O Árabe

Idéias, sentimentos, emoções. Oásis que nos ajudam a atravessar os trechos desérticos da vida...

sexta-feira, 28 de agosto de 2015

AS VOSSAS CULPAS


Afastai de vós o jugo das culpas.
Porque, como o medo é o mais profundo dos abismos a impedir os vossos passos, a culpa é a mais pesada de todas as cargas que podeis lançar sobre os vossos ombros.

E o seu peso impiedoso é o maior obstáculo aos voos da vossa alma. Pois apenas quando estais em paz convosco, consegue o vosso coração ouvir a voz do verdadeiro Eu.

Esta é a voz através da qual vos fala o Coração do Universo. É ela que canta a canção da Vida; que vos faz sonhar com a Felicidade e vos traz as palavras do Conhecimento.

Aprendei, portanto, a lidar com o vosso arrependimento. Pois ele é como o sol, que na dose certa aquece e faz brotar a planta, mas em excesso calcina o solo e elimina a vida.

Porque a culpa vos faz reviver o que passou. E como alguém pode viver o presente e caminhar para o futuro, se a sua alma permanece presa às lembranças do passado?

Não podeis mudar o que fizestes. E não é sensato o jardineiro que passa os seus dias a chorar pela rosa que feneceu; o sábio cuida de plantar uma nova roseira, para vê-la florir.

Deveis, sim, aproveitar as experiências do passado; e aprender com vossos erros, para que não volteis a repetí-los. Mas é no futuro que necessitais manter os vossos olhos.
Pois o arrependimento não é senão a ferramenta do aprendizado; como a saudade é a ferramenta do amor. E apenas de vós depende o uso que fazeis de cada ferramenta.

Abandonai as vossas culpas, como o viajante arreia à beira do caminho a mochila cheia de pedras, que dificultava a sua marcha. E vereis que mais rápidos serão os vossos passos.

De nada vos serve carregar as angústias antigas, que o tempo varreu de vossos caminhos. Agradecei, sim, ao Coração do Universo, que vos oferece a chance de fazer diferente.

Pois não deveis ver o passado como um muro, que vos isole da felicidade. E sim como um farol, cuja luz ilumina o vosso caminho, para que não venhais a repetir os mesmos erros.

Não podeis evitar os erros, durante a jornada, como a criança não evita as quedas, enquanto aprende a andar; sede como ela, que esquece a dor e ensaia um novo passo.
Porque esta é a essência da Vida, que não conhece culpas, apenas oportunidades. O que vos cabe é seguir em frente, abandonando tudo aquilo que possa atrasar a vossa marcha.

Rumo ao Coração do Universo.
Música:

26 Comentários:

Blogger ✿ chica disse...

Perfeitas tuas palavras! Adorei e temos que nos livrar de pesos assim que nos carregam e nada acrescentam...Gostei da frase de temos que vê-los como faróis... abração, chica e linda semana!

29 de agosto de 2015 01:39  
Blogger Olhos de mel disse...

De fato a culpa não fará com que retornemos a caminhada, para refazê-la, mas, serve de aprendizado. A culpa é um fardo muito pesado. Em algumas circunstâncias, não erramos, mas, passamos pelos caminhos que estava previsto em nosso destino. Portanto, aceitar nos torna mais leve cada passo futuro.
Belo post! A imagem é bastante significativa e tem tudo a ver. A musica é maravilhosa!
Bom fim de semana! Beijos

29 de agosto de 2015 05:22  
Blogger © Piedade Araújo Sol disse...

Amigo
tem toda a razão, por vezes carregamos as nossas culpas e nem sempre o arrependimento pode ser demonstrado e por vezes é um peso enorme.
muito sábias as suas palavras.
bom domingo
beijos
:)

30 de agosto de 2015 09:36  
Blogger ONG ALERTA disse...

Medo um sentimento difícil de lidar.... Abraço Lisette.

30 de agosto de 2015 09:53  
Blogger maria luzia Araujo disse...

É Árabe, sempre temos nossas culpas. Tenho e muitas. Tantas coisas boas deixei de fazer por mim mesmo, tantas!!! Assim mesmo né, na vida temos nossos erros e acertos. Amei o texto, amei tudo, de verdade! Uma ótima semana pra você, com paz, saúde, e obrigada! Grande abraço!

31 de agosto de 2015 08:13  
Blogger A Casa Madeira disse...

Olá Árabe a culpa é algo terrível mesmo;
Destrói o que se pode construir adiante; pois a perspectiva
acaba ficando muito abalada.
Muito bom o texto; palavras absolutas; cheias de verdades.
Obrigada pela visita lá na casa e te espero para o próximo post;
ou volte sempre quando quiser.
Abraços
Janicce.

31 de agosto de 2015 12:16  
Blogger CÉU disse...

"La vie est belle", e é nesse bolero k temos de seguir, sempre, em frente.
Abraços, Árabe. Boa semana!

