O Árabe

Idéias, sentimentos, emoções. Oásis que nos ajudam a atravessar os trechos desérticos da vida...

domingo, 2 de novembro de 2008

CANTO DO AMOR DEMAIS

Deixa-me olhar nos teus olhos, como se neles pudesse encontrar um novo mundo.

E decerto encontrarei, pois este é um dos milagres do Amor, que nos faz ver o mundo através dos olhos de quem se ama.

Deixa-me mergulhar na luz do teu sorriso, como se assim pudesse compensar a escuridão que às vezes se esconde em mim. E encontrar os caminhos que me possam levar àquele que desejo ser.

Deixa-me beber o som da tua voz, como se assim me pudesse embriagar e esquecer, por eternos instantes, a tristeza da solidão que ameaça devorar-me quando penso que te posso perder.

Eis que te elegi como meu sonho maior. E necessito segurar-me em tuas mãos, para que não me possa tragar a voragem da inquietude. Porque apenas a força de um sonho pode trazer paz à nossa alma.

Perco-me na música inquietante dos teus gemidos e sussurros, nas horas secretas em que o desejo se apossa de nós, unindo os nossos corpos e as nossas almas. E, no silêncio que se segue, percebo em cada fibra de meu ser a plenitude que nos envolve.

Encontro, em cada curva do teu corpo, uma nova estrada para a paixão que nos torna parte deste mundo. E na ternura de nossas mãos entrelaçadas descubro um mundo de paz e encantamento, que nos eleva ao coração do Universo.

Na música do teu sorriso, canta a minha própria alegria; que se esvai na cachoeira dolorosa do pranto, à primeira lágrima que escorre pelo teu rosto delicado. Àquele que demasiado ama, não pertencem as próprias emoções.

Entretanto, não esperes que eu te faça alguma poesia. Porque para mim a poesia já não existe, senão nos teus movimentos ou no instante mágico em que te aperto docemente contra o peito.

Nem me peças que te repita o meu amor a cada momento. Pois, se não o sabes descobrir no brilho dos meus olhos, na intensidade da minha paixão ou no carinho dos meus beijos, não é nas minhas palavras que o encontrarás.

Vê: a lua se levanta, enquanto se deita o sol. E, entretanto, nos poucos instantes em que se encontram no horizonte, o crepúsculo derrama sobre o mundo o seu encanto único, fruto das luzes que se misturam.

Porque é este o sagrado mistério do amor: cada um deve perder-se de si mesmo, para que ambos se encontrem na plenitude. E um não poderá seguir sobre os passos do outro, nesta estrada em que é preciso caminhar de mãos dadas.

Portanto, minha amada, não me perguntes sobre o futuro; dele, há de dispor o tempo. Nem indagues sobre o meu passado, que se perdeu no lago sem fim do esquecimento.

Deixa-me pensar que só existe o presente: o instante em que nos teus lábios colho um doce beijo, em teu corpo mergulho num prazer infinito e em tua alma encontro a metade esquecida de minha própria alma.

E deixa-me erguer, com todas as fibras do meu ser, um canto infinito de gratidão por te haver encontrado. Um canto intenso e pleno de Vida, que se reflita em cada estrela e reverbere junto ao próprio Coração do Universo.

O canto do amor demais.


UPGRADE EM 05/11/2008: Agradeço à amiga São , pelas belas rosas que comemoram o aniversário do seu excelente blog. Obrigado, São; obrigado, amigos, pela bondade e gentileza. Vocês são a motivação do nosso oásis!

82 Comentários:

Blogger Olhos de mel disse...

Árabe, chegar aqui e ler esse poema cheio de amor e ternura, me faz ter a certeza da existência de Deus. É voltar a acreditar na vida e que esse mundo, ainda, tem jeito. Em cada verso dessa ode de amor, em cada palavra que 1i, foi tanta emoção, que me fez arrepiar e quão difícil está sendo, conter as lágrimas. Isso é muito mais que sublime! Assim, o mundo ainda vai ver, uma flor brotar, do impossível chão... Porque o amor há de vencer, sempre! Que Deus permita esse florescer cheio de felicidade! E a você a realização dos seus sonhos, para que possa sempre, me fazer delirar com tanta emoção. Beijos

2 de novembro de 2008 14:21  
Anonymous DO disse...

