O Árabe

Idéias, sentimentos, emoções. Oásis que nos ajudam a atravessar os trechos desérticos da vida...

sexta-feira, 29 de outubro de 2010

O EQUILÍBRIO E A ETERNIDADE

É em nós, que estão a alegria e a melancolia.

Assim como na natureza existem os dias de sol e de chuva, a brisa que retempera e o furacão que destrói. E é da sua alternância que o equilíbrio depende.

Deixai-me dizer-vos, entretanto, que a melancolia não é um mal em si mesma. É ela que nos faz valorizar a alegria, como cada decepção torna ainda mais colorido um novo sonho.

Deixai, também, que eu vos diga que a melancolia não é necessariamente a tristeza. Pode ser apenas a lembrança de tempos passados, que a memória insiste em manter no presente.

É preciso que assim seja. Porque cada etapa da jornada é um capítulo do livro da Vida, onde o homem registra as suas experiências, para que delas venha a brotar o Conhecimento.

A melancolia de hoje não é senão a alegria de ontem, revisitada pelos olhos da saudade. E não vos deve entristecer, mas lembrar-vos que a felicidade existe e esteve em vossos caminhos.

Tampouco, deve entristecer-vos o passar dos anos. Porque envelhecer não é o fim do caminho, mas o começo de uma nova jornada, onde a lentidão dos passos é compensada pelos tesouros da sabedoria.

A cada dia, uma nova janela se abre em vossa vida. E deveis manter abertos os vossos olhos, para que possais vislumbrar as imagens do futuro, e aproveitar as oportunidades que vos possa trazer.

Conservai, porém, as lembranças do passado. Pois só assim evitareis as armadilhas da tristeza, que muitas vezes se esconde sob o manto da ilusão e a máscara das falsas alegrias.

Desfrutai, sim, de cada um dos vossos dias. Porque, se o tempo é o vosso maior patrimônio, é também o único que não vos é dado avaliar; a ninguém cabe saber a data da partida.

Não desprezeis, entretanto, as vossas lembranças. Porque são elas que constituem a riqueza do vosso verdadeiro Eu, que entre prantos e risos as amealhou em cada momento da jornada.

Ainda que tudo mais possa escorrer entre os vossos dedos, as lembranças comporão sempre a vossa bagagem, pois ninguém pode tirar de um homem o seu aprendizado.

É ele que vos acompanhará, durante todas as fases do vosso percurso. E dele virá a luz que haverá de iluminar o vosso caminho, que não se interrompe com o definhar do corpo.

Mas se estende pela Eternidade.

Agradeço à Comadre Urtigão (http://bicho-da-mata.blogspot.com/),
 que fez nascer a idéia deste post.

54 Comentários:

Anonymous Olhos de Mel disse...

Querido Arabe; assim é a nossa vida. Hoas alegres, outras nem tanto, mas faz parte do osso crescimento espiritual.
Amei cada palavras! A imagem e a musica completam a maravilhoso poema.
Bom fim de semana! Beios

29 de outubro de 2010 18:46  
Anonymous Olhos de Mel disse...

Sim, Árabe; as lembranças se eternizam em nós, ainda que nem todas, nos tragam alegrias. Mas esses momentos, compõem a nossa história.
Árabe, acho ser impossível ler seus escritos e não se emocionar, não se ver em algum momento...
Lindo demais!
Beijos

30 de outubro de 2010 10:39  
Blogger Phoenix disse...

"Deixai-me dizer-vos, entretanto, que a melancolia não é um mal em si mesma. É ela que nos faz valorizar a alegria, como cada decepção torna ainda mais colorido um novo sonho.". Às vezes é nas pessoas que menos esperamos que ouvimos aquilo que mais precisamos..obrigada pelas palavras deste post, nao imaginas o quanto as precisava de ouvir.

beijinho*

30 de outubro de 2010 11:03  
Blogger Multiolhares disse...

em tudo existe a dualidade, em vez de não nos conformarmos com o que menos gostamos o que devemos de fazer é aceitar tudo o que nos é dado e a vida fica mais leve
beijinhos

30 de outubro de 2010 16:10  
Blogger São disse...

