O Árabe

Idéias, sentimentos, emoções. Oásis que nos ajudam a atravessar os trechos desérticos da vida...

sexta-feira, 22 de abril de 2016

AS VOSSAS CONVICÇÕES



Sede fiéis às vossas convicções.

Pois aquele que não tem ideias próprias, não será capaz de definir os seus rumos. E se deixará levar, arrastado pela força das ideias alheias, como uma folha ao sabor do vento.

Recordai sempre, entretanto, que a todos assiste o mesmo direito. Porque necessitais aprender a respeitar as convicções alheias, se desejais que as vossas sejam respeitadas.
Cada ideia é uma semente. Mas, embora seja um ato de generosidade ofertar as vossas sementes a vosso vizinho, não vos cabe o direito de exigir que ele as plante em seu quintal.

E, se assim é, tampouco o podeis obrigar a aceitar as vossas ideias. Eu vos tenho dito que cada homem tem as suas próprias verdades; e a elas obedece, ao fazer as suas escolhas.
Errais, portanto, quando quereis impor o que pensais. Porque o homem sempre cuspirá o que garganta a baixo lhe for empurrado; não importa quão delicioso possa ser o seu sabor.

Errais, quando ofendeis a quem vos traz opiniões diferentes das vossas. Porque assim vos envolvereis em discussões sem sentido, quando poderíeis ter proveitosos debates.
Não vos negueis a ouvir ideias contrárias às vossas; sede sensatos e ponderai sobre elas. Decidireis melhor, sobre qualquer questão, se a observardes de todos os ângulos.

Nem vos agasteis com aqueles que discordam de vós; antes deveríeis agradecer-lhes, porque vos apresentam a novos pontos de vista, que alargam os vossos horizontes.
Estai atentos ao orgulho, que muitas vezes vos cega e impede de aceitar os vossos erros. Sensato é o homem que reconhece um engano, em tempo de tomar o rumo certo.

Defendei, sim, as vossas ideias. Mantende, todavia, a mente aberta para as novas ideias que vos surgem. Porque nada é imutável, e a própria natureza evolui em cada dia.  
Assim, tereis a coragem para mudar de opinião, quando convencidos estiverdes de que seguíeis em rumo errado. Vergonha não é enganar-se, mas persistir no erro.

Sede fiéis às vossas convicções. Lembrai-vos, porém, de que não devereis exaltar-vos, para defendê-las. Pois a razão e a lógica não necessitam gritar, para se fazerem ouvir.
Evitai, sobretudo, a intolerância. Porque, longe de construir, a intolerância destrói. Abala amizades, estremece relações; rouba de vossos corações a paz de que necessitais.

Para encontrar as vossas verdades. 

34 Comentários:

Blogger Olhos de mel disse...

Hoje em dia, isso está sendo o maior problema; as pessoas são capazes de brigar, quando se diverge em opiniões.
Belo post!
Bom fim de semana! Beijos

22 de abril de 2016 21:29  
Blogger ✿ chica disse...

Uma mensagem bem apropriada para o período que estamos vivendo aqui no Brasil... Há quem termine amizades por não saber respeitar convicções alheias!

Um abração, linda semana! chica

23 de abril de 2016 02:32  
Blogger Arco-Íris de Frida disse...

Sensato...mas parece que a era do dialogo acabou, vivemos um tempo de disputas, ate mesmo a disputa de opinioes...separamos pessoas por conceitos, se divergem dos nossos, nao podem andar entre nos...

Tempos dificeis...

Beijos, Arabe...

23 de abril de 2016 04:14  
Blogger MEU DOCE AMOR disse...

Olá:

Sem dúvida!Mas para que isso aconteça é necessário haver diálogo com tranquilidade.Digo-te que muitas vezes não entendo o que querem dizer e a que conclusão chegar.Não entendo certas reações.Parece um bloqueio de comunicação, uma "torre de babel"...

Todos temos as nossas convicções...eu tenho também mas...

Beijinho doce:)

23 de abril de 2016 06:28  
Blogger Fá menor disse...

