O Árabe

Idéias, sentimentos, emoções. Oásis que nos ajudam a atravessar os trechos desérticos da vida...

sexta-feira, 29 de julho de 2016

A ANSIEDADE E A PAZ


Afastai de vós a ansiedade.
Cada caminhada não é um meio, mas uma viagem em si mesma. Chegareis ao mesmo desfecho que todos aqueles que vos cercam; sensato, portanto, é aproveitar a jornada.

Conservai os vossos olhos abertos, para a beleza das paisagens que vos cercam; mantende os vossos ouvidos atentos ao canto dos pássaros e ao marulhar dos córregos.
Porque nada levareis de cada caminho, senão aquilo que estiver guardado em vossa alma. E não deveis acelerar os vossos passos, ou talvez as lembranças não vos alcancem.

Abandonai a pressa. Mesmo porque nada encontrareis, ao fim de cada caminho, senão um pequeno descanso e o começo de um novo caminho. Muitos deles devereis caminhar.
Vosso é o tempo e vossa é a Eternidade. E, se o vosso espírito habita nos jardins do amanhã, de que vos serve afobar-vos para percorrer os caminhos onde hoje andais?

A jornada não se encerra, para o viajante que troca as suas vestes. E, embora a água possa lavar a poeira dos caminhos, não apagará de sua mente as coisas que aprendeu. 
Aprendei a caminhar. Pois não é para chegar que deveis ter pressa, mas para aprender; outra forma não existe de tornar mais fáceis os caminhos por onde no futuro  passareis.

O homem que só enxerga os seus objetivos, é como o burro que persegue a cenoura agitada em frente aos seus olhos; e despreza a grama onde pisa, que saciaria a sua fome.
Afastai, pois, os vossos olhos da cenoura. Assim descobrireis a grama e o céu, o regato e as flores, os encantos da natureza; assim percebereis como é belo o mundo que vos cerca.

Não é rumo às posses e ao sucesso que deveis correr, mas ao Conhecimento. E a ele chegareis se caminhardes com vagar, aproveitando cada lição que vos ensinar o caminho.
Feliz não é o homem que possui a montanha, mas aquele que do seu cume desfruta a beleza da paisagem. Feliz não é o que engaiola o pássaro, mas o que ouve o seu canto.

Feliz não é aquele que guarda muitas moedas, mas quem as usa para trazer conforto a si e àqueles que ama. Feliz não é quem prova vários amores, mas quem conhece o amor.
Afastai de vós a ansiedade. Porque, como a todos acontece, um dia chegareis ao fim deste caminho; e descobrireis que nada podereis levar, de tudo que hoje correis para conquistar.

Apenas a paz seguirá convosco, se a souberdes encontrar.
Música:
http://ohassan.dominiotemporario.com/midi vocais/internacionais_louis_armstrong_what_a_wonderful_world.mid

35 Comentários:

Blogger Olhos de mel disse...

Muito lindo Árabe! O tempo corre por conta de Deus. Cabe-nos agradecer e desfrutar cada paisagem dessa viagem.
Bom fim de semana! Beijos

29 de julho de 2016 19:45  
Blogger ✿ chica disse...

Sempre chego aqui encontro belas palavras e reflexões! De vo0lta das férias, abração, chica

30 de julho de 2016 02:57  
Blogger Arco-Íris de Frida disse...

A ansiedade me faz companhia... tento constantemente o equilibrio... as vezes ganho, as vezes ela ganha... espero que a medida que caminho pela vida eu aprenda a domina-la...

Um fim de semana e uma semana que se inicia de paz e luz...

Beijos, Arabe...

30 de julho de 2016 11:10  
Blogger CÉU disse...

A ansiedade faz parte de todos nós, mas é preciso pacificar a alma, antes de mais.
Minha mão está sofrível e estacionária, infelizmente.

Abraços e bom domingo.

30 de julho de 2016 15:40  
Blogger A Casa Madeira disse...

Oi Árabe, palavras de mais pura verdade;
E quando se vê aqueles faniquitos da ansiedade já estão instalados
e a pessoa nem percebe... acha que é outro problema.
Esse também acho que é um mal do século - essa tal ansiedade.
Obrigada pela sua sempre presença constante lá pela casa.
Abraços
janicce.

30 de julho de 2016 15:55  
Blogger Fá menor disse...

Manter os "ouvidos atentos ao canto dos pássaros e ao marulhar dos córregos"... sim, isso nos deve mover. Acho que quem só fixa a cenoura que é agitada diante dos seus olhos perde o essencial da vida.
Os seus texto são sempre muito pertinentes. Muito grata.
Bjs

31 de julho de 2016 03:47  
Blogger Teresa Isabel Silva disse...

As vezes temos mesmo que abrandar... tens toda a razão!