Swami, o equilíbrio é o estado desejável, sim. Mas quão difícil é de conseguir e mais ainda, mant~e-lo!

Bem hajas, meu querido amigo.

31 de outubro de 2010 07:57  
Blogger TITA disse...

Mais uma interpelação.Vou tentar perceber qual foi a janela que se abriu hoje em mim.Obrigado.Um abraço.

31 de outubro de 2010 17:32  
Blogger Claudinha ੴ disse...

A temperança... O universo tende ao equilíbrio , mas nem sempre é fácil de consegui-lo. Suas palavras soam como degraus para nos ajudar nesta escada da vida. Um beijo!

1 de novembro de 2010 05:59  
Anonymous Ana disse...

Sabe de uma coisa?...Queria ter essa sua sabedoria...mas não tenho...por isso sofro...

Beijo e bom feriado!

1 de novembro de 2010 07:19  
Blogger Fa menor disse...

"A cada dia, uma nova janela se abre em vossa vida." Sim, e que é preciso saber olhar a luz que nos chega por ela.

Sempre belos textos!

Bjos

2 de novembro de 2010 15:19  
Blogger Chica disse...

Que deleite passar por aqui e ler coisas tão lindas e bem inspiradas e mais, que valem pra vida!

Adorei!

abraços,tudo de bom,chica

3 de novembro de 2010 07:54  
Blogger Vanessa disse...

'A melancolia de hoje não é senão a alegria de ontem, revisitada pelos olhos da saudade' só isso já me cala a boca e me abre o coração;
Perfeito.
Boa semana pra ti tb ;)

3 de novembro de 2010 08:20  
Blogger Paula Barros disse...

É bom quando se consegue essa sabedoria, e tirar das vivências do passado lições para viver melhor, e não para ficar sofrendo.

abraço!

3 de novembro de 2010 09:17  
Blogger Paula Barros disse...

Quando venho por aqui fico lendo os textos mais antigos. Parabéns por conseguir manter um blog por todo esse tempo com textos de qualidades, pensamentos que nos levam a refletir a nós mesmo, a vida.
Bom observar que imagens lhe tragam tão boas ideias.

bjs

3 de novembro de 2010 09:34  
Blogger MEU DOCE AMOR disse...

Olá Árabe:

Curto? Isto está muito mal.Vamos lá ver!

Equilibrio e eternidade...mas não quero lembrar a constipação

Beijinho doce

3 de novembro de 2010 10:17  
Blogger Hana disse...

Olá , amigo, estou fazendo um curso maravilhoso, q nos ensina q tudo q aki aprendemos, será ultil pra sempre,mesmo em outro plano, pois tos muito a ajudar, tanto aki como numa outra vida, pois, alem desta vida q se tem existe uma outra vida alem, então morrer desencarnar, não e o fim. Com carinho Hana

3 de novembro de 2010 10:21  
Blogger Silene Neves disse...

Então Árabe...

Mais um belo texto cheio de vida e verdades! Leitura de se emocionar!

Tu escreves maravilhosamente bem! Feliz por te encontrar e desfrutar de sua sabedoria! Meu coração agradece!

Beijo com carinho
Ótimos dias... de luz e paz!
Sil
Sempre aqui
Grata pela visita!

3 de novembro de 2010 10:23  
Blogger GarçaReal disse...

Por vezes tenho medo da eternidade...

Dias há em que encaro tudo na normalidade e sinto a mala preparada para a passagem para a outra barreira....
Outros porém que não... Não me sinto pronta. não aceito os anos a passar , não aceito o correr da vida...Não aceito nada.

Depois acalmo a alma e tento rumar

Sinto que tenho alma inconstante na procura ....De quê? Não sei

Parto a meditar

Bjgrande do Lago

3 de novembro de 2010 11:56  
Blogger Luma Rosa disse...

