O Árabe

Idéias, sentimentos, emoções. Oásis que nos ajudam a atravessar os trechos desérticos da vida...

sexta-feira, 14 de março de 2014

OUTONOS E PRIMAVERAS


Sim; foram muitas as primaveras da minha vida.
E cada uma delas fez florescer um novo sonho, que me trouxe forças para seguir em frente. Porque são os sonhos que sustentam os nossos passos, durante a caminhada.
Muitos foram, porém, os outonos que vivi. E cada um deles corresponde a um sonho morto, que vi tombar sobre o chão, juntando-se aos outros que atapetavam o caminho.
É a lei da Vida; como as primaveras e os outonos se alternam na natureza, sucedem-se os sonhos e os desenganos, ao longo dos anos que nos cabem em cada etapa da jornada.
Assim precisa ser; porque não atingiremos o Conhecimento sem as alegrias e as tristezas que nos fertilizam o coração, para que nele possa brotar a semente do aprendizado. 
Deixai-me dizer-vos, portanto, que se ao Universo agradeço as alegrias que conheci, sou igualmente grato pelas muitas vezes em que a tristeza visitou a minha alma.
É preciso que no outono as folhas morram e caiam sobre o chão, para que na primavera possa o verde reflorir nos galhos desnudos, trazendo nova vida à árvore cansada.
Porque difícil não é permanecer de pé, mas levantar-se depois da queda; voltar a acreditar, depois que a esperança se foi; abrir um novo sorriso, entre lágrimas que teimam em rolar.
Difícil não é seguir em frente; porque a Vida nos arrasta para diante, no fluxo do tempo. E ninguém existe que possa assentar-se às suas margens, estacionar em seu caminho.
Difícil é recobrar o calor do entusiasmo, depois do banho gelado de um fracasso. É recuperar a candura infantil, depois que a maturidade nos desperta para a desconfiança.
Entretanto, nisto consiste o aprendizado. Não existe mérito na inocência, que é a ignorância do pecado; mas na pureza, que é triunfar sobre ele depois de havê-lo conhecido.
Acostumai-vos a que felicidade e sofrimento se alternem em vossas vidas; é necessária a alternância das estações, para que o fruto adquira todo o seu sabor.
Não deveis, portanto, desesperar quando as folhas dos vossos sonhos tombarem sobre o chão frio da realidade; outras as substituirão, quando for o tempo certo.
Acreditai, sempre, que as folhas caídas amenizarão a dureza do solo sob os vossos passos; e uma nova primavera virá, para que mais uma vez os sonhos enfeitem as vossas vidas.
Até que chegue um novo outono. 
Texto sugerido pela bela imagem, que encontrei na internet. 
 Música: http://ohassan.dominiotemporario.com/midis/rogerwilliams-autumnleaves-unem.mid
  

52 Comentários:

Blogger Olhos de mel disse...

Querido Árabe; eu também vivi lindas e maravilhosas primaveras, que me fizeram esquecer os outonos nostálgicos. E sei o quanto precisamos de força para levantar a cada tombo dos nossos dias. Mas é preciso ter coragem, para recomeçar e lutar por um lugar ao sol.
Linda mensagem, Árabe!
Amei a imagem e a musica!
Bom fim de semana! Beijos

14 de março de 2014 18:24  
Blogger Gata Preta disse...

Árabe, obrigado por postar textos lindos. por dividir toda a tua sabedoria e teu dom maravilhoso de escrever esses textos. Tenho visitado teu blog e me emocionado com alguns textos. Desejo a você todo amor deste mundo, muita luz divina e muitas boas inspirações. Que te Deus te ilumine sempre. e se possível, nunca deixe de escrever. Ler teus textos é como se eu estivesse na escuridão e uma luz se acendesse, é como se eu batesse na porta e ela se abrisse. Obrigado!!!!!!

14 de março de 2014 19:09  
Blogger ✿ chica disse...

Árabe, nossas vidas são entremeadas de outonos, primaveras e longos invernos...Saber ter a primavera no coração em cada uma das "estações" é preciso!

Lindo te ler e aproveito pra desejar uma linda nova estação que está por chegar! abração,chioca

15 de março de 2014 00:58  
Blogger Mariazita disse...

Bom dia, Árabe
Esta óptima reflexão está repleta de verdades incontestáveis.
Todas as estações do ano têm a sua função pré-estabelecida na Natureza.
Assim acontece também na vida, em que não há só Primaveras nem só Outonos – ambas existem e contribuem para o nosso enriquecimento.
Chamou-me especial uma frase, que considero muito importante:
“…Difícil é recobrar o calor do entusiasmo, depois do banho gelado de um fracasso…”
Essa é, na minha modesta opinião, a maior dificuldade que temos que enfrentar.
Mas, para seguir em frente, é preciso vencê-la.