Delicio-me sempre com os seus conselhos, tão ponderados e pertinentes.
Muito obrigada, meu bom amigo.

23 de abril de 2016 13:42  
Blogger Zilani Célia disse...

OI ÁRABE!
CONVICÇÕES TODOS AS TEMOS, MAS, NÃO DEVEMOS FAZER DELAS VERDADES ABSOLUTAS, TENDO EM MENTE QUE, A DO OUTRO, NÃO NOS PERTENCE.
BONITO TEU TEXTO.
ABRÇS
http://zilanicelia.blogspot.com.br/

23 de abril de 2016 18:20  
Blogger Maria Luzia Araujo disse...

É meu bom amigo, a compreensão, o respeito, passa longe! Faço a minha parte e procuro viver tranquila. Um texto que todos deveriam ler e praticar, amei! Um ótimo domingo e desde já uma semana com muita paz, luz e sossego na alma. Obrigada!

24 de abril de 2016 06:36  
Blogger CÉU disse...

Olá, Flávio...

Se me provarem k a minha ideia não é a melhor, ou não está correta, serei a primeira a dialogar e a abandonar a mesma.

minha mão está lenta, k nem caracol, mas enfim, tenho de ter paciência.

abraço e boa semana.

25 de abril de 2016 11:14  
Blogger São disse...

Convicções, tenho .Dogmas, não aceito de maneira nenhuma nem em mim nem em ninguém.

Amigo, abraço grande

25 de abril de 2016 13:01  
Blogger Marina Fligueira disse...

¡Hola Árabe!!!

Todo un precioso texto con enseñanzas precisas, pero que no todos llevamos a la practica. La convicción es tener la completa certeza de nuestras acciones, de lo que pensamos y sentimos en cada momento. Pero a veces, estamos ausentes de nosotros mismos.
Y no siempre tenemos la seguridad que debe tener una persona de la verdad o certeza de lo que piensa o siente. Aunque hay personas que tienen esa capacidad siempre activa de convencer.
Ha sido un placer pasar por esta tu casa leerte, es un privilegio
Te dejo mi gratitud y mi estima siempre.
Un abrazo y se muy muy feliz.

26 de abril de 2016 04:03  
Blogger MARILENE disse...

As pessoas são diferentes, passam por experiências diversas, abraçam verdades distintas. E é saudável conviver com quem discorda de nós, pois essa troca pode gerar excelentes frutos. Mudamos nosso jeito de ver certas coisas quando nos convencemos de que estamos errados. O que não deve existir é a intolerância, assim como a imposição de ideias que outros não desejam, pois assiste a todos o direito de crer em suas próprias verdades. Abraço.

26 de abril de 2016 12:45  
Blogger Mariazita disse...

Para um bom relacionamento a qualquer nível - entre um casal, amigos, vizinhos, conhecidos, ou até desconhecidos com quem eventualmente nos cruzamos - é essencial haver respeito.
E é nessa base que tudo se desenrola na perfeição.
Respeitando o meu semelhante eu "ouço" as suas ideias ainda que as não compartilhe; assim ele sentir-se-á obrigado a respeitar as minhas...
E assim, "ouvindo-nos" uns aos outros, só poderemos aumentar o nosso próprio conhecimento e enriquecer o nosso "eu".

Continuação de boa semana.
Beijinhos
MARIAZITA / A CASA DA MARIQUINHAS

27 de abril de 2016 02:18  
Blogger ॐ Shirley ॐ disse...

... observar as ideias de todos os ângulos, para alargar os novos horizontes...
Belíssima mensagem, O Árabe!
Tenha um ótimo dia, transbordante de Paz!

27 de abril de 2016 02:46  
Blogger © Piedade Araújo Sol disse...

pois é amigo Árabe, seu conselhos são sábios e sua prosa leva-nos sempre a reflectir sobre temas que por vezes nos passam despercebidos.
eu também tenho as minhas convicções e sou teimosa, mas também sei ouvir e aceitar as das outras pessoas.
mensagem muito bela a sua.
um beijo
:)

27 de abril de 2016 09:42  
Blogger Ailime disse...

