O Árabe

Idéias, sentimentos, emoções. Oásis que nos ajudam a atravessar os trechos desérticos da vida...

sexta-feira, 26 de junho de 2009

A BAGAGEM E O CAMINHO

Não são os anos que pesam, mas as desilusões.

Entretanto as mágoas, que no passado nos queimaram a alma, formam o aprendizado que nos protege de novos sofrimentos.

É com os sonhos mortos e a argamassa das lágrimas, que pavimentamos o caminho para o Conhecimento. E apenas ao alcançá-lo, descobriremos que nele se encontra a plenitude do Ser.

Que não vos perturbe, porém, esta realidade. Pois, assim como os oásis amenizam o deserto escaldante, também a alegria estará em vossos caminhos; e o som argentino dos risos vos fará esquecer o lamento abafado do pranto.

Não podeis deter a noite e o dia. Mas aprendestes a acender o fogo, para afastar o escuro da noite; e a buscar o conforto da sombra, quando vos fustiga o calor do sol.

E é assim que podeis fazer, quanto às vossas alegrias e tristezas. Porque da importância que a umas e outras atribuirdes, dependerá a vossa capacidade de ser feliz durante a caminhada.

Valorizai as vossas emoções. Pois, se é o pensamento que vos guia, são as emoções que vos permitem sentir a Vida. E não estará completo o viajante que pelas estrelas se orienta, se nelas não perceber a magia do Universo.

Guardai-vos, todavia, de permitir que as emoções vos conduzam. Pois o barco que à correnteza se entrega, findará por naufragar na cachoeira que se oculta atrás da curva do rio.

Há elevadas montanhas e insondáveis abismos. E, se não é sábio viver na escuridão da profunda caverna, tampouco o seria habitar a montanha, onde o ar rarefeito não dá suporte à vida.

Buscai a sabedoria. E não é nos livros que a encontrareis, mas na experiência. É a queda que ensina o pássaro a voar, e só se torna calejado o pé que sangrou nas pedras do caminho.

Que não vos preocupe, pois, o passar dos anos. Cuidai, sim, de aproveitar cada momento; de aprender com as desilusões e viver intensamente as vossas alegrias.

Dia virá em que toda a carga nos será tirada dos ombros, e esmiuçaremos as nossas mochilas. Talvez, então, risos passados se transformem em pranto e de antigas lágrimas sorrisos possam brotar.

Pois cada um de nós necessitará rever os seus conceitos e a sua bagagem. Sacudiremos a poeira do caminho e como crianças mergulharemos no oceano do Infinito, antes de tomar as nossas novas vestes.

Para que outra jornada se inicie.

56 Comentários:

Anonymous De... disse...

Pra que carregarmos tanto peso, não é? Sofremos...aprendemos...e depois, vamos seguir, pois a Vida é sempre para frente.
E quando chegarmos ao final deste Caminho, vamos vasculhar nossa mochila e colocar na alma tudo aquilo que resultou em amor.

"... e como crianças mergulharemos no oceano do Infinito, antes de tomar as nossas novas vestes.
Para que outra jornada se inicie."

Texto perfeito, Árabe...Perfeito!

26 de junho de 2009 18:52  
Blogger Whispers disse...

Ola Arabe!
''Entretanto as mágoas, que no passado nos queimaram a alma, formam o aprendizado que nos protege de novos sofrimentos.''
Na verdade se fosse assim so se sofria uma vez.

Ao passar os anos a bagagem fica pesada demais,mas eh tao dificil deitar fora certas coisas,algumas ate que ja nao nos fazem falta

Meu querido,Arabe,eh bom te vir ler,e eh bom sair daqui de alma cheia

Beijinhos e bom fim de semana
Rachel

26 de junho de 2009 19:52  
Blogger FERNANDA & POEMAS disse...

QUERIDO AMIGO ÁRABE... MARAVILHOSAS PALAVRAS, NESTE TEU SUBLIME TEXTO!!!
ENTRARAM NA MINHA ALMA... ABRAÇO-TE COM AMIZADE,
FERNANDINHA

27 de junho de 2009 04:36  
Anonymous  disse...

Árabe cada dia que passamos, deixamos ao longo do caminho, muito de nós e levamos conosco, ensinamentos da vida. Para cada bagagem deixada, um novo aprendizado. Assim é a jornada até que nos tornemos espíritos iluminados.
Aquele que por ventura segue e se recusa a se despojar do peso que traz, é porque ainda precisa cumprir a missão designada pelo Pai. Nada passou, nada evoluiu...
Lindo poema, Árabe! Que a Luz Divina continue soprando aos seus ouvidos, belas mensagens, para iluminar nossos caminhos.
Boa semana!
Beijos

28 de junho de 2009 09:00  
Blogger GarçaReal disse...

