O Árabe

Idéias, sentimentos, emoções. Oásis que nos ajudam a atravessar os trechos desérticos da vida...

sexta-feira, 8 de abril de 2011

O ABANDONO E A VIOLÊNCIA


Podeis, decerto, fechar os vossos olhos.


O que direis, entretanto, ao vosso coração? E à consciência, que é a voz do Universo em vosso verdadeiro Eu? E à inteligência, que vos alerta do perigo à vossa própria segurança?


Como podereis encarar o futuro, se o presente vos mostra o descaso com o passado? Como acreditar em um mundo que não é capaz de socorrer aos que da caridade necessitam?


É verdade, sim, que na própria natureza existe a violência. Porque os raios castigam a terra, os furacões deitam por terra as árvores, e os animais abatem as suas presas.


Esta é a violência a serviço da Vida. E cessa tão logo sejam saciadas as necessidades que a geraram, pacificada a natureza, defendida a sobrevivência.


Entre os homens, todavia, não é assim a violência. Que não é necessária à vida, mas atende aos vossos desejos e às vossas vontades; que por vós mesmos é criada.


É no preconceito, no medo, no orgulho e no egoísmo, que estão as suas origens; e continuará a existir, enquanto estes sentimentos habitarem os vossos corações.


Entre vós, a violência é, antes de tudo, o braço armado da miséria; é o brado de angústia dos oprimidos, a revolta dos abandonados, a vingança dos que se vêem desprezados.


Entre vós, a violência traz a estupidez das guerras; que não nascem da necessidade dos povos, mas do orgulho dos governantes. Que deixam viúvas e órfãos, em nome de palavras vazias.


Entre vós, a violência reflete os preconceitos. Como se a cor da pele, as crenças religiosas e a orientação sexual criassem um abismo intransponível entre aqueles que, na verdade, são irmãos.


Entre vós, a violência está na covardia de pessoas que temem os mais fortes e abusam dos mais fracos; que maltratam e matam idosos, mulheres e crianças, para ocultar os seus próprios medos.


Assim é a violência entre os homens. E procedeis como o criador que se queixa da criatura, esquecidos de que apenas de vós depende erradicá-la de vossas vidas e de vosso mundo.


Buscai o amor, a solidariedade e a paz. Exercitai a tolerância, praticai a caridade. Promovei a justiça e o entendimento entre os homens, amparai os necessitados. Assim a afastareis de vós.


Podeis, decerto, fechar os vossos olhos.

Mas o que será do vosso futuro?

60 Comentários:

Blogger Olhos de mel disse...

Pois é Árabe; e que tema tão atual, viu? Temos vivenciado o medo e o pavor, diante de tanta violência. Muitas vezes não conseguimos entender o mundo que vivemos e os desajustes emocionais das pessoas. Temos a consciência de que tudo começa no abandono e nas diferenças sociais. Mas tudo isso não passa da falta de amor. Essa palavra tão pequenina e tão profunda que norteia nossos pensamentos e ações.
Lindo post,querido Árabe!
Bom fim de semana! Beijos

8 de abril de 2011 18:17  
Blogger Vozes de Minha Alma disse...

Verdade incontestável meu irmão.
Buscar o amor e a solidariedade, exercita a tolerância, a caridade e a justiça. Promove a paz e prepara a humanidade para uma nova era.
Assim espero.
Um abraço afetuoso, felicidades.

8 de abril de 2011 21:14  
Blogger moonlight song disse...

Querido Amigo Árabe,
de olhos bem abertos contemplo a monstruosidade...
de olhos bem abertos, as lágrimas escorrem-me pela face.
Perdoa-lhes Universo.
No meu coração norteia o Amor.
De olhos bem abertos sempre, indiferença jamais.
Bj.

9 de abril de 2011 02:22  
Blogger ISA disse...

Meu Caro Amigo

Concordo consigo e o tema está mesmo bem aplicado, pois o que se vê por este Mundo hoje em dia é isto sem apelo nem agrado. E porquê??? porque todas as classes sociais não se entendem e daí haver tanto ódio que acaba em violência e confrontos entre cada Nação. Quando um dia, pensarem em fazer o bem e quererem salvar seu país, se calhar já será tarde...!!!

Abraços amigos

Bom Fim-de-Semana

9 de abril de 2011 05:29  
Blogger Phoenix disse...

"Entre vós, a violência traz a estupidez das guerras; que não nascem da necessidade dos povos, mas do orgulho dos governantes. Que deixam viúvas e órfãos, em nome de palavras vazias."
Árabe, de tudo o que já escreveste, este foi o que me tocou mais. Às vezes parece que a morte de uma pessoa, para alguns, nada significa se se atingir o objectivo final...enfim, talvez achem que erradamente "os meios justificam os fins" em todas as situações.

