O Árabe

Idéias, sentimentos, emoções. Oásis que nos ajudam a atravessar os trechos desérticos da vida...

sexta-feira, 10 de novembro de 2023

A DESPEDIDA

 


Hassan olhou para aqueles que se reuniam, à espera de suas palavras.

E pensou: “Eis que ainda não vos deixei, e a saudade já aperta a minha alma. Porque foram muitas as vezes em que aqui nos reunimos, e conversamos entre as nossas almas.”.

“E a saudade não é a ausência dos corpos, mas a proximidade das almas. Não está na dor da separação, mas na doçura das lembranças. E não traz apenas a mágoa, mas também o conforto.”.

“Por isto, o meu coração se entristece; mas, também, se rejubila. Pois, se vos preciso deixar, é porque já ensinei tudo que sabia. Devo partir, em busca de novos saberes que vos possa transmitir.”.

“Pois a verdade é que posso perder-me de mim mesmo, na tentativa de ser o vosso guia. E ninguém deve pretender guiar os seus irmãos, se não souber encontrar o seu próprio caminho.”. 

“Devo partir, em busca de novos aprendizados. Porque toda fonte precisa renovar as suas águas para que, cristalinas e frescas, possam mitigar a sede daqueles que a procuram.”.

“Ou se tornará estagnada, como uma lagoa; e escuras serão as suas águas, que deveriam ser mensageiras da luz. Porque a luz está dentro de cada homem, mas só o Conhecimento a acende.”.

“Devo, pois, calçar novamente as minhas sandálias; tomar do meu cajado e lançar aos ombros a minha mochila. E prosseguir a minha caminhada, em busca do aprendizado de que preciso.”.

“Entretanto, valioso foi o tempo que passei em vossa companhia. Porque era a mim mesmo que eu falava, enquanto fingia ensinar-vos. Tudo que vos disse, também ouviu o meu verdadeiro Eu.”.

“Incontáveis vezes, nas vossas dúvidas encontrei as minhas dúvidas; e, ao responder às vossas perguntas, respondi às minhas próprias perguntas. Pois a verdade é que somos todos iguais.”.

“Assim nos faz a centelha do Coração do Universo, que determina a nossa essência. E existe em todos nós, não importando a cor, o gênero, a idade, os desejos e o país onde se nasce.”.

“Não importam as diferenças que tentemos criar entre nós; sempre seremos semelhantes. Porque é assim que acontece entre irmãos; e somos irmãos, caminhando juntos a mesma jornada.”.

“Esta é a verdade que vos deixo, no momento em que me vou: somos todos irmãos, porque filhos do mesmo Pai. Asseguro que levarei a vossa lembrança; e assim estareis sempre em meu coração.”.

“No vento, sentirei o vosso carinho e assim não estarei só. No sol, sentirei o calor da vossa amizade, que me aquecerá durante a chuva e as noites frias. E, unidos pelo afeto, estaremos juntos na distância.”.

“Até que voltemos a nos encontrar.”. 

Música:

http://ohassan.dominiotemporario.com/midis/JaimeVillalba-Nocturne.mid

Link música

Link vídeo

21 Comentários:

Blogger J.P. Alexander disse...

Es una tierna y triste despedida. Me gusto mucho.

10 de novembro de 2023 às 22:35  
Blogger chica disse...

Palavras de sabedoria de Hassan...Por vezes é preciso parar, aprender mais liç~çoes para repassar.
Triste mas muito linda despedida! Ainda bem que não é a tua,rs...
Voltaremos a nos encontrar aqui sempre! abração( já em casa,snifff) chica

11 de novembro de 2023 às 06:24  
Blogger silvioafonso disse...

