O Árabe

Idéias, sentimentos, emoções. Oásis que nos ajudam a atravessar os trechos desérticos da vida...

sexta-feira, 23 de abril de 2010

SONHOS E CICATRIZES

A cada um, pertencem as suas cicatrizes.

E é justo que assim seja. Porque cada homem sentiu as suas próprias dores e as suas próprias alegrias; e viajou a bordo das suas esperanças, e sentiu-se morrer um pouco, à morte de cada um dos seus sonhos.

Pois é certo que os sonhos não vivem para sempre. Sobrevivem, entretanto, nas lembranças. Assim, cada cicatriz é o túmulo de um sonho; porém, ali também se abriga a alegria que ele um dia vos trouxe.

Desfrutai, pois, das vossas cicatrizes. E da felicidade que habitou o vosso ser, enquanto em vós residiam as esperanças; que em chagas se transformaram, até que o tempo em cicatrizes as tornasse.

E aproveitai os ensinamentos que vos trouxeram. Porque, se culpa não cabe ao homem por tropeçar no obstáculo que ignora, o sábio é aquele que aprende a observar o caminho, para que não se repita a queda.

Pois é certo que causais a maioria das vossas dores. Não raro, na raiz de todo sofrimento está a decisão errada; o sentimento tresloucado, o egoísmo feroz, ou o orgulho desmedido. Estes são os pais da imprevidência.

Muitas vezes, procedeis como o agricultor incauto que, vendo abarrotado o celeiro, não percebe a umidade traiçoeira, que aos poucos apodrece os grãos e torna inútil todo o seu labor.

Ou como o avarento, que busca aumentar sempre os seus tesouros. E, na busca insana pelas moedas de que não necessita, sujeita-se aos sofrimentos da privação, para não gastar um pouco do muito que possui.

Deixai que eu vos diga, entretanto, que o lavrador em breve deplorará a miséria, por não ter sabido cuidar do que lhe pertencia. E o avarento jamais deixará a pobreza, pois é dentro dele que ela se encontra.

Não oculteis as vossas cicatrizes. Consultai-as, sempre, como o que verdadeiramente são: páginas do livro onde a Vida tem escrito a vossa história. E lembrai-vos de que outras páginas virão, até que o livro chegue ao seu final.

Delas, todavia, não vos deveis orgulhar. Porque ninguém se pode orgulhar dos seus erros, mas das lições que tenha aprendido. Como a criança que aprende a andar não se orgulha das quedas, mas de aprender a levantar-se.

Guardai as vossas cicatrizes. Lembrai-vos das lágrimas choradas na calada da noite, da dor a consumir o vosso peito; do desamparo infinito, ao ver ruir o sonho que vos animava a viver.

Lembrai-vos também, entretanto, do calor que vos percorre a alma; da esperança que vos acalenta o coração e se reflete em vosso sorriso e no brilho do vosso olhar, quando vos anima um novo sonho.

Sede gratos às vossas cicatrizes. Elas vos ensinam a viver.

A linda foto é do site 1000 Imagens.

48 Comentários:

Anonymous Olhos de Mel disse...

Querido Árabe; as cicatrizes, embora guardem as lembranças das nossas quedas, nos mostram que a cada uma delas, aprendemos mais um pouco, a superar as dores e prosseguir a jornada. Mas eu creio que nenhuma folha cai, que não seja por necessidade, ou por vontade de Deus. Porque precisamos cumprir todo o percurso do caminho.
Imensamente belo! Embora tenha um pontinha de tristeza. Talvez por ter me identificado em alguns momentos.
Bom fim de semana, Árabe! Beijos

23 de abril de 2010 19:33  
Blogger Dona Sra. Urtigão disse...

Como sempre, como uma luva ou uma carapuça...
agradecida, novamente

24 de abril de 2010 06:29  
Blogger Fa menor disse...

Fico sempre muito agradada com os seus textos. Impressionantes os seus ensinamentos!

Bom fim de semana

bjos

24 de abril de 2010 08:53  
Blogger SILÊNCIO CULPADO disse...