Desejo um óptimo fim de semana
Beijinhos

15 de março de 2014 04:44  
Anonymous Anônimo disse...

Assim precisa ser; porque não atingiremos o Conhecimento sem as alegrias e as tristezas que nos fertilizam o coração, para que nele possa brotar a semente do aprendizado.

Perfeito!!! Tudo muito lindo, texto, imagem, musica, obrigada!!! Desejo a você,um ótimo final de semana!

15 de março de 2014 14:00  
Blogger Rô... disse...

oi meu amigo,

as estações vão mapeando
nossas vidas,
cada uma delas deixando marcas,
ainda prefiro a maciez das folhas de outono sob meu pés
na estrada da vida,
do que o vento congelante dos dias cinzas de inverno...

sempre inspirador vir aqui,
estava com problemas para comentar,mas consegui resolver!

beijinhos

15 de março de 2014 17:46  
Blogger Cidinha disse...

Olá, Àrabe. Grande sabedoria amigo! E assim, levantamos e aprendemos a sonhar sempre com novas primaveras. Obrigada querido amigo por partilhar!! Linda imagem. Bjos e um bom domingo! Agradeço sempre o carinho.

15 de março de 2014 18:50  
Blogger Sissym Mascarenhas disse...



Árabe,

Bom, agora aguardo o outono, ele está meio tímido para adentrar seu mes, mesmo assim dá para percebe-lo, pois tem se anunciado atraves de um sopro de refrescor às tardes ainda bem quentes.

Bjs

15 de março de 2014 20:03  
Blogger Arco-Íris de Frida disse...

A natureza é um ciclo eterno, e nos fazemos parte dessa natureza, e ela não falha, esta sempre em constante renovaçao... e assim tem que ser, pq se assim nao fosse , qual seria o sentido da vida?

Que seu domingo seja da paz Arabe...

Beijos...

15 de março de 2014 20:29  
Blogger Paula Barros disse...

O seu texto está muito interessante, seus textos sempre são muito interessante, mas este é mais porque fala comigo em particular.
Estou com seu blog aberto há mais de uma hora. Não li. Deixei ele aberto enquanto fazia outras atividades, escutava música, e comecei a escrever alguns textos. Entre eles escrevi um que dizia que sempre questiono Deus, e quem me responde é algum humano. E assim senti o seu texto me respondendo, conversando comigo.
Desejo que você esteja bem.
abraço floridos.

15 de março de 2014 21:51  
Blogger O tempo das maçãs disse...

A natureza nos dá lições belíssimas todos os dias, mas é preciso sensibilidade para perceber, coisa que não lhe falta Árabe.

Sempre lindo te ler.

Beijinho.

17 de março de 2014 18:14  
Blogger Claudinha ੴ disse...

Parabéns Árabe!
É uma ótima e sábia maneira de entender as folhas secas.
Boa semana!

18 de março de 2014 13:10  
Blogger São disse...

Meu querido Amigo, as pouquissimas Primaveras que tenho tido são sempre muito efémeras e os Invernos prolongados e duros.

Gaças a Deus, há já algum tempo estou num Outono morno e aconchegante, porque gosto da minha companhia...

Abraço enorme

18 de março de 2014 15:41  
Blogger Ilca disse...

Oi meu amigo,
Que texto mais lindo e edificante! Assim como a natureza, também vivemos as estações, se no outono da vida as folhas caem deixando apenas lembranças e saudades, na primavera tudo renasce e se renova... É tempo de recomeçar !!
Gosto muito do que vc escreve. Parabéns!
Um beijo, e obrigada pela sua visita e carinhoso comentário.

18 de março de 2014 18:20  
Blogger Ailime disse...

Meu amigo e bom Árabe que texto belíssimo e cheio de poesia! As primaveras e os outonos da vida! As folhas que caem que atapetam o nosso chão. Achei esta frase de uma singular beleza!
Se não houvesse outono não apreciaríamos a primavera como diz e assim é a nossa vida. Depois das lágrimas e sofrimentos passamos a dar mais valor a pequenas coisas que antes nem reparávamos e agora nos ajudam na alegria e nos proporcionam momentos de felicidade.
É o ciclo da vida e assim vamos caminhando sempre com muita esperança.
Desejo-lhe muitos outonos e primaveras plenos de momentos muito felizes. Beijinhos e continuação de uma boa semana. Ailime

18 de março de 2014 18:59  
Blogger Vera Lúcia disse...