Na busca do equilíbrio, nos iludimos com aquilo que pensamos ser perfeito. Esquecemos que o oposto é complemento e para a existência de um, precisa da existência do outro. Que na alegria não tenhamos medo dela se acabar e na tristeza, lembrar da alegria como uma mão que nos puxa das ações, das palavras, dos pensamentos negativos! Bom restinho de semana! Beijus,

3 de novembro de 2010 12:40  
Blogger Vozes de Minha Alma disse...

Meu irmão, são as lembranças que nos fazem viver, não só de passado, claro, mas que nos conduzem a momentos onde tudo foi parte de um aprendizado.
Nada se perdeu.
Abraços Fraterno.

3 de novembro de 2010 15:59  
Blogger Hanukká disse...

Caro amigo, a sabedoria deste mundo, fica cá, ou melhor adormece, quando partimos nada levamos ,além do que a alma possa carregar... sentimentos bons, benevolência, caridade amor... tudo que Deus deu a Ele retorna, beijos amado.


E, assim como aos homens está ordenado morrerem uma só vez, vindo, depois disto, o juízo, assim também Cristo, tendo-se oferecido uma vez para sempre para tirar os pecados de muitos, aparecerá segunda vez, sem pecado, aos que o aguardam para a salvação"

3 de novembro de 2010 18:02  
Blogger helia disse...

Não podemos apagar as nossas Lembranças . Boas e Más acompanham-nos!
Um texto e uma foto muito bonitos!

4 de novembro de 2010 02:02  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, Olhos de Mel. Mas é em nós que estão as emoções; as palavras apenas as despertam. :) Bom resto de semana!

4 de novembro de 2010 05:23  
Blogger O Árabe disse...

Grato, Phoenix. É uma alegria imensa saber que somos úteis. :) Bom resto de semana!

4 de novembro de 2010 05:24  
Blogger O Árabe disse...

Bem dito, Luna: a vida fica mais leve. :) Bom resto de semana!

4 de novembro de 2010 05:25  
Blogger O Árabe disse...

Assim é, São. Mas é o caminho que nos leva à paz. :) Bom resto de semana, amiga; fica bem!

4 de novembro de 2010 05:25  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado a você, Tita, pela gentileza das palavras. E que as janelas jamais deixem de se abrir! :) Bom resto de semana.

4 de novembro de 2010 05:26  
Blogger O Árabe disse...

Oxalá, Claudinha, nos possamos ajudar nessa caminhada! :) Bom resto de semana, amiga.

4 de novembro de 2010 05:27  
Blogger O Árabe disse...

Ana, sabe de uma coisa? A sabedoria não nos evita os sofrimentos... apenas nos ajuda a superá-los. :) Bom resto de semana!

4 de novembro de 2010 05:29  
Blogger O Árabe disse...

E bela refelxão, Fa menor. É preciso saber olhar a luz, ou apenas veremos a escuridão. :) Bom resto de semana!

4 de novembro de 2010 05:30  
Blogger O Árabe disse...

Grato, Chica! A presença de vocês é a força do nosso oásis. :) Bom resto de semana!

4 de novembro de 2010 05:31  
Blogger O Árabe disse...

E este é o ideal, Vanessa: abrir o coração, para que a felicidade possa entrar. :) Bom resto de semana!

4 de novembro de 2010 05:31  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, Paula. Palavras assim nos trazem mais força para seguir em frente. :) Volte sempre, o oásis é nosso. Bom resto de semana!

4 de novembro de 2010 05:36  
Blogger O Árabe disse...

Então esqueça, Doce Amor... faz parte do equilíbrio. :) Bom resto de semana!

4 de novembro de 2010 05:37  
Blogger O Árabe disse...

Assim é, Hana. Deve ser, mesmo, um curso maravilhoso! :) Bom resto de semana, amiga.

4 de novembro de 2010 05:38  
Blogger O Árabe disse...

Grato, Silene, pela visita... e pela gentileza das palavras. :) Bom resto de semana!

4 de novembro de 2010 05:39  
Blogger O Árabe disse...

Assim nos acontece, Garça amiga: essa dualidade e essa sensação de estar à procura de algo indefinido.. que talvez seja o nosso aperfeiçoamento. :) Bom resto de semana, fica bem!