Árabe
Este texto é muito lindo porque nos ensina que o sonho vale sempre a pena independentemente do preço que tenhamos que pagar por ele.
É verdade, amigo, que o preço da intensidade normalmente não é percebido quando, em momentos de paixão e desvario, os limites nos parecem distantes.
Mas sabes, acho que vale sempre a pena. Viver é o melhor da vida. E por achar que vale sempre a pena não encontro cicatrizes onde antes estiveram feridas.

Abraço apertado

24 de abril de 2010 13:57  
Blogger ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Querido amigo Árabe.

Hoje a minha visita é para agradecer.
Nestes dias que celebro a minha vida,
tenho certeza de que a mesma
não teria o brilho de hoje,
se não fossem os amigos e amigas
que a tornam valiosa
mesmo que distantes.

A ti gostaria de dizer obrigado:
Obrigado pelas visitas ao meu blog.
Obrigado pelas palavras semeadas.
Obrigado por sentir os meus textos
com os olhos do coração.

Sou eternamente grato a vida,
por mais estes presentes
que de modo gentil
deixas em minha vida,
fazendo de mim uma pessoa melhor,
e pleno de felicidade.

Lindos dias de vida para ti.

25 de abril de 2010 03:28  
Blogger Claudinha ੴ disse...

Olá Árabe! Eu sei bem disso, como eu sei!
Um beijo!

25 de abril de 2010 14:43  
Blogger Vieira Calado disse...

Sempre belo

e sábio!

Forte abraço

25 de abril de 2010 16:34  
Blogger Eärwen Tulcakelumë disse...

Sonhos e cicatrizes... ou diria vida e lições aprendidas...
Costumo dizer que as cicatrizes são lembranças dos aprendizados e nós temos que aprender a lidar, conviver, entender e procurar aprender com elas não é mesmo?
Assim vamos nós aprendendo e caminhando mais fortes na estrada da nossa vida.
Obrigado amigo, pela bela partilha de hoje que nos faz entender um pouco mais esssas pequenas nuances da nossa jormada.
Que os Anjos da Inspiração estejam sempre contigo.
Pérolas incandescentes de luz entrego em tuas mãos.
Com carinho amigo
Eärwen

25 de abril de 2010 16:44  
Blogger Chica disse...

Lindo,Arabe!Cada uma delas é um aprendizado que nos deixou...abração,linda semana,chica

26 de abril de 2010 12:42  
Blogger Whispers disse...

Querido Árabe.
''sede gratos às vossas cicatrizes. Elas vos ensinam a viver.''
Nunca na vida precisei tanto de ler algo como hoje esta tua frase, obrigado, fizeste meu dia
Mil beijos
Rachel

26 de abril de 2010 13:09  
Blogger VANUZA PANTALEÃO disse...

Ninguém vem nessa terra a passeio...
Aprendemos com a dor.
Carinho enorme, amigo!!!

26 de abril de 2010 13:21  
Blogger São disse...

Só que há sonhos desfeitos que magoam muito e feridas que não cicatrizam...

Bem hajas, meu amigo.

26 de abril de 2010 15:33  
Blogger Mariz disse...

Meu amigo

Grande verdade:
... "o sábio é aquele que aprende a observar o caminho, para que não se repita a queda."

É por aqui mesmo que o caminho se faz e depois a sabedoria acontece! - não insistir nos mesmos erros...caso não, outros obstáculos chegarão e com mais agressividade/violência, ate abrirmos os olhos! Levei anos a perceber isso..tal era a ignorância. Mal me levantava de uma qualquer "queda" - leia-se adversidade - passado algum tempo, tropeçava nas mesmas cascas de banana... e mais: achava-me uma vítima dos acontecimentos...e das pessoas!
Só quando "despertei a sério" percebi que a vida nos dá grandes ensinamentos e assim, "forçosamente" abri os olhos e aprendi a mudar!!

"Quem tem olhos para ver que veja e ouvidos para ouvir, que ouça!"

