O Árabe

Idéias, sentimentos, emoções. Oásis que nos ajudam a atravessar os trechos desérticos da vida...

sexta-feira, 27 de junho de 2014

ACABA ASSIM



Acaba assim.
Como o sol, que mergulha no horizonte distante e deixa a terra entregue à escuridão da noite. Ou como a flor, que tomba do galho e fenece sobre o solo, até misturar-se a ele.

Como a canção, que se extingue na última nota; como o suspiro de prazer, que se perde na penumbra cúmplice da alcova; ou como a fragrância delicada, que se desvanece no ar.

Como a onda, que se quebra mansamente sobre a praia; como o sorriso, que se desmancha quando começa a nascer a lágrima; como a chama, quando a vela se apaga.
Como o beijo, que se desfaz quando os lábios se separam; como o enlevo, que se torna enfado quando os olhos já não se procuram; como a paixão, que morre na saciedade.

Acaba assim. Sem trombetas ou clarins, sem rojões ou foguetes; sem o repicar de sinos, sem que se detenha o tempo. Apenas acaba, em um dia comum, igual a todos os outros.

É assim que tudo se acaba: os sonhos e as esperanças, as desilusões e os desenganos, o amor e os desencontros, a paixão e o desejo. É assim que se acaba a própria vida.
Um dia, tudo termina. Mas é preciso seguir em frente; porque é para a Eternidade que caminha o tempo, e é na mansão do amanhã que reside o vosso verdadeiro Eu.

Do passado, ficam as lembranças. E é de vós que depende torná-las doces ou amargas, escolhendo as que guardareis em vossos corações, para acompanhar os vossos dias.
Qualquer que seja a vossa escolha, entretanto, elas vos servirão de aprendizado. Porque é entre o sorriso e as lágrimas, que as vossas emoções vos conduzem ao Conhecimento.

No universo, não há o rufar de tambores quando a cortina desce sobre o palco; apenas o silêncio do intervalo, enquanto os atores trocam as suas vestes para começar um novo ato.
Acaba assim. E na voragem do tempo desaparecem os sorrisos e as lágrimas, os amores e os desamores, as juras que fizestes e ouvistes, as ilusões e os desencantos. 

Acaba assim. E necessitareis prosseguir, na penumbra, na solidão e no silêncio do palco vazio, enquanto em vossa alma persistem em sobreviver os gritos do passado insepulto.

Até o dia em que tudo irá mudar. Voltarão a acender-se os holofotes e a orquestra reiniciará os seus acordes; retornareis ao palco e a cortina subirá mais uma vez.

52 Comentários:

Blogger Olhos de mel disse...

Querido Arabe; mesmo quando o perfume termina, o aroma fica pairando no ar. Ainda que o tempo passe, o amor nao passa, nao morre. E se doi pra um, a dor e grande para o outro.
Lembrancas e saudades, marcas eternizadas, doces emocoes...
Lindo, triste e me fez chorar muito!
Bom fim de semana! Beijos

27 de junho de 2014 18:20  
Blogger Ilca disse...

Belo, triste, tocante e profundo! Pois é, amigo, um dia tudo termina, mas é preciso prosseguir e recomeçar. No entanto, aceitar a vida como ela é, aprender com as experiências amargas que enfrentamos, depende de nós. Tudo é uma questão de escolha!
Muito verdadeiro o teu texto... emociona!
Tenha um final de semana feliz!
Muita paz e um grande abraço, querido amigo.

27 de junho de 2014 21:31  
Blogger Marina Fligueira disse...

¡Hola, Árabe!!!

Perdona mi demora he estado ausente mi mi casa.

Nos dejas un texto abrazado a la prosa poética: con un sin fin de reflexiones que realmente son ciertas.

Todo lo que comienza se termina en algún momento de la vida.
Como esa sonrisa que se desvanece cuando nace una lagrima... sobre todo cuando es amarga. Pero quedémosnos con la mas bella de las lágrimas... que es aquella que sale del alma cuando nos acucia la felicidad abrazada por una alegría inmensa.

Debemos asumir que no solo tiene la vida una cara! Sino que tiene esas dos! El día y la noche. Lo mismo la flor que se yergue hermosa y, con el tiempo se marchita.

Así es nuestro rodar por la vida y debemos tenerlo muy en cuenta, aprovechar los buenos momento y aceptar con paciencia lo que no nos gusta tanto.
Siempre es un inmenso placer leerte,eres un maestro de la buena letra.

Te dejo mi gratitud y mi estima.
Un beso y se muy muy feliz.

28 de junho de 2014 01:16  
Blogger ✿ chica disse...

