O Árabe

Idéias, sentimentos, emoções. Oásis que nos ajudam a atravessar os trechos desérticos da vida...

sexta-feira, 16 de janeiro de 2009

O APRENDIZADO E O CAMINHO

É a vida que nos ensina a viver.

Como o peixe que se adapta ao tamanho do aquário,

como a planta que se acomoda ao deserto,

como a nuvem que obedece ao sopro do vento.

Ao longo dos anos, ajustamos os nossos passos às condições do caminho. E este é o aprendizado da Vida.

Assim, não devemos lamentar os farrapos das roupas que nos foram levadas pelos espinheiros; mas aprender a evitá-los, para que nos possamos preservar. Nem deplorar o sol que nos queima, mas buscar a sombra amiga da árvore que margeia a estrada.

Na colina, que hoje nos parece um obstáculo, brota talvez a água que virá amanhã mitigar a nossa sede. E com as pedras que hoje nos magoam os pés, poderemos amanhã construir o abrigo protetor da nossa velhice.

Por isto, eu vos digo que a nada devemos temer senão ao desânimo. Porque é ele que mina as nossas forças, quando nos faz duvidar da Sabedoria do Universo.

Pois ao que chamais sofrimento, deveríeis talvez chamar aprendizado. E ter presente que a pequena queda de hoje pode salvar-vos do despenhadeiro de amanhã. Como o calor da brasa vos alerta sobre os perigos do fogo.

Como o fruto não atinge a plenitude do seu sabor, senão quando se finda o amadurecimento, o ser humano não estará completo, até que encontre o seu verdadeiro Eu. E este é o objetivo das nossas viagens.

Somos todos alunos, na escola do Universo. E, se a cada um é dado escolher o próprio comportamento, é igualmente certo que dessa escolha dependerá o tempo do aprendizado.

Ocorre, entretanto, que ninguém poderá abandonar o curso sem havê-lo concluído. Por isto, muitas serão as vezes em que precisará o verdadeiro Eu aprisionar-se em novas roupas; e estas serão também rasgadas pelos espinhos que não houvermos ainda removido de nossos caminhos.

As pedras nos magoarão os pés, enquanto deles necessitarmos. Como o calor nos fará arder a cabeça, enquanto não aceitarmos o turbante. E a angústia persistirá em nosso coração, enquanto não soubermos conviver com as nossas emoções e ordenar os nossos pensamentos.

Aceitai, pois, as agruras que a vida vos trouxer. E não as deploreis como castigos, ou vos serão inúteis. Vede-as, sim, como valiosas lições; para que possais remover os espinhos e as pedras do vosso caminho.

E recebei as vossas alegrias com o coração aberto e uma prece de agradecimento. Porque elas são como a água bendita, que umedece os lábios do vosso verdadeiro Eu e retempera as suas forças para a caminhada.

Aprendei, eu vos peço, as lições da Vida. Assim, abreviareis o tempo do vosso aprendizado.

E – quem sabe? – talvez mais leve se torne a vossa jornada.

Foto: site 1000 imagens.

76 Comentários:

Blogger MoonLight disse...

bingooooooooooo!
é por isso que gosto de vir aqui ler-te.
não tinha conseguido deixar comentário no anterior... não saiu...
e hoje... aqui estou!
com tudinho... as aprendizagens e os presentes que a Vida oferece!

Obrigado pela intensa partilha, Árabe! Obrigado! :D

16 de janeiro de 2009 13:23  
Blogger Yvonne disse...

Querido, o que seria da blogosfera sem você?
Beijocas mil

16 de janeiro de 2009 14:17  
Anonymous Olhos de Mel disse...