Deixo-te a minha PAX
num abraço de Luz

Sempre...
Mariz

26 de abril de 2010 17:08  
Blogger Barbara disse...

CICATRIZES
As incuráveis trato-as como trataria um parente permissivo mas querido.
As menos doridas, vou acariciando , pois preciso cuidar destas para que quando venham outras, já esteja pronta ou ao menos, mais fortinha.

Mas afinal, quem tem a razão é você.

26 de abril de 2010 22:34  
Blogger Moonlight disse...

Querido Arabe,

As nossas cicatrizes existiram sempre para nós podermos realmente recorda-las,sempre que necessario seja e não deixarmo.nos cair novamente nas mesma quedas.
Porque nesta vida existem varios caminhos que podemos sempre descobrir,sem ter que recorermos aos mesmo dantes.
Adorei o teu texto amigo!

Bjinho cheio de luar

27 de abril de 2010 04:44  
Blogger Eu sei que vou te amar disse...

Lindo seu post! As cicatrizes sao mapas do nosso ser, caminhos ja percorridos que vivem em nossos sonhos!
Beijo terno

27 de abril de 2010 08:38  
Blogger Vozes de Minha Alma disse...

Cicatrizar, é bom.
É uma cura interior, é uma maneira de também melhorarmos como pessoas.
Abraços meu amigo.

27 de abril de 2010 09:58  
Blogger Jaqueline Sales disse...

Um não pode viver sem o outro, amigo Árabe. Há aqui uma simbiose perfeita.

BeijUivoooooooosssssssss da Loba

27 de abril de 2010 17:15  
Anonymous De... disse...

As cicatrizes que riscam nossa pele, contam a história das nossas dores.

Mas não a história inteira, por certo.
Dores existem que não deixam marcas externas.
E muitas feridas sangram abertas por muito tempo, imperceptíveis, por detrás de um sorriso.

As cicatrizes nos relembram que sofremos...mas também, que superamos.

E essa é a grande palavra aqui, Árabe: Superação!

E as suas palavras são sempre uma preciosa ajuda.

Beijossss....

27 de abril de 2010 19:38  
Blogger O Árabe disse...

Todos temos as nossas cicatrizes, não é, Olhos de Mel? O principal é que não nos tirem a coragem de viver novos momentos. :) Boa semana!

28 de abril de 2010 09:00  
Blogger O Árabe disse...

Sempre uma alegria a sua presença, ermitã amiga. :) E, acredite, a carapuça cabe em todos nós. :) Boa semana!

28 de abril de 2010 09:00  
Blogger O Árabe disse...

Grato, Fá menor, pela gentileza e amizade constantes. :) Boa semana!

28 de abril de 2010 09:01  
Blogger O Árabe disse...

Bem dito, Silêncio: vale a pena. Sempre! :) Boa semana, amiga.

28 de abril de 2010 09:02  
Blogger O Árabe disse...

Parabéns, Aluísio; atrasados, talvez... mas totalmente sinceros! Feliz aniversário, boa semana; meu abraço!

28 de abril de 2010 09:02  
Blogger O Árabe disse...

Sabemos, Claudinha... sabemos! :) Boa semana.

28 de abril de 2010 09:03  
Blogger O Árabe disse...

Alegria em rever-te, amigo Vieira! Meu abraço, boa semana!

28 de abril de 2010 09:04  
Blogger O Árabe disse...

Bem colocado, Eärwen: conviver com as nossas cicatrizes é relembrar sempre o aprendizado. :) Boa semana!

28 de abril de 2010 09:05  
Blogger O Árabe disse...

Juntos aprendemos, Chica. E muito agradeço por isto! :) Boa semana.

28 de abril de 2010 09:14  
Blogger O Árabe disse...

E fizeste o meu dia, Rachel, ao saber que te pude ser útil. :) Boa semana, amiga!

28 de abril de 2010 09:16  
Blogger O Árabe disse...

Bem dito, Vanuza: outra forma não existe de aprendermos. Infelizmente. :) Boa semana!

28 de abril de 2010 09:17  
Blogger O Árabe disse...

