O Árabe

Idéias, sentimentos, emoções. Oásis que nos ajudam a atravessar os trechos desérticos da vida...

sexta-feira, 16 de agosto de 2013

O AMOR E A REALIDADE



Por que idealizais os vossos amores?

Esta é causa das vossas maiores decepções, porque não há realidade que se compare a um sonho; e delas provêm os vossos maiores sofrimentos. 

Não sabeis, acaso, que os sonhos de uma noite terminam ao nascer de um novo dia e, quanto mais belos são, mais amargo é o gosto de frustração que vos deixam na boca?

Julgais que alguém possa ser tão perfeito quanto o imaginais? Que a vida possa ser um conto de fadas e o amado o príncipe encantado?

Acreditais que alguém exista que não tenha os seus próprios defeitos, as suas próprias ideias? E não sabeis que, muitas vezes, estas ideias serão diferentes das vossas ideias?

Credes que não haverá momentos em que os olhos se desviem dos olhos, em que as mãos se desentrelacem, em que as palavras não sejam de carinho, mas de desencanto?

Acreditais que todas as noites a paixão visitará o vosso leito e vos conduzirá a ambos, nas asas do desejo, a universos maravilhosos de prazer intenso e inesgotável?

Ou que sempre a ternura brilhará nos olhos da vossa amada e vos envolverá em um manto protetor de carinho e compreensão, apagando a mágoa dos vossos pequenos fracassos?     

Abandonai estas ilusões. Assim como vós, a pessoa a quem amais tem o seu jeito de ser e as suas necessidades; e não poderá renunciar à própria vida, para viver a vossa vida.

Tende presente esta verdade. Porque só assim conhecereis o verdadeiro amor e sereis capazes de dele desfrutar, em toda a sua plenitude; de amar qualidades e defeitos.

Pois o verdadeiro amor não é como a semente, que precisa receber para germinar; mas como a árvore forte, que  simplesmente existe e generosamente distribui os seus frutos.  

Amar não é a vossa conquista, mas o vosso desafio. E este desafio não apenas deverá ser vencido em cada dia, mas a cada dia se tornará maior, pois sobrevém o conhecimento.

E é a este que mais devereis temer. Porque o conhecimento realça os defeitos e torna menos notáveis as qualidades; faz desbotar as cores da paixão e traz o cinza da realidade.

Acautelai-vos, portanto. Não contra o conhecimento, uma vez que não o podereis evitar, mas com os vossos sonhos; quanto mais alto vos levarem, mais dolorosa será a queda.

Voai, sim, com os vossos amores. Porque é quando vos embalam os sonhos, que sois felizes; conservai, todavia, os vossos pés no chão, enquanto o coração vos eleva aos céus.

Para que doloroso não seja o vosso despertar.   

Inspirado na lúdica imagem, disponível na internet.   

43 Comentários:

Blogger Olhos de mel disse...

Querido Árabe; o amor para mim, é uma construção; nem sempre é como idealizamos, mas com sólidas raízes. Amar não é rezar a mesma oração, mas respeitar a do outro. É saber viver com as diferenças.
Lindo demais Árabe!
Bom fim de semana! Beijos

16 de agosto de 2013 18:22  
Blogger ✿ chica disse...

Lindo,Árabe e a imagem, perfeita! Amar é tri bom, tem que ser sempre cultivada essa arte...abração,lindo fds! chica

17 de agosto de 2013 04:30  
Blogger Awake disse...

Eu acredito em contos de fadas da vida real!

(:

17 de agosto de 2013 10:56  
Blogger LUCONI disse...

Querido amigo, fiquei encantada com o teu texto, tua visão é extremamente verdadeira, cedo em minha vida eu descobri que não amava certa pessoa, mas sim o que eu imaginara que ele era, coitado não tinha culpa de não ter sido visto exatamente como era. Também mais tarde descobri que quem realmente ama prefere ver o ser amado com outra pessoa mas feliz, do que infeliz ao seu lado, pois quem ama só quer a felicidade do ser amado, seja marido, filhos, pais, amigos, não importa, o amor jamais é egoísta, beijos Luconi

17 de agosto de 2013 17:54  
Blogger ॐ Shirley ॐ disse...

Querido amigo, belíssima crônica e triste realidade. Mundo ilusório o nosso... Muita luz e muita paz!

18 de agosto de 2013 03:56  
Blogger Ateliê Tribo de Judá disse...

Em seu belo texto calam-se todas as minhas palavras ou argumentos,e se através das distâncias pudesses sentir meu coração ....saberias que tens toda a razão em cada linha escrita.
Adoro te ler.
beijos e uma ótima semana.
Joelma

18 de agosto de 2013 06:03  
Blogger ONG ALERTA disse...

