecendo ao longo dos anos.
O vídeo é perfeito!
Bom domingo! Beijos

12 de março de 2011 18:12  
Blogger Claudinha ੴ disse...

Árabe, às vezes nos sentimos assim, mas não devemos esmorecer. Uma ótima inspiração, uma ótima fotografia! Beijo!

13 de março de 2011 16:07  
Blogger Luma Rosa disse...

Bom saber que a inspiração veio da fotografia, porque quando comecei a ler o texto, pensei "Esse não é o Árabe que conheço, que sempre nos traz mensagens de ânimo".
Se eu chegasse para a minha finada mãezinha e comunicasse meu desamor pela vida, ela logo diria que estaria com anemia e me faria uma vitamina com todo o verde que tivesse na horta.
Deixando a brincadeira de lado; quando chegamos ao fundo do poço, a única saída é emergir, se não quiser afundar de vez em tristezas - procurar quem possa nos dar apoio, família, amigos ou mesmo um terapeuta. Não acho normal "ser" triste. Tristeza é estado e não meio de vida. Beijus,

13 de março de 2011 17:23  
Blogger Vanuza Pantaleão disse...

Meu amigo,
Até o cansaço se transmuta em beleza ao sabor da tua prosa poética...
Não me cansarei de apreciar-te a arte...e até rimei sem querer.

Deve existir um elixir da alegria eterna. Vamos buscá-lo!

Uma tranquila semana...
Beijos

14 de março de 2011 07:54  
Blogger Vanessa disse...

Perfeito!

Boa semana meu amigo querido!

14 de março de 2011 08:56  
Blogger Parole disse...

Teu texto é perfeito.As palavras descrevem uma tristeza sem fim, mas concordo que realmente há dias assim, que viver cansa ou não faz sentido... Espero que passe logo.

Beijos de um dia lindo.

14 de março de 2011 09:29  
Blogger Paula Barros disse...

Um texto triste. É triste se sentir em desânimo com a vida, com os sonhos. Sentar-se a margem da vida.

E muitas vezes nos sentimentos assim, agimos assim.

Achei o texto todo forte, mas esta frase, achei mais ainda.

"Renuncio aos meus sonhos, para fugir às minhas desilusões"

abraço!

14 de março de 2011 09:50  
Blogger chica disse...

Linda música e tua inspiração ficou belíssima! Esse cansaço existe por vezes, mas aos olhar pra trás, vemos as pedras e elas podem nos mostrar um outro lado: o do quanto já ultrapassamos... abraços, linda semana,chica

14 de março de 2011 10:03  
Blogger Silenciosamente ouvindo... disse...

Meu amigo, mais um maravilhoso
post seu. Cansaço...puxa vida,
nós aqui em Portugal estamos
desesperadamente cansados destes
políticos, deste Governo...de
tudo.
Um grande beijinho meu amigo.
Irene

14 de março de 2011 11:27  
Blogger Maria Ribeiro disse...

AMIGO/a: e vem-me à mente o poema de Álvaro de Campos(PESSOA):"O que há em mim é sobretudo cansaço-(...)
Cansaço assim mesmo, ele mesmo, /Cansaço.(...)Um supremíssimo cansaço,/ Íssimo, íssimo, íssimo/
CANSAÇO!"
BEIJO
Mª ELISA

14 de março de 2011 12:46  
Blogger Bernardete disse...

Caro Amigo Árabe,

Sempre sábias as suas palavras, caindo como uma luva dentro do meu coração.
Embora tudo seja um CANSAÇO sem fim, SHOW MUST GO ON!
http://www.youtube.com/watch?v=Nur2kQVGCK0&feature=related
Exatamente. Show must go on!!!
Minha maquiagem pode estar dissolvendo mas meu sorriso continua - DEVE CONTINUAR porque temos que RESISTIR para podermos EXISTIR, não é mesmo?!
Então... SHOW MUST GO ON... apesar de todos os nossos pesares.

Saudações

14 de março de 2011 16:48  
Blogger GarçaReal disse...

Olá amigo

Teu texto é de extrema beleza. Noto nele uma nostalgia profunda, uma saudade que não é saudade, um desejo que não é desejo, um querer que não é querer.
Talvez sim... o tal cansaço , neste troço do teu caminho.
Há que seguir, deitar fora os espinhos e ver lá ao fundo a luz brilhante da vida .

