O Árabe

Idéias, sentimentos, emoções. Oásis que nos ajudam a atravessar os trechos desérticos da vida...

sexta-feira, 9 de maio de 2008

PARA MINHA MÃE

Acaso agradece a planta ao solo fértil, que protege a semente e a faz brotar?

Ou o estudante ao livro, que lhe transmite o saber?

Agradece o homem ao sol, que lhe fornece o calor necessário à vida?

Ou à noite, em cujos braços encontra a paz para o descanso de que precisa?

Aquele que agradece a quem o perdoa, ofende à própria essência desse perdão. E quem agradece a quem lhe trouxe o amor, ofende ao próprio amor.

É do teu jeito de ser, viver o amor. E derramar amor sobre aqueles que te cercam; como o céu derrama sobre a terra a chuva que lhe sobra.

As tuas censuras são como o vento, que ao porto seguro busca conduzir o barco errante. E a tua compreensão é como a brisa, que retempera o desnorteado viajante.

Não posso, sequer, dizer que te entendo. Pois a verdade é que não se entende a quem se ama.

Mas sei que, quando choras, tentas evitar que corram as minhas próprias lágrimas. E, quando sorris, desejas dividir comigo a tua alegria.

Mãe, sei que nada te devo agradecer.

Como não agradece o homem à fruta generosa, que mata a sua fome; ou à água cristalina, que lhe sacia a sede. Eis que para isto foram criadas pelo Pai, assim como são.

Agradeço, sim, ao Universo, por seres minha mãe...


UPGRADE, em 14/05/2008: da amiga Su, o nosso oásis recebeu este prêmio. Obrigado, Su, por tua amizade e gentileza!

56 Comentários:

Blogger EDUARDO disse...

Uma mãe, um tesouro único, tão nosso, tão especial, a fonte das nossas vidas! Lindo!!

Abraços
Edu

10 de maio de 2008 10:52  
Blogger Whispers in night disse...

Ola árabe!

Lindo post, parabéns e feliz dia das mães

Quem tem uma mãe tem tudo, quem nao tem mãe nada tem

Desejo que tenhas um fim de semana feliz
Mil beijos
Rachel

10 de maio de 2008 14:38  
Blogger Claudinha disse...

Lindo texto. Penso que uma mãe não espera agradecimentos, mas um filho tem que os fazer. Que seja o universo então. Beijo!

10 de maio de 2008 16:14  
Blogger Menina do Rio disse...

Sei que quando choras, queres evitar minhas lágrimas...
Esta frase foi a mais tocante, pela profunda verdade quem contém! Só mesmo uma mãe é capaz de sentir a dor do filho, antever seus passos e guia-lo pela vida!

Um beijo a ti e a todas as mães do mundo!

11 de maio de 2008 01:47  
Anonymous MoonLight disse...

Já passei aqui e li e reli estes dois últimos posts...
As palavras estão a custar a sair...
Tocam-me profundamente!
Porque tenho uma filha... porque sou mãe... porque tenho mãe...
Obrigado pela partilha!
Bjs de Luz*

11 de maio de 2008 12:39  
Anonymous cõllybry disse...

Nunca é demais agradecer, mesmo que não seja necessário...A esse Lindo Ser que é MÃE...

belo

Doce meu beijo

12 de maio de 2008 11:12  
Blogger Tina disse...

Oi Árabe!

Lindo e verdadeiro texto. Cheio de sentimento e de verdade. Obrigada.

beijo grande e boa semana,

12 de maio de 2008 17:25  
Blogger Defensor disse...

Salve,
Uma bela homenagem.
Abraços, boa semana

13 de maio de 2008 05:19  
Anonymous Anônimo disse...

Amigo Árabe...que perfeição.

Um vénia!

13 de maio de 2008 10:40  
Blogger SILÊNCIO CULPADO disse...

Árabe
Lindo post que assinala o dia da mãe e lindo o remate do mesmo: agradecer ao Universo o ter-te dado aquela mãe e não outra.
O amor não se agradece pois é tão natural um rio que corre ou uma onda que vem dar à praia. Apenas devemos agradecer o estarmos vivos para os contemplar.
Abraço

13 de maio de 2008 11:20  
Blogger Eärwen Tulcakelumë disse...

Amigo,

Não poderia eu achar aqui um texto diferente, pois consigo sentir a sensibilidade da tua alma, meu Amigo. Não sei como, mas simplesmente sinto. Com as tuas palavras, agradecestes todo o amor que lhe foi dado, todo o gesto de carinho que a ti foi dispensado, todas as lágrimas e com certeza todos os sorrisos. As mães tem um “que” todo especial, que só entendemos depois que somos... sim, conseguimos sentir a dor das nossas crias como se nossas fossem.
Li este teu texto, exatamente um dia após a comemoração do dia das mães aqui no Brasil, que é no segundo domingo de maio e agradeço por tão lindas palavras.

