O Árabe

Idéias, sentimentos, emoções. Oásis que nos ajudam a atravessar os trechos desérticos da vida...

sexta-feira, 12 de agosto de 2011

MENSAGEM AOS MEUS FILHOS

Pudesse eu, e todo sofrimento vos seria poupado.

Porque ninguém corta na própria carne, nem derrama o próprio sangue. E os filhos não são apenas o fruto dos nossos amores, mas a carne e o sangue das nossas almas.

Entretanto, é necessário que sigais os vossos próprios caminhos. Que machuqueis os vossos próprios pés, escaleis as vossas próprias montanhas e vos banheis nos vossos próprios rios.

Porque ninguém vive senão a sua própria vida. Ninguém aprende senão com as próprias lágrimas e os próprios sorrisos, nem caminha senão com as próprias pernas.

A planta não cresceria, sem a chuva que molha as suas raízes e o sol que a aquece após a friagem da noite; o vento que agita o mar é o mesmo que ao porto leva a embarcação.

Necessitais dos vossos próprios erros, para que possais usufruir dos vossos acertos. E das vossas próprias tristezas, para descobrir o valor das vossas alegrias.

Necessitais dos vossos tropeços, para seguir em frente. Pois ninguém aprende a levantar, sem que antes tenha caído; nem a enxugar as lágrimas, sem haver chorado.

Necessitais abrir as vossas asas, para realizar os vossos voos. E, ao abandonardes a proteção das minhas asas, a minha inquietação é amenizada pela esperança.

Pois maior alegria não existe, para um pai, do que ver os seus filhos voando por si mesmos, em busca da felicidade. E chegando muito mais alto do que ele jamais conseguiu.

Todos os dias, no silêncio de minha alma, me repito estas verdades. E aquele que muitas vezes repete a mesma verdade, outra coisa não busca senão convencer a si mesmo.

Porque ao coração não é dado escutar a razão. E, se a razão é o leme que conduz o barco, a paixão é o vento que enfuna as suas velas e sobre as águas o faz seguir.

Sois partes de mim. Os vossos sofrimentos e as vossas alegrias ecoarão em minha alma; sorrirei em vossas vitórias e prantearei as vossas derrotas.

Assim será, enquanto vivo eu estiver. Ainda que nem sempre vos diga, ainda que nem sempre demonstre. Entretanto, tendes o direito de viver as vossas vidas e não me cabe tolher os vossos voos.

Segui, portanto, os vossos caminhos; e contai comigo em todos os momentos. Que eu não seja, para vós, a pedra que impede a passagem; mas a sombra que protege, a brisa que acaricia, a água que reanima.

Porque assim deve ser o amor, e eu vos amo.

Com todo o meu coração.

Link para letra e música, uma homenagem que já não posso fazer pessoalmente ao meu pai: http://letras.terra.com.br/fabio-jr/45856

50 Comentários:

Blogger Olhos de mel disse...

Querido Árabe; simplesmente lindo! Fiquei emocionada ao ler. Tenho certeza que da mesma forma, eles se emocionarão e sentirão o maior orgulho de você. Esse poema foi escrito com a alma e uma alma linda.
FELIZ DIA DOS PAIS! Que Deus possa levar união, alegria e felicidade a todos.
Bom fim de semana! Beijos

12 de agosto de 2011 18:14  
Blogger Olhos de mel disse...

Amei a imagem e a musica! Beijos

12 de agosto de 2011 18:15  
Blogger Antônio Lídio Gomes disse...

Meu irmão;

E fez-vos herdar suas terras e seus lares e suas riquezas e terra outra que nunca havieis pisado. E Allah, sobre todas as cousas, é Onipotente. (Suratu Al-'Ahsâb Parte 21 versículo 27)

Esse é um amor de Pai.
Um abraço de todo coração, parabéns pelo dia dos pais.

13 de agosto de 2011 01:56  
Blogger Perla disse...

Um texto que fez eco em mim, que eu bem gostaria de ter escrito.

Pudesse eu, e todo sofrimento lhes seria poupado...

Bjo

13 de agosto de 2011 03:42  
Blogger Rô... disse...

oi meu amigo,

que lindo texto,
cada palavra escrita,
li um pedacinho da sua alma e do seu coração,
você é um pai especial,
parabéns pelo seu dia,
e que sempre tenha muitos motivos,
para se sentir feliz com seus filhos...

muitos beijinhos

13 de agosto de 2011 09:19  
Blogger Parole disse...

"Pudesse eu, e todo sofrimento vos seria poupado."

O que dizer mais, a não ser lhe desejar feliz dia.

Beijo

13 de agosto de 2011 09:21  
Blogger ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Caro amigo

Que linda mensagem.

