O Árabe

Idéias, sentimentos, emoções. Oásis que nos ajudam a atravessar os trechos desérticos da vida...

sexta-feira, 27 de maio de 2016

A RETRIBUIÇÃO E O AMOR


Não é a retribuição que deveis buscar, no amor.
Como não a procurais na poesia, na música, ou no vento que acaricia os vossos cabelos; nada mais almejais, do que abandonar-vos à sensação de bem-estar que provocam em vossa alma.

O amor, que faz nascer em vós a sensação de felicidade, é, em si mesmo, a sua maior retribuição. Entregai-vos ao enlevo que vos causa e nada mais desejareis do que sentir a sua presença.
Não é o que fazeis, entretanto. Longe de desfrutar das emoções que o amor vos traz, buscais subordiná-lo aos vossos desejos. Como o homem insensato engaiola a ave cujo canto o encanta.

Como ele, esqueceis que podeis aprisionar o pássaro; mas jamais tereis controle sobre o canto. E, como ele, o vereis definhar e perder aos poucos a beleza que possuía em liberdade.
Porque os sentimentos são como as aves. E não existem, senão quando voam livres e irrequietos pelo universo que existe em vós; pelo céu nem sempre tranquilo que é o vosso verdadeiro Eu.

Assim eu vos tenho dito, todo o tempo. E, todavia, não vedes que o homem sábio não prende o pássaro que o encanta; antes busca agradá-lo com o seu jardim, para que jamais o queira deixar.
Lembrai, pois, de não asfixiar o vosso amor; evitai sufocá-lo, com as correntes da vossa insegurança e do vosso egoísmo, ou o vereis fenecer diante de vossos olhos e lamentareis a sua perda.

Concentrai-vos em sentir o amor. Agradecei-lhe, em vosso coração, por vos haver tocado; porque o seu toque vos faz descobrir um mundo novo, de cores mais vivas e emoções mais intensas.
Aquele que ama, de nada mais necessita. O amor preenche todas as suas necessidades, ocupa todos os seus espaços; e, ainda que não realize todos os seus sonhos, o torna capaz de sonhar.

Aquele que ama, vive em um mundo à parte. Onde um sorriso apaga uma mágoa, uma carícia varre a solidão, um beijo faz parar o tempo e uma palavra devolve o azul ao céu mais cinzento.
Vivei em plenitude o vosso amor. Aproveitai todas as suas horas, todas as suas cores, todos os sonhos que vos inspira, todas as emoções maravilhosas que faz nascer em vossos corações.

Navegai em seus oceanos de prazer; perdei-vos nas suas ondas de ânsia e desejo. Repousai nos seus oásis de ternura, enquanto a brisa fresca e amiga refresca os vossos corpos ardentes.
Não é a retribuição, que deveis buscar no amor; mas a sua essência de liberdade e encantamento. Para que as suas asas vos envolvam e carreguem, juntos, através do tempo e do espaço.

Rumo ao Coração do Universo.  
Música:  
http://ohassan.dominiotemporario.com/midi vocais/simone_dia_branco.mid

38 Comentários:

Blogger Marina Fligueira disse...

Es una preciosa entrada que nos habla de la importancia del amor que es el motor que mueve el mando, sin amor nada somos y el casa es que va en decadencia. Debemos cultivarlo y cuidarlo como se cuida una delicada rosa.

Me ha encantado. Ten un feliz fin de semana.

28 de maio de 2016 00:33  
Blogger ✿ chica disse...

Sentir o amor, viver o amor sem cobranças... E logo será nortada a retribuição, ocorre naturalmente... Lindo te ler ! abração, tudo de bom,chica

28 de maio de 2016 04:20  
Blogger MEU DOCE AMOR disse...

Olá Árabe:

Como dizes "Aquele que ama, vive em um mundo à parte. Onde um sorriso apaga uma mágoa, uma carícia varre a solidão, um beijo faz parar o tempo e uma palavra devolve o azul ao céu mais cinzento."

Mas não é isto que quem ama,verdadeiramente, quer e faz?
E não é isto que quem é pouco amado(ou não amado)gostaria de ver e sentir?

Penso que não basta dizer que se ama...os gestos falam mais!E dos mais belos gestos é sem dúvida sorrir para o ser amado.

Beijinho doce:)

28 de maio de 2016 13:39  
Blogger CÉU disse...

olá, estimado amigo...

inteligentes conselhos, mas difíceis de tomar. quem dá sentimentos, gosta, em geral, de receber retribuição.

nós notamos isso, entre aspas, nos blogs. quem recebe comentários, normalmente retribui. caso não, não retribui. embora meu blog esteja a meio gas, eu tenho tentado, embora mto custo, manter acesa a chama, mas NÃO tenho recebido sem dar, bem pelo contrário.

abraço e bom domingo.

28 de maio de 2016 13:58  
Blogger Andre Mansim disse...

