O Árabe

Idéias, sentimentos, emoções. Oásis que nos ajudam a atravessar os trechos desérticos da vida...

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2016

DE PRISÕES E LIBERDADE


Aqui não viemos para sermos livres. Se livres pudéssemos ser, nossa casa seria o Infinito e ilimitados seriam os nossos voos.

Entretanto, a liberdade está em nós. Não onde a buscamos, mas em nosso verdadeiro Eu. Porque é ele que transcende o tempo e o espaço, e nos pode levar aonde quisermos ir.

Assim, não estaremos presos senão quando presos nos sentirmos. E as correntes terão o peso que a elas atribuirmos.

Como não percebemos a prisão do corpo e da gravidade, a nada nos sentiremos obrigados, se tudo fizermos por nossa própria vontade e com amor. Mas, se o fizermos com revolta, pesadas serão as nossas correntes; e o seu peso findará por esmagar-nos.
Livre não é aquele que não tem obrigações, mas o que as cumpre com alegria. Como não é aquele que pode estar em todos os lugares, mas o que de lugar algum necessita.

Livre não é aquele que pode pegar o que quiser, mas o que pode dizer com sinceridade: “-Sou feliz com o que tenho”. Livre não é aquele que satisfaz todas as suas vontades, mas o que não se escraviza aos seus próprios desejos.
Se um homem ama a sua prisão, será livre em sua cela. Pois o que nele existe de mais verdadeiro não estará encerrado entre paredes, mas envolto no amor. E viajará com o vento, ouvindo as mais lindas canções e sentindo os mais doces perfumes.

E aquele que não ama jamais será livre, ainda que todo o mundo lhe pertença. Porque estará encerrado na prisão do seu egoísmo, encarcerado na solidão de sua alma. E o seu Eu não ouvirá as canções da Vida, nem sentirá os seus perfumes.
Estamos demasiadamente presos aos nossos conceitos; e, assim, não somos livres para encontrar as verdades. Porém, é dos nossos erros e acertos, das nossas dores e alegrias, que virá o que seremos; porque ninguém é senão o resultado do que já viveu.

E a ninguém podemos transformar. Como não pode o pai ensinar ao filho tudo aquilo que já sabe.
Continuaremos a desejar a liberdade, enquanto construímos as nossas prisões.

Entretanto, chegará o amanhã. E nele não precisaremos procurar a Liberdade. Ela virá a nós, quando estivermos prontos. E nos falará na voz do mar, e nos sorrirá no brilho das estrelas.
Então, a conheceremos.

Música:
Ainda impossibilitado de escrever, faço mais uma republicação. Espero em breve estar de volta e sugiro que vocês assistam a este vídeo; é lindo!

41 Comentários:

Blogger Olhos de mel disse...

O que é bom, vale a pena reler. Lindo, Arabe! Bela música e imagem!
Torcendo e orando por sua recuperação!
Bom fim de semana! Beijos

12 de fevereiro de 2016 20:35  
Blogger ✿ chica disse...

Essa liberdade é conquistada e apreendida por nós a cada dia, cada etapa, cada ciclo de vida! Linda! Que continues melhorando e fiques logo bem! Te cuida! abração,chica

13 de fevereiro de 2016 00:35  
Blogger Daniel C.da Silva (Lobinho) disse...

Gostei muito em particular deste texto.

Um forte abraço

13 de fevereiro de 2016 10:25  
Blogger CÉU disse...

Olá, querido amigo!

Ser livre tem a ver com o verbo ser e não ter.

As suas melhoras.

Abraços.

13 de fevereiro de 2016 13:20  
Blogger Arco-Íris de Frida disse...

Liberdade não é condição... é estado de espírito...

Espero que se recupere logo, Árabe...

Beijos...

14 de fevereiro de 2016 03:27  
Blogger CÉU disse...

Olá, estimado Flávio!

Agradeço sua visita e seus amáveis votos pelo aniversário de meu blogue.

Só agora estive vendo o vídeo e, de facto, e como já era do meu conhecimento, nós sempre aprendemos e mto com os animais. Foram 3m e alguns segundos de prazer e de reflexão.

Boa semana.

Um abraço.

15 de fevereiro de 2016 08:49  
Blogger São disse...

