O Árabe

Idéias, sentimentos, emoções. Oásis que nos ajudam a atravessar os trechos desérticos da vida...

sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

O CAMINHO E A VAIDADE

 

Abrigais a vaidade.
Não sabeis, acaso, que o tempo carrega nas suas águas todas as aparências? E que nada perdura para sempre, senão o Conhecimento que adquiris ao longo do caminho?
Sim; o Conhecimento é a única bagagem que podereis levar, quando da Grande Viagem. Tudo o mais aqui ficará, porque nada são senão acessórios de cada etapa da jornada.
Priorizai, portanto, o aprendizado; e, antes de buscar a perfeição de vossos corpos, fazei por aperfeiçoar as vossas almas. Porque serão elas a adentrar a Mansão do Amanhã.
Não é assim que fazeis, porém. E vos tornais escravos da beleza física, que o tempo destrói, quando deveríeis atentar para as belezas do espírito, a quem pertence a Eternidade.
Bela é a venenosa serpente colorida, que se destaca entre o verde da mata. Quem, todavia, em sã consciência a tomaria ao colo, ou a acariciaria em suas mãos desnudas?
Belo é o oceano em fúria, entre o fragor dos relâmpagos que rasgam a escuridão do céu noturno. E, entretanto, a sua beleza representa a morte para o navegante indefeso.
Belo é o frasco multifacetado, em cujas arestas a luz se estilhaça nos mais coloridos e atraentes desenhos. Sob esta beleza, contudo, muitas vezes se oculta o veneno fatal.
Arredai de vós a submissão aos ditames da moda. Porque, se eterna é a vossa essência, o mesmo não acontece ao corpo, que apenas vos serve durante a caminhada.
Observai a Natureza que vos cerca. E vereis que as árvores são verdes no verão, amareladas no outono e nuas no rigor do inverno, até que na primavera o verde ressurja.
Tende presente que assim acontece a tudo que existe. E que, como às arvores ocorre, o passar do tempo virá modificar também os vossos corpos, até que retorne a primavera.   
De que vos serve o culto à aparência, se não a preservareis através dos anos? De que vos adianta edificar a mais bela moradia, se movediço é o terreno onde se assenta?
Insensato é aquele que se vê pelos olhos dos outros, e assim se distancia do seu verdadeiro Eu; sábio é o homem que faz do seu corpo o templo do aprendizado.
Afastai de vós a vaidade. Zelai, sim, por vossos corpos; porque deles necessitais, para concluir a caminhada. Que seja a alma, porém, o vosso maior cuidado.
É ela a verdadeira razão da jornada.

50 Comentários:

Blogger Olhos de mel disse...

Querido Árabe; hoje se vive o imediatismo, a vaidade, o culto ao corpo e se esquece que independente de se alimentar o corpo, é preciso também alimentar a alma, a fé e o amor.
Linda mensagem! Gostei também da imagem e da musica!
Bom fim de semana! Bom carnaval!
Beijos

28 de fevereiro de 2014 18:46  
Blogger ✿ chica disse...

A vaidade ,tanto pela nossa "casca" ,quanto pelo que queremos aparentar só mal faz! Sejamos abertos e mais sábios então...Lindo alerta aqui,Árabe! abração, ótimo fds! chica

1 de março de 2014 01:12  
Blogger Fa menor disse...

Cada tempo tem a sua beleza e a alma beleza maior.

beijinho

1 de março de 2014 03:13  
Blogger Arco-Íris de Frida disse...

Os homens se esqueceram disso...

1 de março de 2014 20:13  
Blogger Luma Rosa disse...

Oi, Árabe!
Você me fez lembrar da minha mãe e dos seus argumentos para nos convencer a estudar quando éramos crianças. Ou melhor, mesmo que estivéssemos debruçados sobre os livros, ela sempre repetia: "A vida pode nos tirar tudo, menos o conhecimento e tendo conhecimento poderão reconquistar tudo o que por ventura tenham perdido".
Outra coisa que ela dizia "Todo mundo é bonito aos 15 anos, depois o tempo se encarrega de também levar a beleza" e lógico que ela acrescentava que com a beleza da alma acontecia o inverso.
Obrigada por me fazer lembrar daqueles momentos!
Beijus,

1 de março de 2014 21:53  
Blogger NãoSouEuéaOutra disse...