Brimo!
Que texto maravilhoso hein?
Gostei principalmente desse trecho:

Aquele que ama, de nada mais necessita. O amor preenche todas as suas necessidades, ocupa todos os seus espaços; e, ainda que não realize todos os seus sonhos, o torna capaz de sonhar.

Muitos ensinamentos. Pena que por vezes difíceis da gente fazer. Mas muito sábios.

Tenha uma linda semana!

29 de maio de 2016 16:04  
Blogger Smareis disse...

Olá Árabe!
Conselhos valiosos. As vezes difícil de seguir a risca.
Gostei muito do texto.
Andei dando uma pequena pausa que acabou se alongando. Mais a saudade bateu, e de volta estou no meu blog.
Um abraço e ótima semana!

29 de maio de 2016 23:00  
Blogger Olhos de mel disse...

Muito lindo, Árabe! O amor faz essas coisas; nos leva a uma viagem, sem sairmos do lugar.
Linda imagem!
Tenha uma abençoada e feliz semana! Beijos

30 de maio de 2016 06:12  
Blogger Maria Luzia Araujo disse...

Amo imagem assim, de uma pureza!!! Assim mesmo Árabe, quando amamos nada pedimos em troca, não para todo o sempre, kkkkk. Vamos e venhamos, gostamos sim, da retribuição de sentimentos. Penso que, todo mundo gosta, faz parte da carência do ser humano. Muito lindo o texto, como sempre! Meu amiguinho, tenha uma semana com paz, saúde e tranquilidade. Obrigada e um grande abraço!

30 de maio de 2016 11:38  
Blogger Mariazita disse...

Óptimo texto, difícil de pôr em prática, por vezes.
Quem ama espera sempre ver o seu Amor retribuído... embora a retribuição nem sempre aconteça da forma esperada.
A verdade é que ela (a retribuição) acontece sempre.

Votos de uma semana muito feliz.
Beijinhos
MARIAZITA / A CASA DA MARIQUINHAS

31 de maio de 2016 02:36  
Blogger MEU DOCE AMOR disse...

Passei para deixar olá.

Andas bem?

Beijinho doce

31 de maio de 2016 05:50  
Blogger ॐ Shirley ॐ disse...

Querido amigo, continuarei afastada mais um pouco, procurando como um pássaro, a paz no Coração do Universo.
O Árabe, grata por suas mensagens tão tocantes e um grande abraço!!!

31 de maio de 2016 10:54  
Blogger A Casa Madeira disse...

É sempre bom carregar acompanhado;
Bom começo de junho que se aproxima.
janicce.

31 de maio de 2016 12:07  
Blogger CÉU disse...

olá, estimado Flávio...

grata por sua visita e gentis palavras.

o próximo post ainda nem está feito e mto menos agendado. o mais recente, lá no blog, tem pouco mais k uma semana.

qto a minha mão, as coisas estão mto lentas. parece k se está formando uma ligeira e pequena queloide, no ponto de encontro das duas costuras, mas o cirurgião já viu e mandou eu esperar mais um tempo, até que se veja, efetivamente, o k é.

abraço e boa semana.

31 de maio de 2016 13:32  
Blogger Ailime disse...

Boa noite meu amigo e bom Árabe,
Adorei este texto! Como gostaria de o ter lido há muitos anos atrás.
Dificil por vezes não sufocar nosso amor! Só com o tempo aprendemos que de nada vale manietar seus movimentos e fazer cobranças. Por vezes tarde demais, mas sempre há a possibilidade de recuperar o tempo perdido e caminharmos unidos sob as mesmas asas até ao final.
Um beijinho e continuação de boa semana.
(A música é lindíssima).
Ailime

31 de maio de 2016 16:11  
Blogger Marina Fligueira disse...

Gracias por tu visita, Arabe.
Un abrazo con mis mejores deseos de felicidad para ti y los tuyos.
Se muy feliz.

1 de junho de 2016 06:06  
Blogger © Piedade Araújo Sol disse...

um texto cheio de ensinamentos e bons conselhos, mas é tão dificíl colocá-los na prática.
queremos sempre algo em contrapartida queremos sempre alguma retribuição.
:(
beijinho
:)

1 de junho de 2016 08:09  
Blogger O Árabe disse...

É uma bela imagem, Marina; o amor realmente precisa ser cultivado, como a flor que é. Obrigado, amiga; bom resto de semana.

2 de junho de 2016 05:48  
Blogger O Árabe disse...

É isso, sim, Chica... quando não há uma retribuição natural, não é amor. Grato, bom resto de semana; lembranças ao Kiko.

2 de junho de 2016 05:50  
Blogger Fá menor disse...

Assim é. É sempre bom ter isso presente.
Abraços, amigo.

2 de junho de 2016 06:07  
Blogger O Árabe disse...

Mas aí é que está, Céu: o amor é a própria retribuição. Diferente da amizade, por exemplo, que só pode existir se for mútua; a gente ama porque ama, mas a amizade precisa ser bilateral, ou não sobrevive. Estimo as melhoras, e desejo que logo voltes a fazer tudo, a todo gás! Bom resto de semana.