Como sempre aqui encontro momentos de meditação.

Boa semana

bjgrande do Lago

15 de março de 2011 05:12  
Blogger C Valente disse...

Belíssimo texto, com muitas verdades
Saudações amigas
è verdade tenho aqui o meu novo amigo, há muito esperado, uma ternurinha

15 de março de 2011 12:08  
Blogger O Árabe disse...

Belas reflexões, Olhos de Mel, pelas quais agradeço de coração. Mas não fique triste; este não é o objetivo do nosso oásis. Ah... e obrigado também pela dica do link; valeu! :) Boa semana

15 de março de 2011 14:13  
Blogger O Árabe disse...

Grato, irmão Antonio Lídio, pela amizade e pelo conforto. Meu abraço, boa semana!

15 de março de 2011 14:14  
Blogger O Árabe disse...

Assim é, MáH... e, às vezes, talvez fosse melhor não termos acumulado tanto! :) Boa semana.

15 de março de 2011 14:15  
Blogger O Árabe disse...

Talvez o sejam, amiga Flor... talvez o sejam. :) Grato, boa semana!

15 de março de 2011 14:16  
Blogger O Árabe disse...

Acredito, Pensador. E tenho certeza que, quando ela retorna, volta a felicidade. :) Meu abraço, amigo; boa semana!

15 de março de 2011 14:17  
Blogger O Árabe disse...

... e verdadeiro, não Ani? Só vale a pena, quando lutamos por um futuro melhor. :) Grato, boa semana!

15 de março de 2011 14:18  
Blogger O Árabe disse...

Bem sei, Isa... e como sei! Os amigos são, sempre, o nosso maior patrimônio espiritual. :) Grato, boa semana.

15 de março de 2011 14:20  
Blogger O Árabe disse...

Comum mesmo, não, Tita? Às vezes, todos nos sentimos assim... eu creio. :) Grato, boa semana.

15 de março de 2011 14:22  
Blogger O Árabe disse...

Mas esperança existe, Augusto, e volta sempre... depois de um breve repouso sobre o vento, como diz o mestre Gibran. :) Meu abraço, boa semana.

15 de março de 2011 14:23  
Blogger O Árabe disse...

Assim é, Luna: muitas vezes, a expressão mostra o que vai na alma. :) Boa semana!

15 de março de 2011 14:25  
Blogger O Árabe disse...

Lindo mesmo, não, Olhos de Mel? A música é fantástica... e o Queen, também! :) Boa semana.

15 de março de 2011 14:26  
Blogger O Árabe disse...

Assim é Sherazade... e, às vezes, as marcas se fazem sentir. :) Boa semana!

15 de março de 2011 14:27  
Blogger O Árabe disse...

Maravilhosa a foto, não, Claudinha? :) Obrigado, boa semana!

15 de março de 2011 14:28  
Blogger O Árabe disse...

Sábia senhora, Luma, a sua querida mãezinha... a minha, com certeza, apoiaria essa receita! :) Mas o tempo passa, e com ele alegrias e tristezas. :) Boa semana!

15 de março de 2011 14:30  
Blogger O Árabe disse...

Vamos, Vanuza... já estou buscando, aliás; e há um bom tempo! :) Boa semana.

15 de março de 2011 14:31  
Blogger O Árabe disse...

Grato, Vanessa! :) Boa semana, amiga; fica bem!

15 de março de 2011 14:31  
Blogger O Árabe disse...

Passa, Parole. As emoções passam, e nos fazem mudar um pouco todos os dias. :) Obrigado, boa semana!

15 de março de 2011 14:32  
Blogger O Árabe disse...

Às vezes, Paula, esta é a sensação que nos invade. Mas passa... precisamos dos sonhos, sempre! :) Boa semana, amiga.

15 de março de 2011 14:34  
Blogger O Árabe disse...

Assim é, Chica: o mesmo cansaço que às vezes nos invade, também nos mostra o quanto já caminhamos. :) Boa semana!

15 de março de 2011 14:35  
Blogger O Árabe disse...