Árabe, tudo em nossa vida faz parte das nossas escolhas. Os caminhos muitas vezes nos parecem floridos, mas apenas, encobrem um amanhã solitário e sombrio. Outros escolhem os que nem são tão floridos assim, mas sabiamente, preparam um futuro mais cômodo. Porém como você bem disse nesse belíssimo texto, são aprendizados. Os espíritos mais evoluídos, pela própria vivência, teem uma visão mais seletiva e podem até acertar nas escolhas.
Muitas vezes, a persistência em pisar nos espinhos, sem perder o rumo da jornada, embora tristonha, nos reserve um futuro menos sombrio, menos solitário, menos sofrido. Mas é a vida e suas nuances, que entre glórias e fracassos nos levam ao aprendizado. Infelizmente esse aprendizado só nos chega, quando não há mais como voltar atrás.
Árabe, acho que eu precisava ler algo assim, pra me fazer entender algumas coisas. Pra me fazer pensar. Talvez, eu possa dizer que esse seu texto, seja para mim, como um marco, entre a que fui e a que preciso ser. Só espero que Deus me dê forças pra suportar as dores das novas escolhas, se tiver que fazer.
O texto é lindo e talvez nem seja triste, mas chorei demais!
Bom fim de semana! Beijos

16 de janeiro de 2009 14:41  
Blogger lua prateada disse...

É..................sei que é assim e muito aprendemos e temos de ir aprendendo...contudo fiquei aqui pensando naquilo qe á muito não paráva para pensar...
Passei te desejando um lindo fim de semana e deixar-te um recadinho...
"Não á uma altura ideal para partir...Parte,simplesente e continua a viver e a amar.Não tens tempo para sempre..."
Beijinho prteado

SOL

16 de janeiro de 2009 16:52  
Blogger Arabica disse...

Árabe,


quantos espinhos carregamos sem termos coragem de os olhar?

Quantas árvores passamos, tem tempo para dela, recolhermos sombra ou frescura?

Quantas estradas teremos que percorrer para perceber onde se encontra o mel das tamaras que o caminhante apregoa?


Abraço d bom fim de semana de aquém e além mar.

17 de janeiro de 2009 08:25  
Blogger Tina disse...

Oi Arabe!

Querido amigo: não canso de repetir que seus posts são como bálsamo e sempre chegam na hora certa. Obrigada por dividir tanta coisa linda e verdadeira conosco. Saudade daqui e de você. Obrigada pelo carinho de sempre. Em breve voltarei à rotina, mas por enquanto... (rs)

beijo grande querido, boa semana!

17 de janeiro de 2009 12:57  
Blogger Aníbal Raposo disse...

Este é um texto de homem sábio.
Bem hajas!

17 de janeiro de 2009 14:13  
Blogger SILÊNCIO CULPADO disse...

Árabe

É difícil ao caminhante interiorizar as agruras do caminho.O ser humano caminha insatisfeito porque procura bens que nunca encontra porque quando os encontra raramente os reconhece. Quer sempre mais e mais e sempre algo diferente. Por vezes é feliz e não dá por isso. Só se apercebe que era feliz quando perde os bens que possui e que não deu valor.
É pena que a aprendizagem se tenha que fazer à custa de muita mágoa porque se podia aprender através da tranquilidade que permite perceber que as perdas também são ganhos e que nenhum ganho tem valor absoluto.

Adorei o teu texto.

Abraço

18 de janeiro de 2009 12:00  
Blogger Cacau disse...

Acredito que a vida é fruto da decisão de cada momento.É atravessar desertos fora de si, mas ser capaz de encontrar um oásis no recôndito da sua alma.
Bom final e início de semana.

18 de janeiro de 2009 14:09  
Blogger Angel of Light disse...

Querido irmão de Luz!

É de facto a vida, as nossas vivências, boas e menos boas, que nos ensinam a progredir nesta longa estrada que percorremos aqui no planeta Terra. E tudo o que vem parar às nossas mãos de menos bons não é porque tenhamos azar. Não! "Escolhemos" assim e devemos abraçar tudo com um Amor profundo. Tudo isso não são mais do que oportunidades de aprendizagem... como tão dizes.

