O Árabe

Idéias, sentimentos, emoções. Oásis que nos ajudam a atravessar os trechos desérticos da vida...

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

A LAVOURA DO AMOR


Zelai pelos vossos amores.

Porque, sendo humanos, sois egoístas. E, como a planta mais forte não medra entre pedras inclementes, não sobrevive o amor ao descaso e a ingratidões constantes.

Guardai-vos, portanto, de menosprezar as pessoas a quem amais; para que não venhais a afastá-las de vós e depois vos lastimeis a prantear a sua ausência e a vossa solidão.

Pois aquele que mais deplora a perda de alguém, é o mesmo que ao seu lado não o soube manter. E, assim, junta a dor da saudade à frustração do arrependimento inútil.

Eis que muitas vezes vos julgais donos daqueles a quem amais. E este é o maior erro que cometeis, em vossos relacionamentos; porque podeis possuir um corpo, mas a alma necessitais conquistar todos os dias.

Tende sempre presente esta verdade. E recordai-vos de que todos fugis ao vento forte que vos fustiga, mas é com prazer que vos entregais ao sopro caricioso da brisa.

E, conquanto aos desagradáveis ruídos da violência negueis os vossos ouvidos, decerto vos atraem os sons delicados da canção, que vos acalma e encanta o vosso espírito.

O fragor do oceano em fúria, que chama a vossa atenção, é o mesmo que assusta o navegante e de si o afasta; enquanto a suave melodia do regato a todos atrai, para o banho reparador.

Assim acontece, porque a ternura é o caminho mais acertado para a maravilhosa viagem do amor. É ela que faz nascer a tolerância, de onde provém o perdão, tão necessário à convivência.

Sede tolerantes com os vossos amores; para que também eles o sejam convosco. E não vejais como um sonho a pessoa amada, ou findareis por vê-la como um pesadelo em vossa vida.

Vede-a, antes, como o ser humano que é. E aprendei a admirar as suas qualidades, para que possais relevar os seus defeitos. Porque amar não é desfrutar da perfeição, mas da completude.

O sexo, quando vos atrai pelo prazer do momento, é como o fogo que ao consumir o bosque a si mesmo extingue; enquanto o amor é como a terra generosa, de onde brota multiplicada a semente que lhe confia o lavrador.

Sede, pois, lavradores dos vossos amores. E cuidai de plantar sempre as sementes do carinho, do respeito e da paixão, em vossos corações. As vossas lágrimas as regarão, e os vossos sorrisos as farão brotar.

Para que o amor possa florescer sempre em vós.

Texto inspirado na linda música que lhe serve de BG.

40 Comentários:

Anonymous Olhos de Mel disse...

Querido Árabe; ainda tomada pela emoção. Amar é tudo isso que tão bem foi descrito. Tolerar, compreender e perdoar, palavras tão necessárias na vida, porém tão esquecidas pela humanidade. Obrigada por tanta emoção nesse momento.
Lindo poema! Como não poderia deixar de ser, a musica o completa de uma forma maravilhosa!
Bom fim de semana! Beijos

17 de setembro de 2010 19:42  
Blogger Phoenix disse...

Lindíssimo...quando o li lembrei-me de uma frase que ontem li do Antoine Saint-Exupéry.."Não confundas o amor com o delírio da posse, que acarreta os piores sofrimentos. Porque, contrariamente à opinião comum, o amor não faz sofrer. O instinto de propriedade, que é o contrário do amor, esse é que faz sofrer. (...) Eu sei assim reconhecer aquele que ama verdadeiramente: é que ele não pode ser prejudicado. O amor verdadeiro começa lá onde não se espera mais nada em troca." beijinho*

18 de setembro de 2010 04:19  
Blogger Vozes de Minha Alma disse...

"Sede, pois, lavradores dos vossos amores. E cuidai de plantar sempre as sementes do carinho, do respeito e da paixão, em vossos corações. As vossas lágrimas as regarão, e os vossos sorrisos as farão brotar"

Foste feliz como sempre meu amigo.
Por isso venho aqui me renovar.
Abraços do teu leitor.