«Observai a Natureza que vos cerca. E vereis que as árvores são verdes no verão, amareladas no outono e nuas no rigor do inverno, até que na primavera o verde ressurja.» Este pedaço de escrito, é a constante que devia estar presente no nosso coração, porque tudo nunca é realmente retirado de nós, que tudo volta numa outra espiral, numa outra onda, numa outra musica, num outro corpo, num outro abraço, num outro dialogo, numas outras mãos. Quando acaba pensamos ser o fim de tudo e inclusive de nós; quando começa, julgamos ser para sempre... a intensidade é tão forte nas duas, que talvez, isto seja, viver a vida ao limite e não adormecida/o.

Um Bom Domingo

2 de março de 2014 00:35  
Blogger Silenciosamente ouvindo... disse...

A vaidade eé terrível, meu amigo,
mas existe tanto!!!
Bom texto, como sempre.
Desejo que o amigo se encontre
bem de saúde e tenha um bom
domingo.
Bj.
Irene Alves

2 de março de 2014 01:06  
Blogger Ilca disse...

Lindo texto, amigo! Sempre nos presenteando com sua sabedoria. Obrigada!
Que possamos juntos, continuar nesta caminhada em busca do nosso aprimoramento moral e espiritual.
Precisamos nos conscientizar que o mais importante é a essência de nossa alma.
Que o Alto continue a te iluminar!
Beijos

2 de março de 2014 16:06  
Blogger Cidinha disse...

Olá, amigo. Nunca se falou tanto em vaidade, o culto ao corpo. Esquecendose da alma. Más tudo é temporário! Obrigada pela mensagem e reflexção. Bom final de feriado! Bjos.

4 de março de 2014 08:32  
Blogger Sissym Mascarenhas disse...



Arabe,

Precisamos de uma pitada de vaidade para não entregar as rédeas. A vaidade da arrogancia é uma lastima, mas aquela que cuida do ser humano é necessário, pois se não houver, especialmente às mulheres, vai trazer a depressão.

Bjs

4 de março de 2014 09:44  
Blogger LUZ disse...

Texto, como sempre, de muito ensinamento.

Tenho de confessar, que gostaria de aliar o conhecimento à beleza, com um pouco de vaidade.

Boa semana.

4 de março de 2014 14:19  
Blogger Marli Soares Borges disse...

Olá Árabe!
Uma reflexão muito oportuna, pois a vaidade parece ser o deus que move o mundo. E o conselho vem certeiro: "Afastai de vós a vaidade. Zelai, sim, por vossos corpos; porque deles necessitais, para concluir a caminhada. Que seja a alma, porém, o vosso maior cuidado. É ela a verdadeira razão da jornada." Muito bom. Bjs. Marli

4 de março de 2014 15:24  
Blogger Ateliê Tribo de Judá disse...

Gosto muito da frase que diz:

Não somos seres humanos vivendo uma experiência espiritual, somos seres espirituais vivendo uma experiência humana....

a partir disso aprendi a dar valor a beleza que mais importa....aquela que dura pra sempre.

Belíssimo texto meu querido,grande sabedoria.

Beijos
Joelma

4 de março de 2014 18:32  
Blogger Vera Lúcia disse...


Olá Árabe,

Creio que ninguém deve se deixar escravizar pela vaidade, embora, de certa forma, entendo-a salutar. O que devemos é priorizar os cuidados com o espírito, já que eterno. Na verdade, o ser humano está sempre se posicionando para 'aparecer' e esquece de trabalhar as suas qualidades latentes. Que se busque a melhoria do corpo, já que a autoestima é importante, mas não sem antes procurar enriquecer a alma com os valores que se leva desse mundo. Afinal, conforme você bem salienta, a alma é a razão de nossa jornada.
Excelente, lindo e sábio texto.

Obrigada pelo carinho dos cumprimentos.

Ótima semana.

Abraço.

4 de março de 2014 20:04  
Blogger Marina Fligueira disse...

¡¡¡Hola, Árabe!!!

Es un excelente texto que nos habla de la belleza del alma; lo cual estoy totalmente de acuerdo.

Pero hoy día, se lleva está de moda, el estilismo -marketing, y tristemente se deja en olvido la salud del alma.
Está el mundo perdiendo valores que antaño eran más importantes.

Gracias. Un beso y feliz semana.

5 de março de 2014 01:29  
Blogger Rita Sperchi disse...

