O Árabe

Idéias, sentimentos, emoções. Oásis que nos ajudam a atravessar os trechos desérticos da vida...

sexta-feira, 14 de setembro de 2012

A PAIXÃO E O AMOR



É preciso que vos anime a paixão.
Porque é só assim que vos sentis realmente vivos. Que o sangue corre mais rápido por vossas veias, que os vossos pensamentos fervilham, que mais acolhedor vos parece o mundo.
Porque a paixão é para a vossa alma como o vento é para o oceano; quanto mais forte o açoita, mais belas e encapeladas são as suas ondas e mais difícil se torna contê-las.
E a paixão é para os vossos amores como o papel colorido e alegre que ornamenta os pacotes e muitas vezes os faz mais atraentes que os próprios presentes neles contidos.
A paixão está na raiz dos vossos sonhos e na nascente das vossas desilusões. E, porque é imortal em vós, faz com que nos vossos caminhos se sucedam os sonhos e as desilusões.
Necessitais, sim, da paixão. Porque é dela que nascem os grandes sonhos e são eles que fazem surgir as grandes realizações. É a paixão que vos move, e move o mundo através de vós.
Necessitais da paixão. Porque não vos é dado viver sem amor e o amor sem a paixão é como a brisa suave do crepúsculo, que vos acaricia o rosto, mas não despenteia os vossos cabelos.
Amor sem paixão é como a cinza ainda morna, um calor ameno que não vos incendeia o coração. É como a amizade, que vos traz a segurança da companhia, mas não o encanto do seu mistério.
A paixão é como o fogo do sol, a incendiar o horizonte e combater o escuro da noite. E como ele se apagará com o tempo, para que o vosso coração possa repousar na paz da razão.
A paixão é como o ciclone que vos arrebata e transporta aos céus; do amor brotam as asas que vos permitirão planar e descer mansamente, quando um dia se extinguir a força do vento.
Entregar-se à paixão é como perseguir um sonho. É estender as mãos para segurar uma miragem; é encontrar em um beijo todos os sabores do mundo, em um corpo todo o prazer do universo.
Entregar-se ao amor é viver um sonho. É encontrar-se em alguém; é acreditar em um mundo melhor, é descobrir em seu verdadeiro Eu a força de compreender e caminhar junto. 
A paixão tem o seu mundo próprio; de cores mais vivas, de emoções mais intensas, de elevadas montanhas e profundos abismos. Um mundo onde o tempo e o espaço se confundem.
Também o amor tem o seu próprio mundo. E nele as cores são mais suaves, as melodias mais doces, as flores mais perfumadas, mais cristalinos os riachos, mais amenas as planícies.
Necessitais da paixão. Para que possais descobrir o amor que existe em vós.     

48 Comentários:

Blogger Olhos de mel disse...

Querido Árabe um belíssimo poema! A paixão e amor precisam caminhar juntos, para colorir a estrada, fazer as estrelas brilharem mais forte e a lua cintilar mais intensamente.
Amei, Árabe!
Bela imagem e musica!
Bom fim de semana! Beijos

14 de setembro de 2012 18:13  
Blogger Ailime disse...

Olá amigo Árabe,
Muito, muito interessante esta sua reflexão (como todas) devo acrescentar.
A paixão só não sobrevive e o amor sem paixão vai desaparecendo.
Juntos nos levam ao sonho e este comanda a vida.
Por vezes não é fácil conjugar todos estes factores, mas que são essenciais para dar sentido à nossa vida lá isso são.
A foto está em perfeita sintonia!
Um beijinho e óptimo domingo.

14 de setembro de 2012 19:27  
Blogger Luna disse...

Belíssimo este texto poético, e mais do que belo é verdadeiro acertivo penso que nunca tinha lido um texto onde falasse assim da paixão que acaba mas se existir amor nessa relação ela continua suave pela vida fora
beijinhos

15 de setembro de 2012 05:07  
Blogger LUCONI disse...

Ah meu amigo belas reflexões sobre a paixão que quando nos deixamos levar por ela nos tornamos irracionais, há um desequilíbrio entre emoção e razão, e o amor não é assim, é equilibrado, nos impulsiona para o bem, e em paz nos sentimos, beijos Luconi

15 de setembro de 2012 23:21  
Blogger São disse...

Há coisas e temas que são minha paixão desde que me conheço.

Na relação sentimental, creio que ninguém consegue aguentar por muito tempo a intensidade da paixão.

Um abraço grande, Amigo meu.

16 de setembro de 2012 10:17  
Blogger Antônio Lídio Gomes disse...

Irmão Bendito de Aláh.
Ainda vou postar, mas enquanto não posto, venho me inspirar nesta fonte que emana de ti.
Um abraço, obrigado, Assalamaleikum.

16 de setembro de 2012 10:57  
Blogger ✿ chica disse...

