O Árabe

Idéias, sentimentos, emoções. Oásis que nos ajudam a atravessar os trechos desérticos da vida...

sexta-feira, 30 de setembro de 2016

A SOLIDÃO



Eu vos tenho falado da solidão.

Decerto a encontrareis, em vossos caminhos. Porque a solidão habita em cada ser humano; e de nada vos adianta tentar fugir ao que não está ao vosso redor, mas dentro de vós.

Para onde fordes, a levareis em vossa alma. Ainda que haja alguém ao vosso lado todo o tempo, momentos existirão em que vos sentireis sós, como se ninguém estivesse convosco.

A solidão desperta os vossos medos. Pois vos assusta a ideia de terminardes sós os vossos dias e serdes esquecidos, como se jamais houvésseis caminhado sobre a terra.

Este é o lado ruim da solidão, que vos leva a duvidar de vós mesmos, a questionar os vossos atos e os vossos sentimentos; a descrer do Coração do Universo, que vos acompanha.

Esta é a solidão que vos inquieta e amedronta. Que vos faz atravessar noites insones, os olhos abertos no escuro, contando os minutos que passam para que chegue um novo dia.

Deveis, entretanto, recordar que é no silêncio que melhor se pode ouvir o canto melodioso do pássaro; ou o assobio aventureiro do vento nas folhas das palmeiras à beira do mar.

E é quando vos isolais de todos, que mais belas vos parecem as cores de uma tela, mais harmoniosas as linhas de uma estátua ou mais simples e verdadeiras as palavras de um livro.

É quando estais na solidão, que podeis verdadeiramente gozar da vossa companhia; examinar os vossos pensamentos e as vossas emoções, viajar por vosso universo interior.

É preciso que silenciem as vozes ao vosso redor, para que possais ouvir o vosso verdadeiro Eu; é preciso que não se façam ouvir os apelos do mundo, para ouvirdes a canção do Infinito.

É preciso que vos sintais sós, para entenderdes o valor da companhia; é preciso que nem o eco responda às vossas palavras, para que o vosso coração anseie por uma voz amiga.

A solidão, em si mesma, não é um fardo ou uma bênção; de vós, depende em que a tornareis. É nela que podereis viver alguns dos vossos momentos mais amargos ou mais doces.

Não é de companhia, que necessitais; mas de conviver bem com o que sois. Porque o homem que mais sofre com a solidão é aquele que não suporta estar a sós consigo mesmo. 

Reconhecei a vossa pequenez e descobrireis a vossa grandeza; apreciai as vossas qualidades e perdoareis os vossos defeitos. Entendei-vos e encontrareis o vosso verdadeiro Eu. 
  
E estareis em paz com a solidão. 

Música:
 http://ohassan.dominiotemporario.com/midis/1_jean_claude_borelly_concierto_de_aranjuez.mid

32 Comentários:

Blogger Olhos de mel disse...

A solidão é isso,Arabe! Muitas vezes dolorida, difícil de encarar.
Lindo post, linda imagem e música!
Bom fim de semana, beijos

1 de outubro de 2016 01:15  
Blogger ✿ chica disse...

Temos que aprender a estar a sós conosco mesmo ...Momentos assim fazem bem e nos fazem ficar mais fortes interiormente! abração,linda semana! chica

1 de outubro de 2016 01:53  
Blogger Silenciosamente ouvindo... disse...

Amigo venho despedir-me de si até 25 de Outubro,
pois vou até à Irlanda para estar c/os meus.
Desejando que se encontre bem.
Um abraço da amiga
Irene Alves

1 de outubro de 2016 12:11  
Blogger CÉU disse...

A solidão é algo, que poucas pessoas desejam e sabem gerir. Evidente que precisamos dos nossos momentos, mas somos seres sociais.

Abraços e bom fim de semana, amigo Árabe!

1 de outubro de 2016 15:31  
Blogger Maria Luzia Araujo disse...

Bom dia Árabe!

Meu amigo, por incrível que pareça, gosto muito de ficar só, apenas com os meus pensamentos. Não sempre, claro! O silêncio é muito bom para refletir, bom e necessário! Muitas vezes na solidão, a gente descobre tantas coisas de nós mesmos, no que podemos e devemos melhorar como pessoa, como ser humano. Verdadeiramente gosto da solidão desde criança, lembro que brincava nos cantinhos da casa com minhas bonequinhas, só e Deus, gostava, brincava, brincava e lá mesmo dormia, kkkkkk. Acho chato, conviver com pessoas que não calam um segundo, chato é pouco, é horrível, kkkkk. Que você tenha uma semana, com paz e saúde. Obrigada e um grande abraço!