Nestes dias
de lembranças dos pais,
fico a lembrar-me
como filho,
o quanto me foi ensinado,
o quanto estou tentando
ensinar...

Viver é sentir os sonhos
com o coração.

13 de agosto de 2011 11:45  
Blogger Vieira Calado disse...

Tivessem os pais dos tempos que correm,

esses tão naturais

pensamentos,

que tão bem expressa!

Um abraço

13 de agosto de 2011 19:24  
Blogger Dona Sra. Urtigão disse...

Filhos, são pedaço de nosso coração que vão para outro corpo...
Quisera poder tirar todas as pedras de seus caminhos...

14 de agosto de 2011 01:43  
Blogger Claudinha ੴ disse...

Linda essa declaração de amor, de amor maior de pai. Parabéns pelo seu dia Árabe!

14 de agosto de 2011 05:03  
Blogger Magia da Inês disse...

♪°º✿
˛♫ Olá, amigo!

FELIZ DIA DOS PAIS!!!

Boa semana!
Cheia de alegria e muita paz.
Beijinhos.
Brasil
º°✿
✿♥ ° ·.
˛✿♪

14 de agosto de 2011 06:09  
Blogger ONG ALERTA disse...

Maravilhosa mensagem...beijo Lisette.

14 de agosto de 2011 07:33  
Blogger ✿ chica disse...

Lindo presente deixas aos teus filhos que devem ficar orgulhosos.Adorei! abração,chica

15 de agosto de 2011 13:00  
Blogger Vanuza Pantaleão disse...

Maravilhosa e verdadeira declaração de Amor aos filhos!
Sejamos o abrigo e a fonte para eles, nunca a prisão.
O amor, afinal, é uma planta que só viceja em plena liberdade.

Uma semana de muita paz, meu amigo!!!

15 de agosto de 2011 13:21  
Blogger Silenciosamente ouvindo... disse...

Que linda homenagem aos seus
filhos, meu amigo.
Eu não tive filhos, mas tenho
tido(felizmente)ao longo da
vida "muitos filhos" e sinto-os
como meus. Foi com comoção que
li este seu texto.Parabéns.
Beijinho

16 de agosto de 2011 03:05  
Blogger O Árabe disse...

Vc está certa, Olhos de Mel: com a alma. Inteira. :) Boa semana!

16 de agosto de 2011 09:00  
Blogger O Árabe disse...

Ah, eu troquei a música. Mas essa também é muito bonita, não? :)

16 de agosto de 2011 09:01  
Blogger O Árabe disse...

Assim é, irmão Antonio Lidio: qualquer que seja o nome dado pelos homens, o Universo é nosso Pai onipotente! :) Meu abraço, boa semana.

16 de agosto de 2011 09:02  
Blogger O Árabe disse...

Assim nos sentimos, não Perla? Em relação a todos os nossos filhos. :) Boa semana, amiga!

16 de agosto de 2011 09:03  
Blogger O Árabe disse...

Somos, Rô; quero crer que somos somos especiais, para os nossos filhos, assim como eles são para nós. :) Boa semana, amiga!

16 de agosto de 2011 09:04  
Blogger O Árabe disse...

Este, Parole, é o mais profundo desejo de pais e mães; acredito eu. :) Boa semana, obrigado!

16 de agosto de 2011 09:05  
Blogger O Árabe disse...

Assim é, amigo Aluísio: aqueles que foram bem ensinados encontram prazer em por sua vez ensinar. :) Meu abraço, boa semana!

16 de agosto de 2011 09:06  
Blogger O Árabe disse...

Grato, mestre e amigo Vieira Calado. Meu abraço, boa semana!

16 de agosto de 2011 09:07  
Blogger O Árabe disse...

Bem dito, ermitã amiga! Ah... e é sempre uma alegria a sua visita. :) Boa semana!

16 de agosto de 2011 09:07  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, Claudinha; boa semana, minha amiga! :)

16 de agosto de 2011 09:08  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, Inês; que assim seja também a sua semana! :)

16 de agosto de 2011 09:08  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, Lisette. Boa semana, amiga; fica bem!

16 de agosto de 2011 09:09  
Blogger O Árabe disse...

Por minha vez, Chica, tenho imenso orgulho deles. :) Obrigado, boa semana!

16 de agosto de 2011 09:10  
Blogger O Árabe disse...

Assim é, Vanuza... embora seja difícil, às vezes, nos conformarmos em não interferir. :) Boa semana!

16 de agosto de 2011 09:10  
Blogger O Árabe disse...

Bem dito, Irene: pessoas existem, que se tornam filhos e filhas do nosso coração. :) Obrigado, boa semana!