Lindo,ARABE. Muito lindo!!

:)

Grande abraço e uma otima semana!

3 de novembro de 2008 06:39  
Blogger São disse...

Meu amigo, há momentos em que nada é necessário dizer...
Um abraço por sobre o oceano.

3 de novembro de 2008 08:48  
Blogger Sonhadora... disse...

O canto do amor qdo surge, invade o coração, o olhar , a voz , os momentos juntos são plenos de harmonia e encanto
Apenas se deve olhar o presente vêm com muita intensidade trazendo a felicidade do bem querer.

bjos e linda semana!

3 de novembro de 2008 10:56  
Blogger VANUZA PANTALEÃO/OBRA LITERÁRIA disse...

Oi, Árabe!
Um Canto das Mil e Uma Noites...aromas e véus no ar...um Amor para se encantar!
ADOREI!!!Bjs

3 de novembro de 2008 11:17  
Blogger MoonLight disse...

Árabe!
Amigo Árabe!
Nem consigo explicar direito isto que sinto depois de te ler.
Passei o fim de semana em leituras e (re)descobertas intensas, de aprendizagens que se repetem... e este texto toca nalgumas delas! Profundamente!
Obrigado!
Mais uma vez, as tuas palavras ecoam em mim. Belo presente! :)
Boa semana!
Bjs de Luz*

3 de novembro de 2008 11:50  
Blogger Bill Stein Husenbar disse...

Amigo Árabe, e é tão bom chegar assim na vida: com alguém ao nosso lado em que possamos encontrar conforto e a verdadeira paixão.

Esses olhos são a visão que todos desejamos.

http://desabafos-solitarios.blogspot.com/

3 de novembro de 2008 12:08  
Blogger Benó disse...

É com gosto que leio as suas mensagens pois elas exprimem uma alma sensivel e apaixonada pela vida.

Eu também gosto de ser feliz.

Uma boa semana.

Um grande abraço.

3 de novembro de 2008 12:21  
Blogger Carla Silva e Cunha disse...

ola

obrigado pela visista e pelo simpatico comentário.

espero mais opiniões


eu voltarei a passar por aqui pois gosto d0o seu trabalho

bem haja

carla

http://www.arte-e-ponto.blogspot.com

3 de novembro de 2008 12:23  
Blogger lua prateada disse...

...um pouco de poesia em nossos corações, quão maravilhoso é...
Uma semana cheia de muita luz paz e muito AMOR !...
Beijinho prateado

SOL

3 de novembro de 2008 12:34  
Blogger Menina do Rio disse...

A cada olhar, o brilho sagrado ilumina os caminhos onde o amor faz eterna morada...

Um beijinho pra ti

3 de novembro de 2008 13:28  
Blogger LuzdeLua disse...

Sabe que chorei muito ao terminar de ler este Canto do amor demais.
Talves só tenha encontrado amor de menos ainda. Ou não sei olhar o mundo atraves dos olhos de alguem.
Muito lindo amigo
Passando, deixo-te um abraço amigo e bons desejos pra semana.

3 de novembro de 2008 13:40  
Blogger Dr. Alban disse...

este canto d amor ja me deixou coiso

3 de novembro de 2008 14:53  
Blogger Vieira Calado disse...

A poesia está no que nos rodeia.
Mas ela é mais forte que a realidade.

Gostei do texto.

Lhe envio um abraço.

3 de novembro de 2008 15:53  
Anonymous Márcia(clarinha) disse...

O canto do amor demais, nunca demais ser cantado e reverenciado.
Amor absoluto amor.

lindo dia poeta
beijos

3 de novembro de 2008 16:01  
Blogger Tina disse...

Oi Árabe!

Amigo querido: um "canto" desses gostaria de ouvir... Contento-me com palavras tuas. Lindas e verdadeiras.

Obrigada pelo texto, por dividir.

beijos querido e boa semana,

3 de novembro de 2008 16:30  
Anonymous Lizzie disse...

Divino o teu versejar!
Saudades de você! Andei sumida.

Beijocas
www.lizziepohlmann.com

4 de novembro de 2008 03:08  
Anonymous Beatriz disse...