Não com a tua mestria , mas ontem disse a uma jovem que ninguém pode obrigar quem quer que seja a modificar-se ou a crer no que lhe dizem , porque cada pessoa tem o seu próprio caminho e o seguirá segundo o seu ritmo.

Bem hajas, meu amigo|

15 de fevereiro de 2016 10:55  
Blogger MARILENE disse...

Preciosas considerações sobre a liberdade. Ela é ilusória e limitada, mas cabe dentro de nossas escolhas. Abraço.

15 de fevereiro de 2016 11:05  
Blogger ॐ Shirley ॐ disse...

Quando aquietamos a mente, nosso espírito alça os maiores voos...
Muito bonito, sempre, O Árabe.
Saúde e paz!

15 de fevereiro de 2016 14:42  
Blogger Vera Lúcia disse...


Olá amigo Árabe,

Estive aqui ontem à noite para buscar notícias suas e observei que você estava republicando. Naquele momento, não me foi possível ler o seu texto e deixei para retornar hoje. Contudo, estranhei sua presença lá no meu blog, pois, diante do noticiado, penso que você está um tanto indisciplinado com as recomendações médicas, não?-rsrs.

O vídeo é espetacular. Valeu!!

O texto é lindo e abordou a 'liberdade' com muita propriedade. A única liberdade que temos é mesmo esta que brota do interior, pois vivemos uma liberdade cerceada, o que é natural, já que há regras para se viver em comunidade.

Gostei muito desta colocação: "Continuaremos a desejar a liberdade, enquanto construímos as nossas prisões".

Como sempre, bela escolha musical.

Cuide-se, amigo!

Abraço.

15 de fevereiro de 2016 18:05  
Blogger Vera Lúcia disse...


AH! Obrigada pelo carinho das palavras lá no meu recanto.

Abraço.

15 de fevereiro de 2016 18:06  
Blogger Cristina Sousa disse...

A liberdade tema sempre muito controverso! Muitas vezes somos nós que criamos mossas barreiras.
O vídeo excelente. Gostei muito
Um beijo

16 de fevereiro de 2016 01:05  
Blogger Mariazita disse...

Texto que, apesar de "republicado" e por isso já conhecido, é muito bom.
Excelente vídeo, uma ode à liberdade.
Votos de rápidas melhoras.
___________

Obrigada pela visita e parabéns à minha "CASA".

Beijinhos
MARIAZITA / A CASA DA MARIQUINHAS

16 de fevereiro de 2016 02:11  
Anonymous Helena disse...

Ah, esta liberdade que todos desejamos e que, de alguma forma, buscamos ao longo da vida! Sabemos da sua preciosidade, do seu valor, como também sabemos que só podemos encontrá-la dentro de nós mesmos. Pouco importa os grilhões que a sociedade impõe, quer sejam em pensamentos e ações, mas se a tivermos dentro de nós, seremos livres!
É claro que não é fácil alcançá-la, nem o fato de saber que ela está aprisionada em nós a torna de fácil aquisição, porque muitas vezes nos deixamos subjugar pela força do "outro" que até tolda o olhar para o cadeado aberto que não conseguimos ver por estarmos tão atentos aos elos da corrente. Há que se estar em paz para sentir a liberdade coroando versos dentro da alma. E só o amor traz o senso maior da liberdade, um amor por nós mesmos para então se estender ao próximo e ao infinito.
Meu querido, como sempre, tuas mensagens ensejando reflexões próprias. O parágrafo final é riquíssimo de conteúdo, e não resisti a aqui transcrevê-lo:
"Entretanto, chegará o amanhã. E nele não precisaremos procurar a Liberdade. Ela virá a nós, quando estivermos prontos. E nos falará na voz do mar, e nos sorrirá no brilho das estrelas.
Então, a conheceremos."
O vídeo é um primor de produção, imagens belíssimas, sensíveis, de enternecer o coração e apaziguar a alma. A canção... Não poderia melhor ser traduzida.
Conheço um outro viés de tradução, num vídeo também de rara beleza, interpretação do Agnaldo Rayol.
Se te interessar conhecer deixo aqui o link:
https://youtu.be/m1_VvzG0YfE
Que logo possas voltar, amigo, para nos mostrar as pérolas das tuas criações que tanto enfeitam os nossos caminhos.
Enquanto este momento não chega, receba um ramalhete de sorrisos enfeitado de estrelas, com meu carinho,
Helena

16 de fevereiro de 2016 05:43  
Blogger Marina Fligueira disse...