Sábio esse texto,que busquemos a melhoria para nosso corpo, afastando a vaidade e deixando a beleza fluir

Abraços de sempre

¸¸.•*•❥ ¸¸.•*•❥Rita!!

5 de março de 2014 09:00  
Blogger Mariazita disse...

Boa tarde, meu amigo
Muito obrigada pela sua presença na minha «CASA». É sempre um prazer vê-lo lá, enriquece as minhas postagens com seus comentários.

Mais um belo texto que nos obriga a reflectir nos valores que consideramos mais importantes.
Serão os que, de facto, mais importam?
A vaidade, em pequeninas doses, pode ser importante, já que, quem é completamente despido dela, pode tornar-se desleixado, e em todos os aspectos, o que pode não ser muito bom...
Vamos reflectir sobre o assunto.

Continuação de boa semana.
Beijinhos

5 de março de 2014 10:09  
Blogger Claudinha ੴ disse...

Olá Árabe!
É sábio cuidar mais da alma do que do corpo. Excelente texto!

5 de março de 2014 11:36  
Blogger Zilani Célia disse...

OI ÁRABE!
COMO FALAS EM TEU TEXTO, ENTENDO QUE NOSSO CORPO NOS FOI DADO POR EMPRÉSTIMO E SOMOS RESPONSÁVEIS POR EVENTUAIS DANOS QUE LHE CAUSARMOS, MAS O PRINCIPAL É NOSSA ALMA, POIS NELA ESTÁ A ESSÊNCIA DO QUE NOS TORNAMOS NO DECORRER DA VIDA...
ABRÇS
http://zilanicelia.blogspot.com.br/

5 de março de 2014 16:11  
Blogger Ailime disse...

Olá amigo e bom Árabe, mais um belíssimo conjunto de pérolas que muito acrescentam ao meu aprendizado!Um texto que mostra o quanto privilegiamos a beleza física que é efémera em detrimento do cultivo da beleza da alma!
E devemos cuidar do nosso corpo sim, porque nos ajuda a caminhada até ao fim e nele habita a essência do Universo. Um beijinho e continuação de boa semana. Ailime

5 de março de 2014 16:31  
Blogger MARILENE disse...

Sábio texto. Essa vaidade, tão cultuada, tem afastado os seres humanos do verdadeiro caminho do conhecimento. A aparência é analisada como prioritária, quando a essência nem precisa se vestir para ser o centro de qualquer valoração.
Precisamos cuidar do corpo, como dever, eis que dele necessitamos. É a casa que abriga o espírito. Abraço.

5 de março de 2014 20:29  
Blogger O Árabe disse...

Isso, Olhos de Mel! Mais importante do que alimentar o corpo, é alimentar a nossa alma! Obrigado, bom resto de semana.

6 de março de 2014 06:48  
Blogger O Árabe disse...

Certo, Chica! É como diz aquela sábia frase: "a César, o que é de César...". :) Bom resto de semana!

6 de março de 2014 06:49  
Blogger O Árabe disse...

Isso, Fa! É na alma, que está a verdadeira essência da beleza. Bom resto de semana!

6 de março de 2014 06:50  
Blogger O Árabe disse...

Esquecemos, Arco-Íris, ao longo dos anos. Bom resto de semana, amiga; fica bem!

6 de março de 2014 06:50  
Blogger O Árabe disse...

Sábia senhora, Luma... sábia senhora! :) Bom resto de semana.

6 de março de 2014 06:51  
Blogger O Árabe disse...

Isso, Não Sou Eu! O que nos parece um fim é apenas um recomeço. A jornada prossegue, sempre. Bom resto de semana!

6 de março de 2014 06:52  
Blogger O Árabe disse...

Estou bem, sim, Irene; e você, amiga? Bom resto de semana, obrigado.

6 de março de 2014 06:53  
Blogger O Árabe disse...

Certo, Ilca! O mais importante é a nossa essência; é ela que nos liga ao Coração do Universo! Bom resto de semana.

6 de março de 2014 06:54  
Blogger O Árabe disse...

Esse é o ponto, Cidinha: tudo que se refere ao corpo é temporário, enquanto a alma é eterna! Bom resto de semana, amiga.

6 de março de 2014 06:55  
Blogger O Árabe disse...

Isso, Syssim: cuidemos do corpo, sim. É no exagero que mora o perigo. :) Bom resto de semana!