Pronto, professor, já fiz o que me pediste.
Seu pedido é uma ordem. Quanto ao seu texto
eu queria um espaço para dizer que me tira
do sério saber que ontem se gravava conversas
com requinte de qualidade diferente de hoje.
Antigamente, pelo menos é o que eu leio, se
dizia uma coisa que nos é passada numa exatidão
de tirar o fôlego. É um tal de fulano disse
isso na Galileia para ciclano que respondeu
ao pé da letra. Hoje em dia eu falo uma coisa
que os meus iguais fazem a maior questão de
transmitir de um jeito diferente para não dizer
incompreensível.
Antigamente se dizia uma coisa que era entendida
como deveria ao passo que hoje, não faço a menor
ideia. Vou dar uns exemplos e você, que é da
minha geração, me responda. Você entendeu isso
que estou escrevendo abaixo?
"Meu irmão foi atrás do meu carro correndo".
"Mamãe encontrou o gerente da loja com o seu irmão".
"Meu amigo foi embora da fábrica de chinelos".
"Ela sentou na cadeira e quebrou o braço".
"O padre foi a igreja da cidade que sofreu o atentado".
Por isso, meu amigo Árabe, eu invejo o método, que
eu desconheço, sendo usado no passado. Gente,
que segurança no que disseram eles tinham!

11 de novembro de 2023 às 11:33  
Blogger Roselia Bezerra disse...

"Unidos pelo afeto, estaremos juntos na distância.”.

“Até que voltemos a nos encontrar.”

Boa tarde de paz, amigo Árabe!
O único que deixo hoje é o recortado acima...
Assim vivo eu ultimamente, literalmente.
No céu, não haverá abandono nem distanciamento algum.
Tenha uma nova semana abençoada!
Abraços fraternos de paz

13 de novembro de 2023 às 14:36  
Blogger São disse...

Não quero crer que essa despedida seja a tua, Swami, não quero mesmo!


Sim, quem se quer bem sempre se volta a encontrar em algum lugar, mas não antecipemos a separação.


Carinhoso e estreito abraço com toda a amizade e gratidão, meu Amigo.

14 de novembro de 2023 às 09:11  
Blogger Ailime disse...

Bom dia meu Amigo e bom Árabe,
Uma despedida que não quero acreditar que será a sua.
Todos nós tentamos na vida aprender sempre mais, no seu caso tanto, mas tanto, que nos tem ensinado.
Aqui nos vamos encontrando aprendendo uns com os outros, mas creia Amigo, que vou sentir sua falta se partir para novos aprendizados.
Fico aguardando por sua volta e seus novos ensinamentos que serão muito preciosos para o meu crescimento como pessoa.
Fique bem, Amigo , a minha enorme gratidão e carinho pela forma tão atenciosa como sempre me recebeu neste seu, nosso Oásis.
Beijinhos e continuação de boa semana.
Ailime

14 de novembro de 2023 às 10:03  
Blogger Lucinalva disse...

Bom dia, Árabe
Essa despedida é sua? Espero que não, você vai fazer muita falta, suas palavras transmitem muita sabedoria. Sim, somos todos iguais, cada um com sua singularidade, Deus te abençoe sempre, um forte abraço.

14 de novembro de 2023 às 12:00  
Blogger stella disse...

Tampoco yo quiero pensar que es una despedida, porque si lo fuera se te va a extrañar mucho, mucho
Te digo que si lo tomo como texto para mí...es el mejor que te he leído, es grandioso, pero quiero tomarlo como texto porque las despedidas no me gustan, y hacen daño
Espero volver a verte
Un abrazo y mucha paz

16 de novembro de 2023 às 19:16  
Anonymous Flávio Cruz disse...

Já tive ocasião de dizer, aqui e em livros, que nunca soube muito bem se eu realmente escrevia os textos de Hassan, ou era apenas a flauta atravessada pelo seu sopro. A dúvida continua, e hoje não me sinto capaz de acrescentar uma palavra sequer a esta despedida. Sinto-me triste; agradeço a vocês, e espero que, um dia, voltemos a nos encontrar. Meu abraço.

17 de novembro de 2023 às 18:01  
Blogger Margarida Pires disse...

Árabe suas palavras nas noite mais difíceis foram música para os meus ouvidos.
Tanto aprendi com a sua sabedoria.
Não fico triste pela partida, porque um pouco de si ficou em mim.
Centelhas unidas jamais alguém as separará!
Doces descobertas!
Um Abracinho Forte!
😉👄😉Megy Maia


18 de novembro de 2023 às 20:55  
Blogger RÔ - MEU DIÁRIO disse...