Amora é tudo...
Abraço Lisette.

18 de agosto de 2013 15:15  
Blogger Ailime disse...

Olá amigo e bom Árabe, absolutamente extraordinária esta sua reflexão! Quando nos unimos a quem amamos para toda a vida estamos muito longe de imaginar o que de forma sublime partilha! E o enorme desafio com que nos vamos deparando é saber ultrapassar os momentos menos bons e compreender que somos pessoas diferentes respeitando a individualidade do outro. Um processo nada fácil que só agora ao fim de tantos anos comecei a entender. Um beijinho e muito obrigada por mais uma pérola de conhecimento. Excelente semana, Ailime

18 de agosto de 2013 17:30  
Blogger Luma Rosa disse...

Oi, Árabe!
Como fazer para não sonhar?
Não é bom sonhar com castelos de areia, mas é bom sonhar dentro do que é possível. Eu acredito no sonho possível, naquele que você sai do campo das hipóteses e vai à campo lutar por ele.
O problema não está em sonhar, mas onde colocamos o nosso sonho.
Boa semana!!
Beijus,

18 de agosto de 2013 21:12  
Blogger LUZ disse...

É preciso estarmos atentos e conscientes, ao "senhor amor".

Boa semana.

19 de agosto de 2013 06:35  
Anonymous gal disse...

Bom dia!!!
Eu acredito no amor,no amor que lhe dá o direito de sonhar,de ter prazer em estar junto,de partilhar,de sorrir de suas bobagens,de ficar insegura com medo de perder essa pessoa,de poder encostar a cabeça no peito e ouvir o coração de quem a gente ama,batendo.O amor pra mim é tudo,ninguém vive de metade,muito menos o amor.Eu adoro o que vc escreve,exige sempre uma reflexão,mas hoje eu estou mais para CORA CORALINA,qdo ela diz.que o amor,tem que dar sentido a vida,tocar fundo no coração,tem que ser colo que acolhe,braço que envolve,palavra que conforta,silencio que respeita, alegria que contagia,lágrima que corre,olhar que acaricia,desejo que sacia,.Um sentimento verdadeiro,puro.....pelo menos enquanto durar.
Um abraço.

19 de agosto de 2013 08:05  
Blogger Silenciosamente ouvindo... disse...

Amor...sonho...realidade...
E um belo texto escrito como
sempre magistralmente pelo amigo.
Desejo que esteja bem.
Bj.
Irene Alves

19 de agosto de 2013 09:42  
Blogger ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Caro amigo

Preciosas palavras.

Amar é entregar
o coração ao outro,
mas não esquecer que
o outro pode
machucá-lo,
se não estivermos
de olhos abertos,
para entender por onde
o amor nos leva.

Amar é inspirar
o mundo.

19 de agosto de 2013 16:08  
Blogger Zilani Célia disse...

OI ÁRABE!
ESTA É A REALIDADE QUE SOBREVÉM AO PERÍODO DO SONHO E COMO BEM O DIZES EM TEU BELO TEXTO, COM OS PÉS NO CHÃO MANTEREMOS O EQUILÍBRIO NECESSÁRIO, PARA PODERMOS USUFRUIR DESTE SENTIMENTO COM TODAS AS SUAS VERDADES...
ABRÇS

http://zilanicelia.blogspot.com.br/

19 de agosto de 2013 18:46  
Blogger Vanessa ੴ disse...

E com razão tocou nesse tema.
Aí está a maior causa de nossas decepções: idealizar o outro.
Cada ser é único, como um universo repleto de estrelas e setores em trevas.
Cabe a nós respeitar a identidade do outro, e amá-lo tal como é.
Boa semana, querido Árabe!
abraço

20 de agosto de 2013 08:57  
Blogger São disse...

Querido Swami, amor é algo de que não posso falar...

Bons sonhos

20 de agosto de 2013 15:42  
Blogger O Árabe disse...

Isso, Olhos de Mel. E uma das nossas maiores dificuldades é saber viver com as diferenças! Obrigado, bom resto de semana.

21 de agosto de 2013 06:49  
Blogger O Árabe disse...

Com certeza, Chica! Amar é uma arte, algo que necessita ser cultivado. Bom resto de semana!

21 de agosto de 2013 06:50  
Blogger O Árabe disse...

É bom acreditar, Tamires. Mas precisamos ter presente que nem sempre as fadas nos aparecem. :) Uma alegria a sua presença, bom resto de semana.

21 de agosto de 2013 06:52  
Blogger O Árabe disse...

Bem dito, Luconi: o amor não pode ser egoísta. Mas o pior é que, quase sempre, é. Bom resto de semana!

21 de agosto de 2013 06:53  
Blogger O Árabe disse...