Lindíssimo,Árabe! Tudo tem o seu tempo e sem alardes chegará ao fim... O que nos anima é pensar na existência do segundo ato, possibilidade de novamente tudo poder reviver! abração, linda semana,chica

28 de junho de 2014 02:53  
Blogger Rô... disse...

oi meu amigo,

no palco da vida é muito importante sabermos identificar o momento de sair de cena,
e esperar o intervalo pacientemente, para voltarmos para o segundo ato renovados e cheios de energia...
te ler é aprender um pouco mais da vida...

beijinhos

28 de junho de 2014 04:31  
Blogger MEU DOCE AMOR disse...

Olá Árabe:

Como estás? Lá voltei.Não houve tempo para andar por estes lados.O pc também andava estragado e andei menos bem.

O teu texto é muito belo e profundo.Fala das emoções.Não gosto muito delas,da maior parte delas.
Qual o problema delas?Será possível escolhê-las?Ex: esta faz-me mal, não a quero sentir...aquela até me faz bem, então fica....etc!

O que achas? Espero pela tua visita.

Beijinho doce)

28 de junho de 2014 07:46  
Anonymous Anônimo disse...

Verdade Árabe, seus textos são lindos e verdadeiros. Há tempo para todas as coisas e nada neste mundo é para sempre...é aproveitarmos o tempo que temos com inteligência, sabedoria e boas atitudes, lembrando sempre que,colhemos o que plantamos. Obrigada e tenha um lindo final de semana!!!

28 de junho de 2014 14:08  
Blogger ONG ALERTA disse...

A cada dia um novo começo, abraço Lisette.

28 de junho de 2014 14:48  
Blogger Claudinha ੴ disse...

Que triste...

28 de junho de 2014 17:01  
Blogger Rita Sperchi disse...

Bom domingo!

Eu Aprendi
Que são os pequenos acontecimentos
diários que tornam a vida espetacular;
Que cada pessoa que a gente conhece
deve ser saudada com um sorriso!

___________William Shakespeare

Abraços de uma boa semana

└──●► *Rita!!

29 de junho de 2014 08:06  
Blogger Luma Rosa disse...

Oi, Árabe!
Tudo acaba, um dia...
Não é bom pensar no fim das coisas, a não ser que sejam coisas ruins. O bom é viver as coisas enquanto elas acontecem.
Bom Domingo!!
Beijus,

29 de junho de 2014 08:06  
Blogger Arco-Íris de Frida disse...

Começara um novo ato,renasceras... viveras... e um dia... tudo acabara novamente...

É o eterno ciclo do aprendizado...

Que vc tenha uma semana abençoada, Arabe...

Beijos...

29 de junho de 2014 13:40  
Anonymous maria alves disse...

Querido Árabe leio-vos à muitos anos,tenho ficado triste com as vossas tristezas e deliciado-me com as vossas ideias e palavras,sinto um tom de despedida que egoístamente me assusta. Espero que seja só impressão minha mas ia ficar um vazio muito grande. Há coisas que simplesmente não podem acabar. Então e os sonhos e as borboletas e os enganos e desenganos. Quem nos falará deles com tanto carinho.

30 de junho de 2014 06:11  
Blogger ॐ Shirley ॐ disse...

Nossas idas e vindas, sem o rufar dos tambores... Texto claro e lindo demais. Toca a alma. Grande comoção.
O Árabe, beijo, saúde e paz!

30 de junho de 2014 19:16  
Blogger Cecilia disse...

Belíssima mensagem! Realmente tudo se acaba seja para o bem, seja para o mal, tudo tem um fim para o recomeço de outro, é como uma peça de teatro que nunca se acaba, nossa vida é assim. Não devemos nos desanimar nunca, senão, como disse nosso gênio Chales Chaplin: "A vida é uma peça de teatro que não permite ensaios. Por isso, cante, chore, dance, ria e viva intensamente, antes que a cortina se feche e a peça termine sem aplausos." Obrigada pela mensagem em meu cantinho. Estou querendo arranjar MEU MALVADO FAVORITO 2 também, se você assistir, me avise como foi.

1 de julho de 2014 08:42  
Blogger Ailime disse...

Meu amigo e bom Árabe, já tinha lido o seu lindo texto e hoje num outro contexto só me posso lembrar de um jovem na flor da idade, filho único de uma jornalista da Tv portuguesa que pereceu assim num ápice e de uma forma bem trágica!
Para ele a eternidade chegou e para sua mãe a esperança do recomeço de uma vida nova "no segundo ato" aquando do reencontro!
Beijinhos e muito obrigada!
Continuação de uma boa semana.
(Desculpe falar deste assunto mas fiquei muito impressionada)!
Ailime

1 de julho de 2014 08:51  
Blogger Vanuza Pantaleão disse...

É preciso ter um olhar amplo e entender que se há um fim, logo virá o recomeço, assim como as estações: primavera, verão, outono, inverno...
Um eterno aprendizado essa vida. Obrigada pela tua visita, amigo!Bjs

1 de julho de 2014 10:11  
Blogger Mariazita disse...