Bjxxx
Ontem é só Memória | Facebook | Instagram

1 de agosto de 2016 02:28  
Blogger © Piedade Araújo Sol disse...

seria tão bom que todos nós seguíssemos estes ensinamentos, mas... nem sempre se consegue.
um belíssimo texto.
boa semana.
beijo
:)

1 de agosto de 2016 07:40  
Blogger MEU DOCE AMOR disse...

Olá:

Há vários aspetos que criam ansiedade.Uns conseguimos eliminar, outros é difícil.

Beijinho doce

1 de agosto de 2016 10:20  
Blogger Teresa Isabel Silva disse...

Infelizmente a ansiedade não é fácil de controlar!

Bjxxx
Ontem é só Memória | Facebook | Instagram

1 de agosto de 2016 17:07  
Blogger Smareis disse...

Oi Árabe, boa noite!
A ansiedade as vezes causa grande transtorno na vida gente. Difícil controlar as vezes. Eu estou tentando me livrar, tem vez que dá, outras vezes não, e assim vida que segue.

Essa música "What A Wonderful world" (Que Mundo Maravilhoso) é uma das mais bonita do Louis Armstrong. A letra é rica em beleza. Linda demais a letra dessa música. Um poema musicado.
Ótima semana Árabe!
Mais no final da semana já vai ter atualização por lá.

1 de agosto de 2016 17:31  
Blogger Mariazita disse...

Bom dia, amigo Árabe
Nos dias de hoje, com o estilo de vida adoptado pela maioria, a ansiedade faz parte do dia a dia.
Texto óptimo, como sempre.

Vou ausentar-me (como habitualmente) durante Agosto e Setembro. Deixarei programadas três postagens, a primeira das quais para o próximo dia 6. As restantes têm lá as datas anunciadas.
Ainda me mantenho por cá mais dois ou três dias... Depois parto para uma praia paradisíaca. No regresso publicarei fotos - espero!

Votos de uma semana muito feliz.
Beijinhos
MARIAZITA / A CASA DA MARIQUINHAS

2 de agosto de 2016 00:54  
Blogger Maria Luzia Araujo disse...

Árabe, boa tarde!

Já fui muito ansiosa, hoje não, aprendendo a ser paciente, a controlar um pouco os meus anseios e deixar as coisas acontecerem de forma natural, no tempo certo! A Pessoa ansiosa sofre muito, não descansa, fica com marcas no rosto que nem o tempo apaga, envelhece antes do tempo e falando sério, quero envelhecer bem devagar... kkkkk sem grandes marcas de ansiedade no rosto. Meu amigo, tudo muito, muito lindo, amei! Tenha uma semana tranqüila, com paz, saúde e muito obrigada! Grande abraço!

2 de agosto de 2016 11:47  
Blogger São disse...

Seria bom que as pessoas tivessem noção de que nada levarão de material...

Swami, grande abraço

2 de agosto de 2016 14:08  
Blogger Marina Fligueira disse...

¡Hola Árabe!!!

De nuevo no dejas un libro abierto con tu gran sabiduría, donde leemos unas cuantas lecciones de vida.
Quien no tuvo ansiedad alguna vez? Que levante el dedo! Yo que tengo un puñado de años, la estoy padeciendo, amigo, y me hace sufrir mucho y no es por querer tener más! No!!! Son un cúmulo de circunstancias que van minando el alma. Cada cual siente lo suyo. La vida nos da de todo un poco, yo necesito paz, no es mucho pedir, vedad? Pues a veces para conseguirla cuesta! Cuesta mucho.

Leerte me hace hace bien, gracias por darme la oportunidad, me ha gustado.
Un abrazo.
Y se feliz.





3 de agosto de 2016 12:58  
Blogger Vera Lúcia disse...


Olá amigo,

Por mais que me esforce, não consigo dominar a ansiedade. Sempre fui assim. É altamente desconfortante. Todavia, tenho o mérito de não desperdiçar a beleza da paisagem-rs.
O texto é muito lindo e o parágrafo que segue resume bem o foco do tema: "Não é rumo às posses e ao sucesso que deveis correr, mas ao Conhecimento. E a ele chegareis se caminhardes com vagar, aproveitando cada lição que vos ensinar o caminho."
A música é linda. Adoro!

Ótimos dias.

Abraço.

3 de agosto de 2016 14:24  
Blogger Zilani Célia disse...

OI ÁRABE!
SE NÃO PARAMOS EM ALGUNS MOMENTOS DE NOSSA CORRERIA DIÁRIA, O TEMPO PASSARÁ E NEM SEQUER NOS DAREMOS CONTA DO QUANTO PERDEMOS.
DEIXAR A ANSIEDADE DE LADO E ACALMAR O PASSO, É O QUE TEU BELO TEXTO NOS ENSINA.
ABRÇS
http://zilanicelia.blogspot.com.br/

3 de agosto de 2016 15:29  
Blogger Ailime disse...

