O Árabe

Idéias, sentimentos, emoções. Oásis que nos ajudam a atravessar os trechos desérticos da vida...

sexta-feira, 4 de dezembro de 2015

OS PERIGOS DA ANSIEDADE



Guardai-vos da ansiedade.
Nada de bom ela vos trará. Pois a noite só vem quando o dia finda, o fruto só amadurece no tempo certo, e apenas quando passar a tempestade é que o sol voltará a brilhar.

De que vos serve angustiar-vos, se o tempo não obedece aos vossos desejos? Sensato não é o homem que arranca o fruto verde, mas aquele que espera a época da colheita.
Aprendei a esperar. Como o enamorado aguarda que o botão desabroche, para ofertar à amada a rosa mais linda; e a lua espera que o sol se ponha, para iluminar o céu.

Cultivai a paciência, ao invés de entregar-vos à pressa insensata. Pois não morareis com segurança, se antes de levantar a casa não houverdes cuidado dos seus alicerces.
Refreai a vossa marcha. Porque, por mais relevantes que vos pareçam as conquistas que desejeis atingir, não é para elas que caminhais, afinal; mas para o fim dos vossos dias.

E, quando o último dia chegar, nada vos parecerá importante. Não comemorareis o que houverdes conquistado; lamentareis não terdes aproveitado o tempo.
De que vos serve, portanto, a pressa, se outro não será o fim do vosso caminho? Por que desperdiçar o vosso tempo correndo, se dia virá em que nenhum tempo vos sobrará?
 
Não esbanjareis as vossas moedas, se souberdes que a pobreza vos aguarda; não devereis gastar à toa o tempo, ou tereis o arrependimento como companhia final.

Cuidai de desfrutar do tempo; eu vos tenho dito. E, longe de amargurar-vos porque tarda o ser amado, aproveitai cada minuto da espera, antegozando o reencontro.

Não vos inquieteis, se a chuva vos impede o passeio planejado. Detende-vos a ouvir a sua melodia no telhado e acompanhar os desenhos que traça nas vidraças.

Nem vos angustieis, consagrando as vossas forças e os vossos pensamentos a realizar algum desejo. Fazei o vosso melhor; e o realizareis, se este for o vosso destino.
Usai bem os vossos dias. Não os vejais como corridas incessantes, em busca do sucesso e da glória; mas como viagens, em que a felicidade pode estar ao vosso lado. 

Embora vos pertença a Eternidade, o tempo não sobra em cada jornada; não é sábio inquietar-vos, quando poderíeis simplesmente viver e sentir-vos felizes.

Em paz, no Coração do Universo.

Música:

29 Comentários:

Blogger Olhos de mel disse...

Lindo post Árabe! A verdade é que a ansiedade nos faz perder a paisagem da viagem.
Bom fim de semana! Beijos

4 de dezembro de 2015 19:54  
Blogger Maria Luzia Araujo disse...

"Aprendei a esperar. Como o enamorado aguarda que o botão desabroche, para ofertar à amada a rosa mais linda; e a lua espera que o sol se ponha, para iluminar o céu."


Pois é Árabe, sou um pouco ansiosa, inquieta, com muitas coisas, com moderação, claro! Não consigo esperar muito tempo, se tenho algo pra fazer, resolver, tem que ser logo, quanto mais cedo me livrar, prefiro. Aprendi a não me amarrar com muitas coisas. Agora, o que depende dos outros para ser concretizado, aí meu amigo, o bicho pega, kkkk pega feio, é onde vem a ansiedade máxima! Árabe, salvei seu texto no meu PC e irei ficar lendo, e tentar ser menos ansiosa com os meus anseios, minhas esperas. Tudo lindo! Muito amei! Que você tenha uma linda semana, com paz e saúde! Fique com Deus, sempre! Um abração!

6 de dezembro de 2015 15:02  
Blogger Maria Luzia Araujo disse...


Obrigada, muito obrigada!

6 de dezembro de 2015 15:05  
Blogger Fá menor disse...

As mais puras verdades, como sempre. Muito grata pela bela reflexão.
Abraços

7 de dezembro de 2015 03:31  
Blogger São disse...