Sim ....A longa caminhada. O tirar as pedras para poder passar sem ferir em demasia os pés que tentam seguir seu caminho.

Depois...O cais da vida?

Talvez

Sempre muito meditativo ler-te...

Uma boa semana

Bjgrande do Lago

28 de junho de 2009 09:50  
Blogger Mau Feitio disse...

cada momento sim! com a consciência de que em cada um,nos é oferecida a hipótese de nos resgatarmos um pouco mais. cada um a devolver a oportunidade de manter um padrão, ou de compreendê-lo, aceitá-lo e amá-lo e fluir para novas energias de transmutação.
obrigado pela maravilhosa partilha de palavras. muito obrigado!

28 de junho de 2009 10:46  
Blogger Claudinha ੴ disse...

Caro amigo, é melhor pensar bem no que levamos, a bagagem pode pesar em nossos ombros depois... Linda mensagem! Beijo.

28 de junho de 2009 11:22  
Blogger Eärwen Tulcakelumë disse...

É neste oásis de sabedoria que venho passear neste final de domingo, onde sei, com certeza, que meus olhos lerão palavras de orientação e conforto. Bendito seja o anjo que te ilumina o caminho fazendo que com tuas palavras sirvas de farol a muitos que por aqui passam. Bem haja meu amigo!
Pérolas incandescentes de amizade e paz entrego a ti.
Eärwen

28 de junho de 2009 16:22  
Blogger Mariz disse...

Salvé meu amigo!
Ficaste aborrecido comigo quando referi que revesses algo num dos posts anteriores?
Peço desculpa...
Penso porém que estamos cá para isso, tentar que outro/a não entre em equívocos - o mesmo espero de ti.

Neste texto é bem verdade que, embora não hajam amanhãs, ou onténs porque sempre vivemos no eterno agora - embora em épocas diferentes- devemos largar a bagagem que ainda possa pesar-nos.
Só assim, o caminho fica mais leve e os nossos pés, com menos feridas.

Abraço meu de sempre
Mariz

ESPAVO!

28 de junho de 2009 22:43  
Blogger Susana disse...

Boa tarde, em nome da organização de blogagem colectiva Aldeia da Minha Vida, quero agradecer a sua participação, na qualidade de leitor(a) e eleitor(a) pelo seu contributo para o sucesso da mesma.
Dia 30 de Junho serão publicados os resultados. Até lá, um bom fim-de-semana!
Susana Falhas
www.aldeiadaminhavida.blogspot.com

29 de junho de 2009 06:54  
Blogger © Piedade Araújo Sol disse...

palavras sábias, para meditar.

um beij

29 de junho de 2009 08:07  
Blogger VANUZA PANTALEÃO disse...

Boa tarde, Árabe!
É a mais pura verdade, amigo. Estamos sempre carregando um peso além das nossas forças e, ironia das ironias, desnecessário.
Obrigada sempre por seu carinho em nosso espaço!!!Bjsss

29 de junho de 2009 09:53  
Blogger O Árabe disse...

Boa pergunta, De: para que? :) Boa semana!

29 de junho de 2009 10:46  
Blogger O Árabe disse...

E assim é, Rachel. Quantas mais duras as lições, melhor as aprendemos. :) Boa semana!

29 de junho de 2009 10:48  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, Fernanda. Boa semana, amiga! :)

29 de junho de 2009 10:48  
Blogger O Árabe disse...

Belo comentário, Lu. Evolução: eis a palavra chave. :) Boa semana!

29 de junho de 2009 10:49  
Blogger O Árabe disse...

Talvez, Garça. Mas, certamente, sempre haverá um depois. :) Boa semana!

29 de junho de 2009 10:50  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, amiga, pelo belo feitio do comentário e pela gentileza! :) Boa semana.

29 de junho de 2009 10:51  
Blogger O Árabe disse...

Bela síntese, Claudinha: esta é a idéia. :) Boa semana!

29 de junho de 2009 10:51  
Blogger O Árabe disse...

Grato, Eärwen. Boa semana, amiga!

29 de junho de 2009 10:52  
Blogger O Árabe disse...