Aqui a Phoenix abre suas asas e abraça O Árabe em um abraço de luz , depositando em teu coração pérolas incandescentes de carinho e paz.

Eärwen

13 de maio de 2008 12:38  
Blogger Carol disse...

Não é à toa que se diz que mãe há só uma... Bonita homenagem, meu amigo!

13 de maio de 2008 14:09  
Blogger Vieira Calado disse...

Olá, amigo!
Estive para colocar um poema que dizia substancialmente isso:
somos filhos do Universo.
Optei pelo coloquei hoje.
É diferente dos que tenho mostrado, mas tenho uns poucos assim do género deste.
Depende do humor...
Um abração

13 de maio de 2008 14:22  
Anonymous carla granja disse...

ola meu amigo! linda a dedictoria que aqui deixas para a tua mãe nem tenho palavras. sabes ! tive 2 meses no canada a pasasr ferias ,mas estava desejando de voltar paar portugal pois morria de saudades da minha mãe ,agora já tou perto dela outra vez e tou feliz.
te deixo uma chuva de corações e por ti cá epero em meu blog
__000000___00000
_00000000_0000000
_0000000000000000
__00000000000000
____00000000000
_______00000
_________0
________*__000000___00000
_______*__00000000_0000000
______*___0000000000000000
______*____00000000000000
_______*_____00000000000
________*_______00000
_________*________0
_000000___00000___*
00000000_0000000___*
0000000000000000____*
_00000000000000_____*
___00000000000_____*
______00000_______*
________0________*
________*__000000___00000
_______*__00000000_0000000
______*___0000000000000000
______*____00000000000000
______*______00000000000
_______*________00000
________*_________0
_________*________*bjo,carla garnja

13 de maio de 2008 15:40  
Blogger FERNANDA & POEMAS disse...

Olá querido Amigo, adorei a tua homenagem...´
Não é á toa que se diz que mãe á só uma... Adorei... Beijinhos de carinho,
Fernandinha

14 de maio de 2008 06:30  
Blogger sp disse...

:)

apenas um sorriso assim...

14 de maio de 2008 10:24  
Anonymous DO disse...

Tudo bem que o dia das mães ja passou e só pude vir agora. Mas que linda homenagem,hem ARABE.
Parabens!!

Grande abraço!

14 de maio de 2008 11:13  
Blogger O Árabe disse...

Lindas mesmo são elas, Eduardo! Mas estou certo de que concordas. :) Abraço grande.

14 de maio de 2008 13:59  
Blogger musqueteira disse...

viva árabe... sem mãe o universo fica mais pobre;)

14 de maio de 2008 14:01  
Blogger O Árabe disse...

Acredita, Rachel: nós as temos para sempre. De todos os planos da existência! Boa semana.

14 de maio de 2008 14:01  
Blogger O Árabe disse...

É isso, Claudinha: agradeçamos ao Universo, que as colocou em nossos caminhos... :)

14 de maio de 2008 14:02  
Blogger O Árabe disse...

Só elas mesmo, Verônica... porque a sua percepção vem do mais puro amor! :)

14 de maio de 2008 14:04  
Blogger O Árabe disse...

Assim é, Moonlight... certas coisas, só mesmo o amor de mãe é capaz de sentir!

14 de maio de 2008 14:09  
Blogger O Árabe disse...

Nunca, mesmo, Collybry! :) por mais que o façamos, muito ainda nos restará a fazer... :)

14 de maio de 2008 14:10  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado a você, amiga Tina. E espero que o seu Dia das Mães tenha sido muito feliz. Você merece!

14 de maio de 2008 14:11  
Blogger O Árabe disse...

Salve, Defensor amigo. Meu abraço e uma boa semana!

14 de maio de 2008 14:11  
Blogger O Árabe disse...

Grato, amigo anônimo. Bem-vindo ao nosso oásis!

14 de maio de 2008 14:12  
Blogger O Árabe disse...

Sempre, Lídia! Agradecer à mãe pelo seu amor, seria como agradecer ao vento por acariciar os nossos cabelos. O nosso amor é a melhor gratidão.

14 de maio de 2008 14:15  
Blogger O Árabe disse...

Grato, amiga Eärwen. Que as pérolas da paz possam ornar os teus caminhos!

14 de maio de 2008 14:16  
Blogger O Árabe disse...

Só uma, Carol... e com todo amor do mundo, sempre! :)

14 de maio de 2008 14:17  
Blogger O Árabe disse...

Gostei dele, amigo Vieira! Como deixei registrado por lá... :) Meu abraço.

14 de maio de 2008 14:17  
Blogger O Árabe disse...

Bom ver-te de volta, Carla. E melhor ainda saber-te feliz! :)

14 de maio de 2008 14:18  
Blogger O Árabe disse...

Grato, Fernanda, por tua amizade e gentileza! :)

14 de maio de 2008 14:19  
Blogger O Árabe disse...