Aqui também, Irene... aqui também! :) Boa semana, amiga.

15 de março de 2011 14:36  
Blogger O Árabe disse...

Às vezes, amiga Maria, assim é. Mas a gente reage... sempre. :) Boa semana!

15 de março de 2011 14:39  
Blogger O Árabe disse...

Certíssimo, Bernardete: o show deve continuar, sempre; afinal, ele é a Vida! :) Boa semana, amiga.

15 de março de 2011 14:43  
Blogger O Árabe disse...

Bela reflexão, Garça amiga... e obrigado, pelas gentis palavras! :) Boa semana.

15 de março de 2011 14:44  
Blogger O Árabe disse...

Comemoro contigo, amigo Valente, e espero que o novo amigo te venha trazer muitas alegrias!:) Meu abraço, boa semana.

15 de março de 2011 14:45  
Blogger mundo azul disse...

_______________________________


Penso que todos nós, temos nossos dias de imenso cansaço... Mas, depois é respirar profundamente, olhar para o céu e dar graças a Deus de estarmos vivos e ainda aprendendo...

Seu texto é maravilhoso e mostra um momento que todos nós conhecemos... Obrigada!

Beijos de luz e o meu carinho!!!

______________________________

15 de março de 2011 18:01  
Blogger O Árabe disse...

Grato, Zélia. E você tem razão: todos o conhecemos, sim. :) Bom resto de semana!

17 de março de 2011 12:48  
Blogger MEU DOCE AMOR disse...

Olá Árabe:

Pois é!Muitas vezes me sinto assim.Mas acho que já foram mais.Por vezes sento-me nesse rio.Outras não.Por vezes apetece-me ir para um lugar que não existe, talvez por ser diferente.

Mas esse teu texto dá para reflectir...pensar muito bem, pois é realmente um alerta, pelo menos para mim.

Beijinho doce e obrigada:)

17 de março de 2011 14:49  
Blogger Elizabeth F. de Oliveira disse...

Ah, o cansaço que nos pesa a alma! É um fardo que vai tornando-se cada vez mais pesado com o temo. Porém, precisamos focar nas coisas boas para atenuar esse cansaço que sempre parece ser infinito.

Lindo, Árabe!!!!
beijo no coração

18 de março de 2011 11:24  
Blogger ONG ALERTA disse...

Ninguém nos disse que viver seria fácil...tudo sáo fases...beijo Lisette.

18 de março de 2011 15:40  
Anonymous De... disse...

Árabe...

Fred Mercury sempre intenso... falando à alma.

E Memory (sempre maravilhosa Memory) acentuou a sensibilidade frente às palavras de desencanto.

Mais do que cansaço... total desesperança.

Namasté!

18 de março de 2011 18:46  
Blogger O Árabe disse...

Momentos, Doce Amor, que passam... na vida de todos nós. :) Boa semana!

18 de março de 2011 20:49  
Blogger O Árabe disse...

Assim é, Elizabeth... mas o cansaço apenas nos convida a um tempo de repouso. :) Boa semana!

18 de março de 2011 20:52  
Blogger O Árabe disse...

... e não é, Lisette; mas, apesar de todos os apesares, é tão bom! :) Boa semana.

18 de março de 2011 20:53  
Blogger O Árabe disse...

Creio que se confundem, De... mas passam. Felizmente! :) Boa semana.

18 de março de 2011 20:54  
Blogger © Piedade Araújo Sol disse...

o poder de uma foto a que o autor desenvolveu um texto nostalgico, sentido e um pouco de desesperança.

deixo um beij

19 de março de 2011 09:50  
Blogger Perla disse...

Também de cansaço somos possuídos...
é preciso encontrar um oásis no meio de um deserto da alma par recobrar o vigor perdido.

Sempre uma delícia ler-te :)

21 de março de 2011 15:53  
Blogger O Árabe disse...

Grato, Piedade, pela correta análise... e pela amizade! :) Boa semana.

22 de março de 2011 11:21  
Blogger O Árabe disse...

... e sempre uma alegria a tua presença, Perla! :) Boa semana.

22 de março de 2011 11:22  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial

Real Time Web Analytics Real Time Web Analytics Real Time Web Analytics Clicky