2 de junho de 2016 06:14  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, André. E normalmente é assim: as lições mais difíceis de plantar em nosso coração, são as que dão as melhores colheitas. :) Meu abraço, bom resto de semana.

2 de junho de 2016 06:16  
Blogger O Árabe disse...

É uma grande alegria ver você de volta, Smareis; e logo irei conferir o post de retorno! Obrigado, amiga; bom resto de semana.

2 de junho de 2016 06:18  
Blogger O Árabe disse...

E que viagens encantadas, não, Olhos de Mel? Só sabe quem as vive! :) Obrigado, bom resto de semana.

2 de junho de 2016 06:19  
Blogger O Árabe disse...

Acho esse desejo de retribuição é inspirado pelo egoísmo; que, queiramos ou não, faz parte de nós, ao menos durante a jornada neste mundo. Mas a sensação de amar é tão boa, que não podemos ter retribuição melhor! Obrigado, Maria Luzia; bom resto de semana, amiga!

2 de junho de 2016 06:24  
Blogger O Árabe disse...

Concordo inteiramente, Mariazita: a retribuição acontece sempre. Ainda que seja na forma das sensações que o amor nos proporciona. Obrigado, bom resto de semana!

2 de junho de 2016 06:34  
Blogger O Árabe disse...

Pura verdade, Doce Amor! Os gestos falam mais, sim: um sorriso, um beijo, uma carícia... até um simples olhar inunda de felicidade o coração de quem ama; e não pode haver melhor retribuição! Obrigado, bom resto de semana.

2 de junho de 2016 06:37  
Blogger O Árabe disse...

Ando bem, sim... embora já com as sequelas naturais da idade. :) Mas nada que não possa fingir que não sinto. :) Obrigado, amiga!

2 de junho de 2016 06:43  
Blogger O Árabe disse...

Espero que você a encontre, Shirley... e breve, para que seus poemas voltem a nos encantar! Obrigado pela visita, bom resto de semana.

2 de junho de 2016 06:45  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, Janicce, e concordamos: é sempre bom carregar (e estar) acompanhado! :) Bom resto de semana.

2 de junho de 2016 06:46  
Blogger O Árabe disse...

Cirurgias e seus problemas... bem sei o que é isso, Céu! Mas tenha calma, amiga; todas as inconveniências vão passar... e breve, tenho certeza. Estamos torcendo pra isso!

2 de junho de 2016 06:49  
Blogger O Árabe disse...

Mais uma vez, Ailime, concordo inteiramente com você: só o tempo nos ensina a não sufocar a pessoa que amamos. E o problema é o mesmo de outras grandes lições: nem sempre aprendemos a tempo! :) Obrigado, amiga; bom resto de semana.

2 de junho de 2016 06:58  
Blogger O Árabe disse...

Grato pelos votos, Marina, que de coração retribuo!

2 de junho de 2016 06:59  
Blogger O Árabe disse...

Verdade, Piedade... e esquecemos que podemos encontrá-la em nós mesmos! Obrigado, bom resto de semana.

2 de junho de 2016 07:00  
Blogger O Árabe disse...

Com certeza, Fa! Obrigado, amiga; bom resto de semana.

2 de junho de 2016 07:01  
Blogger Silenciosamente ouvindo... disse...

No amor não deve esperar retribuição,
mas sim uma integração completa.
Como sempre gostei do seu texto.
Desejando que se encontre bem.
Abraço amigo.
Irene Alves

2 de junho de 2016 12:47  
Blogger Vera Lúcia disse...


Olá Árabe,

Amar simplesmente por amar, sentindo felicidade apenas por amar e ver feliz a pessoa amada é bem altruísta, embora, na prática, pouco acontece. Somos imperfeitos e sentimos necessidade de retribuição na seara dos sentimentos. À exceção do seleto grupo de amores incondicionais, os demais necessitam de retribuição para que haja plenitude. E concordo que somente liberto o amor é capaz de se vincular aos corações apaixonados.

Hoje não consegui ouvir a música.

Abraço.

2 de junho de 2016 13:33  
Blogger O Árabe disse...

Assim é, Irene: a integração completa, em si, já é a maior retribuição. Estou bem, amiga; e você? Obrigado, boa semana!

6 de junho de 2016 08:13  
Blogger O Árabe disse...

Com o tempo, Vera, aprendi que talvez não possamos definir inteiramente como altruísmo; até porque quem ama não consegue ser feliz, se a pessoa amada não for. Em função deste raciocínio, creio que fazer o (a) amado (a) feliz é, talvez, a forma mais refinada de egoísmo. :) Espero que você tenha conseguido ouvir a música, porque ela completa o post. Obrigado, amiga; boa semana.

6 de junho de 2016 08:17  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial

Real Time Web Analytics Real Time Web Analytics Real Time Web Analytics Clicky