Adorei este post. Uma concentração de ideias que deveremos ter sempre bem presentes no nosso dia-a-dia.

Ando mais fugida... metida no casulo...

Beijinhos de Amor e Luz!

18 de janeiro de 2009 14:55  
Blogger Mariz disse...

Salvé!
Principalmente nas vivências menos boas que se plasmam os sinais para que não repitamos os mesmos erros.
Se estivessemos sempre atentos...não nos espatifávamos no chão...caíriamos mais levemente...

As marcas deixadas se depois não apagadas, corróiem-nos...por isso me libertei delas!
HUFFFFFF! que alívio!

Abraço e tem um desafio no blog

Mariz

18 de janeiro de 2009 19:41  
Blogger São disse...

Como gostaria de te conhecer pessoalmente...
Bem hajas, Swami!

19 de janeiro de 2009 03:17  
Anonymous DO disse...

Tiro muito o chapéu pra vc,ARABE. As mensagens são verdadeiramente excelentes. Ai de quem não aprende as lições com o que a vida nos apresenta.
Mais uma vez parabens!!

Grande abraço!!

19 de janeiro de 2009 06:50  
Blogger Verônica Martinelli disse...

Obrigada, por me fazer entender isso.

Uma pergunta: Por que te chamas O Árabe?

Beijos

19 de janeiro de 2009 07:02  
Blogger Jaqueline Sales disse...

Tento guardar no coração as coisas boas que escreves aqui, meu amigo, mas não é facil po-las em pratica. Ha tanta coisa que nos dispersa, que nos tira de rota, que nos rouba a fé e a inocência de crer na vida!

Continuo tentando...

BeijUivoooooooooossssssss da Loba

19 de janeiro de 2009 13:43  
Blogger Olhos de mel disse...

´´Arabe, passando para lhe desejar uma boa semana! Fique com Deus!
Beijos

19 de janeiro de 2009 17:15  
Blogger Carla disse...

não poderíamos ter melhor professora do que a vida...pena nem sempre sermos alunos atentos
beijos

20 de janeiro de 2009 06:10  
Blogger Carmem disse...

A vida nos ensina a viver nela... bem colocado!!

Boa semana pra ti tbm...

Beijos

20 de janeiro de 2009 11:36  
Blogger VANUZA PANTALEÃO/OBRA LITERÁRIA disse...

Árabe, meu Amigo!
É difícil aprender as lições da vida, mas com a tua ajuda filosófica, tudo muda, paramos e meditamos.
Carinhoso abraço!!!

20 de janeiro de 2009 13:12  
Blogger . fina flor . disse...

as pedras podem matar, soterrar ou construir, tudo depende do nosso uso :o)

beijos, querido e boa semana

MM.

20 de janeiro de 2009 13:31  
Blogger mundo azul disse...

______________________________

...sim! Quando aceitamos as agruras da vida, elas se tornam mais suaves...

Devemos sempre lembrar, que todo o fruto colhido, é aquele mesmo que um dia semeamos!

Adoro ler suas mensagens meu sábio amigo...

Beijos no coração!!!

________________________________

20 de janeiro de 2009 13:44  
Blogger Mar Arável disse...

Caminhar por sobre as águas

contra todas as tempestades

e adormecer

em paz

para sermos iguais

aos que resistem

contra os destinos

20 de janeiro de 2009 14:24  
Blogger Benó disse...

Obrigada Senhor por me dares a visão perfeita para a leitura.

Continua a ser uma paz vir até aqui.

Um abraço quente mesmo com o frio que está por cá.

Boa semana.

20 de janeiro de 2009 17:02  
Blogger Vieira Calado disse...

Quem sabe?...

Talvez alivie...

Mas que sei eu das experiências, únicas e intransmissíveis, dos outros?

Um abraço

20 de janeiro de 2009 17:08  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado a você, Moonlight. Vocês fazem o nosso oásis! Boa semana.

