O Árabe

Idéias, sentimentos, emoções. Oásis que nos ajudam a atravessar os trechos desérticos da vida...

sexta-feira, 28 de março de 2014

DE AMORES E FLORES


Não vede como conquistas os vossos amores.
Nem como bens ou propriedades que vos pertençam; nem como troféus que necessiteis ostentar perante a sociedade, para que todos reconheçam o vosso valor.
Vede-os, antes, como realmente são: dádivas que a Vida vos oferta, para amenizar a vossa caminhada; flores que a felicidade vos traz, para conhecerdes o seu perfume.
Sabei que não vos pertencem; e como um dia vieram, um dia se irão. E de nada vos adiantará querer retê-los; como não podeis reter os raios de sol que vos acariciam o rosto.
Tende presente também que, como flores que são, não podem durar para sempre. Mas se a eles atentos estiverdes, por certo desfrutareis de todo o seu encanto.
O botão, tímido  ao brotar, atinge o esplendor da sua beleza ao desabrochar; e antes de fenecer lança aos ares o seu doce aroma e adorna o jardim com a sua presença.
Assim são os amores, em vossas vidas. E também eles necessitam de vossa atenção e vossos cuidados, para que possam florescer plenamente em vossos corações.
Zelai por eles, portanto. Vigiai os vossos pensamentos e as vossas atitudes para com o ser amado; lembrai-vos de que  pequeninos furos pode fazem ruir grandes represas.
Resisti à tentação de impor as vossas vontades. Apaixonada ou não, cada pessoa é um ser à parte e tem os seus próprios desejos, as suas próprias ideias e crenças.
Conviver não é uma luta de vontades, mas a arte do entendimento,  que consiste em alternar a supremacia. Aquele que cede sempre não cultiva o amor, mas a revolta. 
Tende a humildade de reconhecer os vossos erros; porque ninguém pode estar certo ou errado todo o tempo e nada apaga o ressentimento, senão o sincero perdão.
Não economizeis as vossas carícias; pois nem a mais pura e valiosa das sedas é mais agradável ao toque, para o enamorado, que a pele macia da pessoa amada.
Ofertai, sem medo, o vosso carinho e a vossa ternura. Porque o ser humano tende a retribuir aquilo que recebe; quanto mais os oferecerdes, mais os recebereis de volta.
Cultivai, em vós, o fogo da paixão. No altar da vossa libido, celebrai o corpo de quem amais; que seja ele o ícone do vosso prazer infinito, incensado com a fumaça pagã do desejo.
Cuidai, sim, dos vossos amores. Não porque assim os possais manter para sempre, uma vez que são flores; mas porque só assim experimentareis a magia do Amor.
E por algum tempo sereis felizes.    

58 Comentários:

Blogger Olhos de mel disse...

Querido Árabe; Muito lindo! E é assim mesmo. O amor tem que ser cultivado, como se uma planta fosse. Cada dia, cada movimento é sempre um espetáculo a ser observado, porque tudo é feito; parte para agradar a si mesmo e parte para agradar o ser amado. E juntos descobrirem um infinito. Viver sim a intensidade do amor, enquanto os dois estiverem conectados pela mesma emoção, o mesmo entusiasmo.
Lindo, brilhante! Musica e imagem num perfeito entrosamento.
Bom fim de semana! Beijos

28 de março de 2014 18:20  
Blogger Mariazita disse...

Bom dia, amigo Árabe
Afinal eu tinha razão: as suas publicações são à sexta-feira…
Sobre este tema - o Amor – muito se tem dito e escrito, mas é assunto inesgotável.
Fundamental é nunca considerar o ser amado como “bem adquirido”, mas sim como algo do qual, todos os dias, há que conquistar um pouco.
E, como tudo na vida, tem princípio, meio e fim. Muitas vezes (felizmente MUITAS) o fim não significa corte decisivo, mas apenas transformação. Depois de muitos anos de vida em comum, amando-se, o amor entre dois seres pode acabar, mas dando lugar a uma profunda amizade, um grande companheirismo, um entendimento total…
Óptimos conselhos fazem desta postagem “um Guia do Amor”.
Obrigada! Com esta leitura comecei da melhor maneira o meu fim-de-semana, que desejo, para si, iluminado.
Beijinhos

29 de março de 2014 01:51  
Blogger ✿ chica disse...