3 de outubro de 2016 06:37  
Blogger Zilani Célia disse...

OI ÁRABE!
AMIGO ESTE TEXTO É DE MUITA PROFUNDIDADE E VERDADE, A SOLIDÃO, COMO DIZES CLARAMENTE,É, NA VERDADE O MEDO QUE SENTIMOS DE ESTARMOS SÓS CONOSCO, POR NÃO NOS CONHECERMOS PROFUNDAMENTE, OU ESTES MOMENTOS DE SOLIDÃO, SERVIRIAM PARA NOSSA CONEXÃO COM NOSSAS VERDADES INTERIORES.
BELEZA PURA.
ABRÇS

http://zilanicelia.blogspot.com.br/

3 de outubro de 2016 12:24  
Blogger Teresa Isabel Silva disse...

Não podia estar mais de acordo com as tuas palavras!

Bjxxx
Ontem é só Memória | Facebook | Instagram

3 de outubro de 2016 14:40  
Blogger Marina Fligueira disse...

¡Hola Árabe!!!

De nuevo nos dejas una lección de vida escrita con maestría y sabiduría, la soledad buscada puede ser incluso grata. Pero la soledad impuesta... Esa si que es dañina para el alma; y desgraciadamente hay muchas personas que no mueren de enfermedad, sino de pena por sentirse solas, y esto es muy triste, amigo.

Ha sido un placer. Te dejo mi gratitud y mi gran estima.
Un abrazo y se muy -muy feliz

4 de outubro de 2016 01:14  
Blogger São disse...

A solidão não me assusta, estou a viver sózinha há mais de trinta anos...mas, por vezes , pesa.

No entanto, continuo com o meu lema de sempre: antes só, do que em má companhia !

Meu amigo, abraço e boa semana

4 de outubro de 2016 09:06  
Blogger Ailime disse...

Boa noite meu Amigo e bom Árabe,
Que linda e leve a forma como abordou um tema que por vezes sentimos tão pesado!
A solidão, quem gosta de solidão?
Tocou em aspectos sobre os quais já me tenho debruçado.
Deve ser muito triste quando não sabemos conviver com a solidão, a solidão que resulta segundo entendi de não conhecermos o nosso verdadeiro eu. Este aspecto nunca tinha pensado.
No entanto necessito de momentos solitários para me pensar, para me ouvir, para relaxar e me abstrair do mundo lá fora.
Não me é indiferente não estar acompanhada, mas tento reagir quando por motivos da vida isso acontece e aconteceu ao longo dos anos por motivos vários. Com a idade há alguns medos (não direi da solidão) que tendem a surgir no nosso horizonte, mas há que reagir e aprender a viver com eles.
Muito bela a parte final e a que tenho tido mais dificuldade.
Vamos em frente!
O quanto aprendo aqui, meu Amigo!
Obrigada!
Um beijinho e continuação de boa semana.
Ailime

4 de outubro de 2016 17:33  
Blogger Fá menor disse...

Estar em paz com a solidão. E eis como a solidão me é uma necessidade tantas vezes.
Gosto tanto de ler os seus textos, que confirmam as minhas certezas. Obrigada.

5 de outubro de 2016 14:23  
Blogger Vera Lúcia disse...

Olá Árabe,
Perfeitas colocações sobre a solidão .Quem está bem consigo próprio dificilmente sentirá o tipo de solidão sob enfoque.
Passarei depois para ouvir a música , pois não consegui conectá-la pelo celular, que ê o que estou utilizando no momento.

Ótimos dias.

Abraço .

5 de outubro de 2016 20:44  
Blogger Smareis disse...

Nós seres mortais, de vez outra precisamos de alguns momentos a sós. Mas a solidão pode ser devastadora, se a pessoa não conseguir ligar com ela.
Parabéns pelo grande texto de ensinamento Árabe,
Continuação de boa semana meu amigo.
A musica escolhida para postagem, é muito boa.

5 de outubro de 2016 23:06  
Blogger Mariazita disse...

Excelente "dissertação" acerca de solidão.
E se eu a conheço! ainda que, na maior parte do tempo, esteja acompanhada.
Tal como com a dor, também com a solidão é preciso aprender a conviver - doutro modo pode tornar-se demasiado pesada...

