O Árabe

Idéias, sentimentos, emoções. Oásis que nos ajudam a atravessar os trechos desérticos da vida...

sexta-feira, 19 de outubro de 2012

OBRIGADO, AMIGO!



Sim; é certo que a saudade me dói.
E continuará doendo, porque o afeto não morre com a partida do ente querido. Mas na saudade que faz chorar também sobrevivem as lembranças que fazem sorrir.
Como o aroma continua a pairar no ar, depois que se fecha o frasco de perfume; e as vibrações da harmonia se prolongam em nossa alma, quando se encerra a canção. 
Sim; é certo que me parece ver o teu vulto por todos os cantos. Ainda mais naqueles em que sempre ficavas; em que te estiravas, preguiçosamente, a acompanhar-me com o olhar.
Por muito tempo imaginarei os teus passos apressados, quando ouvias o ruído do saco de papel sendo amarfanhado, à espera de que te jogasse os nacos de pão que adoravas.
Por muito tempo, ao entrar em casa tomarei cuidado, julgando-te atrás da porta. Ou olharei para o topo da escada, onde ficavas quando a idade já não te permitia vencer os degraus.
Ao colocar os alimentos na mesa, continuarei a afastá-los das bordas; por que te verei, ainda, em pé nas patas traseiras, tentando abocanhar os quitutes tentadores.
Não sei se me acostumarei a colocar novamente o saco de lixo sobre o chão, em vez de buscar um lugar mais alto, para evitar a tua busca gulosa de sabores diferentes.
Haverei de lembrar-me da tua expressão travessa e receosa, quando desobedecias às nossas normas e te afastavas correndo, voltando em pouco como pedindo perdão.
Muitas são as coisas que me farão lembrar de ti; recordarei os teus olhos verdes, a língua  a lamber-me  as mãos quando te acariciava, a tua alegria ao brincarmos.
Recordarei a tua elegância instintiva, a pata suspensa no ar, os latidos inquietos quando querias companhia, a forma engraçada e infantil com que te espojavas nos lençóis.
Haverei, sim, de sentir saudades de ti. Mas tão doces e divertidas são as lembranças, que afastarão de minh’ alma a amargura e de meus olhos o pranto da ausência.
Obrigado, amigo querido! Porque me dedicaste o amor sincero e devotado de que só os seres puros são capazes. Obrigado pelas horas tristes que alegraste, pela solidão que muitas vezes afastaste.
Obrigado, por tudo que me ensinaste. Por trazer-me uma nova visão do mundo, das pessoas e dos animais. Por mostrar-me que a verdadeira amizade nada pede, apenas existe. 
Bendito seja o momento em que te escolhi, entre os teus irmãos, pequenino e encolhido. Não teria sido a mesma a minha vida sem ti.


Toy - Julho de 1998 a 16/10/2012
14 anos de amizade. Uma grande saudade. 

65 Comentários:

Blogger Olhos de mel disse...

Nossa Árabe; pude senti em cada palavra a sua emoção. Pude chorar agora as suas lágrimas, porque na chama do amor eternizada na lembrança e na saudade, deixou passar a dor da perda e me solidarizo com ela.
Creia Árabe, cada um cumpre seu percurso e retorna, para o descanso, antes da nova jornada. Ele cumpriu o papel a que veio destinado.
Na saudade, ficam lembranças que jamais se apagam, mas a dor será amenizada ao longo do tempo, porque a vida continua e precisamos nos alinhar pra seguir nossos rumos.
Lindo post, linda homenagem e me emocionou demais!
Amei a foto!
Bom fim de semana! Beijos

19 de outubro de 2012 18:12  
Blogger Paula Barros disse...

Na casa de mamãe tem uma cadela desta raça, e ao ler o texto lembrei dela, e como também lembraremos dela e sentiremos falta.
Podemos sentir a emoção do texto.
abraço

19 de outubro de 2012 18:24  
Blogger ✿ chica disse...

Puxa, sei muiro bem o que sentes,. Isso dói e dói muito. Eles nos acompanham sempre, desinteressadamente, com afeto, carinho e só coisas boas nos dão(apesar das artes que aprontam,rs)


Fica bem, tudo de bom, curte essa dor.Ela fica muito tempo, depois se transforma em doces lembranças. Tive a Cuca I que durou 15 anos. Hoje temos a CUCA II, já com 10...


abrção,chica

20 de outubro de 2012 03:33  
Blogger © Piedade Araújo Sol disse...

apenas posso dar a minha solidariedade para contigo.
sei o que isso é.
o meu poste de 26.11.2011 é dedicado a alguém que também passou por isso que estás a passar,escrevi um testamento canino. vai lá ler, pode ser que ajude.
um beijo

20 de outubro de 2012 07:30  
Blogger Sherazade disse...