Mariz, amiga, isto jamais aconteceria! O que seria do oásis, se nele não fossemos livres para expor as nossas idéias? Fica tranquila, e que a semana te corra muito bem! :)

29 de junho de 2009 10:55  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, Susana, pela gentileza da lembrança. Boa semana!

29 de junho de 2009 10:55  
Blogger O Árabe disse...

Grato, Piedade. Volta sempre, o oásis é nosso! :) Boa semana.

29 de junho de 2009 10:56  
Blogger O Árabe disse...

Assim é Vanuza. E obrigado, amiga, pela gentileza. :) Boa semana!

29 de junho de 2009 10:57  
Anonymous Luisa Paula disse...

Para que outra jornada se inicie...
Assim espero :)
Até breve...

Beijo

29 de junho de 2009 11:00  
Blogger R. Rudoisxis disse...

Pura verdade sem dúvida, também e aqui o inicio do texto.Depois começa a caminhada e a procura.
Alguns não procuram apenas deixam rolar as milhas deixando pegadas nas areias dos desertos que trilham escaldantes tantas vezes. Pegadas que desaparecem ao sopro da mais suave brisa.
Depois e neste belissimo texto de um irmão nómada mostra o conhecimento da caminhada. Rumo ao saber procurando que forças envolventes o iluminem.
Nómada fui e já não sou. As areias do deserto despediram-se de mim sopradas por ventos que as levavam a seguir-me formando dunas como se de um cortejo funebre se tratasse.
Desculpe o comentário só entendivel por alguns, mas o seu texto está excepcional e convida a isso. Poesia em forma de prosa ou poesia sem a prisão tradicional a rimas e numero de silabas.
Certo é que está muito belo e eu para o dizer é porque o sinto.
Um Abraço from Rudoisxis

29 de junho de 2009 12:15  
Anonymous DO disse...

Tem razão,Arabe. Uma vez escutei,muitos anos atras,que a vida vale mesmo pelas emoções que passamos ,e o que elas fazem conosco depois que se vão,que aprendizado tiramos disto.

E é a pura verdade!!

Grande abraço!

29 de junho de 2009 12:15  
Blogger São disse...

Toda a bagagem (nos) é indispensável e todo o caminho se estende a nossos pés.

Foi muito bom os nossos caminhos se terem cruzado, de verdade.Porque assim , minha bagagem ficará mias rica!

Bem hajas, Swami!

29 de junho de 2009 12:22  
Blogger Menina do Rio disse...

...assim como os oásis amenizam o deserto escaldante, também a alegria estará em vossos caminhos; e o som argentino dos risos vos fará esquecer o lamento abafado do pranto.

Nada mais a dizer, Profeta!

Deixo um beijo

29 de junho de 2009 16:22  
Blogger Tina disse...

Oi Árabe!

Exatamente o que precisava ler hoje, obrigada meu amigo.

beijo grande com carinho,

29 de junho de 2009 18:26  
Blogger Perla disse...

"Não são os anos que pesam, mas as desilusões." Que belo início!

Gostei particularmentede:
"Guardai-vos, todavia, de permitir que as emoções vos conduzam. Pois o barco que à correnteza se entrega, findará por naufragar na cachoeira que se oculta atrás da curva do rio."

Que os pés não deixem de se sentir seguros em terra!

Bjins


Por isso me sinto leve...

30 de junho de 2009 01:59  
Blogger SILÊNCIO CULPADO disse...

Árabe

Não é fácil lidar com a finitude nem com o tempo que nos rouba beleza e oportunidades. Por mais que queiramos o tempo não se dá nem se adquire e é, talvez, o único elemento verdadeiramente democrático da nossa caminhada porque não se deixa comprar. Passa por ricos e pobres inexoravelmente. Traz sapiência? Sim, traz. Mas o momento em que essa sapiência faria sentido já ficou para traz. E é sempre o desconhecido, com a ausência mais crua, que nos traz o passo seguinte.
Apenas a serenidade e o desprendimento poderão acompanhar as folhas que caem. Sem recriminações, suavemente, preenchendo lacunas sem querer voltar atrás.
E as emoções essas são o luxo a que nos podemos dar sempre.

Abraço

30 de junho de 2009 13:53  
Blogger Susana disse...

Olá!

A blogagem da Aldeia da Minha Vida foi um grande sucesso, graças à sua participação e divulgação.

Convido-o(a) a participar na próxima blogagem de Julho “ Férias na Minha Terra”.

É uma oportunidade única para demonstrar a todos que vale a pena passar férias no nosso país, especialmente na nossa querida terra, seja ela aldeia, vila ou cidade.