P.S. Nos próximos dias ponho outro post, mas a inspiração anda em águas de bacalhau com os trabalhos da faculdade...=S

beijo grande*

9 de abril de 2011 06:10  
Anonymous Vanessa disse...

Ontem assisti a um filme que nos mostra a realidade dos campos de refugiados, e receio que não tenho palavras para descrevê-lo.
E não precisamos percorrer oceanos para encontrar situação parecida.
O que esperar de um mundo onde as pessoas ainda morrem de fome?
Parabéns pelo post querido Árabe, você possui uma sensibilidade magnífica.

P.S. Obrigada pelo comentário,o espero novamente:)
Não sei se posso, mas deixo o meu e-mail (que é o mesmo do orkut).
beeijo

9 de abril de 2011 06:29  
Blogger O Árabe disse...

Assim é, Olhos de Mel. No Amor, em seu sentido mais amplo, está a solução dos problemas do mundo.:) Bom fim de semana!

9 de abril de 2011 09:23  
Blogger O Árabe disse...

Assim esperamos, irmão Antonio Lídio. :) Meu abraço, bom fim de semana! Salam Aleikum.

9 de abril de 2011 09:25  
Blogger O Árabe disse...

Assim é, Moonlight Song: na indiferença, está o maior perigo! Bom fim de semana.

9 de abril de 2011 09:26  
Blogger O Árabe disse...

Certíssimo, Isa: busquemos o entendimento. Este é o caminho para o mundo que sonhamos! :) Bom fim de semana.

9 de abril de 2011 09:27  
Blogger O Árabe disse...

Grato, Phoenix, pelas palavras gentis e pela bela reflexão. E aguardo o novo post, sim; mas capricha nos trabalhos da faculdade. :) Bom fim de semana!

9 de abril de 2011 09:29  
Blogger O Árabe disse...

Grato, Vanessa, mas a sensibilidade está em todos nós; é por esta convicção que escrevo. :) Bom fim de semana, amiga; fica bem.

9 de abril de 2011 09:32  
Anonymous Vanessa disse...

Realmente, a sensibilidade está em todos nós.
Aflora em poucos e adormece em muitos.
Acho sua convicção muito nobre e deve ser tomada como um exemplo.
Salam Aleikum!

P.S. Respondi seu comentário e deixei um recadinho :)

9 de abril de 2011 09:59  
Blogger Pensador disse...

São tantas as histórias de pessoas que, recebendo uma mão estendida, fizeram uma verdadeira revolução na própria vida, sempre demonstrando a gratidão por quem estendeu a mão, que as pessoas deveriam pensar mais nisto.

Claro, se eu praticar a caridade, estender a mão, afastar-me do preconceito não vou estar garantindo o mundo mais justo. Mas, como o Beija-flor da fábula que o Betinho contava, estou fazendo a minha parte.

9 de abril de 2011 10:50  
Blogger Paula Barros disse...

É o que tem acontecido, temos fechados os olhos e o coração e estamos pagando um preço alto, o preço da própria vida, não só pela morte física, mas outras mortes vindas do medo, da insegurança, da desesperança.

9 de abril de 2011 17:50  
Anonymous ervilha-de-cheiro disse...

Tenho ainda a ilusão e a esperança de que a maior parte de nós não fecha os olhos, mas questiono-me se seremos suficientes para que a solidariedade triunfe.
É que quem tem o grande poder de tudo poder fazer, nada faz, ou faz tudo ao contrário.
Não entendo um mundo onde é necessário recorrer à caridade para que alguns possam ainda sentir algum bem-estar. Ela devia ser sim constante e naturalmente natural.
Gostei de ler-te.
No mundo em que vivemos nunca é demais lembrar e alertar, que o Homem tem memória curta.

9 de abril de 2011 17:51  
Blogger Magia da Inês disse...

ઇઉ ✿ܓܓ♫♫
Olá, amigo!

O que dizer do abandono? Uma chaga enorme...

E das violência?
Acredito que o coração de todo brasileiro (de verdade) agora, tem uma parte despedaçada.

Um lindo domingo!
Beijinhos.

♫♫.•*¨*•♫♫¸
°•♥° Brasil
°°•✿♫°.•

10 de abril de 2011 10:11  
Blogger Claudinha ੴ disse...

A violência é, certamente, decorrente de uma doença da alma que se sente revoltada, abandonada. Seus conselhos são sábios. Um beijo!