6 de março de 2014 06:56  
Blogger O Árabe disse...

Todos nós, Luz... acredite! :) Bom resto de semana, minha amiga.

6 de março de 2014 06:56  
Blogger O Árabe disse...

Grande alegria em revê-la, Marli; volte sempre, bom resto de semana!

6 de março de 2014 06:57  
Blogger O Árabe disse...

Concordamos, Joelma: essa é a beleza que vale a pena cultivar! Obrigado, bom resto de semana.

6 de março de 2014 06:58  
Blogger O Árabe disse...

Isso, Vera: a alma é a razão, o corpo é o veículo. Obrigado, amiga; bom resto de semana!

6 de março de 2014 06:59  
Blogger O Árabe disse...

certo, Marina: a cada dia, mais nos afastamos dos verdadeiros valores a serem buscados. Obrigado, bom resto de semana.

6 de março de 2014 07:00  
Blogger O Árabe disse...

Isso, Rita: é do nosso interior, que flui a verdadeira beleza! Bom resto de semana.

6 de março de 2014 07:01  
Blogger O Árabe disse...

É sempre um prazer visitar a sua bela "casa", Mariazita. E você tem razão: reflitamos sobre o assunto. :) Bom resto de semana!

6 de março de 2014 07:02  
Blogger O Árabe disse...

Grato, Claudinha. Bom resto de semana, amiga!

6 de março de 2014 07:03  
Blogger O Árabe disse...

Certo, Zilani: a alma é o principal. Esta é a verdade que não devemos esquecer. Bom resto de semana!

6 de março de 2014 07:03  
Blogger O Árabe disse...

Isso, Ailime! É preciso buscar a beleza certa: aquela que emana de nosso verdadeiro Eu. Obrigado, amiga; bom resto de semana!

6 de março de 2014 07:05  
Blogger O Árabe disse...

Esta é a verdade, Marilene: o corpo, tão cultuado, é apenas a casa que abriga o espírito. Bom resto de semana!

6 de março de 2014 07:06  
Blogger São disse...

Meu bem, desse mal não sofri nem sofro. Graças !!

Tenho orgulho no que realizei profissionalmente,porque também acho que não se deve cultivar a falsa modéstia.

Fisicamente, como nunca fui bonita , também nunca tive motivo para ser vaidosa ou petulante, rrss

Querido Amigo, abraço de matar saudades.

6 de março de 2014 11:44  
Blogger © Piedade Araújo Sol disse...

texto sábio, como sempre.

um pouco de vaidade (eu tenho) até não faz mal, mas e como tudo neste mundo tem de ser doseado.

gostei, como sempre!

um bom final de semana.

beijos

:)

7 de março de 2014 03:11  
Blogger O Árabe disse...

Este, São, deve ser o nosso maior orgulho: o que realizamos durante a caminhada; é o patrimônio que legaremos, por ocasião da Grande Viagem. Bom te rever, amiga; já estava com saudades. :) Bom resto de semana!

7 de março de 2014 05:41  
Blogger O Árabe disse...

Isso, Piedade: o problema não está na vaidade, mas na submissão a ela. O mal está sempre nos extremos, não é? :) Obrigado, bom resto de semana.

7 de março de 2014 05:43  
Anonymous Anônimo disse...

Oh meu amigo, como sinto saudades de meus 20 anos!!! KKKKK mesmo assim garanto a você que sou uma pessoa feliz, procuro viver a vida da melhor maneira possível!!! Amei o texto e desejo a você de coração um maravilhoso final de semana e de coração que esteja bem!!! Obrigada!!!

7 de março de 2014 08:31  
Anonymous Anônimo disse...

Voltei para desejar a você, um ótimo final de semana!!!

7 de março de 2014 08:34  
Blogger O Árabe disse...

20 anos, Anônimo? E quem não sente saudades dessa época? :) Mas o importante é, como você disse, vivermos sempre da melhor maneira possível, em paz com a nossa consciência. Bom final de semana e grato pelos votos, que de coração retribuo.

7 de março de 2014 09:24  
Blogger O tempo das maçãs disse...

Acho que vivo fora do meu tempo, pois acho a sabedoria muito mais sedutora que a beleza.

Maravilhoso, Árabe.

Beijinho.

17 de março de 2014 18:28  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial

Real Time Web Analytics Real Time Web Analytics Real Time Web Analytics Clicky