Querido Árabe; esses são verdadeiros amigos; não cobram, não regulam, não fiscalizam. Apenas ficam felizes quando chegamos e choram quando saímos.
Linda homenagem! Fiquei super emocionada. Ele era lindo!
Bom fim de semana! Beijos

20 de outubro de 2012 11:06  
Blogger greentea disse...

já tive muitos cães, já vi muitos partirem com 12, 14 ou 17 anos e outros muito novos porque a vida é imprevisivel e a morte certa. Guardo de todos uma saudade enorme e uma lembrança que não nos deixa mais. Momentos únicos de companhia, amizade, ternura, cumplicidde, o saberem como só eles sabem quando estamos tristes ou alegres , quando é hora de brincar ou de ficar quieto aos nossos pés. Depois do meu último cão morrer, estive uns 3 ou 4 anos sem ter nenhum cá em casa, mas uma saudedade enorme , um vazio terrivel. No principio do ano, adoptei dois abandonados que estvam numa Associação. Tem sido excelente, são impecáveis.
Mas nada faz esquecer os que connosco estiveram tantos anos, que nos viram crescer e envelhecer, que fizeram parte da nossa vida. Entendo o que sentes.
Um beijo para ti. Um mimo para o Toy , porque ele vai continuar a tomar conta de ti, algures no céu dos cães.

20 de outubro de 2012 14:08  
Blogger MEU DOCE AMOR disse...

Ohhh!Fico triste,pois adoro animais.Também já os tive e perdi-os e nunca mais me esqueço deles.

São os melhores amigos que podemos ter.Isso sim é amor incondicional.E mesmo que estejamos tristes, em baixo, doentes, eles vêm perguntar o que se passa.Não é necessa´rio chamarmos a arenção, pois eles sabem, perguntam e curam.

Beijinho doce

20 de outubro de 2012 14:56  
Blogger Madalena Luz disse...

O meu grande AMIGO de quatro patas partiu fez 1 ano, grande é a saudade que tenho dele e lindas são as lembranças.
Grata meu amigo Árabe por tão linda mensagem!
Madalena Luz

20 de outubro de 2012 15:15  
Blogger Tina disse...

Oi Árabe!

Imagino seu sentimento. Fica bem meu querido amigo.

beijo grande com carinho,

20 de outubro de 2012 16:30  
Blogger Ailime disse...

Meu amigo,
Que memorial sentido ao seu cãozinho tão lindo!
Os animais pela sua dedicação desinteressada deixam sempre um enorme vazio.
Lamento o sucedido mas as lembranças e a maravilhosa companhia que lhe fez vão sempre ecoar mais alto no seu coração.
Um beijinho com muita amizade e votos de um bom domingo e semana. Ailime

21 de outubro de 2012 04:26  
Blogger TITA disse...

Estou solidária,amigo.Essa saudade há-de ser a marca da fidelidade.Um abraço.

21 de outubro de 2012 10:53  
Blogger Smareis disse...

Olá Árabe!

Depois de um tempinho ausente aqui estou pra matar a saudades...
Adorei sua postagem,e me emocionei muito porque já perdi um cãozinho igual a esse. Ja se passaram 9 anos e ainda a saudade dele é imensa, mesmo tendo outro aqui em casa. Esses são os verdadeiros amigos, por isso é que a gente sente tanto.

Deixo um grande abraço, com desejo de uma ótima semana!
Beijos!

21 de outubro de 2012 13:25  
Blogger Antônio Lídio Gomes disse...

Assalam Aleikum Irmão!
Que teu amigo seja recebido no seio de Aláh!
Eles sim, são amigos verdadeiros, e faço uma prece contigo pelo cãozinho!
Um abraço.

21 de outubro de 2012 14:17  
Blogger LUZ disse...

Olá amigo,

Por vezes, estas partidas são mais dolorosas que as dos racionais.
Eles, ajudam-nos a crescer e a entender o mundo com outros olhos.

Beijo da Luz.