10 de abril de 2011 14:32  
Blogger ✿ chica disse...

A violência anda nos pegando a todos! Vivemos dias de muito medo sempre!

Tomara mudasse, mas precidsa ação conjunta pra tanto!

Lindo post! abraços,linda semana,chica

11 de abril de 2011 12:51  
Blogger Fernand's disse...

um suicídio fecharmos os olhos.

11 de abril de 2011 14:21  
Blogger Silenciosamente ouvindo... disse...

Meu amigo era tão bom que as
pessoas praticassem o seu texto.
Espero que o amigo esteja bem.
Beijinho/Irene

12 de abril de 2011 09:36  
Blogger valeria soares disse...

Uau! Adorei seu texto. Sábias palavras. Estou seguindo.

12 de abril de 2011 14:12  
Blogger Vanuza Pantaleão disse...

Os necessitados...
E veja, meu amigo, que por vezes, as necessidades são tão simples. Há aqueles que só precisam de uma palavra de afeto ou um gesto de carinho.
Estou ainda me recuperando, mas retorno ao convívio dos amigos como você. Obrigada pelo carinho!!!Bjsss

12 de abril de 2011 18:49  
Blogger O Árabe disse...

Grato mais uma vez, Vanessa, pela atenção e amizade. :) Boa semana!

12 de abril de 2011 20:22  
Blogger O Árabe disse...

E isto é o principal, amigo Pensador: fazermos a nossa parte!) : Meu abraço, boa semana.

12 de abril de 2011 20:23  
Blogger O Árabe disse...

Assim é, Paula: pagamos a condescendência com a nossa paz e a nossa segurança. :( Boa semana!

12 de abril de 2011 20:24  
Blogger O Árabe disse...

Gostei do comentário, ervilha-de-cheiro; obrigado. Volte sempre, o oásis é nosso! :)

12 de abril de 2011 20:25  
Blogger O Árabe disse...

Assim é, Inês: cada coração sofre por aquelas crianças. :( Boa semana!

12 de abril de 2011 20:26  
Blogger O Árabe disse...

Grato, Claudinha. E você está certa: a violência é uma doença da alma! Boa semana.

12 de abril de 2011 20:26  
Blogger O Árabe disse...

Certíssimo, Chica: só juntos, conseguiremos afastá-la de nós! :) Boa semana.

12 de abril de 2011 20:27  
Blogger O Árabe disse...

Bem descrito, Fernand´s: um verdadeiro suicídio coletivo. Volte sempre, o oásis é nosso; boa semana!

12 de abril de 2011 20:28  
Blogger O Árabe disse...

Estou, Irene; e o mesmo te desejo, amiga! :) Boa semana.

12 de abril de 2011 20:29  
Blogger O Árabe disse...

Grato, Valeria. Volte sempre, o oásis é nosso. :) Boa semana!

12 de abril de 2011 20:30  
Blogger O Árabe disse...

Bela reflexão, Vanuza. E fico feliz em saber que você já está em franca recuperação, amiga! Volte logo, e boa semana.

12 de abril de 2011 20:31  
Blogger Carlos Ribeiro disse...

Certa vez um professor de Sociologia falou em aula que a violência é necessária e natural.

Eventualmente me lembro daquela aula, como agora.

Toda a vez que me recordo daquelas palavras, revivo o meu espanto com a mesma intensidade - como se fosse a primeira vez -.

De certa forma até entendo a linha de raciocínio do meu professor, mas é difícil aceitar que isso é o melhor que podemos ofertar a nós mesmos enquanto corpo social.

Teu convite à reflexão meu amigo é um contraponto àqueles que simplesmente assistem acomodados à grande decadência da nossa organização social.

Um ótimo dia para você!

12 de abril de 2011 21:11  
Blogger VaNê disse...

O que será do nosso futuro? Tenho até medo de pensar...

Bjs!

13 de abril de 2011 13:39  
Blogger Multiolhares disse...

só no amor na caridade no perdaão vamos construindo a senda da verdade
bjs

13 de abril de 2011 13:54  
Blogger TITA disse...

Grande verdade a desafiar o tempo presente...Um abraço.

13 de abril de 2011 16:28  
Blogger ONG ALERTA disse...

Abandono dói...
Beijo Lisette.

13 de abril de 2011 17:10  
Blogger Olhos de mel disse...

Querido Árabe; duas coisas acho que machucam muito: o abandono e a indiferença...
Beijos

13 de abril de 2011 18:19  
Blogger O Árabe disse...

Grato, amigo Carlos Ribeiro, pelo belo comentário. :) Meu abraço, bom resto de semana!

