O Árabe

Idéias, sentimentos, emoções. Oásis que nos ajudam a atravessar os trechos desérticos da vida...

domingo, 7 de setembro de 2008

A RAZÃO DAS MINHAS PALAVRAS

Deixai que eu vos fale do que me ensinastes. Pois a sabedoria oculta é como o tesouro enterrado, que de nada pode valer; e não é sábio aquele que enterra o seu tesouro, mas o que dele sabe usufruir.

Repartir a sabedoria é uma forma de aumentá-la; e também aprende aquele que ensina. Pois o homem não consegue falar a si mesmo, senão quando finge falar aos outros homens.

Assim como o homem apenas percebe as suas próprias necessidades, apenas aprende através do seu próprio sofrimento.

Contudo, necessito falar-vos; pois muito me tenho calado, para ouvir os vossos pensamentos. E devo, agora, devolver o que me tendes ensinado.

Se o posso fazer, é porque tendes consciência das verdades que existem em vós. Apenas necessitais de ouví-las, porque ainda não aprendestes a conviver com o vosso verdadeiro Eu.

Assim precisais que alguém vos diga o que já sabeis, para descobrirdes o vosso saber. Como é preciso que alguém vos proclame belos, para que possais descobrir a vossa beleza.

Deixai que me assente entre vós, pois o tempo é como um rio, correndo sempre em direção ao futuro. E contra a sua correnteza navega o barco das lembranças, que nos conduz aos portos do passado.

Por isto, preciso estar nas vossas lembranças; para que o que aprendi não se perca nas águas do tempo, mas possa perpetuar-se em vossos corações.

Quando eu me for, peço apenas que não lastimeis a minha partida.

Pois não é sábio aquele que se perde em lamentações e sofrimento, por uma ausência. Mas aquele que recorda as alegrias de que desfrutou, durante a presença.

Pois a lágrima é a véspera do sorriso; assim como o sorriso é a lágrima, antes de nascer. E, assim, tudo aquilo que vos pode parecer um fim é, na verdade, um começo; pois a vida não se detém, como não tem fim a Eternidade.

E a Eternidade existe em vós; como a Luz nos raios do sol, ou o Amor no pranto do adeus!

Vinde.

Irei falar-vos do que sabeis, para que o possais aprender. E para que eu mesmo o aprenda. Pois o homem jamais sabe tudo que existe em si próprio.

Deixai-me falar aos ouvidos dos vossos corações; em voz baixa, pois a razão não necessita gritar, para se fazer ouvir.

E serão inúteis as minhas palavras, se eu não as disser em nome da Razão. E se nelas não houver o espírito da Verdade.

Porque a palavra vã não ultrapassa os limites dos ouvidos, e a boa palavra frutifica nos corações.


Texto do livro A Sabedoria de Hassan.

Desculpo-me com os amigos, por não ter podido responder aos seus comentários nas duas últimas semanas. Estejam certos de que li cada comentário com o mesmo carinho de sempre, e peço que continuem a deixar as suas impressões. Vocês são a razão de ser do nosso oásis.

68 Comentários:

Blogger MoonLight disse...

Amigo Árabe,
sempre com uma sabedoria que me deixa a reflectir... e a Sentir cada palavra!
digo baixinho, que o coração ouve bem, num sussurro apenas que é bom vir aqui! há sempre algo que se aprende com esta partilha tão boa!
Obrigado.
boa semana.
Bjs de Luz*

7 de setembro de 2008 15:22  
Anonymous Olhos de Mel disse...

É Árabe, assim faz o sábio; ensina, para que daquele ensinamento, possa tirar lições. Porque certo, é que jamais saberemos tudo. E, mais certo ainda, é chegar aqui e encontrar uma fonte inesgotável de sabedoria e beleza!
Boa semana! Beijos

7 de setembro de 2008 17:26  
Blogger C Valente disse...