O tema é o mesmo, o Amor, mas na página de hoje encontrei algo 'diferente', mais direcionado à pessoa amada, um amor não difuso, apenas restrito a dois seres e, confesso, achei uma das tuas postagens mais bonitas.

Te deixo um raio de sol a brincar nas horas do teu dia, e um beijo no coração.

4 de novembro de 2008 04:20  
Blogger burro disse...

há quem diga que os olhos são o espelho da alma. bem, eu não acredito. há olhos que sabem mentir. claro que com palavras também se mente. é preciso saber ver se são verdadeiras as palavras e os olhos. mas é difícil.

e sabe bem ouvir dizer palavras de amor.

4 de novembro de 2008 04:20  
Blogger Yvonne disse...

Árabe, hoje você simplesmente se superou. Lindo, lindo, lindo. Cheio de amor para ser dado e com essa música maravilhosa. Muito obrigada. Beijocas

4 de novembro de 2008 06:06  
Blogger GarçaReal disse...

Simplesmente maravilhosa e envolvente esta tua balada de amor.

Vive pois o sonho bordado de amor

bjgrande do Lago

4 de novembro de 2008 06:58  
Blogger Dri Viaro disse...

coisa mais linda hein
bjs

4 de novembro de 2008 07:41  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, Olhos de Mel, e não duvide nem por um segundo: Deus existe. E está em cada um de nós! :) Boa semana.

4 de novembro de 2008 12:02  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, DO. Abração, amigo. Boa semana!

4 de novembro de 2008 12:03  
Blogger O Árabe disse...

Sempre os há, São. E são muitos, em uma boa amizade. :) Fica bem, boa semana.

4 de novembro de 2008 12:03  
Blogger O Árabe disse...

Assim é, Sonhadora. Passado e futuro não são mais do que a semeadura e a colheita do presente. :) Boa semana.

4 de novembro de 2008 12:05  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, Vanuza. Curioso: esta postagem também me deu a sensação de véus esvoaçando. :) Boa semana, amiga.

4 de novembro de 2008 12:06  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado a você, Moonlight, pela gentileza das palavras. :) Boa semana!

4 de novembro de 2008 12:07  
Blogger O Árabe disse...

Com certeza, Bill! Amor e paixão... a intensidade da Vida! :) Meu abraço, boa semana.

4 de novembro de 2008 12:10  
Blogger O Árabe disse...

Gostas, Benó, e o és. Percebe-se, amiga, pelo que escreves! :) Boa semana.

4 de novembro de 2008 12:11  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, Carla, e acredita que o comentário foi mais que simpático: foi sincero. :) Boa semana.

4 de novembro de 2008 12:12  
Blogger O Árabe disse...

Assim é, Sol: a poesia é sempre maravilhosa, em nós! :) Boa semana.

4 de novembro de 2008 12:14  
Blogger O Árabe disse...

Bom rever-te verônica. És uma daquelas pessoas que fazem falta, amiga! :) Boa semana.

4 de novembro de 2008 12:15  
Blogger O Árabe disse...

Encontrarás, Luz. Bem o mereces! :) Boa semana.

4 de novembro de 2008 12:18  
Blogger O Árabe disse...

Acredita, Dr.: coiso estava o autor, antes de escrevê-lo! :) Boa semana.

4 de novembro de 2008 12:19  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, amigo Vieira. E como sempre está certo: a poesia é uma das maiores forças em nós. :) Meu abraço, boa semana.

4 de novembro de 2008 12:20  
Blogger O Árabe disse...

Nunca demais, Clarinha... afinal, é ele que preenche o Universo! :) Bela semana, amiga.

4 de novembro de 2008 12:20  
Blogger O Árabe disse...

Decerto já o ouviste, Tina... e voltarás a ouvir. Ainda que talvez não extamente com as mesmas palavras. :) Boa semana, amiga!

4 de novembro de 2008 12:22  
Blogger O Árabe disse...

Bom rever-te, Lizzie! A gente também sente saudade. Bem-vinda de volta! :) Boa semana.

4 de novembro de 2008 12:24  
Blogger O Árabe disse...

