O Árabe

Idéias, sentimentos, emoções. Oásis que nos ajudam a atravessar os trechos desérticos da vida...

sexta-feira, 30 de agosto de 2013

AS ESTAÇÕES DA VIDA



Não podeis reter a vossa juventude.

Como não vos é dado preservar o aroma do perfume, o  enlevo da canção, o calor do raio de sol, a beleza do botão de rosa, a inocência de um sorriso de criança.

Lembrai-vos, entretanto, que existirão outros aromas, outras canções, outros raios de sol, outros botões e outras crianças. Porque a Vida se renova em todos os dias.

Como o ano, a Vida tem as suas estações; e cada uma tem os seus próprios encantos. E por todas elas devereis passar, para que de todos possais desfrutar.

Como o verão, é a juventude; à primavera se assemelha a idade adulta, ao outono a maturidade e ao inverno a velhice. E para cada estação há um jeito de ser feliz.

No verão, o sol convida à praia; à vida e aos seus prazeres. É a época do sol e do mar, dos corpos rijos e expostos, do sangue ardente e impetuoso nas veias.

A primavera traz as flores, com a sua beleza e o seu perfume. Diminui a urgência dos sentidos e o apelo urgente do prazer já se mescla à suavidade da ternura.   

Com o outono, uma doce nostalgia cai sobre a alma. Como uma saudade imprecisa, com gosto de lembranças, que se reflete na beleza das folhas sobre o chão.

Sobrevém o inverno. E o manto alvo da neve, que se derrama sobre o mundo, parece adormecer a vida, trazendo uma ilusória impressão de paz e quietude infinitas.

Entretanto, há fogo na lareira. E à luz das chamas pessoas se encontram, histórias são contadas, mãos se entrelaçam; corpos se aproximam, permutando calor.

A Vida continua. E haverá de continuar em cada raio de sol, em cada perfume, em cada sorriso de criança. Em cada gota de chuva, em cada lágrima de adulto.

O enlevo existirá em cada canção, o aroma em cada perfume. A beleza do botão desabrocha na flor que se abre e sabiamente expõe ao sol e à chuva as suas pétalas.

Não podeis reter a vossa juventude. E não é sábio que o tenteis; como não seria sábio aquele que vestisse roupas leves no inverno, ou no verão desejasse a neve.

Sábio, sim, é desfrutar de cada estação de vossas vidas!

47 Comentários:

Blogger Olhos de mel disse...

Querido Árabe; creio que a juventude está dentro de cada um. É a nossa maneira de ver a vida e de vivê-la. É aproveitar o tempo com bons pensamentos, projetos e sonhos. Porque muitos perdem a capacidade de sonhar com o envelhecer.
Lindo post!
Bom fim de semana! Beijos

30 de agosto de 2013 18:22  
Blogger Olhos de mel disse...

Querido Árabe; fui ouvir a musica; linda de mais! E a imagem também.
Beijos

30 de agosto de 2013 18:29  
Blogger ✿ chica disse...

Que linda tua reflexão sobre as estações da vida. Cada uma tem( ou deve ter) sua beleza!

Temos que saber achá-la. Passar de uma pra outra com sabedoria e elegância é preciso! Linda foto também! abração,chica

31 de agosto de 2013 04:06  
Blogger Vieira Calado disse...

Um beíssimo texto, com a qualidade habitual!
Forte abraço!

31 de agosto de 2013 22:03  
Blogger Claudinha ੴ disse...

Bela analogia Árabe. Um texto de muitas verdades.
Boa semana!

1 de setembro de 2013 16:35  
Anonymous Anônimo disse...

Querido Amigo, sábias palavras declaradas como um brinde à vida!
Parabéns por delinear sentimentos profundos de forma sutil e inspiradora que só a alma de um poeta traduz para nosso deleite!
Abraços,

Ana Cristina

1 de setembro de 2013 17:24  
Blogger Rô... disse...

oi meu amigo,

eu preciso intercalar as estações sim,
é um repouso para minha alma,
e em cada uma delas sensações maravilhosas nos esperam,a vida assim me ensinou,
seu texto é perfeito!!!
muito bom te ler...

beijinhos

2 de setembro de 2013 03:56  
Blogger São disse...

Eu penso que todas as estações, todas as situações, todos os períodos da vida tem sombra e luz, as duas faces da mesma moeda e nós só temos que tirar o melhor partido desse facto e assim avançar!

Querido Swami, bem hajas!

2 de setembro de 2013 08:49  
Blogger LUZ disse...

Cada coisa no eu lugar e no seu devido tempo, como vulgarmente costumamos dizer.

Boa semana.

Abraço.

2 de setembro de 2013 12:43  
Blogger Ateliê Tribo de Judá disse...

Olá meu querido,
É bem verdade que para tudo há seu tempo determinado, e saber viver e guardar as experiências de cada tempo é sábio.
Seus textos me encantam!!
Beijos!!
Joelma

2 de setembro de 2013 13:56  
Blogger Magia da Inês disse...