19 de setembro de 2010 12:23  
Blogger Barbara disse...

1 amor assim...
de nível.

19 de setembro de 2010 14:42  
Blogger Daniel disse...

Arabe, já pensou em escrever um livro com todos esses escritos?

São lindos. Grandes ensinamentos.

abs

19 de setembro de 2010 16:20  
Blogger Bernardete disse...

Caro Amigo Árabe, palavras mais sábias impossíveis as suas, como sempre.
Que você tenha uma excelente semana!

19 de setembro de 2010 19:40  
Blogger MEU DOCE AMOR disse...

"(...)O sexo, quando vos atrai pelo prazer do momento, é como o fogo que ao consumir o bosque a si mesmo extingue; enquanto o amor é como a terra generosa, de onde brota multiplicada a semente que lhe confia o lavrador.(...)"

Infelizmente o que mais vemos é o pimeiro caso.Uma tristeza imensa, acho eu.

Beijinho doce:)

20 de setembro de 2010 14:51  
Blogger Claudinha ੴ disse...

Ah...
"Can it be that it was all so simple then
Or has time rewritten every line
If we had the chance to do it all again,
Tell me, would we? Could we?
...
So it's the laughter we will remember
Whenever we remember the way we were"

Tudo a ver o amor e esta música que faz parte do meu repertório e da trilha sonora de minha vida...

Beijo!

20 de setembro de 2010 18:04  
Blogger © Piedade Araújo Sol disse...

boa inspiração...que o levou a escrever um texto cheio de conselhos e certezas.

como sempre um bom texto.

um beij

21 de setembro de 2010 05:12  
Blogger São disse...

Mais um estupendo texto, Swami!
Feliz semana.

21 de setembro de 2010 05:44  
Blogger Luma Rosa disse...

O amor, assim como todos os outros sentimentos, bate e volta!! Se não damos, não recebemos! Se não recebemos, não damos! Quem dará o primeiro passo? (rs*) Beijus,

21 de setembro de 2010 12:34  
Blogger Wagner Kern Velasques Jr. disse...

Árabe,

Com que emoção maravilhosa suas palavras me tocaram.
O amor sempre tem que ser regado e cultivado para que possamos colher o mesmo.

Obrigado pelas palavras que li.

Abs

21 de setembro de 2010 14:54  
Blogger Pensador disse...

Maravilhoso texto!
Como sempre, tenho muito o que aprender com seus textos, Árabe!
E que Deus, ou Alá, ou qualquer que seja a denominação, pois muitos são os nomes e apenas um o Nomeado, mantenha sempre a sua iluminação!
Abraços!

21 de setembro de 2010 19:22  
Blogger Fa menor disse...

Sim deve-se cuidar de quem se ama como se cuida de uma planta.

Que belo texto, como sempre.

Bjos

22 de setembro de 2010 05:26  
Blogger O Árabe disse...

Grato, Olhos de Mel. E concordo com você: quanto precisamos esquecer e perdoar, todos os dias. :) Bom fim de semana!

23 de setembro de 2010 17:58  
Blogger O Árabe disse...

Exupéry... fantástico! Um dos meus primeiros autores de cabeceira. :) Obrigado, Phoenix, bom fim de semana!

23 de setembro de 2010 17:59  
Blogger O Árabe disse...

Grato, Antonio Lidio. Meu abraço, amigo; bom fim de semana!

23 de setembro de 2010 18:00  
Blogger O Árabe disse...

Com sempre deve ser o amor, não, Bárbara? :) Bom fim de semana, amiga.

23 de setembro de 2010 18:01  
Blogger O Árabe disse...

Já publiquei 4, Daniel... mas os textos daqui são sempre inéditos. :) Abraço, amigo; bom fim de semana.

23 de setembro de 2010 18:03  
Blogger O Árabe disse...

Uma alegria rever-te, Bernardete. :) Grato, amiga, bom fim de semana.

23 de setembro de 2010 18:03  
Blogger O Árabe disse...

Também acho Doce Amor. Mas acho uma alegria ver você novamente. :) Bom fim de semana!