PS: há novo poema no "Luzes e Luares", que já tem painel de seguidores.
Se pretender, ponha lá o seu símbolo, tal como no "Afetos e Cumplicidades". Obrigada.

Boa semana.



21 de outubro de 2012 15:50  
Blogger Moça disse...

Ai que lindo o que escreveu!
Que falta faz um amigo assim, não?
Grande abraco e boa semana!
opinandoemtudo.blogspot.com

21 de outubro de 2012 21:05  
Blogger Ana Carla disse...

Essa ausência doeu em mim! Só quem tem/teve um amigão de quatro patas sabe do que vc está falando. A minha vira-latas está passando por uma cirurgia hoje, e tem 11 anos... o tempo é implacável. Boa semana!

22 de outubro de 2012 03:18  
Blogger Vanuza Pantaleão disse...

Meu amigo Árabe, nem me fale de saudade dos nossos animaizinhos queridos! Nem me fale...
Sofro a perda deles, meu coração dói, sonho com eles me alegrando, pulando nos meus braços.
Olha, chego a pensar que um amigo desses, em algumas situações, são mais "amigos" que muita gente por aí.
Uma justa homenagem!
Beijos!

22 de outubro de 2012 06:50  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, Olhos de Mel. Ele era realmente lindo, não? Boa semana!

22 de outubro de 2012 07:20  
Blogger O Árabe disse...

Assim é, Paula. Que falta nos fazem este amigos leais! Boa semana, amiga.

22 de outubro de 2012 07:20  
Blogger O Árabe disse...

Dói, sim, Chica; não acredite que eu chegue a ter outro, mas o tempo dirá. Boa semana, obrigado!

22 de outubro de 2012 07:21  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, Piedade. A solidariedade dos amigos sempre nos reconforta. Boa semana, amiga!

22 de outubro de 2012 07:27  
Blogger O Árabe disse...

Era, Sherazade. Lindo, mesmo! E faz muita falta. Boa semana!

22 de outubro de 2012 07:28  
Blogger O Árabe disse...

Grato, Greentea, pela solidariedade e gentileza. Volta sempre, o oásis é nosso! Boa semana.

22 de outubro de 2012 07:29  
Blogger O Árabe disse...

Assim é, Doce Amor; como são sinceros (e humanos) os nossos animais! Boa semana, amiga.

22 de outubro de 2012 07:30  
Blogger O Árabe disse...

Grato a você, Madalena, pela gentileza e amizade. Já estive no seu blog, mas não consegui acessar a parte dos comentários. Mudou algo por lá? Boa semana.

22 de outubro de 2012 07:32  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, Tina. Sempre uma alegria a sua presença, amiga! Boa semana.

22 de outubro de 2012 07:32  
Blogger O Árabe disse...

Vão, Ailime... e, de certa forma, fazem companhia. Obrigado, amiga; boa semana!

22 de outubro de 2012 07:34  
Blogger O Árabe disse...

É, Tita. Uma fidelidade que só eles sabem sentir! Obrigado, amiga; boa semana.

22 de outubro de 2012 07:35  
Blogger O Árabe disse...

Sentimos, sim, Smareis... e quanto sentimos! Boa semana, amiga; obrigado.

22 de outubro de 2012 07:35  
Blogger O Árabe disse...

Grato, irmão Antonio Lidio. Meu abraço, boa semana. Aleikum Essalam!

22 de outubro de 2012 07:36  
Blogger O Árabe disse...

Não sei como me tornar seguidor, Luz; mas posso garantir por lá estarei sempre. Grato pela solidariedade, amiga; boa semana!

22 de outubro de 2012 07:37  
Blogger O Árabe disse...

Faz, Moça... muita falta, sim! Obrigado, boa semana.

22 de outubro de 2012 07:38  
Blogger O Árabe disse...

Espero que a cirurgia tenha corrido bem, Ana Carla... eles são importantes para nós! Boa semana.

22 de outubro de 2012 07:39  
Blogger O Árabe disse...

E são, Vanuza... e são! Boa semana, amiga; obrigado pela solidariedade.

22 de outubro de 2012 07:40  
Blogger Silenciosamente ouvindo... disse...

Mais um momento de tristeza que o
amigo passou.Compreendo perfeitamente
porque também há uns anos perdi a
minha gatinha(Iris) e apesar de
ter outra a que demos o mesmo nome,
nunca a esquecemos.E foi uma dor muito grande, só mitigada por termos
consciência de que fizemos tudo o
que era possível para a salvar.
Amigo,coragem.
Um beijinho
Irene Alves

22 de outubro de 2012 10:21  
Blogger MINHA VIDA DE CAMPO disse...