Tanta sabedoria e o homem de hoje nada aprende
Saudações amigas

8 de setembro de 2008 02:13  
Blogger Yvonne disse...

Amigo querido, não precisa se desculpar, basta postar preciosidades do tipo.
Beijocas

8 de setembro de 2008 05:40  
Anonymous DO disse...

Esta troca de experiencias e aprendizado é vital na nossa sociedade,Arabe. Infeliz daquele que não compartilha o que sabe.
Não aprende nunca nada.

Grande abraço!

8 de setembro de 2008 08:51  
Anonymous cõllybry disse...

Olá, sempre com sabedoria Teus post amigo...Voltando e agradecendo a visita na minha ausência...

É muito gratificante partilhar a sebedoria de nós, sempre se aprende muito...

Beijito doce

8 de setembro de 2008 10:45  
Blogger Gerlane disse...

Não me aterei muito ao teu texto, só te digo que, pra variar, está EXCELENTE! Mas, a música me encantou! Touxe-me maravilhosas recordações.

Uma ótima semana pra ti!

Beijos!

8 de setembro de 2008 16:51  
Blogger Carla disse...

...porque as palavras têm raízes
beijos

9 de setembro de 2008 06:13  
Blogger Tina disse...

Oi Árabe!

E eu, sempre a espera de tuas boas palavras. Na hora certa, sempre precisas. Obrigada amigo.

beijo grande, lindo dia.

9 de setembro de 2008 17:39  
Blogger VANUZA PANTALEÃO/OBRA LITERÁRIA disse...

Amigo!
Estou com a cabeça quente hoje, você notou...Venho amanhã para ler seu texto e ouvir essa canção. Boa noite!

9 de setembro de 2008 19:54  
Blogger Carol disse...

E se há palavras que são dignas de ser lidas, são as que encontramos por aqui!

Beijinhos e boa semana!

Lamento não ter um novo post no Poeti@r, mas ando numa fase laboral complicada e o tempo foge...

10 de setembro de 2008 03:07  
Blogger mundo azul disse...

Bom dia!

Mais um belo texto!
A dualidade, sempre ela...O eterno movimento do samsara, não permite estabilidade...

Quanto ao seu comentário lá no Mundo azul...Concordo!
Os nossos medos e sombras são os que mais devemos, não temer, mas, dar atenção redobrada, pois aí é que estão instalados os nossos bloqueios... Aqueles que não nos permitem avançar com liberdade...


Beijos de luz e um dia muito feliz!!!

10 de setembro de 2008 03:44  
Blogger VANUZA PANTALEÃO/OBRA LITERÁRIA disse...

Amigo, aqui estou!
Quanta Sabedoria podemos colher...Porém, uma ficou a ecoar nos meus ouvidos, aquela que fala na "palavra vã". Enfim, na palavra morta que não é posta em prática. Mesmo que tenhas que te afastar por motivos pessoais e não possas nos responder, estaremos aqui...SOMOS AMIGOS, TEMOS QUE SER FRATERNOS! Uma linda tarde...

10 de setembro de 2008 08:40  
Anonymous Márcia(clarinha) disse...

Aqui é o oásis que me refresca e alimenta de bons pensamentos e ensinamentos.
Obrigada amigo.

lindos dias
beijos

10 de setembro de 2008 11:59  
Blogger Carol disse...

Tenho um prémio para ti no meu cantinho.

10 de setembro de 2008 14:57  
Blogger C Valente disse...

Que a paz governe o mundo
Saudações amigas

10 de setembro de 2008 15:02  
Blogger anónimo disse...

será preciso ouvir a verdade para acreditar nela?

how much time left ?

10 de setembro de 2008 15:35  
Blogger Patty disse...

Palavras tão belas e cheias de verdade.
Adorei ler tudo isso e as levo em meu coração.
Beijosssss

10 de setembro de 2008 16:52  
Blogger Perla disse...