20 de janeiro de 2009 18:38  
Blogger O Árabe disse...

A pergunta é, Yvonne: o que seria do oásis, sem vocês? :) Boa semana, amiga!

20 de janeiro de 2009 18:39  
Blogger O Árabe disse...

Assim é, Olhos de Mel: em todos os dias, fazemos escolhas. E a cada uma delas dobramos uma esquina, enveredamos por uma nova estrada. Escolhemos os nossos caminhos, na vida... :) Boa semana!

20 de janeiro de 2009 18:41  
Blogger O Árabe disse...

Mas aprendemos sempre, Sol... e esta certeza nos consola! :) Boa semana.

20 de janeiro de 2009 18:42  
Blogger O Árabe disse...

Este é o aprendizado Arábica. Mas apenas de nós depende a sua duração. :) Boa semana.

20 de janeiro de 2009 18:43  
Blogger O Árabe disse...

Por enquanto, Tina, aproveite. Você merece! :) Boa semana.

20 de janeiro de 2009 18:43  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, Raposo. Sábio, não sei... mas, decerto, experiente! :) Boa semana.

20 de janeiro de 2009 18:44  
Blogger O Árabe disse...

Belo comentário, Silêncio! São coisas que só com a estrada da vida aprendemos... :) Boa semana.

20 de janeiro de 2009 18:45  
Blogger O Árabe disse...

Assim é, Cacau. E é importante que disto saibamos. :) Boa semana!

20 de janeiro de 2009 18:46  
Blogger O Árabe disse...

Às vezes, Angel, precisamos recolher-nos temporariamente ao casulo... para ouvir o nosso verdadeiro Eu. :) Boa semana.

20 de janeiro de 2009 18:47  
Blogger O Árabe disse...

Um belo desafio, Mariz! É preciso descobrirmos a paz em nós, para que a possamos espalhar pelo mundo. Boa semana!

20 de janeiro de 2009 18:48  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, São. Mas a verdade é que sempre tememos decepcionar os amigos... :) Boa semana, fica bem!

20 de janeiro de 2009 18:51  
Blogger O Árabe disse...

Parabéns a vocês, DO... são a razão de ser das nossas palavras, amigo. Abraço, boa semana.

20 de janeiro de 2009 18:52  
Blogger O Árabe disse...

Talvez, Verônica, porque sou apenas o intérprete de um... o nosso amigo Hassan. E obrigado a você, pela gentileza das palavras. Boa semana!

20 de janeiro de 2009 18:53  
Blogger O Árabe disse...

Acredite, Keila: eu também tento... e nem sempre consigo! :) Boa semana.

20 de janeiro de 2009 18:54  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, Olhos de Mel. De coração, retribuo os seus votos. Tenha uma semana de paz e alegria!

20 de janeiro de 2009 18:55  
Blogger O Árabe disse...

bem colocado, Carla... mas repetiremos a lição, até aprendê-la! :) Boa semana.

20 de janeiro de 2009 18:55  
Blogger O Árabe disse...

Assim como a água ensina o peixe a nadar, Carmem; precisamos aprender, para que possamos realmente viver. :) Boa semana!

20 de janeiro de 2009 18:58  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, Vanuza, pelas gentis palavras e por sua amizade. Boa semana!

20 de janeiro de 2009 18:59  
Blogger O Árabe disse...

Assim é, Mônica... e muitas vezes nos forçam a seguir pelo caminho adequado. :) Boa semana!

20 de janeiro de 2009 19:00  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, Zélia. Digo o mesmo, com relação aos seus belos poemas! :) Boa semana.

20 de janeiro de 2009 19:01  
Blogger O Árabe disse...

Assim é, Mar Arável... muitas vezes precisamos resistir ao destino, para seguir o melhor caminho. Boa semana!

