O Árabe

Idéias, sentimentos, emoções. Oásis que nos ajudam a atravessar os trechos desérticos da vida...

sexta-feira, 13 de novembro de 2015

AS BOAS LEMBRANÇAS


Guardai os vossos momentos felizes.

Para que vos reconfortem, nos instantes de tristeza. Assim como guardais as moedas que vos sobram, para que não vos alcancem e surpreendam a necessidade e a pobreza.

Pois a vida é feita de altos e baixos. E são as boas lembranças que renovarão as vossas forças e a vossa fé, se algum dia vos parecer que de nada adianta seguir em frente.
Um dia, o inverno baterá às portas do vosso coração. E, então, as boas lembranças serão as achas de lenha de onde surgirão as chamas benditas que aquecerão a vossa alma.

Não vos enganeis: sorrisos e lágrimas fazem parte da jornada e caminham em vossos caminhos. Guardai, pois, os vossos sorrisos, para que possais suportar as vossas lágrimas.
Não é sábio o homem que subestima a importância das boas lembranças. Contudo, como tantas outras coisas que vos cercam, só a percebereis quando delas necessitardes.

Pois é apenas quando o viajante se perde na escuridão da noite do deserto, que descobre o valor das estrelas que brilham sobre sua cabeça e indicam a rota a ser seguida.
Uma lembrança feliz é como a gota de orvalho que jaz esquecida e humilde sobre a folha, até que na estiagem desliza e pinga sobre o solo, aliviando a sede da planta ressequida.

Uma lembrança feliz é como o sopro amigo da brisa nos cabelos, que em pleno sol do meio-dia ameniza o calor escaldante e faz lembrar que em breve voltará o frescor da noite.
Muitas vezes, uma lembrança feliz é o que necessitais para construir a ponte salvadora e cruzar o abismo, em cujo fundo se agitam os vossos temores e o vosso desespero.

Porque a solidão se encolhe, ante a lembrança de um momento de amor; e a sensação de derrota não persiste, quando a confrontais com as lembranças de vossas vitórias.
Recordai as alegrias e não vos perdereis na tristeza; valorizai os vossos ganhos e não vos desanimarão as vossas perdas; acreditai no futuro e não vos entregareis no presente.
 
Guardai as boas lembranças. E não as trateis como o avarento trata as suas moedas, que esconde da vista de todos; nem como o insensato, que as esbanja sem sentido.  

Plantai, antes, em vosso coração as vossas boas lembranças; como o semeador que ao redor espalha as boas sementes, sabendo que assim terá a colheita mais farta.

Pois a vossa seara é a Eternidade.

Música:

29 Comentários:

Blogger Olhos de mel disse...

Belo post Árabe! As boas lembranças sempre estarão presentes em nossas vidas. E nos servirão de consolo, muitas vezes, durante a jornada.
Bela imagem! A musica não conseguir ouvir; por enquanto.
Bom fim de semana! Beijos

13 de novembro de 2015 17:37  
Blogger Zilani Célia disse...

OI ÁRABE!
NÃO VALE Á PENA GUARDAR NO CORAÇÃO AS TRISTEZAS POIS ESTE SENTIMENTO TEM PODER DESTRUTIVO ENQUANTO AS BOA LEMBRANÇAS, NOS FORTALECEM PARA OS ENFRENTAMENTOS DA VIDA.
MUITO LINDO TEU TEXTO, COMO SEMPRE.
ABRÇS
-
http://zilanicelia.blogspot.com.br/

14 de novembro de 2015 16:12  
Blogger CÉU disse...

Tento fazer quase sempre isso, o que me tem ajudado imenso na vida, mas não é nada fácil. Acho k temos k nos desprender, mentalmente, do passado ruim e isso obriga a um jogo que não é de cintura, mas do coração.

Excelente mensagem!

Bom domingo.
Abraço.

15 de novembro de 2015 09:16  
Blogger A Casa Madeira disse...

A cartilha... sabemos... o problema é realmente
seguir de fato e guardar só as grandes lembranças;
Quando conseguirmos esses fatos nobres... seremos
quase monges ou santos.
Belo texto é sempre bom ler e guardar no cérebro mais algumas
palavras de boas virtudes.
Boa semana.
janicce.

15 de novembro de 2015 13:30  
Blogger ॐ Shirley ॐ disse...

O Árabe, que belíssima lição é essa mensagem. Prometo
a mim mesma não esquecê-la.
Boa noite, beijo!

16 de novembro de 2015 15:27  
Blogger Vera Lúcia disse...


Olá Árabe,

As boas lembranças nos acompanham para sempre e, sem dúvida, se tornam revigorantes quando estamos estremecidos pelos vendavais da vida. São como injeção de ânimo para as lutas da jornada.

Lindo o texto.

Perfeita a música escolhida.

Feliz semana.

Abraço.

16 de novembro de 2015 18:11  
Blogger Marina Fligueira disse...

¡Hola Árabe!!!

Nos dejas un exquisito texto que has bordado de prosa poética, una buena lección de vida, de saber llevar recordar y vivir los mejores momentos con armonía; mas también hemos de saber afrontar con dignidad lo que vaya apareciendo en el camino de la vida, puesto que ésta nos da de todo un poco.

Ha sido un placer pasar a leerte, tus reflexiones son un tesoro para guardar en el alma.
Te dejo mi gratitud y mi estima.
Un abrazo y se muy muy feliz.

17 de novembro de 2015 03:33  
Blogger ONG ALERTA disse...