Amo a Sabedoria destas Palavras!

Nunca deixes de as proferir.

Bjs

11 de setembro de 2008 01:14  
Blogger moonlight song disse...

Olá Árabe :) assim é... a partilha de aprendizagem é ampliá-la e aprendizagem também. É mesmo verdade que "a lágrima é a véspera de um sorriso", "o sorriso é a lágrima antes de nascer", que bonita maneira de o dizer!!
E o que é um fim é sempre um começo, pois são indissociáveis nesta roda que é a vida. O meu coração gosta de ouvir as tuas palavras, baixinho, baixinho... porque mais não é preciso.
Beijos e bom fim de semana.

11 de setembro de 2008 07:45  
Blogger Deusa Odoyá disse...

Meu estimado amigo Arabe.

Passei para lhe desejar uma semana com muita paz, amor e saúde.
Sempre a nos passar suas lições de uma vida.
beijos amigo.

Te aguardo em meu cantinho.

Regina Coeli.


.

11 de setembro de 2008 10:58  
Blogger FERNANDA & POEMAS disse...

Olá querido Amigo Àrabe, tantas palavras ditas, escritas, tantos ensinamentos e como diz o nosso Amigo C Valente ( tanta sabedoria e o homem de hoje nada aprende )... Verdades, Amigo!
Bom fim de semana, beijinhos de carinho,
Fernandinha

11 de setembro de 2008 14:28  
Blogger Olhos de mel disse...

Oie Árabe! Passando para lhe desejar um bom fim de semana! Beijos

11 de setembro de 2008 16:00  
Blogger GarçaReal disse...

Ler-te é meditar.
É partir a pensar , a interiorizar as tuas palavras.

É sempre bom deparar com uma pessoa como tu que me alerta o espirito para a realidade das importâncias da vida.

Bjgrande do Lago

11 de setembro de 2008 17:10  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, Moonlight. Aprender é, também, recordar aquilo que já existe em nós. :) Bom fim de semana.

12 de setembro de 2008 04:16  
Blogger O Árabe disse...

A verdade, Olhos de Mel, é que juntos aprendemos sempre mais. :) Bom fim de semana.

12 de setembro de 2008 04:16  
Blogger O Árabe disse...

Esta, amigo Valente, tem sido uma das nossas dificuldades, atrav´s dos tempos... :) Bom fim de semana, amigo.

12 de setembro de 2008 04:17  
Blogger O Árabe disse...

Grato, Yvonne, pela gentileza e amizade. Bom fim de semana!

12 de setembro de 2008 04:18  
Blogger O Árabe disse...

Assim, é, DO. Acho que escrevi, não sei onde, que não pode ensinar aquele que se nega a aprender. :) Bom fim de semana, meu abraço.

12 de setembro de 2008 04:19  
Blogger O Árabe disse...

Bem-vinda de volta, Collybry. Fazes falta! Bom fim de semana.

12 de setembro de 2008 04:20  
Blogger O Árabe disse...

Realmente linda esta música, não, Gerlane? Muitas recordações de um tempo, talvez, mais romântico... :) Bom fim de semana.

12 de setembro de 2008 04:21  
Blogger O Árabe disse...

Têm Carla... e muitas vezes fazem nascer raízes em nós. :) Bom fim de semana.

12 de setembro de 2008 04:22  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado a você, Tina, pela gentileza e amizade. Bom fim de semana, amiga!

12 de setembro de 2008 04:22  
Blogger O Árabe disse...

Ainda bem que você voltou, Vanuza. Esta canção realmente vale a pena! :)

12 de setembro de 2008 04:23  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, Carol... e acredite que entendo. Até porque ando também em fase semelhante. :)

12 de setembro de 2008 04:24  
Blogger O Árabe disse...

O medo, Zélia, é sem dúvida o maior dos nossos entraves; vencê-lo é o maior desafio. :) Bom fim de semana!