Inscreva-se e mande o seu texto até 7 de Julho para o seguinte e-mail: aminhaldeia@sapo.pt

Para premiar a sua participação, vamos atribuir ao melhor post um fantástico prémio e ao melhor comentário também.

Muito obrigado pela sua atenção!

Votos de um feliz dia!

Susana Falhas

1 de julho de 2009 04:26  
Blogger Barbara disse...

Bálsamo.
Mas sabe?
Eu bem que queria uma alegriazinha antes de esvaziar a mochila.
Não falo de alegria interna - não falo de euforia ( que nem conheço e não quero)
Falo de uma alegria de eu-mãe.
Quero ver meu filho menos angustiado, que a sorte lhe caia sobre ombros e que ele a conduza com um jeito leve, equilibrado, como se conduzisse um alvo, macio, carneirinho.
Será que estou dizendo bobagens?
Mãe tem dessas coisas...

1 de julho de 2009 12:00  
Blogger Feiticeira disse...

Boa Noite meu Amigo

"Não são os anos que pesam, mas as desilusões.

Entretanto as mágoas, que no passado nos queimaram a alma, formam o aprendizado que nos protege de novos sofrimentos"....

As desilusões pesam sim, mas nem sempre aprendemos e não passamos por novos sofrimentos

Cada momento é unico e sendo assim por vezes acabamos por cometer os mesmos erros, o que não deveria acontecer, mas o ser humanos por vezes não quer aprender

Amei o texto, linda semana pra ti

Beijos

1 de julho de 2009 14:31  
Blogger O Árabe disse...

Assim será, Luisa Paula... o Universo espera por nós. :) Bom resto de semana!

2 de julho de 2009 06:06  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, Ruxx.. belo comentário, sim; e nem tão difícil de entender. :) Meu abraço, bom resto de semana!

2 de julho de 2009 06:08  
Blogger O Árabe disse...

Verdade, sim, DO... ainda bem que aprendemos! :) Meu abraço, bom resto de semana.

2 de julho de 2009 06:09  
Blogger O Árabe disse...

Bem colocado, São; a amizade sempre enriquece (e muito) a nossa bagagem. Obrigado também por isto, boa semana. :)

2 de julho de 2009 06:10  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, Menina. Inclusive pela amizade, que te leva a julgar-me profeta. :) Bom resto de semana!

2 de julho de 2009 06:11  
Blogger O Árabe disse...

Que assim possa ser sempre, Tina! :) Obrigado, amiga, bom resto de semana.

2 de julho de 2009 06:12  
Blogger O Árabe disse...

Verdade, Perla. É preciso que os nossos pés não esqueçam a terra, para que as asas possam levar-nos ao céu. :) Bom resto de semana!

2 de julho de 2009 06:13  
Blogger O Árabe disse...

Belo comentário, Silêncio. As emoçõs e recordações são, sim, o luxo a que se dá a nossa alma. :) Bom resto de semana!

2 de julho de 2009 06:14  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, Susana. Desejo uma sucesso cada vez maior, para o teu belo espaço! :) Bom resto de semana.

2 de julho de 2009 06:15  
Blogger O Árabe disse...

Não, Bárbara, nenhuma bobagem. Antes a sabedoria do amor materno. :) Bom resto de semana, amiga!

2 de julho de 2009 06:16  
Blogger O Árabe disse...

Belo comentário, Feiticeira; obrigado. :) Bom resto de semana!

2 de julho de 2009 06:17  
Blogger Porcelain Doll disse...

Os anos... se forem olhados com sabedoria, em vez de fardos, os anos uns a seguir aos outros são asas que nos permitem voar... e a cada capacidade que se perde, há sempre uma mais importante que se ganha... :)

É por vezes tão difícil sentir as emoções, esmagadas que estão pelo pensamento frenético... é tão difícil, quando não estamos habituados a ouvir os nossos corações, perceber a magia do Universo... o equilíbrio - o eterno supremo objectivo, inalcançável objectivo...

A sabedoria encontra-se na experiência externa, mas também na experiência interna... mesmo sem a existência calos, pode existir experiência...

Viver intensamente tudo de bom que a vida tem para oferecer, aproveitar cada segundo, leva a que a morte não assuste...

Que revejamos a nossa bagagem com o máximo de frequência possível...

:)

2 de julho de 2009 17:38  
Blogger Mariz disse...

Salvé amigo!

"QUE NADA NOS PERTURBE"!