31 de agosto de 2015 12:38  
Blogger ॐ Shirley ॐ disse...

Realmente, não adianta remoer o que se fez de errado; paga-se pelo ato cometido, não tem jeito de mudar isso, está impregnado no "corpo astral" e , mais cedo ou mais tarde, tem que ser drenado...Mas, pode-se evitar que fatos semelhantes aconteçam de novo...é por aí...
O Árabe, paz e luz!

1 de setembro de 2015 07:21  
Blogger Zilani Célia disse...

OI ÁRABE!
ASSIM É AMIGO, DEVEMOS NOS ARREPENDER DE ERROS COMETIDOS, MAS NUNCA DEIXAR QUE ISTO ENVENENE NOSSA VIDA E SIM, FAZER DISSO UMA LIÇÃO.
ABRÇS
-http://zilanicelia.blogspot.com.br/

1 de setembro de 2015 10:43  
Blogger Ailime disse...

Meu amigo e bom Árabe, sempre abrindo caminhos e como neste momento vi um farol brilhando no horizonte!
Um texto precioso que necessitava ler neste momento.
Um beijinho e obrigada!
Continuação de boa semana.
Ailime

2 de setembro de 2015 07:14  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, Chica. Mas é a pura verdade, não? Os erros do passado são faróis para iluminar o futuro! :) Bom fim de semana, amiga.

4 de setembro de 2015 06:03  
Blogger O Árabe disse...

Bem dito, Olhos de Mel: aceitar e procurar compreender é o primeiro passo para seguir em frente. A imagem, apesar de não ser muito bonita, tem mesmo tudo a ver, não é? Bom fim de semana!

4 de setembro de 2015 06:05  
Blogger O Árabe disse...

É isso, sim, Piedade! Pessoalmente, acredito que a função do arrependimento não é nos esmagar sob o peso da culpa, mas ensinar-nos a não repetir o erro! Obrigado, bom fim de semana.

4 de setembro de 2015 06:07  
Blogger O Árabe disse...

É, sim, Lisette... e o arrependimento talvez seja o medo das consequências do erro. Pensamento interessante, não? Bom fim de semana!

4 de setembro de 2015 06:08  
Blogger O Árabe disse...

Isso, Maria Luzia: todos temos as nossas culpas. O importante é não deixar que nos roubem a alegria de viver e a coragem de seguir em frente. Obrigado, bom fim de semana!

4 de setembro de 2015 06:10  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado a você, Janicce, e pode acreditar que voltarei, sim. É muito hospitaleira e cheia de luz a sua casa! Bom fim de semana

4 de setembro de 2015 06:12  
Blogger O Árabe disse...

Isso, Céu... e em ritmo de bolero, sempre. :) Bom fim de semana!

4 de setembro de 2015 06:13  
Blogger O Árabe disse...

Pois é, Shirley. De que nos adiantam os erros, se nada aprendermos com eles? :) Obrigado, bom fim de semana!

4 de setembro de 2015 06:14  
Blogger O Árabe disse...

Bem dito, Zilani! É exatamente o que eu penso: viver no hoje, com o aprendizado do ontem, para construir um amanhã melhor. Obrigado, bom fim de semana!

4 de setembro de 2015 06:21  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado a você, Ailime, por toda essa amizade e gentileza! Bom fim de semana, amiga!

4 de setembro de 2015 06:21  
Blogger © Piedade Araújo Sol disse...

olá
vim ver se havia nova postagem, mas como não há, deixo meus votos de bom fim de semana.
beijo
:)

4 de setembro de 2015 07:47  
Blogger O Árabe disse...

Daqui a pouco vai haver, Piedade, se Deus assim o permitir. Obrigado pelos votos, que de coração retribuo!

4 de setembro de 2015 15:15  
Blogger MEU DOCE AMOR disse...

Rumo ao coração do Universo...

6 de setembro de 2015 13:58  
Blogger O Árabe disse...

Este é o nosso trajeto, Doce Amor. E decerto o cumpriremos! O que varia é apenas o tempo da viagem. :) Boa semana!

8 de setembro de 2015 10:01  
Blogger Arco-Íris de Frida disse...

Arabe é isso mesmo... precisamos antes de mais nada, de perdoarmos a nos mesmos... somos os nossos proprios juizes e o mais cruel... é preciso aprender com os erros, nao nos estacionarmos na lamentaçao dos mesmos...
Aprender e evoluir... essa é a lei da vida...


Espero que se encontre bem...muita luz e paz...

Beijos...

19 de setembro de 2015 08:25  
Blogger O Árabe disse...

Com certeza, Arco-Íris: somos os nossos próprios juízes, e precisamos aprender com os nossos erros, sempre! Só hoje vi este comentário, amiga, e estou bem, sim; torcendo para que também o estejas, e tudo dê certo. Boa semana!

20 de setembro de 2015 19:54  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial

Real Time Web Analytics Real Time Web Analytics Real Time Web Analytics Clicky