Boa noite meu bom Amigo Árabe,
Como tem passado? Estive ausente durante alguns dias e estou regressando aos poucos.
Adorei os dois textos abaixo que, como sempre, acrescentam imenso ao meu aprendizado. Muito tenho aprendido aqui com o meu bom amigo.
Sobre o tema do presente "post" eu que sou ansiosa por natureza que poderei falar?
Bem procuro a natureza e o canto das aves, a música calma, para apaziguar o meu espírito. Agora já não corro e a minha ansiedade prende-se com alguns aspectos da vida, daqueles que não está nas nossas mãos dominar e não tem a ver com bens materiais.
Seguir confiando e procurar que a paz seja o meu suporte é o que tento fazer, porque o mundo é maravilhoso como canta Louis Armstrong. Muito bom recordar esta linda musica.
Beijinhos e continuação de boa semana.
Ailime

3 de agosto de 2016 15:35  
Blogger O Árabe disse...

Concordamos, Olhos de Mel: é preciso aproveitar o tempo e desfrutar da viagem! Obrigado, bom fim de semana.

4 de agosto de 2016 08:58  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, Chica! E que tal as férias? :) Bom fim de semana!

4 de agosto de 2016 08:58  
Blogger O Árabe disse...

Acho que sim, Arco-Íris. Embora a ansiedade nunca se afaste completamente de nós, a idade nos ensina a conviver com ela. Obrigado, amiga; boa semana, fica bem!

4 de agosto de 2016 09:01  
Blogger O Árabe disse...

Às vezes, Céu, a recuperação é mesmo um pouco mais lenta. Precisamos dominar a ansiedade, porque com certeza a cura completa virá! Bom resto de semana, fica bem!

4 de agosto de 2016 09:03  
Blogger O Árabe disse...

Verdade, Janicce: é, com certeza, um mal destes tempos tão corridos! Quanto à presença, acredita-me: é um grande prazer! Bom resto de semana.

4 de agosto de 2016 09:10  
Blogger O Árabe disse...

Com certeza, Fa! Por que fixar-nos apenas um cenoura, quando este é um mundo tão maravilhoso?! Obrigado, amiga; bom resto de semana.

4 de agosto de 2016 09:11  
Blogger O Árabe disse...

Temos, Teresa Isabel... embora a ansiedade não seja, realmente, fácil de controlar! Obrigado, bom resto de semana.

4 de agosto de 2016 09:13  
Blogger O Árabe disse...

Um dia conseguiremos, Piedade... se acreditarmos em nós! Obrigado, bom resto de semana.

4 de agosto de 2016 09:14  
Blogger O Árabe disse...

Difícil, sim, Doce Amor... mas bem que vale a pena! :) Bom resto de semana.

4 de agosto de 2016 09:15  
Blogger O Árabe disse...

Verdade, Smareis: entre nossos acertos e erros, a vida segue; sempre! Concordamos inteiramente, também, quanto à música: linda! Bom resto de semana, amiga.

4 de agosto de 2016 09:16  
Blogger O Árabe disse...

Isso, Mariazita: faz parte do dia a dia. Obrigado, amiga; desejo-te férias maravilhosas... e espero as fotos! :) Boas férias, bom resto de semana.

4 de agosto de 2016 09:18  
Blogger O Árabe disse...

Beleza de comentário, Maria Luzia! Realmente, a vida nos torna mais pacientes e menos ansiosos; e, com certeza, quanto menos rugas tivermos, melhor! :) Obrigado, minha amiga; bom resto de semana.

4 de agosto de 2016 09:20  
Blogger O Árabe disse...

Seria, São! O problema é que essa, que deveria ser uma verdade cristalina, choca-se com o imediatismo materialista que nos habita, enquanto caminhamos sobre a Terra. :( Bom resto de semana, amiga; meu abraço.

4 de agosto de 2016 09:23  
Blogger O Árabe disse...

E de novo, Marina, agradeço por sua gentileza e amizade. Quanto ao comentário, você tem toda razão: às vezes, custa-nos muito atingir a paz! Bom resto de semana, amiga, obrigado.

4 de agosto de 2016 09:25  
Blogger O Árabe disse...

E esse, Vera, é o ponto mais importante: não desperdiçar a beleza da paisagem. A ansiedade nos faz ver o tempo de vida como um meio de conseguir coisas de que não precisamos, e não nos permite desfrutar de tudo que encontramos! Estamos aprendendo, amiga; bom resto de semana e obrigado.

4 de agosto de 2016 09:32  
Blogger O Árabe disse...

Verdade, Zilani: quem se entrega à ansiedade, só muito mais tarde perceberá quanto da vida isso lhe custou! Obrigado, amiga; bom resto de semana.

4 de agosto de 2016 09:34  
Blogger O Árabe disse...

Esta é a maior lição, Ailime: seguir confiando e adotar a paz como suporte. Assim conseguiremos, talvez, vencer a ansiedade, que é natural em nós. Quanto à música... realmente muito bom recordar; esta é uma das mais lindas que conheço. Bom resto de semana!

4 de agosto de 2016 09:39  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial

Real Time Web Analytics Real Time Web Analytics Real Time Web Analytics Clicky