Sabedoria sempre por aqui,Árabe e quem não quer mais saber da magia do amor? Temos que vivê-la e cuidar dos amores! abração, linda semana,chica

29 de março de 2014 02:47  
Blogger Rô... disse...

oi meu amigo,


sempre tão lido te ler,
e ler sobre o amor é maravilhoso,
plantar e cuidar,
o segredinho para esse lindo sentimento florescer...

beijinhos

29 de março de 2014 17:05  
Blogger Rita Sperchi disse...

ღღ¸╭•⊰✿¸.•*ღ ღ¸╭•⊰✿¸.•* ღ¸╭•⊰✿¸.•*ღ ღ¸╭•⊰✿

“Se temos de esperar, que seja para colher a semente boa que lançamos hoje no solo da vida. Se for para semear, então que seja para produzir milhões de sorrisos, de solidariedade e amizade.”

― Cora Coralina...

Com essa frase tão bonita deixo meu abraço de bom final de semana
elogiando mais uma vez seu belo post, tenha um bom domingo

___________Rita!!!!

30 de março de 2014 02:17  
Blogger Sissym Mascarenhas disse...


Nossa! Que bonito!
O amor é um botão que se bem cuidado se tornará flor. É preciso não sufocar, e sim tratar com carinho e respeito. A magia do amor está na construção dele a cada novo dia.

Beijinhos e otimo domingo.

30 de março de 2014 08:06  
Blogger Arco-Íris de Frida disse...

"Ofertai, sem medo, o vosso carinho e a vossa ternura. Porque o ser humano tende a retribuir aquilo que recebe; quanto mais os oferecerdes, mais os recebereis de volta."

Nao... nem todo mundo retribui, ate pelo contrario, descobri durante esses periodos de "inverno" que tenho passado em minha vida, que daqueles que mais esperava,por serem os que receberam mais de mim, foram justamente os que falharam, descobri que os valores do ser humano mudaram muito... mas aprendi algo com um homem sabio que foi o meu avo, ele sempre dizia: Saiba do seu coraçao e dos seus atos... do coraçao e atos dos outros cabe a Deus saber...
Entao... por esses ensinamentos que aprendi com ele, ainda continuo a achar que o amor, o verdadeiro, ainda é o que move o mundo...e que apesar de tudo, nao devo nunca desistir de acreditar na força desse sentimento...

Que sua semana seja de paz Arabe...

Beijos...

30 de março de 2014 10:23  
Blogger Claudinha ੴ disse...

Olá, Árabe!
Grandes verdades sempre são ditas aqui. É tudo tão breve que quando se dá conta, quem amamos pode já não demonstrar amor ou interesse. Creio que quando é assim, não adianta nadar contra a maré. É melhor se deixar ir embora, sem que o outro perceba, porque é livre quem deixa ir...
Não sei, é só um ponto de vista...
Boa semana!

30 de março de 2014 16:35  
Blogger ONG ALERTA disse...

Lindo mas tudo tem seu tempo....
Abraço Lisette.

31 de março de 2014 04:12  
Blogger Cidinha disse...

Olá, amigo. Boa noite! Muito lindo e sábio querido amigo seu texto. Obrigada àrabe! Desejo uma boa semana. È sempre encantador ler vc. Bjos!

31 de março de 2014 19:22  
Blogger Luma Rosa disse...

Oi, Árabe!
Falar de amores é complicado pois cada um tem a sua forma de amar. Muitos amam errado e tratam o ser amado como objeto, como um bem adquirido. As pessoas possuem anseio pela liberdade e se aprisionamos o amor, ele morre.
"De um lado, o amor é uma história de respeito à liberdade do outro. De outro lado, é uma busca contínua de fazer respeitar a própria liberdade. Daí, ninguém é livre sozinho..." - Jean Paul Sartre
Beijus,

1 de abril de 2014 06:33  
Anonymous gal disse...