Olá amigo Árabe,

A alternância entre as primaveras e outonos da vida são inevitáveis. Nas primaveras lindamente vividas armazenamos energia para sobrevivermos aos tristes e melancólicos outonos que nos assombram. E nos outonos aprendemos a valorizar as alegrias das Primaveras. Tudo chega em nossas vidas como lições importantes para o nosso aprimoramento. Afinal, se frequentamos a escola da vida é porque temos muito a aprender. Não é fácil mesmo levantar após os tombos, mas com coragem, serenidade e fé encontramos novas razões para continuar desfrutando do presente que é a vida.

Belíssimo texto.

Hoje não consegui ouvir a música.

Ótima e feliz semana!

Abraço.

18 de março de 2014 20:11  
Blogger © Piedade Araújo Sol disse...

é a lei da vida!

e temos de saber viver a Primavera tal como o Outono...

sempre belos e reflexivos os teus textos.

:)

19 de março de 2014 01:44  
Blogger LUZ disse...

Olá, estimado amigo!

As primaveras e os outonos fazem parte das nossas vidas, mas é bem mais fácil aceitar o desabrochar, o florir, do que o contrário.
Que seu texto nos ajude a compreender e aceitar, que cada etapa, tem seu brilho próprio.

Quanto ao facto do "Afetos" estar parado, só o está, temporariamente, sim.
O "Luzes", segundo blog, que criei, portanto, meu "filho" mais novo, estava ficando, um pouco esquecido, daí, a paragem temporária do outro, que tem mais um ano que o "Luzes".

Dias bem sorridentes e prazerosos.

Aquele abraço,

19 de março de 2014 02:38  
Blogger Marina Fligueira disse...

¡Holaaa!!! Nos dejas un texto muy reflexivo y exquisitamente bordado con unos hilillos dorados de prosa poética. Ha sido un placer pasar a leerte.
Te dejo mi gratitud y mi estima.
Un beso y se muy muy feliz.

19 de março de 2014 09:06  
Blogger MARILENE disse...

A imagem lhe proporcionou um ótimo e sábio texto. É preciso ter sempre esperança, já que na natureza, como na vida, as estações se alternam. Abraço.

19 de março de 2014 12:35  
Blogger Magia da Inês disse...

✿✿º°。

Primaveras e outonos... altos e baixos de nossa existência...

Bom restinho de semana!

¸.•°♪✿✿º°。♪

19 de março de 2014 16:03  
Blogger Silenciosamente ouvindo... disse...

Que lindo texto meu amigo. Pois
é ao longo da vida também
já vivi maravilhosas Primaveras,aliás é a estação do ano
que mais gosto.
Desejo que esteja bem.
Bj.
Irene Alves

20 de março de 2014 09:20  
Blogger O Árabe disse...

É preciso, sim, Olhos de Mel... não há outro jeito, não é? :) Obrigado, bom resto de semana.

20 de março de 2014 10:33  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado a você, Gata, pelas amáveis palavras. É dessa recepção gentil de vocês, que vem o nosso incentivo para escrever. Volte sempre, bom resto de semana!

20 de março de 2014 10:35  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, Chica. Que o outono seja bom para você também, minha amiga! :) Bom resto de semana.

20 de março de 2014 10:36  
Blogger O Árabe disse...

É, sim, Mariazita. Para conseguirmos a vitória, temos que superar a decepção das derrotas. Obrigado, bom resto de semana.

20 de março de 2014 10:37  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado a você, Anônimo, pela gentileza. Bom resto de semana!

20 de março de 2014 10:37  
Blogger O Árabe disse...

Muito bom saber, Rô, que os problemas foram resolvidos; é sempre uma alegria a sua presença. Bom resto de semana!

20 de março de 2014 10:38  
Blogger O Árabe disse...

Esse é o segredo, Cidinha: sonhar sempre com novas primaveras. :) Bom resto de semana, obrigado.

20 de março de 2014 10:49  
Blogger O Árabe disse...

Tem, Sissym... mesmo aqui na Bahia, onde as estações pouco se diferenciam. :) Bom resto de semana.

20 de março de 2014 10:50  
Blogger O Árabe disse...

Boa pergunta, Arco-Íris: que sentido teria a Vida, se não houvesse a renovação? Obrigado, amiga; bom resto de semana.

20 de março de 2014 10:51  
Blogger O Árabe disse...

Sabe, Paula? Esta é uma das maiores recompensas de escrever: saber que, em determinado momento, um de nossos textos trouxe uma resposta importante para alguém. Obrigado, bom resto de semana!