Lindo e tão verdadeiro o teu texto. Paixão e amor juntas fazem crescer o amor, aquele que dura pra sempre...abração e adorei teu comentário.Entendeste bem,srrs chica

16 de setembro de 2012 11:19  
Blogger MINHA VIDA DE CAMPO disse...

Olá, lendo seu poema vejo que estou velha e sem sentimento. Existe paixão? Me apaixono quando quero, tenho que sentir esse sentimento por uma coisa ou por alguém. Tenho um companheiro a 28 anos e invento pra nós a paixão. Ele tem muita paixão, acho que ele ama por nós dois.
Tenha um ótimo domingo.

16 de setembro de 2012 14:01  
Blogger CamilaSB disse...

A paixão não existe só numa relação entre dois seres... ela também é necessária para, como bem disse, fazer nascer e crescer os nossos sonhos... sem ela, não nos entregaríamos de alma e coração aos nossos projectos de vida... mas, não conseguimos viver permanentemente apaixonados, passado algum tempo, ficamos cansados e, a paixão - fenece... já o amor é mais suave, no entanto é duradouro e, quanto mais o tempo passa, mais ele cresce... para tal, basta que seja cultivado e bem regado!
São sempre belíssimas as suas palavras!
Bem-haja, amigo, por partilhá-las connosco!
Um grande abraço com carinho e estima!
Boa semana, muita saúde e muita luz no seu e no nosso caminho :)

16 de setembro de 2012 16:44  
Blogger Claudinha ੴ disse...

Com toda razão Árabe, sem paixão é melhor abandonar a estrada. O amor é paciente e calmo, mas precisa da chama da paixão, que por sua vez precisa ser reavivada a cada dia... Lindo texto, como sempre. Boa semana!

16 de setembro de 2012 17:24  
Blogger Vanuza Pantaleão disse...

Amor e paixão, nunca consegui delinear os limites entre um e outro, mais uma dificuldade que tenho. Seu texto é sensível e belo.
Amigo, grata pela visita e uma ótima semana!Bjs

17 de setembro de 2012 03:41  
Blogger Ana Carla disse...

Adorei a comparação da paixão com o papel de presente do Amor! Assim é! Um tempero indispensável pra colorir a existência! Que a semana seja prazerosa como o seu texto! Beijo!

17 de setembro de 2012 04:37  
Blogger Carla Fernanda disse...

A paixão é o desejo, combustível de todas as coisas.

Beijos e boa semana amigo!!

17 de setembro de 2012 05:03  
Blogger Lucélia Mendes disse...

Olá, vim retribuir o carinho da visita e ler! Amo poesia, nesse estilo que você escreve tem mais beleza ainda! Parabéns.

Emagrecer não é fácil, que tarefa fadigante mas farei valer a pena, pois já tenho o desenho do vestido para a formatura da minha filha ano que vem! Não posso falhar comigo não é mesmo?!

Ótima tarde para você e mais uma vez fico grata pela visita!

18 de setembro de 2012 11:46  
Blogger helia disse...

A paixão é necessária para estimular o Amor !
Excelente texto !

19 de setembro de 2012 01:17  
Blogger Carla Fernanda disse...

A paixão é a própria razão.... justifica-se por ela mesma,,,

Beijos e bom dia!!!

19 de setembro de 2012 03:39  
Blogger O Árabe disse...

Precisam, Olhos de Mel. Só com a paixão, nos sentimos realmente vivos! Bom resto de semana.

19 de setembro de 2012 08:52  
Blogger O Árabe disse...

Essenciais, sim, Ailime... à vida e às emoções! Bom resto de semana.

19 de setembro de 2012 08:53  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, Luna, pela gentileza das palavras. Bom resto de semana!

19 de setembro de 2012 08:54  
Blogger O Árabe disse...

Assim é, Luconi... e, entretanto, os dois se complementam, não? Bom resto de semana!

19 de setembro de 2012 08:54  
Blogger O Árabe disse...

Talvez por isto, São, ela não dura para sempre. :) Bom resto de semana, amiga!

19 de setembro de 2012 08:55  
Blogger O Árabe disse...

Grato a você, irmão Antonio Lidio, pela gentileza e amizade. Meu abraço, bom resto de semana. Salam Aleikum!

19 de setembro de 2012 08:56  
Blogger O Árabe disse...

Bom saber que entendi, Chica; e obrigado pelo gentil comentário. Bom resto de semana!

19 de setembro de 2012 08:56  
Blogger O Árabe disse...

Creia, Anajá, ninguém ama por dois. Estou certo de que vocês dividem bem a paixão. Grato pela gentileza, bom resto de semana.

19 de setembro de 2012 08:58  
Blogger O Árabe disse...

Assim é, Camila... basta que o cultivemos todos os dias! Grato pela gentileza, amiga; bom resto de semana.

19 de setembro de 2012 08:59  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, Claudinha; pela gentileza e pelo acertado comentário. Bom resto de semana!

19 de setembro de 2012 09:01  
Blogger O Árabe disse...