Assim é, São: é profunda a dor de um sonho desfeito. Boa semana, amiga; fica bem!

28 de abril de 2010 09:19  
Blogger O Árabe disse...

Bela reflexão, Mariz. Que a paz esteja conosco, amiga; boa semana!

28 de abril de 2010 09:20  
Blogger O Árabe disse...

É uma bela receita, Bárbara! :) E acredita: bem longe estou de ter razão... apenas pensamentos. :) Boa semana!

28 de abril de 2010 09:22  
Blogger O Árabe disse...

E eu o teu comentário, Moonlight! :) Boa semana.

28 de abril de 2010 09:23  
Blogger O Árabe disse...

Bem dito, minha romântica amiga: caminhos dos nossos sonhos. :) Boa semana!

28 de abril de 2010 09:23  
Blogger O Árabe disse...

Bela colocação, amigo Lídio. Meu abraço, boa semana!

28 de abril de 2010 09:24  
Blogger O Árabe disse...

Bem dito, Keila: um não pode viver sem o outro. Sonhos e desenganos: eis o resumo de cada caminhada. :) Boa semana!

28 de abril de 2010 09:25  
Blogger O Árabe disse...

Sim, De: superação é a palavra. Sempre! :) Boa semana.

28 de abril de 2010 09:26  
Blogger MEU DOCE AMOR disse...

Mas custa superar e cansa imensa...ficamos esgotados na alma,não?

Mas há que superar, claro.Continua-se o caminho...ou melhor,se calhar depurar as tais cicatrizes...

Beijinho doce

Vamos dançar?:))

29 de abril de 2010 14:34  
Blogger Mariz disse...

Querido amigo

Voltei aqui para agradecer a tua presença na festa do 2º aniversário bem como as tuas sempre tao carinhosas palavras de apreço!

Só ontem a acabei, porque estive a ver mais presentes e outras coisas mais.Mas anda tive tempo para dirigir umas tantas palavras ás mães da blogosfera ja para depois de amanhã...
Agora tao cedo não caio noutra..está muito densa a atmosfera na net - as pessoas não deixam fluir o que de melhor há em si....
Uma pena!

Deixo-te o meu abraço de sempre
Carinhosamente
Mariz

29 de abril de 2010 18:50  
Blogger O Árabe disse...

Não te ausentes muito, Mariz... sentimos a tua falta. :) Bom fim de semana! :)

30 de abril de 2010 12:55  
Blogger O Árabe disse...

Custa, sim, Doce Amor; custa, sim. Por sorte existem coisas como a dança, que tornam mais agradável a vida. :) Bom fim de semana!

30 de abril de 2010 12:56  
Blogger Eärwen Tulcakelumë disse...

Vim beber um pouco mais da tua sabedoria...
Desejo um final de semana de luz e paz.

Pérolas incandescentes de inspiração aqui deixo.

Com carinho amigo

Eärwen

30 de abril de 2010 16:36  
Blogger O Árabe disse...

Grato, Eärwen, pela gentileza e amizade. Bom fim de semana!

30 de abril de 2010 19:45  
Blogger Pensador disse...

Que adianta uma vida sem cicatrizes? Não significa, necessariamente, que não tenhamos cometido erros. Significa, muito mais, que não tenhamos tido a oportunidade de aprender com eles.
Excelente texto.!

3 de maio de 2010 14:46  
Blogger O Árabe disse...

Excelente colocação, Pensador! Meu abraço, amigo; boa semana.

4 de maio de 2010 07:55  
Blogger Wagner Kern Velasques Jr. disse...

As cicatrizes são feitas para que possamos lembrar das dificuldades que passamos enfrentando o que vem pela frente.

Grande texto e boa semana meu amigo Árabe.

Abs

7 de maio de 2010 17:49  
Blogger O Árabe disse...

... e grande colocação, Wagner! :) Meu abraço, bom fim de semana.

7 de maio de 2010 20:51  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial

Real Time Web Analytics Real Time Web Analytics Real Time Web Analytics Clicky