O Árabe

Idéias, sentimentos, emoções. Oásis que nos ajudam a atravessar os trechos desérticos da vida...

sexta-feira, 18 de setembro de 2015

FALANDO DE AMOR



Deixai-me, hoje, falar de amor.

Não o amor que existe neste mundo, mas aquele amor de sonho, que habita na fantasia dos poetas; que se perfuma com a essência das rosas e dorme na cama forrada por suas pétalas.
 
Deixai-me falar do amor que viaja nas asas da imaginação; que esparge as cores mais vivas sobre momentos inesquecíveis e faz ouvir a sua voz na harmonia das mais lindas canções.

Deixai-me falar daquele amor que vos faz perceber o encanto do cone prateado que a luz cúmplice da lua desenha nas águas plácidas do mar escuro, nas horas preguiçosas da noite.

O amor que ilumina com o brilho da esperança os olhos dos jovens, faz explodir de paixão o coração dos adultos e recheia de compreensão e carinho o abraço dos idosos enamorados.
Aquele que vos faz viver os vossos sonhos e sonhar a vossa vida. Que faz intermináveis as horas de saudade e transforma em minutos velozes todo o tempo em que estais juntos.

O amor que, nas histórias, vibra nas vozes dos menestréis, flutua na graça e na beleza das princesas, alimenta a bravura e o garbo dos príncipes e faz cintilar as asas translúcidas das fadas.

O amor que transborda da mãe e se derrama sobre o bebê adormecido; que santifica a dádiva generosa e faz nascer o perdão no coração que antes sangrava de mágoa.
Deixai-me, hoje, falar de todos os tipos de amor. Para que todas as estrelas se acendam, todas as rosas se abram, todas as canções se façam ouvir, todos os corações se enterneçam.

Para que um sopro de solidariedade percorra o mundo, abolindo as fronteiras e unindo todos os povos. Para que as pessoas se deem as mãos e se olhem nos olhos, sem medo ou raiva.
Para que o orgulho e o egoísmo não sejam tão fortes, na alma dos homens. Para que possais despir as vossas máscaras e exibir o vosso verdadeiro Eu aos olhos dos vossos irmãos.

Para que não exista um sorriso sem eco, uma lágrima sem consolo, uma criança que chore sem alguém que a acalente, ou um mendigo que trema de frio no passeio da rua deserta.
Para que não mais necessiteis de cercas ou muros que vos separem uns dos outros; para que não atenteis à cor da pele, nem às vestes ou ao idioma, mas aos valores de cada coração.

Deixai-me falar de um amor que todos parecem haver esquecido. Porque hoje preciso, talvez, convencer a mim mesmo; acreditar em um mundo diferente, onde esse amor possa existir.
E encontrar espaço em nossos corações.

Música:

38 Comentários:

Blogger Olhos de mel disse...

Simplesmente lindo! Muito emocionada. Falar de amor sempre será um assunto gostoso de se ouvir. Sempre encontrará guarida nos corações apaixonados. Esse amor, Árabe acho também que o mundo anda carente.
Musica, imagem e prosa poética maravilhosos! Amei!
Bom fim de semana! Beijos

18 de setembro de 2015 18:26  
Blogger ✿ chica disse...

Brilhante,Árabe! Falaste muito bem do amor, do efeito dele em nós e das esperanças de que ele esteja verdadeiramente sempre pelo mundo...

abraços,chica e linda semana!

18 de setembro de 2015 23:51  
Blogger Arco-Íris de Frida disse...

Entao esta falando do verdadeiro amor... aquele que esta acima de qualquer outro sentimento que nao seja a doaçao de si mesmo ao outro...mas... onde ele se encontra nos dias atuais?


Querido amigo... agora ja me encontro entre os dois países... mais la do que aqui... por isso a dificuldade de estar entrando na internet... viver assim tem sido cansativo... mas... mesmo assim prefiro, por poder estar ainda com um contato mais intimo com meus familiares... mas... toda vez que a oportunidade se apresentar, estarei aqui visitando-o nesse seu cantinho, que tanta aprendizagem e paz me transmite com suas sabias palavras...

Paz e luz para ti... espero que esteja bem...

Beijos, Arabe...

19 de setembro de 2015 08:31  
Blogger maria luzia Araujo disse...

Falar de AMOR, é lavar a alma, é ficar em paz e sentir uma alegria enorme no coração. Belíssimo texto, amei!!! Ótimo final de semana! Obrigada!

19 de setembro de 2015 09:24  
Blogger Zilani Célia disse...

OI ÁRABE!
ESTE É O AMOR QUE TODOS PROCURAMOS E QUE ESTÁ FICANDO ESCASSO EM NOSSOS TEMPOS, MAS, É SEMENTE E COMO TAL, CABE A CADA UM DE NÓS QUE AINDA CRÊ, FAZÊ-LA GERMINAR.
LINDO, AMIGO.
ABRÇS
-http://zilanicelia.blogspot.com.br/

20 de setembro de 2015 11:23  
Blogger ॐ Shirley ॐ disse...