A ansiedade é um sufoco doloroso e prejudicial.

Querido amigo, abraço grato e apertado

7 de dezembro de 2015 10:00  
Blogger CÉU disse...

Como sempre textos muito instrutivos, reflexivos e aconselhadores.
A ansiedade tem seus graus, e por isso mesmo, devemos saber doseá-la. Acho que toda a gente já sentiu, alguma vez, esse sentimento incomodativo e desesperador, mas há pessoas que, devido a diversos fatores, vivem constantemente ansiosas.
Eu sou ansiosa, só que finjo não ser e tento me controlar. De nada vale querer antes, aquilo quem tem seu tempo.

Abraço e boa semana.

7 de dezembro de 2015 10:58  
Blogger © Piedade Araújo Sol disse...

Arabe

bons ensinamentos os seus.
mas, acho que todos nós mesmo sem querer temos uma certa ansiedade que por vezes é dificílimo de gerir.
uma boa semana.
beijo
:)

7 de dezembro de 2015 12:34  
Blogger ॐ Shirley ॐ disse...

Como é difícil refrear a ansiedade...
Amigo Árabe, prometo a mim mesma, lembrar sempre dessa mensagem.
Paz e luz!

7 de dezembro de 2015 15:19  
Blogger Vera Lúcia disse...


Olá amigo Árabe,

Como eu gostaria de ter controle sobre a ansiedade! Sei que ela apenas faz mal ao corpo físico e espiritual, mas vivo atropelada por ela-rsrs. Portanto, seu belo texto é de grande valia para mim. Vou me esforçar um pouco mais para dominá-la.

Feliz semana!

Grande abraço.

Ah... ouvi a música. Gosto demais.

7 de dezembro de 2015 16:54  
Blogger Andre Mansim disse...

Que texto sábio esse! A ansiedade mata os dias. Tenho que aprender com um texto assim.

7 de dezembro de 2015 18:08  
Blogger Marina Fligueira disse...

¡Hola Árabe!!!

Como siempre nos dejas una lección de vida! Que bueno sería sentir siempre la plenitud y la quietud y alejarnos de ansiedades de negruras que ensombrecen el alma.
A veces se consigue: pero la vida tiene un sin fin de elementos que precisamente conducen a la ansiedad sin remedio, mas leyéndote a ti, se van mitigando y se llevan mejor,gracias´amigo.

Ha sido un placer leerte.
Te dejo mi gratitud y mi estima siempre.
Un abrazo y felices fiestas navideñas. Que 2016 te sea muy propicio y se cumplan todos tus sueños.

Estaré alejada del ordenador por un tiempo.

8 de dezembro de 2015 12:01  
Blogger Zilani Célia disse...

OI ÁRABE!
A ANSIEDADE PODE LEVAR-NOS A TOMAR ATITUDES IMPENSADAS, DEVEMOS SIM, APRENDER A CONTROLÁ-LA, CERTO É QUE NÃO É FÁCIL MAS, VALERÁ MUITO SE CONSEGUIRMOS.
ABRÇS
-
http://zilanicelia.blogspot.com.br/

8 de dezembro de 2015 16:28  
Blogger Ailime disse...

Boa noite meu Amigo e bom Árabe,
Grandes verdades o meu amigo aqui nos ensina!
A ansiedade é uma coisa tenebrosa que nos pode tolher o pensamento e a acção!
Por vezes resulta de assuntos mal resolvidos que o nosso subconsciente aprisiona e em momentos de maior fragilidade ela se manifesta!
Penso que posso aqui distinguir dois tipos de ansiedade: a consciente e a inconsciente, sendo que ambas são por vezes difíceis de controlar!
Há que tentar encontrar em cada dia, nas coisas mais simples da vida, momentos que nos ajudem a refreá-la!
Só buscando encontraremos.
Beijinhos, amigo, e continuação de boa semana.
Ailime
(Adorei recordar este belo tema musical, muito calmo.).

9 de dezembro de 2015 17:28  
Blogger Lúcia Bezerra de Paiva disse...