14 de abril de 2011 05:22  
Blogger O Árabe disse...

Depende de nós, VaNê... depende de nós! :) Bom resto de semana.

14 de abril de 2011 05:23  
Blogger O Árabe disse...

Assim é, Luna... é uma construção de cada dia. :) Bom resto de semana!

14 de abril de 2011 05:24  
Blogger O Árabe disse...

Um desafio para todos nós, Tita... através do tempo. :) Bom resto de semana!

14 de abril de 2011 05:25  
Blogger O Árabe disse...

Dói, Lisette... bem dentro da alma, que esconde as cicatrizes. Boa semana!

14 de abril de 2011 05:26  
Blogger O Árabe disse...

Com certeza, Olhos de Mel; até porque um e outra têm origem no desamor. :) Bom resto de semana!

14 de abril de 2011 05:27  
Blogger valquiria calado disse...

"O presente é a sombra que se move separando o ontem do amanhã. Nela repousa a esperança." -- Frank Lloyd Wright

Tudo que ia falar, li aqui, mas repito, amar é lei divina, e Deus em sua sabedoria, sabia que só teria jeito aqui embaixo com amor.

abraço amigo.

14 de abril de 2011 14:02  
Blogger augusto, um entre mil disse...

como sempre, grandes e insofismáveis verdades aqui se podem encontrar.

e fechar os olhos é o que se pode ver quase todos os dias.

não serei eu também um pouco culpado?

14 de abril de 2011 18:35  
Anonymous De... disse...

Árabe...

Somos seres diversificados... porém, todos com uma mesma origem.
E exatamente por isso, estamos aqui... para aprendermos que somos parte de um todo.
Não podemos cortar uma parte de nós mesmos, sem que todo nosso corpo sinta.

A Paz começa na Alma... e é um difícil aprendizado buscarmos as semelhanças e não as diferenças.
Mas somente assim haverá evolução.

Sempre lembrando que, perante a Força Maior, todos temos o mesmo valor!

Bênçãos em seu fim de semana!
Beijossssssssss......

14 de abril de 2011 19:47  
Blogger Nova Civilização disse...

Amigo árabe,

"...Entre vós, a violência traz a estupidez das guerras; que não nascem da necessidade dos povos, mas do orgulho dos governantes. Que deixam viúvas e órfãos, em nome de palavras vazias..."


belo convite a uma reflexão profunda,

obrigada,

Gisele

15 de abril de 2011 03:50  
Blogger andrebdois disse...

GRANDE blog cara, parabens!!!
abss

15 de abril de 2011 07:55  
Blogger O Árabe disse...

Com certeza, Valquíria; só o amor constroi! Bom fim de semana.

15 de abril de 2011 08:55  
Blogger O Árabe disse...

Todos o somos, Augusto... mas sempre podemos mudar. :) Meu abraço, bom fim de semana!

15 de abril de 2011 08:57  
Blogger O Árabe disse...

Assim é, De: precisamos aprender que cada um de nós é uma pequenina centelha do Universo. :) Bom fim de semana!

15 de abril de 2011 08:58  
Blogger O Árabe disse...

Grato, Gisele, pela gentileza e amizade. :) Bom fim de semana!

15 de abril de 2011 08:59  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, André; valeu a força. :) Meu abraço, bom fim de semana!

15 de abril de 2011 09:00  
Blogger Rosa disse...

Olá meu amigo! Peço desculpas pela minha ausência. Tua postagem diz tudo que vivemos hoje, um mundo completo de violência e não sabemos se isso terá um fim. Gostaria muito de acreditar nesta frase de que dias sem violências virão.
Eu gostaria que pegasse seu selo no meu blog como presente.
bjs e um ótimo final de semana.

15 de abril de 2011 12:34  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, Rosa. Já o peguei... e ele já adorna o nosso oásis. :) Boa semana!

17 de abril de 2011 18:38  
Blogger Fa menor disse...

Este é um grito de alma! de tantas almas votadas a isso mesmo: abandono e violência, hoje, cada vez mais.

(entrei recentemente para um grupo de trabalho que visa à detecção e a denuncia de casos de violência, principalmente familiar)

Situações que têm que estar cada vez mais na ordem do dia.

Bjos

19 de abril de 2011 06:35  
Blogger O Árabe disse...

Têm, mesmo, Fa menor: de como as enfrentarmos, dependerá o nosso futuro. Em todos os níveis. Boa semana!

20 de abril de 2011 10:19  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial

Real Time Web Analytics Real Time Web Analytics Real Time Web Analytics Clicky