20 de março de 2014 10:53  
Blogger O Árabe disse...

Certíssimo, Salete: a natureza nos dá lições belíssimas, todos os dias; basta que as saibamos aprender. :) Obrigado, amiga; bom resto de semana.

20 de março de 2014 10:55  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, Claudinha. Bom resto de semana!

20 de março de 2014 10:55  
Blogger O Árabe disse...

São, amiga, esta é a lição mais importante que podemos aprender: gostar da nossa própria companhia. Assim, todos os outonos se tornam aconchegantes. :) Bom resto de semana, fica bem!

20 de março de 2014 10:57  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, Ilca, e você tem razão: é sempre tempo de recomeçar! Bom resto de semana.

20 de março de 2014 10:58  
Blogger O Árabe disse...

Assim é, Ailime: ensinando-nos que as nossas vontades não são soberanas, as decepções forram o nosso chão, evitando que os nossos pés voltem a magoar-se nas pedras do caminho. Obrigado, amiga; bom resto de semana!

20 de março de 2014 11:01  
Blogger O Árabe disse...

Pena que você não tenha ouvido a música, Vera; estou com alguns problemas no blog, que espero resolver em breve. Mas o seu comentário foi ótimo; obrigado, bom resto de semana!

20 de março de 2014 11:02  
Blogger O Árabe disse...

Bem o disseste, Piedade: é a lei da Vida! E é através dela que aprendemos a viver. Obrigado, bom resto de semana!

20 de março de 2014 11:03  
Blogger O Árabe disse...

Isso, Luz: cada etapa tem o seu brilho próprio. E, aliás, no seu caso, cada um dos blogs também! :) Fiquemos temporariamente com o filho mais novo, então. :) Bom resto de semana!

20 de março de 2014 11:05  
Blogger O Árabe disse...

Grato, Marina, pela amizade e gentileza. Bom resto de semana, amiga!

20 de março de 2014 11:06  
Blogger O Árabe disse...

Isso, Marilene. E precisamos assimilar esta verdade, tão simples! Obrigado, bom resto de semana.

20 de março de 2014 11:07  
Blogger O Árabe disse...

Isso, Inês: altos e baixos, que formam o nosso caminho em cada etapa da Vida. Bom resto de semana!

20 de março de 2014 11:08  
Blogger O Árabe disse...

Também gosto da primavera, Irene... mas não há como negar os encantos do outono, não é? :) Grato pelos votos, que de coração retribuo; bom resto de semana!

20 de março de 2014 11:09  
Blogger Daniel C.da Silva (Lobinho) disse...

Outra pequena grande lição de vida, meu amigo!

De facto não basta recomeçar: há que ter as ferramentas, o entusiasmo, a força...

Um abraço sempre forte e amigo

20 de março de 2014 18:53  
Blogger Elizabeth F. de Oliveira disse...

Árabe, tuas palavras são flores de primavera caídas sobre o chão do outono. E que permaneçam assim, a nos encher o coração de esperança.

Hoje fiz uma postagem reverenciando o nosso outono, que ontem começou.


Meu abraço,

21 de março de 2014 07:10  
Blogger O Árabe disse...

Isso, Daniel: de nada vale recomeçar, se não nos anima o sincero desejo de prosseguir a caminhada. meu abraço, amigo; bom fim de semana.

21 de março de 2014 09:38  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, Elizabeth, pela gentileza e amizade. E decerto irei conferir o novo post; é sempre um prazer ler os textos que você escreve. Bom fim de semana!

21 de março de 2014 09:39  
Blogger Fa menor disse...

"Quando experimentares a verdadeira alegria, não duvides dela e quando tocares a tristeza, não a absolutizes." (lido ainda há pouco)

Beijo

21 de março de 2014 14:13  
Blogger Luma Rosa disse...

Oi, Árabe!
Entender esses ciclos torna mais fácil suportar a morte de um sonho. Mas será que um sonho morre realmente ou fica apenas adormecido, esperando o momento certo de "acordar"?
Gostei do modo como se referiu à inocência.
Beijus,

21 de março de 2014 15:58  
Blogger O Árabe disse...

Isso, Fa! Grato por repartir a bela reflexão, amiga; bom fim de semana.

21 de março de 2014 17:52  
Blogger O Árabe disse...

É uma boa pergunta, Luma. Eu acredito que os sonhos são como as flores: cada um que se vai serve de adubo a outro, que brotará em seu lugar. Bom resto de semana!

21 de março de 2014 17:55  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial

Real Time Web Analytics Real Time Web Analytics Real Time Web Analytics Clicky