12 de setembro de 2008 04:26  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, Vanuza. Palavras assim justificam a existência deste nosso oásis. Bom fim de semana!

12 de setembro de 2008 04:27  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado a você, Clarinha, pela gentileza. Você é sempre bem vinda, amiga! :) Bom fim de semana.

12 de setembro de 2008 04:28  
Blogger O Árabe disse...

Carol, obrigado pelo prêmio e pela amizade! No novo post, ele adornará o nosso oásis. :) Bom fim de semana!

12 de setembro de 2008 04:29  
Blogger O Árabe disse...

Que assim amigo Valente. E que aumente cada vez mais a nossa amizade! :)

12 de setembro de 2008 04:30  
Blogger O Árabe disse...

Infelizmente, Anónimo, há dois mil anos a ouvimos... e ainda hoje nem sempre acreditamos! :) Bom fim de semana.

12 de setembro de 2008 04:31  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, Patty, volte sempre: o oásis é nosso! Bom fim de semana.

12 de setembro de 2008 04:32  
Blogger O Árabe disse...

Grato, Perla. Continuarei a dizê-las, sim, enquanto vocês estiverem dispostos a ouvir-me.:) Bom fim de semana!

12 de setembro de 2008 04:33  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, Moonlight Song... e estás certa, sim. A aprendizagem é uma canção para ser cantada em coro! :) Bom fim de semana.

12 de setembro de 2008 04:36  
Blogger O Árabe disse...

Bem-vinda, Deusa. É sempre uma alegria a sua presença em nosso oásis. Bom fim de semana!

12 de setembro de 2008 04:36  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, Fernanda. Apenas tento repartir o que a vida nos ensina, amiga. :) Bom fim de semana!

12 de setembro de 2008 04:37  
Blogger O Árabe disse...

Bom fim de semana, Olhos de Mel. Paz... e muita alegria! :)

12 de setembro de 2008 04:38  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, amiga Garça. Esta é a realidade que existe em nós! :) Bom fim de semana.

12 de setembro de 2008 04:39  
Blogger mundo azul disse...

Meu bom amigo, bom dia!
Li novamente o texto... São palavras de sabedoria e amor!


Desejo sinceramente que tudo esteja muito bem com você!!!

Beijos de luz e o meu carinho...

13 de setembro de 2008 04:39  
Blogger Benó disse...

Vim para lê-lo e meditar, como sempre.

Quero desejar um bom fim de semana.

Temos o Outono entre nós e as árvores já se despem para que a chuva que não tarda, as poder acariciar e dar-lhes frescura.

Um grande abraço.

13 de setembro de 2008 11:42  
Blogger burro disse...

há quem
nem
a gritar
oiça a razão.
eles nem ouvem
na tempestade
o ribombar
do trovão.

13 de setembro de 2008 19:29  
Anonymous Beatriz disse...

Passando para ler, reler, e novamente aprender um pouco mais sobre a vida.

Sorrisos, estrelas e beijos no teu domingo, amigo querido!

13 de setembro de 2008 19:32  
Blogger FERNANDA & POEMAS disse...

Olá querido Amigo Árabe, votos de bom Domingo, beijinhos de carinho,
Fernandinha

14 de setembro de 2008 06:08  
Anonymous cõllybry disse...

Sempre com sabedoria seus posts,para meditar, e ver com olhos de Alma...

Amigo, doce beijo

14 de setembro de 2008 10:28  
Blogger Eärwen Tulcakelumë disse...

Querido Amigo,

Primeiro dizer que a foto me encantou...pensei no meu mundo....
Que tuas palavras sejam sempre povoadas de razão, que nos fazem meditar e apurar mais e mais nossos ouvidos para ouvi-las. Bem haja , sempre!
Desculpe-me pela ausência, mas a natureza me impôs um repouso forçado. Melhor um pouco, volto para ler-te. Pergunto se tenho algum modo de escrever-te...

