O Árabe

Idéias, sentimentos, emoções. Oásis que nos ajudam a atravessar os trechos desérticos da vida...

sexta-feira, 20 de outubro de 2017

BALADA DA SAUDADE


Por que falar de dor e separação?

Na saudade, existem também a alegria do encontro e a doçura das boas lembranças. E, se assim é, a cada um cabe escolher entre o fel da tristeza e o mel das recordações.

Saudade, eu vos tenho dito, não é a ausência de alguém querido; mas a sua presença. Porque ninguém terá realmente partido de nós, enquanto estiver em nossas lembranças.

Saudade é prova de que se tem uma história; de não ser um livro em branco. De não haver passado pelo mundo como mais uma nuvem pelo céu; de ter chovido e feito algo brotar. 

Saudade é chorar e sorrir ao mesmo tempo. É lamentar a separação e agradecer pelo tempo em que existiu a companhia. É a solidão que faz doer e a recordação que reconforta.

Saudade é a lembrança de um momento; de um instante fugaz que parecia sepultado no passado, mas volta à nossa memória. Saudade é um lugar, um aroma, uma música. 

Saudade é amor; é uma ternura tão grande que parece preencher o vazio em que se torna o mundo, quando um ente amado se vai. Saudade é o mal e o  seu próprio remédio. 

Saudade é o pranto e o sorriso; a dor de perder e a alegria de ter encontrado. Saudade é faca amolada, que dilacera o coração; e remédio milagroso que o conserva unido, a bater.

Saudade é um painel encantado de lembranças. De beijos, afagos e abraços; de gestos, de emoções compartilhadas. De vivências que a memória resgata ao torvelinho do passado.

A saudade é a última filha do Amor. E, como o Amor, não pode ser definida; apenas sentida. Habita em nosso verdadeiro Eu e não conhece os limites do espaço e do tempo.

Para falar de saudade, não é preciso falar de sofrimento. De cada pessoa, depende lamentar a frustração da partida; ou festejar o tempo feliz em que desfrutou da companhia.

Devemos, pois, fazer a nossa escolha. Porque a saudade, como o Amor, é diferente para cada um de nós; e a cada um cabe aceitar o seu abraço, ou enfrentar o seu açoite.

Saudade é desejo de voltar no tempo. De retornar ao aconchego, acariciar e ser acariciado; reviver momentos de paixão ou ternura, reencontrar o encanto do Amor em nossa alma.

É um misto de mágoa e reconforto; uma sensação de perda e gratidão, vazio e plenitude. É, ao mesmo tempo, a tristeza de estar só e a felicidade de sentir-se acompanhado.  

Saudade não é a partida do amado.

É a permanência do Amor. 

Música:
http://ohassan.dominiotemporario.com/midi%20vocais/barbrastreisand-thewaywewere-unem.mid

33 Comentários:

Anonymous Anônimo disse...

Querido Irmão
Que mensagem linda e profunda.
Eterna Saudade.
Sérgio

20 de outubro de 2017 19:28  
Blogger Olhos de mel disse...

Lindo texto, linda imagem e musica!
Saudade pra mim, Árabe, é não poder ver, não poder falar e não saber. É uma vontade de ter e não poder. Não é mágoa, mas, a dor de uma frustração, por não se ter poder de decisão. Sempre haverá uma interpretação diferente dessa saudade, a depender do que dói em cada um. Mas amei a sua visão sobre ela, apesar de ter outro conceito.
Essa musica apesar de achar muito linda, tem uma interpretação da letra, muito triste. E a imagem do balanço vazio, chega a doer...

Bom fim de semana! Beijos

20 de outubro de 2017 21:44  
Blogger ✿ chica disse...

Palavras maravilhosas pra falar de saudade... Lindo tudo e a imagem, olhar para o balanço vazio sempre me dá saudades...abração praiano, tudo de bom,chica

21 de outubro de 2017 02:10  
Blogger Jairo Ferreira disse...

Lindíssimas palavras meu irmão! Pena que não consigo escutar a música, mas vou escutar separado! Beijo mano!

21 de outubro de 2017 09:46  
Anonymous lucia Argolo disse...