Então não é que eu estava convencida que já tinha comentado este post?
Nem sequer o tinha lido, imagina!
Mas agora li e, como sempre, gostei imenso.
É verdade que tudo tem um fim – permite-me que abra aqui um parêntesis para o que considero raríssimas excepções. Há dores que nos acompanham até ao fim dos nossos dias… mesmo que, com o tempo, aprendamos a viver com elas. Sei do que falo...
Mas, no geral, é bem como dizes. Tanto tem fim o bem como o mal – embora este último nos pareça que custa muito mais a passar…
Mas temos que manter a esperança, e seguir em frente.
Uma óptima semana, meu amigo.
Beijinhos

1 de julho de 2014 12:38  
Blogger GarçaReal disse...


A vida é um caminho que tem que ser percorrido, mais ou menos longo, mas como todos os caminhos tem um fim.

Nada no planeta é eterno...
Eterno é após o fim.

Por isso devemos tentar percorrer o caminho com amor e tentar sempre recolher felicidade.

Bom texto

Bjgrande do Lago com amizade

1 de julho de 2014 13:29  
Blogger Olhos de mel disse...

Querido Árabe; nada morre, nada acaba, quando existe amor. As situações podem mudar, os anos podem passar, mas o amor não passará. E ele estará sempre unindo corações, vencendo distâncias.
Vim ler novamente, mas dessa vez sem chorar.
Beijos

1 de julho de 2014 16:23  
Blogger Isy disse...

Fantastico!!! Adorei!!!

Bjxxx

2 de julho de 2014 03:30  
Blogger São disse...

Excelente e belissima maneira de falar sobre a nossa viagem ao longo do Tempo, com a Entidade a revestir-se de diversas personalidades.

Bem hajas, Amigo, pela generosa partilha da tua imensa sabedoria!

2 de julho de 2014 05:02  
Blogger © Piedade Araújo Sol disse...

sim, tudo é assim que acaba, mas sem querer, fiquei com um nó na garganta.

:(

2 de julho de 2014 09:30  
Anonymous Helena disse...

Fui lendo e me entristecendo... Pareceu-me uma despedida! Cheguei ao final ansiosa por ver que não se tratava de um adeus, e voltei para reler tudo, com mais vagar, apropriando-me das palavras, frases e sentidos. Disseste tudo que havia para ser dito sobre o assunto, e as palavras que sobraram me permitem parafrasear as tuas, e as coloco aqui, agora: o que não acaba assim é a vontade de ler-te mais e mais, de me deixar embalar na tua sabedoria e de saber que, como dizia a Clarice Lispector: "Tudo acaba mas o que te escrevo continua."
Ficam sorrisos, ficam estrelas, fica meu carinho,
Helena

2 de julho de 2014 10:35  
Blogger Zilani Célia disse...

OI ÁRABE!
E NESSE SUBIR E DESCER DE CORTINAS, VAMOS ATUANDO E COM AS BÊNÇÃOS DE DEUS, TORNANDO-NOS, BONS PROTAGONISTAS DE NOSSA PRÓPRIA EXISTÊNCIA.
LINDO TEXTO, UMA CONSCIENTIZAÇÃO PROFUNDA DO QUÃO FRÁGEIS SOMOS FRENTE A GRANDEZA DA VIDA.
ABRÇS

http://zilanicelia.blogspot.com.br/

2 de julho de 2014 16:46  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, Olhos de Mel, e concordo: as emoções são, sim, marcas eternizadas; porque o nosso verdadeiro Eu vive na Eternidade. Bom resto de semana!

3 de julho de 2014 04:49  
Blogger O Árabe disse...

Muito bem dito, Ilca: tudo é uma questão de escolha... sempre! Obrigado, amiga; bom resto de semana.

3 de julho de 2014 04:50  
Blogger O Árabe disse...

Não te preocupes com a eventual ausência, Marina... importante é a alegria do retorno! Grato pela amizade e pelo belo comentário, bom resto de semana!

3 de julho de 2014 04:51  
Blogger O Árabe disse...

Isso, Chica! Sempre existe uma nova chance, um novo caminho! :) Bom resto de semana, amiga.

3 de julho de 2014 04:52  
Blogger O Árabe disse...

Aprendemos com ela, não, Rô? É a própria vida que nos ensina a viver! Obrigado, bom resto de semana.

3 de julho de 2014 04:53  
Blogger O Árabe disse...

Quem nos dera, Doce Amor, pudéssemos escolher as emoções que sentimos! E, a propósito, é uma grande alegria ver-te de volta! :) Bom resto de semana.

3 de julho de 2014 04:55  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado a você, anônimo, e concordo inteiramente: o principal é aproveitarmos com inteligência o nosso tempo! Bom resto de semana.