As tristezas sempre podem ser transformadas, abraço Lisette.

18 de novembro de 2015 03:13  
Blogger Ailime disse...

Bom dia meu Amigo e bom Árabe,
Como sempre um texto repleto de pérolas de conhecimento.
As boas lembranças são como um alicerce que nos ajuda a manter o equilíbrio durante o nosso trajecto e nos sustenta nos momentos de desânimo.
Apesar das tristezas, de momentos menos bons que atravessamos atrevo-me a dizer que se não fossem as boas lembranças seríamos como flores murchas à beira dos caminhos.
Nem imagina o bem que me faz lê-lo e o tanto que me tem ajudado na caminhada.
Muito obrigada!
Desejo-lhe continuação de boa semana.
Beijinhos,
Ailime

18 de novembro de 2015 03:41  
Blogger Ailime disse...

Amigo voltei atrás para dizer que adorei este solo de piano. Memory uma música lindíssima. É o nosso amigo Árabe quem toca? Um beijinho. Ailime

18 de novembro de 2015 03:45  
Blogger Arco-Íris de Frida disse...

O que sustenta o ser humano sao as lembranças de momentos bons, pq lhe da a esperança de que momentos melhores poderao vir...

Espero que se encontre bem meu amigo...

Beijos...

18 de novembro de 2015 04:28  
Blogger São disse...

Excelente conselho, Swami, guardemos os felizes momentos na memória!

Beijos e amizade

19 de novembro de 2015 07:55  
Blogger O Árabe disse...

Espero que tenha conseguido ouvir, Olhos de Mel; vale a pena! E concordo: muitas são as vezes em que as lembranças nos consolam, durante a caminhada. Obrigado, bom resto de semana!

19 de novembro de 2015 09:31  
Blogger O Árabe disse...

Isso, Zilani! É preciso guardar as boas lembranças, que renovam o nosso ânimo para a jornada. Obrigado, bom resto de semana.

19 de novembro de 2015 09:32  
Blogger O Árabe disse...

Você resumiu muito bem, Céu: não é fácil, mas nos ajuda muito na vida! Quanto ao desprendimento do passado... bem, por coincidência, é o tema do post de amanhã. :) Obrigado, bom resto de semana!

19 de novembro de 2015 09:35  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, Janicce, pela gentileza de suas palavras! Bom resto de semana,amiga.

19 de novembro de 2015 09:36  
Blogger O Árabe disse...

Feliz em saber, Shirley, que você a quer guardar entre as boas lembranças! Obrigado, bom resto de semana.

19 de novembro de 2015 09:37  
Blogger O Árabe disse...

Acho que você disse tudo, Vera: as boas lembranças são como injeção de ânimo para as lutas da jornada. A música é linda, sim... mas observe bem a que virá com o post de amanhã; é fantástica! Obrigado, amiga; bom resto de semana.

19 de novembro de 2015 09:39  
Blogger O Árabe disse...

Com certeza, Marina: a vida nos dá de tudo um pouco... até por isto, temos de selecionar bem o que levaremos conosco. Obrigado pela gentileza, amiga; bom resto de semana.

19 de novembro de 2015 09:41  
Blogger O Árabe disse...

Podem Lisette; o escuro da tristeza não resiste à luz da alegria. Bom resto de semana!

19 de novembro de 2015 09:42  
Blogger O Árabe disse...

E como sempre, Ailime, quero agradecer a sua gentileza e o seu belo comentário. Quanto à música, amiga, esta é uma das minhas grandes lacunas: nunca fui capaz de aprender a tocar um instrumento, embora adore música. Linda essa interpretação, não é? Obrigado, amiga; bom resto de semana!

19 de novembro de 2015 09:44  
Blogger O Árabe disse...

São, Arco-íris; elas nos ajudam, sim, a acreditar. Estou bem, minha amiga, e você? Como está se arranjando, com a correria e as mudanças? :) Bom resto de semana, obrigado!

19 de novembro de 2015 09:46  
Blogger O Árabe disse...

Guardemos, São; afinal de contas, são os sorrisos que nos dão forças para superar as lágrimas! Meu abraço, amiga; bom resto de semana.

19 de novembro de 2015 09:47  
Blogger Daniel C.da Silva (Lobinho) disse...

Que bonito... Serena o espírito :)

Aquele abraço

20 de novembro de 2015 06:09  
Blogger Silenciosamente ouvindo... disse...

Meu amigo é isso que eu tenho feito ao longo
da minha vida. Guardar as boas lembranças e deitar
fora o que não me interessa.
Desejo que o amigo se encontre bem.
Abraço, amigo.
Irene Alves

20 de novembro de 2015 09:39  
Blogger O Árabe disse...

Grande abraço, amigo Daniel. Obrigado, bom fim de semana!

20 de novembro de 2015 13:47  
Blogger O Árabe disse...

É o mais certo a fazer, não, Irene? :) Estou bem, amiga, obrigado; e você? Bom fim de semana!

20 de novembro de 2015 13:48  
Blogger © Piedade Araújo Sol disse...

sim, eu também concordo, devemos lembrar o que é bom, o que é mau arquivamos e fechamos no nosso intimo.
um belo texto como sempre.
bom fim de semana.
beijinho
:)

21 de novembro de 2015 03:19  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, Piedade, e concordo inteiramente com o seu comentário; para que lembrar o que é ruim? Boa semana, fica bem.

23 de novembro de 2015 05:11  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial

Real Time Web Analytics Real Time Web Analytics Real Time Web Analytics Clicky