4 de novembro de 2010 05:41  
Blogger O Árabe disse...

Bem dito, Luma! Sempre uma alegria a sua presença. :) Bom resto de semana.

4 de novembro de 2010 05:42  
Blogger O Árabe disse...

Feliz por ver-te de volta, Antonio Lídio! :) Bom resto de semana, irmão.

4 de novembro de 2010 05:43  
Blogger O Árabe disse...

Assim é, Hanukká: tudo que oferecemos ao Universo ou a nossos irmãos, a nós haverá de retornar. :) Bom resto de semana.

4 de novembro de 2010 05:45  
Blogger O Árabe disse...

Bem dito, Helia: elas nos acompanham. Sempre. :) Grato pelas gentis palavras, bom resto de semana.

4 de novembro de 2010 05:46  
Blogger Vanuza Pantaleão disse...

Boa tarde, meu amigo!
As boas lembranças e até as que não foram tão positivas são a nossa mais valiosa bagagem.
A velhice é uma invenção humana, pois a jornada é uma só e caminhar é o nosso destino, sempre adiante...seu post nos ensina muito sobre esses momentos.
Uma semana harmoniosa, meu querido!!!Bjsss

4 de novembro de 2010 07:44  
Blogger mundo azul disse...

_______________________________


As lembranças devem ser presentes, pois são as nossas lições... Através delas, percebemos como está o nosso aprendizado.

Obrigada, por mais esse maravilhoso texto, meu amigo!

Beijos de luz e o meu carinho...

________________________________

4 de novembro de 2010 11:41  
Blogger ♥MáH♥ disse...

Nossa, que mensagem linda.
Iluminou o meu dia
*.*

Bjinhus =*

4 de novembro de 2010 13:38  
Blogger São disse...

Meu amigo e mestre, te agrdeço que passes pelo "são"

Um abraço caloroso.

4 de novembro de 2010 19:03  
Anonymous De... disse...

Tudo passa!
As tristezas passam, as alegrias passam.
Passam, mas não terminam, pois novas tristezas e novas alegrias virão.
É o ciclo da vida, tatuando em nossa alma, o aprendizado.

Certíssimo, Árabe: "envelhecer não é o fim do caminho", pois se o Sol brilha alto no céu em nossa juventude, as cores douradas do entardecer são puro deslumbramento.

Um grande abraço...

4 de novembro de 2010 20:00  
Blogger O Árabe disse...

Belo comentário, Vanuza... e grato pela gentileza. :) Bom fim de semana!

5 de novembro de 2010 07:18  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado a você, Zélia; sempre uma alegria a sua presença. :) Bom fim de semana!

5 de novembro de 2010 07:18  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, MáH; volte sempre, o oásis é nosso! :) Bom fim de semana.

5 de novembro de 2010 07:19  
Blogger O Árabe disse...

Já passei, São, e muito te agradeço. Parabéns, pelo merecido prêmio e pelo aniversário! :) Bom fim de semana, amiga.

5 de novembro de 2010 07:20  
Blogger O Árabe disse...

Assim é, De: a experiência nos ajuda a aproveitar melhor as coisas boas da vida. :) Bom fim de semana!

5 de novembro de 2010 07:21  
Blogger Bernardete disse...

Muita VERDADE e grande SABEDORIA!
Obrigada pelas palavras de esclarecimento e conforto.

10 de novembro de 2010 14:36  
Blogger O Árabe disse...

Sempre uma alegria a sua presença, Bernardete; obrigado pela gentileza e pela amizade. :) Bom resto de semana!

10 de novembro de 2010 18:32  
Blogger augusto, um entre mil disse...

pois, seria bom se eu conseguisse, mas...

11 de novembro de 2010 18:31  
Blogger O Árabe disse...

O segredo é insistir, Augusto... até hoje eu insisto! :) Meu abraço, bom resto de semana.

25 de novembro de 2010 09:34  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial

Real Time Web Analytics Real Time Web Analytics Real Time Web Analytics Clicky