¡Hola Árabe!!!

Pues no parece que lo haya leído: pero da igual porque es súper interesante, siempre no dejas textos preciosos y reflexivos don uno puede aprender algo bueno, algo bello.

La libertad siempre tiene un límite como todas las cosas, mas hay personas que confunden libertad con libertinaje,debemos saber diferenciar.
Ha sido un placer pasearme por tus bellas letras. A ponerse bien sano, eh.

Te dejo mil bendiciones, mi gratitud y mi estima.
Un abrazo y se muy muy feliz.

16 de fevereiro de 2016 13:07  
Blogger Maria Luzia Araujo disse...

O vídeo é realmente lindo e o texto também Árabe! Gostei, gostei muito! Um abraço e cuide-se amigo! Obrigada!

17 de fevereiro de 2016 06:31  
Blogger Ailime disse...

Boa noite meu Amigo e bom Árabe,
Que magnífico texto repleto de ensinamentos muito profundos! Tenho que ler e reler e muito aprender;)!
Como diz e muito bem a liberdade está em nós e somos prisioneiros de nós próprios sempre que o nosso egoísmo cercear os movimentos, o pensamento, as atitudes do outro.
Muito a corrigir ao longo da vida se pretendermos sentirmo-nos libertos deixando que os outros voem nas suas próprias asas sem limitações.
O vídeo é espetacular!
Muito obrigada por ter partilhado.
Desejo a sua rápida recuperação.
Beijinhos e continuação de uma boa semana.

Ailime

17 de fevereiro de 2016 13:37  
Blogger © Piedade Araújo Sol disse...

uma definição sábia do que é a liberdade.
gostei de ler.
beijos
:)

18 de fevereiro de 2016 03:16  
Blogger Maria Luzia Araujo disse...

Passando mais uma vez em seu cantinho para dizer que bateu uma saudade... que você esteja bem, com ótima recuperação e que volte logo para o nosso convívio, o que é muito bom!!! Fique com Deus!

18 de fevereiro de 2016 08:49  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, Olhos de Mel. A recuperação está muito lenta pro meu gosto, mas devagar e sempre; a gente chega lá! :) Bom fim de semana.

19 de fevereiro de 2016 07:48  
Blogger O Árabe disse...

Continuo, sim, Chica; melhorando sempre. E vocês, como estão? Ah, e concordo: a liberdade é uma conquista e um constante aprendizado. Bom fim de semana!

19 de fevereiro de 2016 07:50  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, amigo Daniel; bom saber que você gostou! Abração, bom fim de semana.

19 de fevereiro de 2016 07:51  
Blogger O Árabe disse...

Acho que você sintetizou muito bem, Céu: a liberdade tem a ver com o "ser", não com o "ter". Obrigado, bom fim de semana!

19 de fevereiro de 2016 07:53  
Blogger O Árabe disse...

Muito bem dito, Arco-Íris; não depende do que nos cerca, mas de nós mesmos! Continuo melhorando, amiga; e você, como está? Bom fim de semana.

19 de fevereiro de 2016 07:55  
Blogger O Árabe disse...

Belo vídeo, não, Céu? E, quanto aos parabéns... você bem os merece! :)

19 de fevereiro de 2016 07:56  
Blogger O Árabe disse...

E disseste muito bem, São! E com muito menos palavras, diga-se de passagem.:) Grato, minha amiga; bom fim de semana!

19 de fevereiro de 2016 07:58  
Blogger O Árabe disse...

Isso, Marilene! E não apenas cabe, mas depende das nossas escolhas. Obrigado, bom fim de semana.

19 de fevereiro de 2016 08:14  
Blogger O Árabe disse...

Verdade, Shirley; é quando a nossa mente está em paz, que mais longe viaja o nosso verdadeiro Eu. Obrigado, bom fim de semana.

19 de fevereiro de 2016 08:16  
Blogger O Árabe disse...

Talvez um pouco indisciplinado, Vera, mas não tanto. Estou mantendo o resguardo, mas dentro do possível, até porque não posso ficar muito tempo parado. Você sabe: a aranha vive do que tece. :) E concordo: a liberdade existe apenas em nós, até porque a convivência tem as suas regras. Quanto ao carinho, amiga, você bem o merece; apenas retribuo o que recebo. Bom fim de semana, fique bem.