Entrego em tuas mãos pérolas incandescentes de boas palavras, banhadas no rio de lava do meu mundo.

Eärwen

15 de setembro de 2008 10:28  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, Zélia, e retribuo os seus votos. De coração! Boa semana, amiga.

15 de setembro de 2008 19:14  
Blogger O Árabe disse...

Eis um prazer que não tenho, Benó: não posso admirar o outono, em cores reais. Aqui, é verão o ano inteiro. Boa semana, amiga!

15 de setembro de 2008 19:15  
Blogger O Árabe disse...

E realmente é assim. E depois os burros somos nós, não é, amigo? :) Meu abraço, boa semana.

15 de setembro de 2008 19:16  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, Beatriz. E que muitas alegrias se derramem sobre ti, nesta semana! :))

15 de setembro de 2008 19:17  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, Fernanda. E que tenhas uma semana plena de alegria, são os meus votos!

15 de setembro de 2008 19:18  
Blogger O Árabe disse...

A sabedoria realmente está em vocês, Collybry, que sabem ver com os olhos da alma. :) Boa semana, amiga!

15 de setembro de 2008 19:19  
Blogger O Árabe disse...

Eärwen, amiga, alegro-me em saber-te de volta e já recuperada. Que esta semana te traga muitas alegrias e ainda mais saúde! :)

15 de setembro de 2008 19:21  
Blogger Vanda disse...

Sabes, amigo Arabe, há quem necessite fazer uma longa viagem para descobrir o que sempre existiu dentro dele, esperando ser descoberto...

Na realidade, necessitamos das metaforas na nossa vida, como de novas paisagens nos nossos olhos...

Há muitos que dizem que a viagem à India, por exemplo, os modificou de tal forma que não mais voltaram a ser os mesmos...

Assim acontece também com as palavras: muitas vezes temendo tomar conhcimento do que nos habita nas terrras mais profundas da nossa alma e conscencia, precisamos ter quem o faça por nós ou quem mostre o caminho...

Poque acredito que é através das estradas de pó, metaforicas ou não, que conseguimos sempre vislumbrar a luz, sei que todos os caminhos são válidos e as palavras, essas, podem ser de infinita luz... para quem teme a aventura da viagem em si mesmo...

18 de setembro de 2008 06:01  
Blogger O Árabe disse...

Muito bem colocado, Vanda! Eis que só nos encontramos na viagem mais longa e difícil, talvez: o mergulho em nosso verdadeiro Eu! :) Bom fim de semana.

19 de setembro de 2008 19:59  
Blogger Porcelain Doll disse...

É magnífico não é? Aquele que ensina, aprende também... de cada vez que ensinamos algo, esse algo que ensinamos transfigura-se e entranha-se em nós um pouco mais, tornando a sua própria construção mais e mais sólida...

Quanto maior a sensibilidade e a vigilância, menos sofrimento é necessário para existir aprendizagem, pois menos resistência se oferece à descoberta daquilo que afinal sempre se soube...

Este livro é para mim misterioso, pois já por mais de uma vez dei por mim a escrever as suas palavras, ainda antes de as ler... talvez eu tenha a sua sabedoria algures em mim e precise apenas de um parágrafo para descobrir tudo o resto...

:-))

21 de setembro de 2008 05:17  
Blogger O Árabe disse...

Quem sabe, Porcelain Doll? Talvez em cada um de nós existam algumas páginas desse livro infinito... :) Boa semana!

22 de setembro de 2008 12:24  
Blogger Porcelain Doll disse...

:-))) Há coisas assim... infinitas!!

:-))

6 de outubro de 2008 07:32  
Blogger O Árabe disse...

Como a própria vida, Porcelain Doll... que se renova a cada dia. :)

10 de outubro de 2008 19:34  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial

Real Time Web Analytics Real Time Web Analytics Real Time Web Analytics Clicky