Esse amor, com todas as características descritas, existe sim, porém, não sei em que galáxia, em que célula, em que átomo se esconde...
Belíssimo, O Árabe!
Beijos!

20 de setembro de 2015 11:55  
Blogger CÉU disse...

Sonhar e apelar não custa, bem pelo contrário, até floresce a alma e o olhar.
Creio k existiam amores, desse jeito, talvez o de mãe pelos filhos. Outros, não vislumbro, não, a não ser em poesia.
Boa semana, Flávio!
Abraço com carinho.

21 de setembro de 2015 07:46  
Blogger © Piedade Araújo Sol disse...

falar de amor desta maneira é simplesmente sublime.
gostei muito!
boa semana.
beijo
:)

21 de setembro de 2015 09:30  
Blogger Vera Lúcia disse...


Olá amigo Árabe,

Música linda e perfeita para embalar a leitura deste texto poético maravilhoso e divino.
Somente mesmo o amor, com seu poder transformador, seria capaz de mudar o mundo, fazendo dele um lugar de paz, solidariedade e fraternidade. Quem dera todo ser humano fosse contaminado pela luz e magia deste amor milagroso. Assim, sem dúvida, veríamos existir o mundo dos nossos sonhos. Que os corações generosos continuem a distribuir amor, pois amor também se exemplifica.

Não sabia que você residia perto da Praia do Forte. Se soubesse, com certeza, não perderia a oportunidade de conhecê-lo pessoalmente, desvirtualizando, assim, a nossa amizade. Quem sabe em outra oportunidade?

Feliz semana.

Grande abraço.

21 de setembro de 2015 14:16  
Blogger Lia Noronha disse...

Árabe: tudo perfeito na sua página..música e poesia..em plena harmonia..sempre!!
abraços a ti querido amigo.

21 de setembro de 2015 17:24  
Blogger MARILENE disse...

Sua abordagem ficou muito boa. O amor ilumina e estimula, mas também faz cair barreiras e aumentar a solidariedade. Só através dele o mundo poderia encontrar a paz sonhada por todos os povos. Abraço.

21 de setembro de 2015 19:02  
Blogger São disse...

Mais um belissimo texto que a tua sensibilidade generosamente nos oferece, Swami...


Bem hajas!

22 de setembro de 2015 03:27  
Blogger Rô... disse...

oi meu amigo,

você falou de amor com uma clareza e com uma suavidade,
como nunca li igual...
sua sensibilidade fez o amor parecer ainda mais bonito...

beijinhos

22 de setembro de 2015 03:29  
Blogger MEU DOCE AMOR disse...

Olá:

Belissimo.O amor na sua plenitude.

Olhei o céu e acho que as estrelas se acenderam...muitas!

beijinho doce

22 de setembro de 2015 08:12  
Blogger Silenciosamente ouvindo... disse...

O amor é um tema inesgotável.
E o amigo como sempre falou do assunto
com muita sabedoria e sensibilidade.
Um forte abraço
Irene Alves

22 de setembro de 2015 09:16  
Blogger Ailime disse...

Boa tarde meu amigo e bom Árabe,
O mundo está cada vez mais necessitado desse amor lindo de que fala!
Que se quebrem muros e fronteiros, que acabem as guerras, que as lágrimas sequem nos olhos das crianças, que todos possamos dar-nos as mãos para ajudar a construir um mundo melhor!
Um mundo onde a justiça, o amor e paz tenham lugar!
De excelência este seu hino ao amor.
Beijinhos e continuação de uma boa semana.
Ailime
(A música é linda. Que todo o mundo um dia possa cantar que "o amor é uma coisa esplendorosa")

22 de setembro de 2015 13:52  
Anonymous Helena disse...

Deixemos, hoje, falar de amor, este grande poeta que habita entre nós e que nos fala de AMOR, não o amor que existe neste mundo, mas “do amor que viaja nas asas da imaginação; que esparge as cores mais vivas sobre momentos inesquecíveis e faz ouvir a sua voz na harmonia das mais lindas canções.”
Deixemos, hoje, falar de amor, esse poeta que habita em nossos corações, para que “um sopro de solidariedade percorra o mundo, abolindo as fronteiras e unindo todos os povos. Para que as pessoas se deem as mãos e se olhem nos olhos, sem medo ou raiva.”
Deixemos hoje... Não, poeta, não apenas hoje, mas queremos que nos fale desse sentimento sempre, nestes textos que nos dão a certeza de que o AMOR sempre valerá a pena ser vivido, em todas as suas nuances, com todo o seu esplendor, pois o verdadeiro amor não pode ser vivido fracionadamente “Para que não exista um sorriso sem eco, uma lágrima sem consolo, uma criança que chore sem alguém que a acalente, ou um mendigo que trema de frio no passeio da rua deserta.
Fale poeta, continue a nos falar, pois tua voz é música de alento, é canção de ternura, é melodia que embala e é uma sinfonia que se expande no espaço dos corações que gostam de te ouvir.