Ah o amor!!Sentimento principal dos poetas.tema discutido ,explorado,cantado em prosas e versos.Como é bom falar de amor e vc é mestre nisso.Hoje, se perguntarem o que é o amor,não saberia responder,mas sei dizer que o amor pra mim foi quase que fatal,só me deu sofrimento,não encontrei nenhum remédio capaz de curá-lo.
No momento,acho que uma relação para dar certo,o segredo é não amar,basta ter afinidade,carinho e respeito.
Houve tempo, que acreditei,que sonhei com o amor acordada,porque sabia ou melhor ,achava que sabia que tinha alguém do meu lado sonhando o mesmo sonho que eu,cuidando,zelando,vivendo esse amor,apesar de tudo isso,reconheço que o amor de nossa vida não é aquele que se concretizou de verdade,o amor de nossa vida é aquele que fica a vida toda e por toda vida...apesar dos pesares.
Parabéns pelo texto ,imagem e música,tudo muito lindo.

1 de abril de 2014 07:10  
Blogger ॐ Shirley ॐ disse...

O Árabe, mais uma vez constato que, para ser feliz, é preciso usar a Lei do Equilíbrio, nem Oito nem Oitenta, ou seja, o Caminho do Meio, ensinado pelo Buda. Se o amor é uma flor, necessitamos usar de muita cautela, pois, além de frágil, possui espinhos. Você está certo.
Querido amigo, saúde, paz e luz!!!

1 de abril de 2014 08:10  
Blogger LUZ disse...

Olá, amigo!

Um dos textos mais bonitos, "doces", que, aqui, li.
É uma metáfora, do princípio ao fim.
Nós sabemos que é muito difícil cumprir o que aqui nos aconselha, mas tentar, não custa.
Nada é eterno, portanto saibamos regar, de todas as formas, o amor, de hoje, para que ele seja flor, enquanto dure.

Boa semana, com amores e flores.

1 de abril de 2014 11:16  
Blogger Minha vida de campo disse...

OLÁ ÁRABE, SAUDADE DESTE CANTINHO CHEIO DE PALAVRAS PRECIOSAS. ADOREI ME FEZ REFLETIR SOBRE O QUE TENHO FEITO, AS VEZES ME ESQUEÇO DE SER GENTIL E EXPLODO NA HORA ERRADA.
TENHA UMA SEMANA ABENÇOADA

1 de abril de 2014 13:30  
Blogger São disse...

o Amor é algo tão necessário , tão importante para o ser humano qualquer que seja a sua forma.

Mas, meu querido Amigo, eu só posso falar dele como Amizade...

Abraço grande e boa semana

1 de abril de 2014 16:20  
Blogger Ilca disse...

Bonito e muito verdadeiro o seu texto, meu amigo!
O amor é como uma flor, precisa de cuidados e dedicação, para que possa crescer e se fortalecer a cada novo dia.
Tenha uma excelente semana, recheada de boas energias e de esperanças renovadas.
Grande abraço, e obrigada pelo seu carinho e presença constante.

1 de abril de 2014 20:29  
Blogger Vera Lúcia disse...


Olá amigo Árabe,

Linda a música. Muito bem escolhida para o tema.

Saber amar é uma arte. Aqueles que sabem exercitá-la desfrutam de felizes momentos, pois nada há de mais gratificante do que a companhia de um parceiro(a) cúmplice, amigo e apaixonado. É quase um sonho-rs. Ninguém é dono de ninguém e é preciso respeitar a individualidade de cada um. Cuidar é essencial para que a chama do amor permaneça acesa.

Lindo o texto.

Excelente semana.

Abraço.

1 de abril de 2014 21:25  
Anonymous Anônimo disse...

Sabei que não vos pertencem; e como um dia vieram, um dia se irão. E de nada vos adiantará querer retê-los; como não podeis reter os raios de sol que vos acariciam o rosto.

Grande verdade Árabe, amar verdadeiramente requer muitos cuidados e acima de tudo ter a consciência de que, nada é para sempre, tudo tem o seu devido tempo, tempo que não é nosso, é o tempo de Deus! Belíssima postagem, música,perfeito!!! Ótimo resto de semana e que você esteja bem!

2 de abril de 2014 00:36  
Blogger Mariazita disse...

Bom dia, Árabe
Como ainda não é sexta-feira :) limito-me a agradecer as tuas gentis palavras, que fizeram muito bem ao meu ego!
Obrigada, meu amigo.

Beijinhos

2 de abril de 2014 01:32  
Blogger © Piedade Araújo Sol disse...

um texto magistralmente bem escrito e sábio na sua reflexão.

gostei muito!

:)

2 de abril de 2014 04:06  
Blogger MARILENE disse...