¸.•°❤❤⊱彡
Tudo tem seu tempo!...
Não convém desperdiçá-lo.
Boa semana!
Beijinhos.
❤❤⊱

2 de setembro de 2013 14:10  
Blogger Zilani Célia disse...

OI ÁRABE!
A JUVENTUDE É UM DOM QUE NÃO SE CONCENTRA SÓ NO EXTERIOR DO SER, ELA ESTÁ DIRETAMENTE LIGADA AO NOSSO EU INTERIOR, POIS HÁ JOVENS QUE NEM SEQUER SE DÃO CONTA QUE A TEM, E "VELHOS", QUE A POSSUEM NA ALMA...
ABRÇS
http://zilanicelia.blogspot.com.br/

2 de setembro de 2013 14:56  
Anonymous gal disse...

Olá,
Adorei o texto,lindo,suave,gostoso de ler,a música,deliciosa,faz a gente sonhar,a imagem,não poderia se mais bonita,criança é sempre uma benção.
comparar a vida com as estações ,cada coisa no seu tempo,mas se até no inverno pode haver verão...
espero que a primavera que vem chegando conserve em mim a alegria de viver e me traga muitas flores....estou precisando!!!

2 de setembro de 2013 18:19  
Blogger ॐ Shirley ॐ disse...

Querido Árabe, as estações chegam, a vida continua , trazendo sempre a "ilusória impressão de paz"...Seus escritos são sempre admiráveis. Beijos!

2 de setembro de 2013 18:22  
Blogger Ailime disse...

Olá amigo e bom Árabe, é sempre um privilégio ler as suas sábias reflexões! A vida é mesmo assim e cada estação, cada etapa da nossa vida tem os seus encantos, desencantos, mas Deus preparou-nos para irmos aceitando cada estação como um avanço na nossa vida e não como um retrocesso. E como finaliza “sabermos desfrutar de cada estação das nossas vidas” e apreciar sorrindo cada mudança como sugere a lindíssima foto que ilustra o seu “post”! Beijinhos e obrigada. Continuação de uma boa semana. Ailime

3 de setembro de 2013 08:43  
Blogger Jaqueline Sales disse...

Lindo, amigo. Lembra algumas palavras de Jean-Yves Leloup, que são lindos, até porque voce tem uma poesia interior tão profunda e claramente compreensível como Leloup escreve.
Tenho estado ausente dos Uivos da Loba, mas voce é um amigo que jamais esqueço, podes crer. Ocasionalmente estou no facebook, Jaqueline Sales (Keila). Se voce estiver por lá, e quiser me adicionar, ficarei contente.

Beijoooooooossssssssss

3 de setembro de 2013 12:47  
Blogger © Piedade Araújo Sol disse...

não podemos ser jovens a vida toda, pelo menos fisicamente, porque no espírito, podemos.
mas todas as idades tem a sua beleza.
todas!
muito belo o teu texto.
um beijo

;)

4 de setembro de 2013 03:32  
Blogger Silenciosamente ouvindo... disse...

Pois é meu amigo a vida vai girando...e as estações se
repetindo...
Temos que dar sentido a cada
minuto, porque o seguinte já é
mais uma continuidade para a soma
total.
Bj.
Irene Alves

4 de setembro de 2013 09:06  
Blogger O Árabe disse...

Isso, Olhos de Mel! Felizes daqueles que conservam a juventude na alma. E essa música é linda, mesmo! Obrigado, bom resto de semana.

5 de setembro de 2013 06:05  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, Chica. E você tem razão: o truque está em descobrir a beleza de cada uma. :) Bom resto de semana!

5 de setembro de 2013 06:06  
Blogger O Árabe disse...

Honrosas palavras, amigo e mestre Vieira Calado; obrigado! Meu abraço, bom resto de semana.

5 de setembro de 2013 06:06  
Blogger O Árabe disse...

Grato, Claudinha. Bom resto de semana, amiga!

5 de setembro de 2013 06:07  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, a você, Ana Cristina, pela gentileza de suas palavras. Bom resto de semana!

5 de setembro de 2013 06:08  
Blogger O Árabe disse...

Isso, Rô: as estações passam, e cada uma nos traz sensações maravilhosas. Obrigado, bom resto de semana!

5 de setembro de 2013 06:09  
Blogger O Árabe disse...

Isso, São: é preciso saber aproveitar as luzes e as sombras de cada estação, para avançar na jornada. Bom resto de semana, minha amiga!

5 de setembro de 2013 06:10  
Blogger O Árabe disse...

Isso, Luz! A sabedoria popular é fantástica, na sua simplicidade. Bom resto de semana!

5 de setembro de 2013 06:11  
Blogger O Árabe disse...

Encantadora, Joelma, é a tua gentileza. Obrigado, bom resto de semana!

5 de setembro de 2013 06:11  
Blogger O Árabe disse...

Isso, Inês: não devemos desperdiçar o tempo. Ele é o único capital que não podemos repor. :) Bom resto de semana!

5 de setembro de 2013 06:20  
Blogger O Árabe disse...

Observação inteligente e correta, Zilani. A nossa alma determina "juventude" e "velhice" pelas emoções que sentimos. Bom resto de semana, amiga!