Grato, Beatriz. Belo, mesmo, é o amor que existe em cada um de nós, e as tuas cartas expressam. :) Boa semana.

4 de novembro de 2008 12:26  
Blogger O Árabe disse...

Bem o disseste, Burro: as palavras de amor em nosso ouvido, são música para o coração. :) Bom ver-te de volta, boa semana.

4 de novembro de 2008 12:27  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, Yvonne, e concordamos: a música é realmente linda! :) Boa semana.

4 de novembro de 2008 12:27  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, amiga Garça. O amor, realmente, é o maior dos nossos sonhos. :) Boa semana!

4 de novembro de 2008 12:29  
Blogger O Árabe disse...

Grato, Dri. O amor é realmente lindo, não? :) Boa semana.

4 de novembro de 2008 12:30  
Blogger Gerlane disse...

Divino, amigo! Sem mais palavras.

Abraços!

4 de novembro de 2008 14:08  
Blogger Vivian disse...

...só almas sensíveis
que provaram do manancial
da inspiração, é capaz de
produzir em palavras
este ode ao amor.

parabéns à você!

bjusssssssssssss

4 de novembro de 2008 18:02  
Blogger isabel mendes ferreira disse...

reapeteceu-me ler o amor MAIOR!

5 de novembro de 2008 01:22  
Blogger São disse...

Mestre, se aceitares há flores para ti lá em casa.
Beijinhos.

5 de novembro de 2008 04:59  
Blogger Maria Valadas disse...

Li e reli este mágnifico texto ao que já estava habituada e anestesiada ficava no fim do mesmo.

Após uns meses de ausência ( saúde), retomei nas minhas visitas aos meus amigos poetas, que tanta saudade me deixaram.

Abraço amigo da Maria

5 de novembro de 2008 07:52  
Blogger Olhos de mel disse...

Árabe, vir aqui é preencher a alma e sair encantada. É viver uma imensa emoção; ler suas doces palavras, ao som de uma linda canção.
Beijos

5 de novembro de 2008 10:09  
Blogger mundo azul disse...

...lindo, lindo, lindo!!!

Ah...que esse canto de amor,
seja o hino que anuncia...
Vitória de um sonhador
no nascer de um novo dia!

Felicidade é o que meu coração lhe deseja!!!


Beijos de luz e o meu sincero carinho...

5 de novembro de 2008 10:51  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, Gerlane. O amor é a centelha do Divino em nós. :) Boa semana!

5 de novembro de 2008 11:44  
Blogger O Árabe disse...

Grato, Vivian. Entretanto, eu creio que a sensibilidade está mais naqueles que a ouvem... :) Boa semana!

5 de novembro de 2008 11:45  
Blogger O Árabe disse...

Felizes daqueles, Isabel, a quem sempre apetece o amor! :) Boa semana!

5 de novembro de 2008 11:47  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, São. Como bem vês, já adornam o nosso oásis! :) Parabéns pelo aniversário do blog, amiga!

5 de novembro de 2008 11:48  
Blogger O Árabe disse...

Fico feliz por tua volta, Maria! Pelos belos poemas e por teres superado essas dificuldades. Saúde e paz! :)

5 de novembro de 2008 11:50  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, Olhos de Mel. Que a canção do amor continue a fazer-se ouvir por todos os tempos. :)

5 de novembro de 2008 11:51  
Blogger O Árabe disse...

Grato, Zélia. Esperemos que o teu poético desejo se torne realidade para todos nós. :) Boa semana.

5 de novembro de 2008 11:52  
Blogger Perla disse...

Que inspiração, amigo!

Lindo, lindo!
Um verdadeiro Hino ao Amor e à vida que dele emana!
É preciso cantar sempre o amor que nos enche o coração.

Beijos

5 de novembro de 2008 13:22  
Blogger Carla disse...

será alguma vez o amor demais...ou será que or vezes nós é que não temos forças para lhe dar corpo e alma
que belo hino que aqui encontrei
beijos

5 de novembro de 2008 13:29  
Blogger Dona Sra. Urtigão disse...

Apreciando sempre teus textos... e agradecendo pelas palavras, lá na minha mata.

5 de novembro de 2008 15:07  
Blogger C Valente disse...