23 de setembro de 2010 18:04  
Blogger O Árabe disse...

... linda música, não, Claudinha? Parabéns pelo repertório! Bom fim de semana. :)

23 de setembro de 2010 18:07  
Blogger O Árabe disse...

certezas, Piedade... será que as teremos, algum dia? :) Grato, amiga, bom fim de semana.

23 de setembro de 2010 18:09  
Blogger O Árabe disse...

E mais uma demonstração da tua amizade e gentileza, São! :) Bom fim de semana, amiga.

23 de setembro de 2010 18:10  
Blogger O Árabe disse...

Bela colocação, Luma! E bela pergunta também, não? :) Bom fim de semana.

23 de setembro de 2010 18:10  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado a você, Wagner. Uma alegria revê-lo em nosso oásis. :) Meu abraço, bom fim de semana.

23 de setembro de 2010 18:12  
Blogger O Árabe disse...

Aprendemos juntos, Pensador. Esta é a melhor maneira de aprender: com os nossos amigos. :)

23 de setembro de 2010 18:13  
Blogger O Árabe disse...

Bela reflexão, Fa Menor... com a qual concordo inteiramente! :) Bom fim de semana.

23 de setembro de 2010 18:14  
Blogger Silene Neves disse...

Olá Árabe...

Estou emocionada (muito) com esse texto maravilhoso!

Feliz por estar aqui tbm!
Sigo-te como muito gosto!

Beijos de primavera nessa noite linda de poesia!

Que sejamos lavradores de nossos amores...!

Sil... sempre aqui.

23 de setembro de 2010 18:37  
Blogger Vozes de Minha Alma disse...

Guardai-vos, portanto, de menosprezar as pessoas a quem amais; para que não venhais a afastá-las de vós e depois vos lastimeis a prantear a sua ausência e a vossa solidão.

Meu amigo estimado, essa foi no centro da alma!
Pois cá venho beber de tua sapiência.
Abraços.

23 de setembro de 2010 18:49  
Blogger moonlight song disse...

Oi Amigo árabe :)
palavras com muito significado, estas.
Gostaste da 1ª música que toca quando se entra no meu cantinho? Um conterrâneo teu, que para além de muito simático, considero bafejado por talento.
Bom fim de semana,
bj desta tua amiga.

24 de setembro de 2010 00:40  
Blogger Chica disse...

Que lindo isso.

Realmente ele deve , como numa lavoura, ser bem adubado e cultivado para durar.

LINDO!abraços,tudo de bom,chica

24 de setembro de 2010 03:11  
Blogger mundo azul disse...

__________________________________


Suas mensagens trazem-me muita paz, amigo!

Beijos de luz e o meu especial carinho...


__________________________________

24 de setembro de 2010 16:11  
Anonymous De... disse...

O amor deve fluir nas palavras, nos atos, nos gestos, no olhar.

Quando assim é, o amor faz fluir a própria semente da Vida!

Bom final de semana!

24 de setembro de 2010 20:22  
Blogger O Árabe disse...

Grato, Silene, pelas gentis palavras; e podes estar certa de que a tua presença é uma grande alegria. :) Boa semana!

27 de setembro de 2010 07:11  
Blogger O Árabe disse...

Sapiência, amigo Antonio Lídio? Experiência da vida, eu antes diria. :) Grato, irmão; meu abraço, boa semana!

27 de setembro de 2010 07:13  
Blogger O Árabe disse...

E realmente o é, Moonlight Song... realmente o é! :) Boa semana, amiga.

27 de setembro de 2010 07:14  
Blogger O Árabe disse...

Não é, Chica? Cultivar o amor é cultivar a felicidade. :) Boa semana!

27 de setembro de 2010 07:16  
Blogger O Árabe disse...

... e a tua presença me traz grande alegria, Zélia! :) Boa semana, amiga!

27 de setembro de 2010 07:17  
Blogger O Árabe disse...

Bela reflexão, De... bela reflexão! :) Boa semana.

27 de setembro de 2010 07:19  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial

Real Time Web Analytics Real Time Web Analytics Real Time Web Analytics Clicky