20 de janeiro de 2009 19:03  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, Benó; é sempre uma alegria contar com a tua presença. Ah, e agora é a minha vez de fazer inveja: aqui, está um lindo sol! :)Boa semana, fica bem.

20 de janeiro de 2009 19:04  
Blogger O Árabe disse...

Bem o disseste, amigo Vieira: apenas apredemos através das nossas próprias experiências. :)Meu abraço, boa semana.

20 de janeiro de 2009 19:05  
Blogger isabel mendes ferreira disse...

é a vida e os seus aprendizes....nós....os outros....o Árabe, que nos ensina a estar dentro dela com a dignidade expectável e o coração aberto!



beijo. grato. pela generosidade.

21 de janeiro de 2009 00:33  
Blogger Margarida disse...

adaptemo-nos à vida, mas também aos sonhos que nos guiam, sem medo do que virá, para que possamos ver o que de facto se estende à nossa...
um beijinho
margarida

21 de janeiro de 2009 02:01  
Blogger moonlight song disse...

Querido Amigo Árabe :) estas palavras têm ecos profundos nos corações de quem as queira ouvir. Como sempre as tuas palavras tocam-me profundamente, encaixam sempre no meu momento presente ;). Existem sintonias maravilhosas. Gosto sempre tanto de te ler, a tua energia é de compaixão e generosidade. Amigo, hoje te digo que gosto muito de ti. Bem hajas e que a Luz ilumine o teu caminho. Obrigada pela partilha, beijinhos.

21 de janeiro de 2009 02:40  
Anonymous Márcia(clarinha) disse...

E a vida é a excelente mestre que nos dá alternativas de escolhas, mas nos cabe o resultado final.
Obrigada por mais essa mensagem que me veste tão bem.

lindo dia meu amigo
beijos

21 de janeiro de 2009 06:07  
Blogger Dona Sra. Urtigão disse...

Sempre nos lembrando daquilo que não deveríamos nos esquecer... Agradecida por tuas palavras de mestre.
O que te desejar? Apenas o retorno de todo o bem que fazes.

21 de janeiro de 2009 08:43  
Blogger flashes... disse...

"É a vida que nos ensina a viver."

Uma grande frase que tenho como lema da vida.

Hoje vou dar-te a conhecer outro espaço meu.
Bjs Zita

21 de janeiro de 2009 12:13  
Blogger JCD disse...

Como o peixe que se adapta ao tamanho aquário_____________________


Escreves muito bem_______________________


gosto. assim____________

21 de janeiro de 2009 15:05  
Blogger casa de passe disse...

como eu me adapto agora à minha nova condição.

e que seja leve a breve jornada que ainda me resta...


Ernesto, o avô

21 de janeiro de 2009 19:01  
Blogger Maresia disse...

E quando se é gente assim... Vale a pena! O segredo da vida, ensinar aprender, nunca se deter, crescer sempre!

22 de janeiro de 2009 03:49  
Blogger O Árabe disse...

Corretíssimo, Isabel: a Vida... e nós, seus aprendizes. O principal é que estejamos dispostos a aprender... :) Bom resto de semana.

22 de janeiro de 2009 05:25  
Blogger O Árabe disse...

Correto, Margarida: só assim o veremos... :) Bom resto de semana.

22 de janeiro de 2009 05:26  
Blogger O Árabe disse...

Grato, Moonlight Song. Os amigos: eis as luzes que iluminam o nosso caminho. :) Bom resto de semana.

22 de janeiro de 2009 05:27  
Blogger O Árabe disse...

Assim é, Clarinha: se a escolha é nossa... como fugir ao resultado? :) Belo resto de semana, amiga!

22 de janeiro de 2009 05:28  
Blogger O Árabe disse...

Sabe, ermitã amiga? A presença de vocês é o melhor retorno que eu poderia desejar. :) Bom resto de semana.

22 de janeiro de 2009 05:29  
Blogger O Árabe disse...