Saudações amigas

5 de novembro de 2008 15:31  
Blogger . fina flor . disse...

que o amor esteja sempre junto a ti, querido.

beijos

MM.

5 de novembro de 2008 17:03  
Blogger tagarelas-miamendes disse...

Belo poema de amor.
Deliciei-me palavra a palavra. Emocionei-me com a sua grandeza.
"Àquele que demasiado ama, não pertencem as próprias emoções. "
Sabe tao bem passar por aqui!

5 de novembro de 2008 22:51  
Blogger O Árabe disse...

Bem o disseste, Perla: cantar o Amor é preciso! :) Bom fim de semana.

6 de novembro de 2008 07:57  
Blogger O Árabe disse...

Esta é a força do Amor, Carla: apoderar-se de nosso corpo e nossa alma. :) Bom fim de semana.

6 de novembro de 2008 07:59  
Blogger O Árabe disse...

Eu agradeço, minha amiga ermitã. É sempre bom ler as tuas palavras! :) Bom fim de semana.

6 de novembro de 2008 08:01  
Blogger O Árabe disse...

Meu abraço, amigo Valente. Bom fim de semana!

6 de novembro de 2008 08:01  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, Mônica. Todos precisamos dessa suave companhia. :) Bom fim de semana.

6 de novembro de 2008 08:02  
Blogger O Árabe disse...

Grato, Tagarelas. E é sempre agradável a tua presença! :) Bom fim de semana.

6 de novembro de 2008 08:03  
Blogger Claudinha disse...

Olá Àrabe! Lindo poema, linda canção. Às vezes a poesia pode cicatrizar feridas e, mesmo quando podemos ver o amor e a poesia no outro,é maravilhoso recebê-la de quem amamos... Adorei seu poema, você sempre me faz lembrar alguma coisa que já vivi.

Lembrei especialmente de Isabeau (Lady Falcão) e Ravengar e seu amor proibido

6 de novembro de 2008 11:01  
Blogger Marianna disse...

Como é bonito seu texto, me emocionou e me fez pensar em tantas coisas... é de uma sensibilidade impar... muito lindo, muito tocante... Parabéns!

6 de novembro de 2008 15:41  
Blogger O Árabe disse...

Sabe, Claudinha? O estranho é que as suas crônicas me trazem doces saudades de uma infância que não vivi... :) Bom fim de semana, amiga!

7 de novembro de 2008 07:46  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, Marianna. Volte sempre que quiser... o oásis é nosso! :) Bom fim de semana.

7 de novembro de 2008 07:47  
Blogger São disse...

Eu é que agradeço o teres aceite tão humilde homenagem...
Bem hajas!

9 de novembro de 2008 05:15  
Blogger O Árabe disse...

Bem hajas, São... a amizade sempre faz aflorar o melhor de nós! :) Boa semana, amiga.

9 de novembro de 2008 13:35  
Blogger Vanda disse...

Lindissimo!

Mas se o ler é belo...

... ouvi-lo do outro também é caricia :)



E dize-lo também é amar, no complemento da musica dos corpos...

16 de novembro de 2008 15:33  
Anonymous Anônimo disse...

Fiquei encantada em conheçer seu blog...
Parabéns!!!

18 de novembro de 2008 06:59  
Anonymous malkabadra disse...

não quero ser anonima...
bjs

18 de novembro de 2008 07:00  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, cara e anônima Malkabadra; pena que você não deixou o link, para que eu possa retribuir a visita. Volte sempre, o oásis é nosso! :)

20 de novembro de 2008 04:16  
Blogger O Árabe disse...

Com certeza, Vanda! Certas palavras aos ouvidos nos acariciam a alma. :)

20 de novembro de 2008 04:18  
Blogger Porcelain Doll disse...

O mundo visto através dos olhos de quem se ama é um novo mundo... um mundo em que nos descobrimos a cada momento... um mundo ao qual parecíamos, talvez, não pertencer, mas que depois de observarmos com atenção é, na verdade, a caixa que guarda, sempre guardou, todos os segredos a nosso respeito...

:-))

31 de janeiro de 2009 06:58  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial

Real Time Web Analytics Real Time Web Analytics Real Time Web Analytics Clicky