A ansiedade tem se apoderado de mim, nos últimos tempos.
Essa postagem, com certeza, que li e absorvi cada palavra, vai aquietar-me: bela e lúcida lição, querido Árabe, obrigada!
Beijos,
da Lúcia

10 de dezembro de 2015 03:32  
Blogger O Árabe disse...

A frase ficou bonita e verdadeira, Olhos de Mel: a ansiedade nos faz perder a paisagem da viagem. É bem por aí, mesmo! Bom resto de semana.

10 de dezembro de 2015 10:23  
Blogger O Árabe disse...

Eu era assim, Maria Luzia. Nunca me esqueço que, quando tinha 14 anos, meu pai chegou a me dar um livro chamado "Não Seja Ansioso". Mas não adiantou muito, não; quem me ensinou foi a vida. E você tem razão: quando depende dos outros, é que é bravo! :) Obrigado a você, pela amizade e gentileza; bom resto de semana.

10 de dezembro de 2015 10:27  
Blogger O Árabe disse...

Grato a você, Fa, pela amizade e gentileza. Bom resto de semana, amiga!

10 de dezembro de 2015 10:27  
Blogger O Árabe disse...

É, São. Mas é muito difícil evita-la, não, querida amiga? :) Obrigado, bom resto de semana; meu abraço.

10 de dezembro de 2015 10:30  
Blogger O Árabe disse...

Verdade, Céu: de nada vale o querer antes, se cada coisa tem um tempo certo! :) Obrigado, bom resto de semana.

10 de dezembro de 2015 10:32  
Blogger O Árabe disse...

Difícil, sim, Piedade... mas esse é um aprendizado essencial, para que possamos alcançar a paz. Obrigado, bom resto de semana.

10 de dezembro de 2015 10:33  
Blogger O Árabe disse...

Concordamos, Shirley: é realmente difícil! Acho que precisamos de algumas vidas, para aprender. :) Obrigado, amiga; bom resto de semana.

10 de dezembro de 2015 10:36  
Blogger O Árabe disse...

E a quem ela não atropela, Vera? :) Mas uma música dessas nos ajuda a manter a calma, não é? Continuemos a esforçar-nos, um dia a gente consegue! :) Bom resto de semana.

10 de dezembro de 2015 10:38  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, André, e estamos inteiramente de acordo: a ansiedade mata, todos os dias. Meu abraço, obrigado, bom resto de semana.

10 de dezembro de 2015 10:40  
Blogger O Árabe disse...

Muito bem dito, Marina: quem dera pudéssemos sentir a plenitude, em lugar da ansiedade que muitas vezes nos enche de sombras a alma! Obrigado, amiga, pela gentileza de sempre; bom resto de semana!

10 de dezembro de 2015 10:42  
Blogger O Árabe disse...

Acho que você disse tudo, Zilani: não é fácil, mas vale a pena, quando conseguimos! Obrigado, bom resto de semana.

10 de dezembro de 2015 10:43  
Blogger O Árabe disse...

Creio que esta é a receita certa mesmo, Ailime: há que tentar encontrar em cada dia, nas coisas mais simples da vida, momentos que nos ajudem a refrear a ansiedade. Obrigado, amiga; bom resto de semana!

10 de dezembro de 2015 10:44  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado a você, Lúcia; sempre uma alegria a sua presença, amiga historiadora! Bom resto de semana.

10 de dezembro de 2015 10:45  
Blogger A Casa Madeira disse...

A ansiedade é um mal da comtemporâneidade; que vem assolando
muita gente... não é fácil os sintomas são variados;
Mas as suas palavras deixam a dica;
Bom começo de final de semana.

11 de dezembro de 2015 13:07  
Blogger O Árabe disse...

Da contemporaneidade, Janicce? Sinceramente, confesso que não sei... talvez ela nos acompanhe desde que aqui pisamos; mas é certo que se faz sentir cada vez mais! Obrigado, amiga; bom fim de semana.

11 de dezembro de 2015 13:46  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial

Real Time Web Analytics Real Time Web Analytics Real Time Web Analytics Clicky