Árabe, olha meu amigo, serei sempre redundante ao comentar aqui, mas não consigo escusar-me de dizer, sempre, e cada vez com mais convicção, que amo tudo que escreves, que bebo dessa sabedoria que conosco comunga, sabendo que esse dom que Deus lhe concedeu são bênçãos que mereceste ganhar. Que Ele possa continuar a espalhar o seu amor de Pai através das tuas palavras que bebemos como um néctar dos anjos.
A imagem harmoniza delicadamente com a beleza do texto.
Meu carinho num beijo e no desejo de horas lindas a enfeitar os teus dias.
Helena

23 de setembro de 2015 03:38  
Blogger Daniel C.da Silva (Lobinho) disse...

O onirismo é sempre apetecível... mas a capacidade de efectivar o amor também é nossa...

Muito bom, como sempre.

Um abraço

23 de setembro de 2015 10:02  
Blogger O Árabe disse...

Muito bem dito, Olhos de Mel: o amor sempre será um assunto gostoso, com certeza! :) Bom resto de semana, obrigado.

24 de setembro de 2015 08:51  
Blogger O Árabe disse...

Esta, Chica, talvez seja a maior das nossas esperanças: encontrar o amor neste mundo. Obrigado, bom resto de semana!

24 de setembro de 2015 08:52  
Blogger O Árabe disse...

Acho que em nossos sonhos, Arco-Íris... quem dera que fosse em nossos corações! Torço por ti, amiga; e espero que dês sempre notícias, para tranquilizar os amigos que deixas aqui. Bom resto de semana, fica com Deus.

24 de setembro de 2015 08:54  
Blogger O Árabe disse...

Você está certíssima, Maria Luzia: falar de amor é lavar a alma e encher de alegria o coração! Obrigado, amiga; bom resto de semana.

24 de setembro de 2015 08:55  
Blogger O Árabe disse...

Belo pensamento, Zilani: cabe a cada um de nós fazer germinar essa semente! Obrigado, bom resto de semana.

24 de setembro de 2015 08:57  
Blogger O Árabe disse...

Em nosso coração, talvez, Shirley... difícil, é deixarmos que aflore! :) Grato, bom fim de semana.

24 de setembro de 2015 08:58  
Blogger O Árabe disse...

Isso mesmo, Céu: sonhar faz florescer a alma e o olhar. Sonhemos, então, com esse amor que se esconde na poesia. Obrigado, amiga, bom resto de semana.

24 de setembro de 2015 09:03  
Blogger O Árabe disse...

E existiria, Piedade, algo mais sublime que o amor? Bom saber que você gostou, obrigado; bom resto de semana!

24 de setembro de 2015 09:04  
Blogger O Árabe disse...

Moro em Salvador, Vera; é mais ou menos perto, sim; mas com certeza haverá outras oportunidades, sim, amiga. E Praia do Forte é linda, não é? E concordamos: que os corações continuem a distribuir amor, para que cada vez mais ele se espalhe pelo mundo! Bom resto de semana.

24 de setembro de 2015 09:18  
Blogger O Árabe disse...

Grato, Lia, pela gentileza e amizade. Bom resto de semana!

24 de setembro de 2015 09:19  
Blogger O Árabe disse...

É certo, Marilene: só através do amor, o mundo encontrará a paz. Obrigado, amiga; bom resto de semana!

24 de setembro de 2015 09:20  
Blogger O Árabe disse...

São, minha amiga, que alegria em rever-te! Como foram as férias? Maravilhosas, espero! Bem-vinda de volta, bom resto de semana.

24 de setembro de 2015 09:21  
Blogger O Árabe disse...

Grato, Rô, por sua amizade e gentileza. Bom resto de semana, amiga!

24 de setembro de 2015 09:24  
Blogger O Árabe disse...

Assim é, Doce Amor: elas sempre se acendem, quando olhamos com os olhos do amor! :) Obrigado, bom resto de semana.

24 de setembro de 2015 09:25  
Blogger O Árabe disse...

Inesgotável, sim, Irene; e cada vez mais caro aos nossos corações. Grato, amiga; bom resto de semana.

24 de setembro de 2015 09:26  
Blogger O Árabe disse...

Linda, realmente essa música, Ailime! E mantenhamos a fé de que, um dia, possa o mundo conhecer um amor assim! Obrigado, minha amiga; bom resto de semana!

24 de setembro de 2015 09:28  
Blogger O Árabe disse...

Confesso, Helena: impressiona-me a forma simples e espontânea com que a tua sensibilidade e a tua gentileza cobrem de poesia tudo que escreves! Grato, amiga; desejo-te um bom resto de semana e que a alegria possa estar sempre em teus caminhos! Bem o mereces.

24 de setembro de 2015 09:31  
Blogger O Árabe disse...

Alegria em rever-te, amigo Daniel, e concordamos: é nossa, sim, a capacidade de tornar realidade o amor! Meu abraço agradecido, bom resto de semana.

24 de setembro de 2015 09:33  
Blogger ONG ALERTA disse...

Magnifico abraço Lisette.

25 de setembro de 2015 14:58  
Blogger O Árabe disse...

Grato, Lisette. Bom fim de semana!

25 de setembro de 2015 18:49  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial

Real Time Web Analytics Real Time Web Analytics Real Time Web Analytics Clicky