Que bela dedicatória, eles são amigos sempre a espera das sobras de carinho. Aqueles carinhas de abandonados são emocionantes. Que pena que eles não duram para sempre. Mas vai ficar na memoria os lindo e felizes momentos passados juntos. Que bom que gostastes do nosso refugio, ali nascia e sempre volto para matar a saudade de meu pai.
Tenha uma semana majestosa.

22 de outubro de 2012 10:29  
Blogger LUZ disse...


Já sabia que me dava, muito bem com Árabes, ascendentes ou descendentes.
Obrigada.

Abraço.
Luz

22 de outubro de 2012 13:08  
Blogger LUZ disse...

Olá, eu de novo!

Para tornar-se seguidor de qualquer blogue, basta colocar o seu "turbante", o seu símbolo no painel de seguidores do bloguue, que pretende seguir.
O seu blogue não tem painel, pois não? Assim, nunca sei quando publica textos.
Tenho sorte, porque encontro comentários seus noutros blogues. E pronto, cá venho eu ver ler e opinar.

Beijo da Luz.

22 de outubro de 2012 13:20  
Blogger CamilaSB disse...

«na saudade que faz chorar também sobrevivem as lembranças que fazem sorrir» e são essas boas lembranças que nos dão força para superar a tristeza... há dois anos passei por algo semelhante... é sempre triste perder aqueles de quem gostamos... deixo a minha solidariedade para consigo....
Era muito fofinho o seu amigo, pude ver não só pela foto, mas também pela bonita forma como o descreveu...
Bem haja pelo seu carinho amigo Árabe, deixo-lhe um abraço com a minha amizade e o desejo de uma boa semana!

22 de outubro de 2012 13:23  
Blogger Claudinha ੴ disse...

Lamento! Passamos recentemente por esta experiência e pior, cedo demais, de maneira trágica e diante de nossos olhos. O amigo, o ser vivo que lhe era fiel se foi, mas a lembrança povoará seus dias para sempre. Linda homenagem!
Boa semana!

22 de outubro de 2012 16:43  
Blogger GarçaReal disse...


Ao ler-te tombou uma lágrima pelo meu rosto...Também tive um amigo e companheiro como tu que morreu de velhinho (16 anos). Doeu, pois era o amigo fiel de sempre.

O tempo passou e agora quando não mais queria companhia às minha mãos veio parar uma gatinha perdida em noites invernosas que se tornou a minha nova companheira.

É assim a vida e o nosso caminhar....

Adorei

Bjgrande do Lago

23 de outubro de 2012 04:10  
Blogger © Piedade Araújo Sol disse...

:(

apesar da dor, deixo os votos de uma boa semana.

beijinho

23 de outubro de 2012 05:32  
Blogger C Valente disse...

sei o que é perder um fiel amigo. em Junho perdi o meu husky,siberiano pois já tinha 15 ano se o coração fraquejou. Durante muito tempo foi a imagem deste canto
Saudações amaigas

23 de outubro de 2012 07:00  
Anonymous De... disse...

Árabe...

Estou certa que, desde o primeiro instante até o último, houve uma intensa troca de amor entre vocês.

E, acredite, o amor jamais se dispersa.

Beijo grande...

23 de outubro de 2012 21:25  
Blogger O Árabe disse...

Assim é, Irene: a certeza de termos feito todo o possível deixa-nos, ao menos, a consciência tranquila. Bom resto de semana, amiga; obrigado.

24 de outubro de 2012 07:16  
Blogger O Árabe disse...

É, realmente, um belo refúgio, Anajá! Deve proporcionar imensa paz. Bom resto de semana, obrigado pela solidariedade.

24 de outubro de 2012 07:18  
Blogger O Árabe disse...

Ainda bem, Luz; continuemos assim, sempre. Eu, realmente, entendo muito pouco de internet; mal sei postar. Mas, quanto aos nossos posts, são feitos semanalmente, sempre por volta das 22 horas às sextas. Ajuda para o acompanhamento, não? :) Bom resto de semana!

24 de outubro de 2012 07:21  
Blogger O Árabe disse...

Era lindinho, não, Camila? Obrigado pela solidariedade, amiga; bom resto de semana.