3 de julho de 2014 04:56  
Blogger O Árabe disse...

Muito bem resumido, Lisette! Bom resto de semana, amiga.

3 de julho de 2014 04:56  
Blogger O Árabe disse...

Triste, Claudinha? Talvez o fim o seja... mas não devemos esquecer que ele marca um novo começo. Bom resto de semana, fica bem!

3 de julho de 2014 04:57  
Blogger O Árabe disse...

Belo pensamento, Rita! O importante é aprendermos algo assim, em cada dia. Bom resto de semana!

3 de julho de 2014 04:58  
Blogger O Árabe disse...

Essa é a sabedoria, Luma: viver cada momento, enquanto acontece. Obrigado, bom resto de semana!

3 de julho de 2014 04:59  
Blogger O Árabe disse...

É, Arco-Íris... e só através dele, atingimos o Conhecimento. Obrigado e bom resto de semana, amiga; como estás?

3 de julho de 2014 05:00  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, Maria Alves, pela companhia constante e amiga e pela gentileza de tuas palavras. Esta é a melhor recompensa para quem escreve e podes ficar tranquila: estaremos juntos aqui, sim, enquanto mo permitir o Universo. Volta sempre, o oásis é nosso! Bom resto de semana.

3 de julho de 2014 05:03  
Blogger O Árabe disse...

Grato, Shirley. E, confesso, às vezes me pergunto: por que sempre imaginamos que o rufar de tambores anuncie cada mudança de ato, se assim nunca acontece? Bom resto de semana, amiga!

3 de julho de 2014 05:05  
Blogger O Árabe disse...

Belo comentário, Cecília! E foi um prazer visitar o teu cantinho; sempre voltarei por lá, porque gostei muito do que vi. Ah, e pode assistir sem susto o número 2: paradoxalmente, esse Malvado é muito bom! :) Bom resto de semana.

3 de julho de 2014 05:07  
Blogger O Árabe disse...

Não há razão de te desculpares, Ailime; este é o objetivo do nosso oásis: que possamos comentar, entre amigos, as coisas que nos emocionam ou impressionam. lamento o frite ocorrido, agradeço a tua confiança e te desejo um bom resto de semana.

3 de julho de 2014 05:10  
Blogger O Árabe disse...

Isso, Vanuza: precisamos ter um olhar amplo, porque os horizontes da Vida não têm limites. Bom resto de semana, amiga!

3 de julho de 2014 05:11  
Blogger O Árabe disse...

Grato pelo belo comentário, Mariazita, e estás inteiramente certa: sempre nos parece que o mal demora mais a passar; o tempo parece voar na alegria e eternizar-se na tristeza, não? Mas tudo passa; sempre. Bom resto de semana!

3 de julho de 2014 05:13  
Blogger O Árabe disse...

Alegria em rever-te, Garça amiga, e concordo inteiramente contigo: devemos "percorrer o caminho com amor e tentar sempre recolher felicidade".Obrigado, bom resto de semana!

3 de julho de 2014 05:14  
Blogger O Árabe disse...

Assim é bem melhor, Olhos de Mel. Lembre-se: o fim nada mais é, que a véspera de um recomeço! E esta é a síntese da Vida. :)

3 de julho de 2014 05:17  
Blogger O Árabe disse...

Grato, Isy. Volte sempre, o oásis é nosso! Bom resto de semana.

3 de julho de 2014 05:17  
Blogger O Árabe disse...

Bem hajas, São, pela grande alegria que me traz a nossa amizade! Bom resto de semana, minha amiga.

3 de julho de 2014 05:18  
Blogger O Árabe disse...

Ficamos assim a cada fim, não, Piedade? Ainda que saibamos que em breve haverá um novo começo. Bom resto de semana!

3 de julho de 2014 05:20  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, Helena, pela gentileza e amizade de tuas palavras. E acredita, amiga: no que depender de mim, tão cedo não nos separaremos. Vocês são a minha força para prosseguir e a razão das minhas palavras. Bom resto de semana!

3 de julho de 2014 05:22  
Blogger O Árabe disse...

Grato, Zilani, e é bem como você falou: sob os olhos do Universo, protagonizamos cada etapa de nosso caminho pela Vida! Bom resto de semana, amiga.

3 de julho de 2014 05:24  
Blogger ruma disse...


Hello, O Árabe.

Good feeling works.
Thank you for your visiting always.

I wish You all the best.
Greeting
From Japan, ruma ❃

4 de julho de 2014 10:51  
Blogger O Árabe disse...

Thank you, ruma!I wish you all the best, too. Have a nice week!

4 de julho de 2014 18:06  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial

Real Time Web Analytics Real Time Web Analytics Real Time Web Analytics Clicky