Um grande sorriso, SP... é o que as mães mais querem ver em nossos rostos! :)

14 de maio de 2008 14:20  
Blogger O Árabe disse...

Lindas são elas, amigo DO! E você é sempre bem-vindo, bem sabe disto! :) Abração.

14 de maio de 2008 14:21  
Blogger O Árabe disse...

Muito mais, Musqueteira... e ainda mais as nossas vidas! :)

14 de maio de 2008 14:22  
Blogger Vítor Amado disse...

Gostei muito do poema à mãe. Tem sentimento, emoção e verdade.
Boa semana.

14 de maio de 2008 15:16  
Anonymous Saramar disse...

sobre o amor de mãe que você?
Maravilhoso texto, de carinhos e ensinamentos.
Obrigada.

beijos

15 de maio de 2008 05:26  
Blogger osátiro disse...

Bonita e sensível e afectuosa dedicatória à mãe.
parabéns.

15 de maio de 2008 09:03  
Blogger O Árabe disse...

Como o próprio amor de mãe, não, Vítor? :) Obrigado!

15 de maio de 2008 17:38  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, Saramar. Elas merecem mesmo todo o amor do mundo, não? :)

15 de maio de 2008 17:39  
Blogger O Árabe disse...

Grato, amigo Sátiro. Afeto é a primeira palavra que a gente pensa, quando se trata das mães! :)

15 de maio de 2008 17:40  
Blogger Auréola Branca disse...

De fato, ser mãe é o explendor da natureza. Não precisamos agradecer. Elas, com seu olhar terno, sabem exatamente quão grato é nosso coração.
Abraços.

16 de maio de 2008 09:46  
Blogger mundo azul disse...

Gostei bastante do enfoque diferente dado à essa homenagem para as mães!
Beijos e muita luz... _Zélia.

16 de maio de 2008 10:13  
Anonymous Lizzie disse...

Um texto lindo, uma homenagem merecida. Minha mãe mora em outra cidade, quando liguei para felicitar-lhe, caímos as duas no choro.
A natureza é tão perfeita que me encanta. Agradeço a Deus por tê-la comigo, e, aliás, por todas as mães existirem. Já pensaste o caos que seria um mundo carente?Rsrs

Beijos!
www.lizziepohlmann.com

16 de maio de 2008 10:50  
Blogger Benó disse...

Bonita homenagem à mãe dum filho que é pai.
Mas, sabe , eu gosto que meus filhos me digam, obrigado mãe.
Uma boa semana.

16 de maio de 2008 14:58  
Blogger literatura disse...

Caro amigo!
Li o poema da mãe, postado no seu blogue, esse está muito bem conseguido. (Não desfazendo de muitos outros)Pois o tema é sempre lindo, só que nem todas as pessoas o conseguem construir com igual qualidade.
Obrigado pelo seu comentário que foca o valor da construção dos personagens. De facto isso é a parte mais importante de uma obra. Pois quem lê, gosta, enquanto lê, de sentir-se na pele de um personagem da obra, ou vê nele valores que são semelhantes aos que idealiza.

Um abraço, até breve.

16 de maio de 2008 16:22  
Blogger lua prateada disse...

Nas amarguras da vida
Há sempre um quê de nós
Que nos avisa, que nos diz
"Como és querida"!...

Mas tais palavras são suficientes
Para não me sentir perdida.
E assim por aqui te deixo um feliz
fim de semana e um carinho de amiga.

Beijinho prateado
SOL

16 de maio de 2008 16:25  
Blogger Eärwen Tulcakelumë disse...

Uma pérola incandescente de carinho amigo, deixo aqui.

Eärwen

16 de maio de 2008 18:07  
Blogger O Árabe disse...

Realmente sabem, Auréola... nada existe que se esconda ao olhar de uma verdadeira mãe! :)

16 de maio de 2008 20:07  
Blogger O Árabe disse...

Grato, Zélia! Muita luz... e um iluminado fim de semana.

16 de maio de 2008 20:08  
Blogger O Árabe disse...

Certos choros são tão doces, não Lizzie? ;) E as mães fazem, sim, o mundo bem melhor!

16 de maio de 2008 20:10  
Blogger O Árabe disse...

E eu agradeço sempre, Benó. :) Não precisa... mas é tão bom! ;) Boa semana.

16 de maio de 2008 20:12  
Blogger O Árabe disse...

Estás certíssimo, amigo Noribal! Por este vínculo que criamos com os personagens, a literatura nos é tão cara e necessária. Abraço, bom fim de semana.

16 de maio de 2008 20:14  
Blogger O Árabe disse...

Com certeza, Sol! Muitas vezes, os amigos nos mostram a importância e a beleza da vida. :) Bom fim de semana.

16 de maio de 2008 20:16  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, Eärwen. Repartidas, as péroals da amizade se multiplicam! :) Bom fim de semana.

16 de maio de 2008 20:19  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial

Real Time Web Analytics Real Time Web Analytics Real Time Web Analytics Clicky