Penso que esta fraseé um das maiores em dimensão, pela esperança e confiança que se sente dela.
Nunca li nada que me soasse assim tão fortemente.
Venho informar-te que tens um post que te é dedicado "também"no meu blog.
Espero que gostes.
Abraço meu de sempre no céu!
MAriz

ESPAVO!

3 de julho de 2009 01:23  
Blogger . fina flor . disse...

sim, querido, por isso, depois de chorar pelas minhas, esqueço-as.

beijos

MM.

3 de julho de 2009 10:53  
Blogger Whispers disse...

Ola Arabe!

passando pra lhe desejar um feliz fim de semana
mil beijos
Rachel

3 de julho de 2009 11:07  
Blogger saheda.com disse...

النائب مشير المصري رئيس "الحملة الدولية للإفراج عن النواب المختطفين".. هل لكم أن تعطونا تعريفًا بالحملة التي ترأسونها؟

** بدايةً.. دعني أشكر "المركز الفلسطيني للإعلام" على اهتمامه الكبير بهذه القضية المهمة، ونحن نؤكد أنه مضى ثلاثة أعوام متواصلة على اختطاف نواب المجلس التشريعي الفلسطيني من قِبل الاحتلال الصهيوني أمام مرأى العالم ومسمعه، وهذا شكَّل سابقة خطيرة وجريمة سياسية وانتهاكًا صارخًا لمبادئ القانون واتفاقية "جنيف" الرابعة، ناهيك عن تجاوز الاحتلال قواعد الديمقراطية وأسس احترام إرادة الشعوب.

وإن الاحتلال الصهيوني يصر حتى الآن على انتهاك كرامة الديمقراطية بل ومحاكمتها من خلال استمراره في اختطاف النواب وتقديمهم إلى المحاكمات، والإمعان في ذلك بتمديد محكومياتهم غير الشرعية بعد انتهائها؛ بغية تغييبهم خلف قضبان السجون طيلة الدورة الانتخابية.

ومن منطلق رفضنا القاطع لاختطاف النواب ومحاكمتهم، واللذين شكلا محاكمة للديمقراطية واختطافًا لنتائجها، وإدراكًا منا أن مكان هؤلاء النواب المختطفين ليس في أقبية السجون ولكن في مواقعهم البرلمانية التي اختارهم لها الشعب الفلسطيني عبر صناديق الاقتراع واستمرارًا للجهود التي بذلت دفاعًا عن هذه القضية، وتوحيدًا لطاقات البرلمانيين والأحرار في العالم وصولاً إلى فجر حرية النواب المختطفين.. فقد قرَّرنا إطلاق "الحملة الدولية للإفراج عن النواب المختطفين".

ونحن في "الحملة الدولية للإفراج عن النواب المختطفين" نؤكد رفضنا القاطع للقرصنة الصهيونية والتدخل الفظ في الشأن الداخلي الفلسطيني ومحاولات تغيير الخارطة السياسية الفلسطينية عبر اختطاف النواب ونسف الخيار الديمقراطي، ونطالب بضرورة تحرك المجتمع الدولي لحماية القيم الإنسانية والأخلاق الديمقراطية ومواجهة الانتهاكات الصهيونية للأعراف والمواثيق الدولية، كما ندعو البرلمانيين في العالم وكل الأحرار إلى الانضمام إلى هذه "الحملة الدولية للإفراج عن النواب المختطفين" وتحمُّل مسؤولياتهم في الدفاع عن الديمقراطية، والعمل على تشكيل رأي عام عالمي ضاغط للإفراج عن النواب وتجريم هذه السياسة "الإسرائيلية" الخطيرة.

3 de julho de 2009 14:17  
Blogger O Árabe disse...

Concepção interessante, Porcelain Doll... belo comentário! :) Bom fim de semana.

3 de julho de 2009 20:13  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, Mariz; gostei muito, sim! Bom fim de semana, amiga; fica bem.

3 de julho de 2009 20:14  
Blogger O Árabe disse...

É uma boa solução, Mônica; com certeza! :) Bom fim de semana.

3 de julho de 2009 20:14  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, Rachel. Bom fim de semana, amiga! :)

3 de julho de 2009 20:15  
Blogger O Árabe disse...

Saheda, confesso que não entendi; mas o teu comentário deixou bem a caráter o nosso oásis. :) Bom fim de semana!

3 de julho de 2009 20:16  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial

Real Time Web Analytics Real Time Web Analytics Real Time Web Analytics Clicky