"Por algum tempo", grande verdade. E por sabermos da finitude de tudo havemos que cuidar bem do que ora existe, prolongando, com sabedoria, o valoroso sentimento do amor.
Belas e fundamentadas colocações, que merecem atenção. Abraço.

2 de abril de 2014 09:45  
Blogger Ailime disse...

Olá amigo e bom Árabe, ora aqui está mais uma daquelas preciosidades que me deixam maravilhada!
No meu fraco entendimento o amor não é fácil de se viver, porque por vezes há intempéries que desfolham as pétalas das flores antes do fim da estação (adorei a analogia com as flores), mas o desafio é mesmo tentar ultrapassá-las!
Para amar e ser correspondido há que fazer cedências e ir aprendendo com os desafios que a vida nos vai apresentando. Saber cultivar o amor é uma arte e nem todos temos esse dom! Mas vale a pena sempre tentar, para usufrui-lo nem que seja no fim da viagem.
Muito obrigada por mais este conjunto de pérolas que vou guardar no meu coração. Beijinhos e continuação de boa semana.Ailime

2 de abril de 2014 11:04  
Blogger Smareis disse...

Boa tarde Árabe!
Com certeza precisamos cuidar sim, e cultivar o nosso amor, para que possa florescer e da bons frutos.

Adorei!
Abraços!

2 de abril de 2014 11:57  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, Olhos de Mel. E você tem razão: é preciso viver com intensidade o amor, enquanto durar a conexão. Bom resto de semana!

2 de abril de 2014 13:23  
Blogger O Árabe disse...

Grato, Mariazita. Realmente, a conquista do Amor precisa ser feita em cada dia, até porque ele é dinâmico; como, aliás, a própria Vida. Bom resto de semana!

2 de abril de 2014 13:25  
Blogger O Árabe disse...

É a receita, Chica: viver os amores e cuidar bem deles! Bom resto de semana, amiga.

2 de abril de 2014 13:26  
Blogger O Árabe disse...

Plantar e cuidar, Rô... é essa, sim, a receita! Obrigado, bom resto de semana.

2 de abril de 2014 13:27  
Blogger O Árabe disse...

Que assim seja, Rita! Obrigado, bom resto de semana.

2 de abril de 2014 13:27  
Blogger O Árabe disse...

Isso, Sissym; essa é a verdadeira magia, que une aqueles que se amam. Obrigado, bom resto de semana.

2 de abril de 2014 13:28  
Blogger O Árabe disse...

Sábio, sim, o seu avô, amiga Arco-Íris. Também penso que a cada um cabe a responsabilidade por seu comportamento; plantamos as nossas alegrias e os nossos sofrimentos. Mas, acredite: aquele que não retribui o amor, é porque não ama verdadeiramente. Obrigado, bom resto de semana!

2 de abril de 2014 13:31  
Blogger O Árabe disse...

Ponto de vista que compartilho, Claudinha; se começa a ser uma obrigação, já não há amor. Bom resto de semana!

2 de abril de 2014 13:32  
Blogger O Árabe disse...

Tem, Lisette... inclusive o amor. :) Bom resto de semana!

2 de abril de 2014 13:32  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, Cidinha. Encantador, mesmo, é contar com amigos como você. Bom resto de semana!

2 de abril de 2014 13:33  
Blogger O Árabe disse...

Sartre é realmente incrível, não, Luma? E você tem razão: cada um tem um jeito próprio de amar. Obrigado, bom resto de semana!

2 de abril de 2014 13:35  
Blogger O Árabe disse...

Assim é, gal: algo sempre fica, mesmo quando o amor se vai. Obrigado, bom resto de semana!

2 de abril de 2014 13:37  
Blogger O Árabe disse...

O Caminho do Meio, Shirley; isso mesmo. Para poder conhecer a felicidade, é preciso conhecer o sofrimento; e muitas vezes, os dois se confundem. Obrigado, amiga; bom resto de semana!

2 de abril de 2014 13:39  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, Luz, e saiba que concordo inteiramente com você: é preciso regar o amor. Sempre. Bom resto de semana, amiga!

2 de abril de 2014 13:40  
Blogger O Árabe disse...

Alegria com a sua presença, Anajá. Mas não se preocupe muito com as explosões: o oceano do Amor sempre tem as suas tempestades. :) Bom resto de semana!