16 de agosto de 2011 09:12  
Blogger Phoenix disse...

Árabe, fiquei sem palavras. Não tenho idade para ter filhos (ainda), mas pretendo tê-los e o que disseste...maravilhoso.

beijinho*

16 de agosto de 2011 11:28  
Blogger Pensador disse...

Este aprendizado é difícil, para o pai e para o filho.
Muitas vezes parece pouco caso, o falta de amor. O que o filho não sabe, porém, é que se a ele doi a vida bater, ao pai que teve de permitir, certamente doeu muito mais...
Abraços!

16 de agosto de 2011 18:57  
Blogger © Piedade Araújo Sol disse...

uma homenagem feita com palavras sábias ao amor aos filhos.

gostei muito.

um beij

17 de agosto de 2011 05:41  
Blogger GarçaReal disse...

Realmente os filhos são a nossa continuação , o prolongar de nós nesta nossa caminhada.
Enquanto eles habitam debaixo de nossas asas vão aprendendo a voar e vamos tentando mostrar-lhes o modo melhor de voar.
Quando partem seguem seu rumo como já um dia nós próprios o fizemos, no entanto poderão sempre sentir o calor e a protecção de seus voos.

Belo texto, repleto de beleza.

Bjgrande do lago com amizade

17 de agosto de 2011 06:33  
Blogger C Valente disse...

Sangue do nosso sangue
Tema muito grato, Bem haja
Saudações amigas

17 de agosto de 2011 11:38  
Blogger Insight Inside disse...

Saudades de passar por aqui!
Sempre atento e visionário nos temas. Sempre pleno desse Amor do Alto!
Boa semana.
Até já*

17 de agosto de 2011 13:05  
Blogger augusto, um entre mil disse...

as verdades e a ternura...

17 de agosto de 2011 19:20  
Blogger Daniel disse...

Arabe, sou pai a apenas 10 meses e já sinto o peso de entender que cada um tem sua própria vida.

Tenho diversar preocupações com o futuro da minha ainda pequena filha e sei que muitas coisas deverão ser decididas e sentidas apenas por ela.

É difícil... porém, verdade.

Daniel

18 de agosto de 2011 10:50  
Blogger O Árabe disse...

Acredito, sim, Phoenix, que os terás... e bem saberás encaminhá-los. :) Obrigado, bom fim de semana.

19 de agosto de 2011 10:07  
Blogger O Árabe disse...

Dói, Pensador... infinitamente mais do que neles. Mas é preciso. Meu abraço, amigo; boa semana.

19 de agosto de 2011 10:08  
Blogger O Árabe disse...

Grato, Piedade, pela amizade e gentileza. :) Bom fim de semana!

19 de agosto de 2011 10:09  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, Garça amiga... e oxalá possamos sempre ajudá-los, à distância. :) Bom fim de semana!

19 de agosto de 2011 10:10  
Blogger O Árabe disse...

Meu abraço, amigo Valente; obrigado, bom fim de semana! :)

19 de agosto de 2011 10:10  
Blogger O Árabe disse...

Até já, Insight; volta sempre, o oásis é nosso! :) Bom fim de semana.

19 de agosto de 2011 10:11  
Blogger O Árabe disse...

ternura... talvez a maior das verdades, quando se trata dos filhos. Meu abraço, Augusto; bom fim de semana!

19 de agosto de 2011 10:12  
Blogger O Árabe disse...

Você resumiu muito bem, Daniel: difícil... porém, verdade. :) Meu abraço, bom fim de semana.

19 de agosto de 2011 10:13  
Anonymous De... disse...

Árabe...

Esse é o amor que abençoa o filho e o deixa livre para seguir seus próprios caminhos.
Esse amor é um ato de Fé... e como tal, cria entre os dois, uma conexão sagrada... indestrutível... eterna!
E assim sendo, no olhar do filho sempre brilhará uma partícula do pai.

Beijos...

19 de agosto de 2011 19:14  
Blogger O Árabe disse...

Assim é, De... em cada filho, sempre haverá uma partícula do Pai. Lembremo-nos disto, também com relação ao Universo. :) Bom fim de semana!

19 de agosto de 2011 20:22  
Anonymous Olhos de Mel disse...

Oie Árabe; que bom seria se todo pai tivesse essa compreensão e essa maneira de entender a relação...
Beijos

20 de agosto de 2011 08:56  
Blogger O Árabe disse...

Acredito que a maioria tem Olhos de Mel... cada um a seu jeito! :) Boa semana.

22 de agosto de 2011 07:27  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial

Real Time Web Analytics Real Time Web Analytics Real Time Web Analytics Clicky