24 de outubro de 2012 07:22  
Blogger O Árabe disse...

Assim é, Claudinha; as boas lembranças adoçam a própria saudade. Bom resto de semana; obrigado!

24 de outubro de 2012 07:23  
Blogger O Árabe disse...

Assim mesmo, Garça amiga: alegrias e tristezas se sucedem a cada passo do caminho. Grato pela amizade que reconforta; bom resto de semana!

24 de outubro de 2012 07:24  
Blogger O Árabe disse...

Agradeço, Piedade; bom resto de semana!

24 de outubro de 2012 07:24  
Blogger O Árabe disse...

E a imagem fica em nós por muito tempo, amigo Valente. Meu abraço, bom resto de semana!

24 de outubro de 2012 07:25  
Blogger O Árabe disse...

Houve, De; e continuará, sim. Obrigado, bom resto de semana!

24 de outubro de 2012 07:26  
Blogger São disse...

Partilho cada palavra deste maravilhoso e setido testemunho.

No próximo 30/10/2012 ta´mbém lembrarei especialmente a doce amiga que para mim foi Laís, um dálamta que me encheu a vida com o seu amor e afastou de mim a solidão.

Um abraço fraterno e solidário para ti, querido amigo, neste momento de perda.

Para o teu amigo, festinhas onde quer que se encontre.

24 de outubro de 2012 09:28  
Blogger Rita disse...

Ficamos tristes quando perdemos algo

Pessoas , animais, objetos....

Mas são provas que temos que passar
e com fé a gente sempre consegue ter
uma calma ....
Abraços com carinho
Rita!!!

24 de outubro de 2012 09:33  
Blogger LUCONI disse...

Amigo aos poucos retorno, exatamente tentando ajuntar os pedaços do que sobrou depois da partida de meu companheiro, alguém dirá que comparação, ele perdeu o amigo canino ela o companheiro de luta na jornada terrena, mas amigo eu pergunto existe diferença para a dor? Será que o amor que eu sinto pelo meu companheiro, que antes de tudo é e sempre será um Amor Fraterno pois se assim não fosse, amor não seria, não é o amor que tu sentes pelo teu amigo de todas as horas? Eu te respondo nem dor nem amor se medem, e a separação do ser que amamos seja ele quem for sempre é dolorido, fique com o meu abraço beijos Luconi

24 de outubro de 2012 19:17  
Blogger Rô... disse...

oi meu amigo,

essa dor é uma que não gostaria de passar novamente,
mas quem gosta não vive sem esses seres maravilhosos e amorosos,
e já estou eu com outra pequena cheia de graça e de charme,
sei como o Toy te faz falta...

beijinhos

25 de outubro de 2012 03:15  
Blogger O Árabe disse...

Uma grande saudade, não é, São? Sabe-o bem quem já teve um amigo assim! Bom fim de semana, amiga.

26 de outubro de 2012 20:09  
Blogger O Árabe disse...

Grato, Rita, pela solidariedade. E vocë tem razão: temos que atravessar essas provas e seguir em frente. Bom fim de semana, volte sempre; o oásis é nosso!

26 de outubro de 2012 20:11  
Blogger O Árabe disse...

Desconhecia, Luconi, a grande privação que atravessaste. Que o Universo te ajude a superá-la, amiga! Meu abraço, bom fim de semana.

26 de outubro de 2012 20:15  
Blogger O Árabe disse...

Grato, RÔ, pela solidariedade e amizade. Bom fim de semana, amiga!

26 de outubro de 2012 20:16  
Blogger Janice disse...

Chorei a ler esta mensagem pois transportou-me a alguns momentos iguais de saudades por estes amigos incondicionais. Muita Luz para ele...

27 de outubro de 2012 05:44  
Blogger O Árabe disse...

Grato, Janice. E vocë tem razão: incondicionais e sinceros. Bom fim de semana, volte sempre; o oásis é nosso.

27 de outubro de 2012 19:04  
Blogger Fa menor disse...

Comovente este seu post. Há seres que nos afagam com a sua presença e amizade, e que depois nos deixam saudades imensas.
Bjo

6 de novembro de 2012 06:44  
Blogger O Árabe disse...

Deixam, Fa... imensas e duradouras! Boa semana, amiga.

7 de novembro de 2012 10:20  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial

Real Time Web Analytics Real Time Web Analytics Real Time Web Analytics Clicky