Bonito texto Árabe!
A imagem do balanço vazio nos dá um aperto no peito,e como disse Olhos de Mel,chega a doer.
A música é linda, porém triste.
Interessante quando você diz"porque ninguém terá realmente partido de nós, enqto estiver em nossas lembranças", nunca havia pensado por esse ângulo.
Gostei do "painel encantado de lembranças",rs...me levou a visualizar,recordar...
É Árabe,tô com você,"saudade é desejo de voltar no tempo","é a permanência do amor".

21 de outubro de 2017 16:01  
Blogger Maria Luzia Araujo disse...

Penso que, tudo de bom vivido por nós e como tudo na vida nada é para sempre, ficam apenas as lembranças e saudades. A saudade dói, aperta, mas acredito saber lidar com ela. Meu bom amigo Árabe, lindíssimo seu texto, amei tudo! Bom domingo e desde já, uma semana tranquila para todos nós... muito, muito grata! Abração.

21 de outubro de 2017 20:34  
Blogger Fá menor disse...

Gostei muito. "Saudade é a permanência do amor", sim.

Boa semana, meu amigo!

23 de outubro de 2017 03:01  
Blogger © Piedade Araújo Sol disse...

Amigo Àrabe

"saudade" essa palavra tão portuguesa

e você definiu e deixou uma definição exacta dessa palavra

de todo o texto retive esta frase que cito:

"Saudade, eu vos tenho dito, não é a ausência de alguém querido; mas a sua presença.»

muito belo isto!

boa semana.

beijinhos

:)

23 de outubro de 2017 10:16  
Blogger Smareis disse...

Boa tarde Árabe!
Um definição de saudade lindamente escrita. As vezes sinto saudades de pessoas que nem imaginam o tamanho da falta que elas me fazem.
A música e imagem casou perfeitamente com o texto.
Boa semana amigo!

23 de outubro de 2017 11:19  
Blogger CÉU disse...

Olá, querido amigo!

Que texto encorajador, terno e filosófico!
Com ele, podemos superar e suportar bem a saudade, que é um binómio de "dor" e amor.

Beijos pra todos vocês.

23 de outubro de 2017 11:33  
Blogger Marina Fligueira disse...

Si, todos tenemos nostalgia de unos tiempo de niñez y juveniles, tiempos que se van y no vuelven, por lo tanto debemos vivir el día a día con amor a todo lo creado a todo lo que tenemos a nuestro al rededor.

Un placer leerte, Maestro de las buenas lecciones.
Un brazo y mi gratitud.

24 de outubro de 2017 02:07  
Blogger Andre Mansim disse...

Bruno, que texto lindo hein?
É olha só, dizem que saudade não tem tradução em outra língua e só existe no português...
Puxa... Como a saudade é um sentimento puro, não entendo esse negócio de não ter tradução.

Um abraço!!

24 de outubro de 2017 07:58  
Blogger Andre Mansim disse...

Bruno não, hahahaha, Brimo.
O corretor atrapalha as vezes.

24 de outubro de 2017 08:01  
Blogger São disse...

O teu texto é muito lindo , como sempre, e tem a sabedoria que te transborda da alma e generosamente partilhas connosco.

Porém, nem toda a beleza nem toda a sabedoria , por vezes, chega para nos consolar quando seria tão bom e tão necessário falar e tocar quem só está no nosso coração e não fisicamente...

Apertado abraço, querido Amigo !

24 de outubro de 2017 09:18  
Blogger Teresa Isabel Silva disse...

Fabuloso texto... Saudade uma palavra tão simples que diz tanto!

Bjxxx
Ontem é só Memória | Facebook | Instagram

24 de outubro de 2017 12:42  
Blogger Ateliê Tribo de Judá disse...

Olá meu amigo ,
Lindo texto e sábias definições, concordo com todas elas , mas para além disso eu a duras penas aprendi que saudade só se tem do que foi bom, o que é bom e nos faz bem viverá em forma de saudade.
É bom vir aqui.
beijos beijos
Joelma

25 de outubro de 2017 03:45  
Blogger Ailime disse...