Outro belo espaço, Zita. :) Grato pela partilha, bom resto de semana.

22 de janeiro de 2009 05:30  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, JCD. Gosto também de frequentar o SP. :) Bom resto de semana.

22 de janeiro de 2009 05:31  
Blogger O Árabe disse...

Adaptamo-nos, Ernesto, a cada novo dia. É assim que tornamos mais leve a jornada restante... :) Bom resto de semana.

22 de janeiro de 2009 05:32  
Blogger O Árabe disse...

Assim é, Maresia: nunca ouvimso a nós mesmos, senão quando fingimos falar aos outros... :) Bom resto de semana.

22 de janeiro de 2009 05:33  
Blogger ♥M@cellY♥ disse...

E existe melhor professor do que a vida?

Um grande beijo.. exelende final de semana pra ti
=*

22 de janeiro de 2009 12:01  
Anonymous Hanah disse...

Belissimo...

Bom final de semana para ti

22 de janeiro de 2009 15:30  
Blogger O Árabe disse...

Não, Celly, não existe... pode apostar! :) Boa semana.

27 de janeiro de 2009 05:18  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, Hanah. E tenha uma boa semana!

27 de janeiro de 2009 05:18  
Blogger Porcelain Doll disse...

A vida foi feita para nos ensinar a viver... acho eu. E a vida é uma danada, não se ajusta a nós, sem que nos ajustemos a ela!! E quanto mais dizemos que não queremos ajustar-nos a ela, mais negra ela nos faz a vida!! Mas a vida é bela... todos o achamos, em especial aqueles que dizem que ela é feia... quanto mais lhe vemos a feiura, mais próximos estamos de lhe encontrar beleza.. e apenas não nos ajustamos a ela porque não a compreendemos, às lições que nos quer ensinar, aos seus propósitos... fica triste connosco, zanga-se e obriga-nos a ouvi-la, por vezes de forma dolorosa para nós... é uma senhora caprichosa, a vida...

Melhor ainda, quem sabe, não possamos aprender a tirar partido dos espinheiros... a vida colocou-os lá com algum intuito e se nos rasgam as roupas, é porque querem a nossa atenção, querem que os descubramos!! E só se descobre compreendendo... e o prémio pela compreensão é ganharmos uma ferramenta para nos ajudar a ajustar-nos ao mundo!!

Nada devemos temer se não o desânimo... derradeiro reduto da miséria, o único de todos que nos trava... o desânimo e consigo a apatia... os dias todos iguais...

O sofrimento é a dor que se sente quando a vida diz... não páres!! Continua!! Talvez não por aí, procura outro caminho... compreende primeiro... reflecte... e depois, não te esqueças, continua!!

31 de janeiro de 2009 06:11  
Blogger Perla disse...

Eu fico extasiada com o teu saber...

"nada devemos temer senão ao desânimo. Porque é ele que mina as nossas forças, quando nos faz duvidar da Sabedoria do Universo."

Que eu nunca me esqueça disso!

Bjinhos

5 de fevereiro de 2009 10:16  
Blogger Phaty disse...

Conheci hoje teu blog e tenho certeza voltarei mais vezes.
Comentarios...ja disseram tudo.
Quero só te agradecer.
beijos

5 de fevereiro de 2009 12:43  
Blogger O Árabe disse...

Bem colocado, Porcelain Doll... só através da compreensão, encontraremos o sentido da vida. :) Boa semana!

9 de fevereiro de 2009 18:11  
Blogger O Árabe disse...

Saber, Perla? Antes a experiência que os anos nos trazem... :) Boa semana!

9 de fevereiro de 2009 18:12  
Blogger O Árabe disse...

Grato, Pathy, pela gentis palavras. Volta sempre, o oásis é nosso!

9 de fevereiro de 2009 18:13  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial

Real Time Web Analytics Real Time Web Analytics Real Time Web Analytics Clicky