É muito útil ler sábias palavras. Bju

18 de novembro de 2023 às 23:58  
Blogger J. S. Vila disse...

Si, ciertamente son unas palabras que reflejan una triste despedida. La cual, eses perfectamente razonada, en esa búsqueda interior, y aún así, plasma el anhelo que se sentirá en la ausencia de las personas afines.

20 de novembro de 2023 às 09:13  
Blogger silvioafonso disse...

Caraca, véio! A Catiaho me apresentou
à uma página sua que olha... é de tirar
o chapeu. Por que vc não me falou que
tinha essa beleza para mostrar aos amigos,
heim, camarada?
(brincadeira, Árabe, mas, quanto a beleza
da página é verdade.
Um abraço e, como dizerm os italianos; Bravo!
Os hebreu; Ave!
Os brasileiros; Vai fundo!!!

21 de novembro de 2023 às 20:46  
Blogger Reflexos Espelhando Espalhando Amig disse...

Árabe,
Amo ler suas sábias
palavras e saiba
que tudo que leio
me acalma a alma
e me ilumina a
alma.
Bjins de gratidão
CatiahoAlc.

21 de novembro de 2023 às 21:38  
Blogger A Casa Madeira disse...

Que os nossos caminhos possam entrelaçar-se ainda
em vários momentos e que a despedida possa
se transformar em um até breve!

22 de novembro de 2023 às 16:11  
Blogger silvioafonso disse...

Sou tão apaixonada por livros que não tem
um mês que eu não os compre.
Hoje, por exemplo, recebi três, dos que eu havia
comprado, mas o correio me entregou mais 3 e,
para minha surpresa, os 3 eram seus.
Você e a Catiaho me deixaram feliz com o presente.
Quanto ao autógrafo, só Deus sabe o que me causou.
Não satisfeito o autor faz uma dedicatória que me
deixou emocionado. Muito obrigado, Árabe. Obrigado.
Catiaho, um beijo, te amo…

22 de novembro de 2023 às 18:45  
Blogger O Árabe disse...

Não respondi aos comentários deste post, amigo, pq não tinha (e não tenho) o que acrescentar à despedida do Hassan. Mas, quanto aos livros, faço questão de lhe dizer que foi uma grande alegria enviá-los; e uma honra saber que vocês gosta deles! Meu abraço, mestre, obrigado; boa semana.

27 de novembro de 2023 às 15:20  
Blogger stella disse...

No sé si ha sido error mío o del corrector, pero lo que quise decir es que no quería pensar fuese una despedida porque se te va a extrañar mucho
Lo digo pensando....se te extraña

28 de novembro de 2023 às 12:34  
Blogger Mariazita disse...

Árabe, meu querido amigo
As despedidas são sempre algo dolorosas.
As saudades antecipam-se à partida, tornando os últimos momentos mais intensos.
Mas... fica sempre a esperança do reencontro.
Não há, entre nós, motivo para lágrimas. Trata-se apenas de um "até já"...

Uma semana feliz.
Beijinhos
MARIAZITA / A CASA DA MARIQUINHAS

28 de novembro de 2023 às 16:33  
Blogger silvioafonso disse...

Não acredito que vc vai me presentear,
de novo, com aquilo que eu mais gosto.
Obrigado, muito obrigado.
(não sei como te mandar meu contato)

5 de dezembro de 2023 às 14:44  
Blogger silvioafonso disse...



Eu estou muito feliz...
Consegui conversar com Jorge
Amado, aquele baiano, marido
de Zélia Gattai, e não adianta
dizer que o cara morreu porque
é mentira. Morreu nada. E se
não foi com o Jorge, com quem
eu falei?
Na hora a pessoa não quis se
identificar, mas depois acabou
falando.
Árabe, desculpa, meu velho! Isso
para você saber da felicidade
que eu tive em poder falar com
o amigo.
Um abraço, obrigado, e, disponha.
silvioafonso.

6 de dezembro de 2023 às 14:29  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial

Real Time Web Analytics Real Time Web Analytics Real Time Web Analytics Clicky