Continuação de boa semana, amigo Arábe.
Beijinhos
MARIAZITA / A CASA DA MARIQUINHAS

6 de outubro de 2016 03:34  
Blogger O Árabe disse...

Verdade, Olhos de Mel. Mas pode ser, também, uma das maiores aliadas no nosso crescimento! Obrigado, bom resto de semana.

6 de outubro de 2016 10:18  
Blogger © Piedade Araújo Sol disse...

uma boa definição de solidão e de como a devemos encarar e viver.
mas, também por vezes a solidão quando não nos é imposta, tem as suas benesses, e há momentos em que precisamos de estar em solidão com nós próprios.
um belo texto.
beijinho
:)

6 de outubro de 2016 10:18  
Blogger O Árabe disse...

Verdade, Chica, você disse bem: aumentam a nossa força interior. Obrigado, amiga; bom resto de semana.

6 de outubro de 2016 10:21  
Blogger O Árabe disse...

Boas "férias", Irene. Aproveite bem, amiga; esses momentos fazem a vida melhor! Obrigado, boa semana.

6 de outubro de 2016 10:23  
Blogger O Árabe disse...

Somos, Céu; mas, às vezes, é necessário ficarmos a sós com o nosso verdadeiro Eu, não é? :) Bom resto de semana.

6 de outubro de 2016 10:26  
Blogger O Árabe disse...

Interessante, Maria Luzia: eu também gosto, muitas vezes, de estar só. Apesar de me dar muito bem com meus 3 irmãos, desde cedo fiz questão de ter o meu próprio quarto. Acho que é questão de temperamento, mesmo. :) A solidão nos sugere muitas perguntas... e nos traz muitas respostas. Obrigado, bom resto de semana.

6 de outubro de 2016 10:29  
Blogger O Árabe disse...

Verdade, Zilani! E para essa conexão, que devemos aproveitar os nossos momentos de solidão. Obrigado, amiga; bom resto de semana.

6 de outubro de 2016 10:30  
Blogger O Árabe disse...

Grato, Teresa Isabel; bom resto de semana!

6 de outubro de 2016 10:31  
Blogger O Árabe disse...

De fato, Marina: a solidão, quando é imposta, muitas vezes faz sofrer e leva a pessoa a definhar; infelizmente, conheço muitos casos assim. Obrigado, amiga; bom resto de semana.

6 de outubro de 2016 10:35  
Blogger O Árabe disse...

Comungo desse lema, São, acredite! :) Bom resto de semana, amiga.

6 de outubro de 2016 10:42  
Blogger O Árabe disse...

Nesse belo comentário, Ailime, você tocou em um ponto interessante: com a idade, alguns medos tendem realmente a aumentar, mas precisamos reagir e viver com eles. Obrigado, minha amiga; bom resto de semana!

6 de outubro de 2016 10:46  
Blogger O Árabe disse...

E essa, Fa, é uma boa certeza; a solidão nos é muitas vezes necessária, sim! Grato, amiga; bom resto de semana.

6 de outubro de 2016 10:47  
Blogger O Árabe disse...

Assim é, Vera: quando a pessoa está bem com o seu verdadeiro Eu, a solidão é bem mais suportável e, às vezes, até prazerosa. Espero que você consiga ouvir a música: é linda! Bom resto de semana, amiga; obrigado.

6 de outubro de 2016 10:50  
Blogger O Árabe disse...

Concordo, Smareis: a solidão pode ser devastadora, sim, para quem não sabe lidar com ela. Grato, amiga; bom resto de semana.

6 de outubro de 2016 10:51  
Blogger O Árabe disse...

Excelente analogia, Mariazita; precisamos, realmente, saber conviver com ambas. Até porque fazem parte da nossa vida. Obrigado, bom resto de semana.

6 de outubro de 2016 10:53  
Blogger O Árabe disse...

Inegável verdade, Piedade: há, sim, momentos em que precisamos estar sós com o nosso verdadeiro Eu! Obrigado, bom resto de semana.

6 de outubro de 2016 10:54  
Anonymous De... disse...

A Solidão é como estar envolto em uma penumbra, que nos mostra aquilo que realmente brilha dentro de nós!!!

7 de outubro de 2016 20:47  
Blogger O Árabe disse...

Bela definição, De... bela definição! :) Boa semana.

11 de outubro de 2016 11:41  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial

Real Time Web Analytics Real Time Web Analytics Real Time Web Analytics Clicky