5 de setembro de 2013 06:22  
Blogger O Árabe disse...

Ela trará, sim, gal; as flores sempre retornam. Estamos torcendo para que assim seja, o mais breve possível! Bom resto de semana.

5 de setembro de 2013 06:23  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, Shirley, pela gentileza e amizade! Bom resto de semana.

5 de setembro de 2013 06:24  
Blogger O Árabe disse...

Privilégio, Ailime, é poder contar com a sua amizade e os seus sensatos comentários. Obrigado, amiga; bom resto de semana!

5 de setembro de 2013 06:25  
Blogger O Árabe disse...

Elogiosa comparação, Keila, que atribuo à tua gentileza e amizade. Não tenho facebook, amiga; sou muito "das antigas; se tivesse, decerto você já estaria nele. Obrigado por sua amizade, bom resto de semana!

5 de setembro de 2013 06:37  
Blogger O Árabe disse...

E muito, Piedade, o teu comentário! Obrigado, bom resto de semana.

5 de setembro de 2013 06:37  
Blogger O Árabe disse...

Isso, Irene! Precisamos dar sentido a cada minuto de nossas vidas. Obrigado, amiga; bom resto de semana!

5 de setembro de 2013 06:38  
Blogger Luma Rosa disse...

Oi, Árabe!
Para muitas pessoas é difícil aceitar que a idade esteja avançando. Mas o tempo de Deus é diferente do nosso e estamos nessa vida para aprendizado espiritual. Cumprida a missão, partiremos, independente da nossa idade terrena. Algumas pessoas nascem velhas, outras vivem em eterna juventude não respeitando as estações a que analogicamente descreveu. Mas creio que a sabedoria conquistada com a maturidade não seja ilusória ou que repasse uma ilusão de paz e quietude. Acho que não entendi o trecho do seu texto: "E o manto alvo da neve, que se derrama sobre o mundo, parece adormecer a vida, trazendo uma ilusória impressão de paz e quietude infinitas".
Beijus,

5 de setembro de 2013 16:51  
Blogger GarçaReal disse...


Após a interrupção de férias retomamos o convivio dos que gostamos e há muito seguimos. E tal como dizes a vida nunca pára.Não conseguimos congelar os momentos e nem o passar do tempo. Cada estação, cada ano, cada mês e dia não voltarão, mas deixam a sua marca que se prolonga no tempo.

Belo texto

Bom fim de semana

Bjgrande do Lago

6 de setembro de 2013 07:59  
Blogger O Árabe disse...

Acho que eu não soube me expressar, Luma. A neve é uma analogia aos cabelos brancos (como os meus) e ilusória impressão é a que muitos jovens têm, de que paz e quietude cheguem junto com a neve no cabelo; nem sempre é assim, porque o aprendizado é que as traz. Na verdade, o que diminui é a pressa de viver; ao mesmo tempo, aumenta o deleite de viver :) Obrigado, amiga; bom fim de semana!

6 de setembro de 2013 08:20  
Blogger O Árabe disse...

Isso, Garça amiga. E são essas marcas que nos tornam as pessoas que somos. Sempre uma alegria a sua presença; obrigado, bom fim de semana.

6 de setembro de 2013 08:21  
Anonymous De... disse...

Texto belíssimo e considerações perfeitas, Árabe!
Todas as estações do ano, assim como as fases do dia, possuem a sua beleza. Ao entardecer, o Sol pinta o céu com cores maravilhosas antecedendo o brilhar das estrelas. Basta erguermos o olhar e abrirmos o coração.
Suas palavras aquecem minha alma. Gratidão!
Tenha um lindo fim de semana. Beijos...

6 de setembro de 2013 15:48  
Blogger O Árabe disse...

Grato, De. Tudo passa, sobre nós... e precisamos aproveitar o melhor de cada estação! Bom fim de semana.

6 de setembro de 2013 20:11  
Blogger Luma Rosa disse...

Oi, Árabe!!
Obrigada pela explicação. Realmente eu havia entendido errado :)
Beijus,

11 de setembro de 2013 20:33  
Blogger O Árabe disse...

Não, Luma. Realmente, amiga, eu me havia expressado mal' obrigado pela chance de retificar. :) Bom fim de semana!

12 de setembro de 2013 10:29  
Blogger Uma aprendiz disse...

Por isso digo: estou na melhor fase da minha vida: HOJE.

abraços

24 de setembro de 2013 09:34  
Blogger O Árabe disse...

Com certeza, muito já aprendeste; isto fica evidente na tua forma de pensar. O HOJE deve ser sempre a nossa melhor fase da vida!

25 de setembro de 2013 06:36  
Blogger Fa menor disse...

Delícia de texto!
"Como o verão, é a juventude; à primavera se assemelha a idade adulta, ao outono a maturidade e ao inverno a velhice."
Gostei!

7 de outubro de 2013 14:25  
Blogger O Árabe disse...

Só hoje, Fa, vi este comentário. Obrigado, amiga; bom resto de semana!

30 de outubro de 2013 06:55  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial

Real Time Web Analytics Real Time Web Analytics Real Time Web Analytics Clicky