Talvez, Vanuza, porque os limites se confundem. :) Bom resto de semana!

19 de setembro de 2012 09:01  
Blogger O Árabe disse...

Bela definição, Ana Carla: para colorir a existência! Bom resto de semana, obrigado.

19 de setembro de 2012 09:02  
Blogger O Árabe disse...

Isso, Carla Fernanda: combustível de todas as coisas! Bom resto de semana, fica bem.

19 de setembro de 2012 09:03  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, Lucélia. E tenho certeza que você não vai falhar com você, viu? :) Bom resto de semana!

19 de setembro de 2012 09:04  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, Hélia. E você tem razão: é necessária, sim! Bom resto de semana.

19 de setembro de 2012 09:05  
Blogger O Árabe disse...

Isso, Carla... se é que alguma justificativa é necessária. :) Bom resto de semana!

19 de setembro de 2012 09:06  
Blogger MEU DOCE AMOR disse...

Olá:

Não sei.Acho que amor é uma coisa e paixão outra.A paixão traz sofrimento, pois é desejo e com ela vem a desilusão, a confusão e mau estar. Não se consegue pensar.É preferível evitar os abismos.

Quanto ao amor..."é encontar-se em alguém"...assim não nos tornamos dependentes?Acho que o amor é libertação.É o encontro connosco próprios,não?
Beijinho doce

19 de setembro de 2012 09:17  
Blogger MEU DOCE AMOR disse...

Estrela é uma estrela.Uma Deusa é a personificação dessa estrela.Não é a estrela,pois não?Uma forma de explicar algo.

Beijinho doce

19 de setembro de 2012 09:21  
Blogger MEU DOCE AMOR disse...

Diz-me:

Porque se faz essa diferença entre paixão e amor?

Para quê?

Porque não há-de o amor ser paixão e paixão amor?

Porque se há-de complicar tudo?

Não pregava Cristo o Amor com Paixão?

Beijinho doce:)

19 de setembro de 2012 09:25  
Blogger O Árabe disse...

Pessoalmente, Doce Amor, acho que a paixão é parte do amor e que o amor é parte da paixão; o que não impede que um possa existir sem o outro. Complicado, não? Mas acredito que não precisamos explicar um, nem outro... basta senti-los, para que a vida se torne mais intensa. :) Bom resto de semana!

19 de setembro de 2012 11:54  
Blogger Ailime disse...

Olá amigo,
Desejo que esteja tudo bem consigo.
Lindo fim-de-semana.
Beijinhos da
Ailime

21 de setembro de 2012 02:20  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, Ailime, pelos votos que retribuo de coração. Bom resto de semana!

21 de setembro de 2012 10:36  
Blogger Elizabeth F. de Oliveira disse...

A Paixão é a prova de que estamos vivos de fato.
Muito obrigada por tão belas palavras.
Abçs,

21 de setembro de 2012 12:54  
Blogger O Árabe disse...

Assim , Elizabeth... é ela que nos mantém vivos. Sempre uma alegria a sua presença, bom fim de semana.

21 de setembro de 2012 13:25  
Blogger ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Caro amigo

E nesta paixão
se descobrem
sentidos para
o encontro
que se terá
com o amor,
e que leva tempo,
muito tempo
para acontecer.


Que haja sempre um sonho
a nos habitar o entardecer do dia.

Aluísio Cavalcante Jr.

21 de setembro de 2012 16:19  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, amigo, pelo poético comentário. Meu abraço, bom fim de semana!

21 de setembro de 2012 20:07  
Anonymous De... disse...

Paixão e Amor: temas inesgotáveis, não é mesmo, Árabe?

A paixão sem o amor segue apenas dois caminhos: ou se esgota ou enlouquece.

Somente o amor dá um significado maior à paixão e ao passar do tempo transforma a chama em ternura.

A Paixão fala ao corpo.
O Amor fala à alma.
Juntos, unem o céu à Terra!

Bom fim de semana. Beijosss...

21 de setembro de 2012 21:10  
Blogger O Árabe disse...

Inesgotáveis, sim, De... porque vivem em todos os seres humanos. Boa semana!

24 de setembro de 2012 08:06  
Blogger Tina disse...

Oi Árabe!

Lindo, perfeito: apaixonante! E me serve como uma luva.

beijos querido amigo,

26 de setembro de 2012 15:41  
Blogger O Árabe disse...

Sempre uma alegria a sua presença, Tina! :) E fico feliz por saber que gostou. Bom resto de semana, amiga!

26 de setembro de 2012 19:14  
Blogger Fa menor disse...

Muito belo! A vida sem paixão torna-se insípida.

Bjs

1 de outubro de 2012 07:21  
Blogger O Árabe disse...

Com certeza, Fa menor; perde toda a graça! Boa semana.

1 de outubro de 2012 11:15  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial

Real Time Web Analytics Real Time Web Analytics Real Time Web Analytics Clicky