Ilusório, sim, Shirley. Um paradoxo, já que precisamos viver na realidade. Bom resto de semana, obrigado.

21 de agosto de 2013 06:54  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, Joelma. E a sua presença é sempre uma alegria, acredite. Bom resto de semana!

21 de agosto de 2013 06:55  
Blogger O Árabe disse...

Tudo, sim, Lisette... é ele que colore de beleza a nossa vida. Bom resto de semana!

21 de agosto de 2013 06:56  
Blogger O Árabe disse...

Belo comentário, Ailime. E você tem razão: este é um processo que demoramos a entender, sim. Obrigado, bom resto de semana.

21 de agosto de 2013 06:56  
Blogger O Árabe disse...

Isso, Luma! Este é o maior sonho, porque é aquele que podemos realizar: o sonho possível. E devemos lutar por ele! Bom resto de semana.

21 de agosto de 2013 06:58  
Blogger O Árabe disse...

Concordo com você, Luz, em gênero, número, grau e até nas aspas: "senhor Amor". :) Bom resto de semana!

21 de agosto de 2013 06:59  
Blogger O Árabe disse...

Mas o amor é tudo isso, gal! Tudo que precisamos é saber que ele pode ser sonhado, mas precisa ser vivido em meio à realidade de cada um, entende? Obrigado, bom resto de semana!

21 de agosto de 2013 07:01  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, Irene! Estou bem, sim; e você, amiga? Bom resto de semana!

21 de agosto de 2013 07:01  
Blogger O Árabe disse...

Grato, Aluisio, pelo acertado e poético comentário! Meu abraço, amigo; bom resto de semana.

21 de agosto de 2013 07:02  
Blogger O Árabe disse...

Isso, Zilani! É preciso manter os pés no chão, para podermos usufruir do Amor, com todas as suas verdades. Bom resto de semana, obrigado.

21 de agosto de 2013 07:03  
Blogger O Árabe disse...

E essa é a nossa maior dificuldade, Vanessa: respeitar a identidade do outro e amá-lo como é. Obrigado, bom resto de semana!

21 de agosto de 2013 07:04  
Blogger O Árabe disse...

Tu o dizes, São; mas, diante de como pensas e escreves, tenho certeza que ele inunda o teu coração. :) Bom resto de semana, minha amiga!

21 de agosto de 2013 07:05  
Blogger Antônio Lídio Gomes disse...

Irmão, muito verdadeiro estes pensamentos.
Pois como dizem, há "Certas coisas são doces à boca, mas amargas futuramente...”
Um abraço, Assalam Aleikum!

21 de agosto de 2013 16:34  
Blogger © Piedade Araújo Sol disse...

tens razão, o que idealizamos nem sempre é o acontece...

:)

22 de agosto de 2013 06:24  
Blogger Claudinha ੴ disse...

Muito bem escrito, como sempre Árabe. Parabéns!

22 de agosto de 2013 12:45  
Blogger Daniel C.da Silva (Lobinho) disse...

Gosto muito deste dizer à guisa de Tagore! E são sábias e amigas estas palavras que deixam conselhos..

Abraço grande

23 de agosto de 2013 04:49  
Blogger Vanuza Pantaleão disse...

E aqui retorno à sua casa, amigo Árabe.
Não adianta, caio sempre, mas volto a sonhar e nos sonhos acreditar, rsrs.
Tô saindo (de novo) para umas boas férias, férias de sonho...
Obrigada pelo teu carinho e ensinamentos! Abração!!!

23 de agosto de 2013 04:56  
Blogger O Árabe disse...

Uma grande alegria a tua presença, irmão Antonio Lídio! Meu abraço, bom fim de semana. Aleikum Essalam!

23 de agosto de 2013 06:05  
Blogger O Árabe disse...

Infelizmente, Piedade... infelizmente. :) Bom fim de semana, amiga!

23 de agosto de 2013 06:05  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, Claudinha. Bom fim de semana!

23 de agosto de 2013 06:29  
Blogger O Árabe disse...

Elogiosa comparação, Daniel; obrigado! Meu abraço, bom fim de semana.

23 de agosto de 2013 06:29  
Blogger O Árabe disse...

E é sempre uma alegria a sua presença, Vanuza! Boas férias, bom fim de semana!

23 de agosto de 2013 06:30  
Blogger Fa menor disse...

Muito bem dito tudo.

Realço:
"Pois o verdadeiro amor não é como a semente, que precisa receber para germinar; mas como a árvore forte, que simplesmente existe e generosamente distribui os seus frutos."

O amor está no dar/dar-se.

7 de outubro de 2013 14:37  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial

Real Time Web Analytics Real Time Web Analytics Real Time Web Analytics Clicky