2 de abril de 2014 13:41  
Blogger O Árabe disse...

Mas acho que você colocou muito bem, São: o Amor é de grande importância para o ser humano... qualquer que seja a sua forma. Bom resto de semana, minha amiga!

2 de abril de 2014 13:42  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, Ilca, pela gentileza constante e pelos votos, que retribuo de coração. Bom resto de semana!

2 de abril de 2014 13:43  
Blogger O Árabe disse...

É isso, Vera: saber amar é uma arte. E dela faz parte o respeitar as individualidades. Obrigado, amiga; bom resto de semana!

2 de abril de 2014 13:44  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, Anônimo e estou inteiramente de acordo: o tempo não nos pertence, é uma dádiva de Deus. Bom resto de semana, fique bem.

2 de abril de 2014 13:46  
Blogger O Árabe disse...

Não há de que agradecer, Mariazita; você bem as merece, amiga! Sou eu quem agradece, pela gentileza e amizade.

2 de abril de 2014 13:47  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, Piedade! Bom saber que foi do teu agrado, bom resto de semana.

2 de abril de 2014 13:48  
Blogger O Árabe disse...

Isso, Marilene: devemos prolongar, em nossos corações, o sentimento do Amor. Bom resto de semana, obrigado.

2 de abril de 2014 13:49  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado a você, Ailime, pelo belo e ponderado comentário e pelos votos, que de coração retribuo. Bom resto de semana, amiga!

2 de abril de 2014 13:50  
Blogger O Árabe disse...

Uma alegria a sua presença, Smareis, e não há como não concordar: é preciso cuidar do Amor, para que possa florescer. Bom resto de semana!

2 de abril de 2014 13:51  
Blogger Cândida Ribeiro disse...

Quando se ama verdadeiramente tem-se consciência que não é para sempre e nada melhor do que deixar livre a pessoa que amamos.
Aproveitar o momento presente e vivê-lo com intensidade é o segredo para manter esse amor vivo.

Amigo, depois de longa ausência voltei. Espero vê-lo no meu Mundo Colorido II.

Um abraço
Canduxa

3 de abril de 2014 07:24  
Blogger Zilani Célia disse...

OI ÁRABE!
ASSIM É O AMOR, UMA FLOR DELICADA COM UM TEMPO DE VIDA SÓ DELA E NA QUAL NÃO TEMOS COMO INTERFERIR.
PODEMOS REGÁ-LA, ACARICIÁ-LA, MAS NÃO SOMOS SEUS DONOS POIS SE A TIRARMOS DO CAULE, FENECE.
LINDO TEXTO AMIGO.
ABRÇSA

http://zilanicelia.blogspot.com.br/

3 de abril de 2014 17:57  
Blogger ONG ALERTA disse...

Abraço Lisette.

4 de abril de 2014 03:39  
Blogger Daniel C.da Silva (Lobinho) disse...

A analogia final do amor como flor, é o toque de encerramento/resumo daquilo que deve ser tratado, efectivamente dessa maneira, com toda a lição pelo texto fora, como a humildade...

Um abraço. Sempre grande

4 de abril de 2014 08:13  
Anonymous irene alves disse...

Estou totalmente de acordo,
amigo, com este seu belíssimo
texto.O amigo tem uma grande
sensibilidade para a vida.
Bj.
Irene Alves

4 de abril de 2014 11:46  
Blogger O Árabe disse...

Grande alegria com a sua volta, Canduxa. E com certeza me reverá por lá, sim! Obrigado pelo belo comentário, boa semana.

7 de abril de 2014 06:26  
Blogger O Árabe disse...

Isso, Zilani! É preciso cuidar dela, e para isto não a podemos colher. Boa semana, obrigado!

7 de abril de 2014 06:27  
Blogger O Árabe disse...

Boa semana, Lisette; obrigado.

7 de abril de 2014 06:28  
Blogger O Árabe disse...

Sempre grande a alegria com a sua presença, Daniel. Abraço, amigo; boa semana

7 de abril de 2014 06:29  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, Irene, por sua amizade e gentileza. Como está você, amiga? Boa semana!

7 de abril de 2014 06:30  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial

Real Time Web Analytics Real Time Web Analytics Real Time Web Analytics Clicky