19 de fevereiro de 2016 08:21  
Blogger O Árabe disse...

Verdade, Cristina; como se as barreiras que nos impõe a sociedade não fossem suficientes, muitas vezes criamos as nossas próprias barreiras. E não o deveríamos fazer, não é? Obrigado, bom fim de semana.

19 de fevereiro de 2016 08:29  
Blogger O Árabe disse...

Grato, Mariazita. E não agradeças; é sempre um prazer visitar a tua bela "casa"! Bom fim de semana.

19 de fevereiro de 2016 08:30  
Blogger O Árabe disse...

Talvez você não realmente não o tenha lido, Marina; até porque foi publicado em outro blog. E concordo inteiramente com as suas palavras. Gibran Khalil Gibran, a quem muito admiro, disse uma vez: "Quando a vossa liberdade perde os seus entraves, transforma-se num entrave para uma liberdade maior". Verdade, não? Obrigado, amiga; bom fim de semana.

19 de fevereiro de 2016 08:33  
Blogger O Árabe disse...

Bom saber que você gostou, Maria Luzia. E saudade bate mesmo: olha eu aqui, já respondendo os comentários, pra não ficar mais tempo longe de vocês. :) Vou melhorando devagar e sempre, amiga, obrigado; bom fim de semana!

19 de fevereiro de 2016 08:39  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, Ailime, pelos votos e pela gentileza das suas palavras. E concordo inteiramente com você: sempre que o nosso egoísmo e as nossas inseguranças tolhem a liberdade alheia, tornamo-nos também prisioneiros de nós mesmos! Bom fim de semana, amiga; fique bem!

19 de fevereiro de 2016 08:42  
Blogger O Árabe disse...

Bom saber que você gostou, Piedade! Esta é sempre a nossa principal motivação para escrever. Obrigado, boa semana.

19 de fevereiro de 2016 08:43  
Blogger helia disse...

Excelente Vídeo ! A Liberdade é um bem precioso e devemos respeitar a Liberdade dos outros para que respeitem a nossa !

19 de fevereiro de 2016 10:38  
Blogger Zilani Célia disse...

OI ÁRABE!
TOMARA QUE MUITO EM BREVE ESTEJAS COMPLETAMENTE RECUPERADO.
TEU TEXTO, MESMO QUE DIGAS SER REEDIÇÃO, VALE SEMPRE LÊ-LOS, POIS SÃO VERDADEIRAS JÓIAS.
O VÍDEO É MARAVILHOSO, NOS EMOCIONA ENQUANTO BELEZA E DELICADEZA, APOLOGIA PERFEITA DO QUE É SER LIVRE.
ABRÇS

http://. zilanicelia.blogspotcom.br/

19 de fevereiro de 2016 11:51  
Anonymous Helena disse...

Acredito que a verdadeira liberdade só poderá ser conhecida quando o Amanhã chegar... Enquanto isto não acontece o homem estará sempre construindo prisões e/ou fabricando chaves para se libertar, esquecendo que "Aqui não viemos para sermos livres. Se livres pudéssemos ser, nossa casa seria o Infinito e ilimitados seriam os nossos voos."
Bela reflexão, meu amigo!
No aguardo da tua "verdadeira" volta, ficamos por aqui a torcer que tal regresso se dê logo, para que possamos continuar a usufruir dessas benesses que o teu olhar generoso para a vida está sempre a nos trazer.
Que te chegue um final de semana de paz, alegria, sorrisos e estrelas.
Com carinho,
Helena

19 de fevereiro de 2016 13:16  
Blogger O Árabe disse...

Assim é, Helia: o respeito à liberdade alheia é o respeito à nossa própria liberdade! Obrigado, bom fim de semana.

19 de fevereiro de 2016 16:49  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, Helena. Estou melhorando a cada dia, amiga, e em breve devo estar plenamente funcional, acredito. Bom fim de semana, minha gentil amiga!

19 de fevereiro de 2016 16:56  
Blogger O Árabe disse...

Grato, zilani, pelos votos e pela gentileza. Bom fim de semana, amiga!

19 de fevereiro de 2016 16:56  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial

Real Time Web Analytics Real Time Web Analytics Real Time Web Analytics Clicky