Boa tarde meu Amigo e bom Árabe,
Um autêntico poema que escreveu para falar de saudade!
Palavras lindas e tocantes.
Hoje não tenho como comentar pois não quero macular as suas sublimes palavras poéticas tão verdadeiras.
Termina de forma fabulosa: "Saudade não é a partida do amado.
É a permanência do Amor. "!
Que dizer depois de ler esta pérola?
Apenas um obrigado por poder "beber" aqui tanto do belo que nos transmite.
Beijinhos e continuação de boa semana.
Ailie

25 de outubro de 2017 07:14  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, irmão, por nossa amizade sincera e espontânea. Que o Coração do Universo ilumine sempre os nossos passos! Meu abraço, bom resto de semana.

26 de outubro de 2017 11:44  
Blogger O Árabe disse...

Verdade, Olhos de Mel: a saudade, como sentimento que é, tem um significado diferente, para cada pessoa.Eu acredito que ela possa ser, ao mesmo tempo, a dor e o próprio conforto; complicado, talvez... mas é assim que sinto. Obrigado, bom resto de semana.

26 de outubro de 2017 11:49  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, Chica. E fiquei feliz, ao saber que vocês estão na praia... garanto que já estavam com saudade! :) Bom resto de semana.

26 de outubro de 2017 11:50  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, maninho... a medida que a gente vai envelhecendo, vai entendendo mais de saudade, não é? :) Procure ouvir a música, sim... é linda! Abração, bom resto de semana.

26 de outubro de 2017 11:51  
Blogger O Árabe disse...

Mas assim é, Lúcia: enquanto a pessoa estiver em nossas lembranças, não terá realmente partido! Quanto ao "painel encantado de lembranças"... é o que podemos levar da vida, não é? :) Obrigado, bom resto de semana.

26 de outubro de 2017 11:54  
Blogger O Árabe disse...

Verdade, Maria Luzia: um dia a saudade chegará, fatalmente; até porque nada dura para sempre, neste mundo... nem a nossa passagem!:) Precisamos saber lidar com ela. Obrigado, amiga; bom saber que você gostou, bom resto de semana.

26 de outubro de 2017 11:59  
Blogger O Árabe disse...

Mais uma vez, Fa, concordamos! :) Obrigado, bom resto de semana.

26 de outubro de 2017 12:00  
Blogger O Árabe disse...

Grato, Piedade! E, realmente, eu acredito nisso: saudade é uma presença constante; não fixa, mas em nossas almas. Bom resto de semana, fica bem.

26 de outubro de 2017 12:03  
Blogger O Árabe disse...

Gostei desta frase, Smareis: "As vezes sinto saudades de pessoas que nem imaginam o tamanho da falta que elas me fazem.". Muitas vezes isso acontece, não é? Obrigado, bom resto de semana!

26 de outubro de 2017 12:04  
Blogger O Árabe disse...

Bem como você disse, Céu: "um binómio de "dor" e amor". Boa definição, amiga; bom resto de semana!

26 de outubro de 2017 12:05  
Blogger O Árabe disse...

Aplaudo o seu comentário, Maria, principalmente esta frase: devemos viver o dia a dia com amor a tudo ao nossos redor. Belo e verdadeiro, amiga! Obrigado, bom resto de semana.

26 de outubro de 2017 12:08  
Blogger O Árabe disse...

Interessante, mesmo, não é, André? Talvez seja porque muitas vezes temos dificuldade de traduzir o que nos vai na alma. Grande abraço, brimo, aliás, primo! :) Bom resto de semana.

26 de outubro de 2017 12:10  
Blogger O Árabe disse...

Entendo o que você quer dizer, São... às vezes, sentimos mesmo essa necessidade. Mas não seria exatamente por isto que a saudade conserva vivos, em nós, aqueles que amamos? Obrigado, minha amiga; bom resto de semana, meu abraço.

26 de outubro de 2017 12:13  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, Isy... e você está certa: uma palavra que diz tanto! Bom resto de semana.

26 de outubro de 2017 12:14  
Blogger O Árabe disse...

E é por isso, Joelma, que a saudade traz em si a inquietação... e, ao mesmo tempo, o conforto! :) Obrigado, minha amiga; bom resto de semana!

26 de outubro de 2017 12:17  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado a você, Ailime, pela amizade e pela gentileza das suas palavras! Bom resto de semana, minha amiga; fica bem!

26 de outubro de 2017 12:18  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial

Real Time Web Analytics Real Time Web Analytics Real Time Web Analytics Clicky