Boa tarde meu Amigo e bom Árabe,
Sábios conselhos sempre no sentido de a nossa caminhada ser pacífica e verdadeira.
Penso ser importante seguir nossa linha de pensamento, traçar nossos rumos e segui-los com idoneidade.
Nesse sentido a permeabilidade às ideias dos outros deve estar sempre presente ouvindo seus pontos de vista e também sermos recetivos a novas ideias que acrescentem algo ao nosso aprendizado.
Mas não é fácil lidar com pessoas com convicções praticamente imutáveis! É aqui que a tolerância toma papel importante.
Muito obrigada por mais estes preciosos conselhos.
Adorei ouvir My Way ao som do piano de Richard Clayderman. Ainda tenho ali um vinil dele;))!
(Gostaria da sua opinião sobre meu "post" de 18/4). Obrigada.
Beijinhos e continuação de boa semana.
Ailime

27 de abril de 2016 11:51  
Blogger rosa-branca disse...

Olá amigo, um post que me deixou a matutar sobre o assunto. A base está em respeitar e ser respeitado/a só assim nos aceitamos uns aos outros. Tenho que concordar em dizer-lhe que são bons os conselhos. Um abraço com carinho

28 de abril de 2016 07:08  
Blogger O Árabe disse...

Isso, Olhos de Mel! E aí, mesmo, é que não se chega a lugar algum! :) Obrigado, bom fim de semana.

28 de abril de 2016 09:55  
Blogger O Árabe disse...

Presenciei, recentemente, alguns casos desse tipo, Cica... e foi o que me levou a escrever o texto! :( Obrigado, amiga; bom resto de semana.

28 de abril de 2016 09:56  
Blogger O Árabe disse...

Bem dito, Arco-Íris: tempos difíceis. Torná-los mais fáceis depende sempre de nós! Obrigado, amiga; bom resto de semana.

28 de abril de 2016 09:58  
Blogger O Árabe disse...

Estás certa, Doce Amor: às vezes a confusão é tamanha, que realmente se assemelha a uma Babel! É como você disse: temos as nossas convicções, mas... nada custa respeitar as alheias, não é? :) Bom resto de semana!

28 de abril de 2016 10:01  
Blogger O Árabe disse...

Grato, Fa, pela gentileza e amizade constantes! Bom resto de semana.

28 de abril de 2016 10:02  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, Zilani, e muito bem dito: devemos ter em mente que as nossas convicções não são verdades absolutas; precisamos respeitar as convicções alheias! Bom resto de semana.

28 de abril de 2016 10:04  
Blogger O Árabe disse...

É a melhor receita, Maria Luzia: fazer a nossa parte e procurar viver com tranquilidade. Obrigado pelos votos, que de coração retribuo. Bom resto de semana, minha amiga!

28 de abril de 2016 10:06  
Blogger O Árabe disse...

Isso, Céu: o diálogo é essencial, para que possamos ter novos pontos de vista. A mão vai ficar curada, amiga; tenho certeza! Bom resto de semana.

28 de abril de 2016 10:07  
Blogger O Árabe disse...

Também não sou fã de dogmas, São. Isto inclusive, dificulta-me acreditar em algumas religiões... e em algumas opiniões. Mas tento! :) Bom resto de semana, amiga; meu abraço.

28 de abril de 2016 10:09  
Blogger O Árabe disse...

Privilégio, Marina, é contar com a sua amizade. E concordo: às vezes, nos ausentamos de nós mesmos. Obrigado, amiga; bom resto de semana.

28 de abril de 2016 10:12  
Blogger O Árabe disse...

Concordo inteiramente, Marilene: conviver com quem discorda de nós pode gerar excelentes frutos, se soubermos ouvir e respeitar as opiniões alheias. Obrigado, bom resto de semana.

28 de abril de 2016 10:14  
Blogger O Árabe disse...

Tens razão, Mariazita: o respeito é a base de qualquer boa convivência! Obrigado, bom resto de semana.

28 de abril de 2016 10:15  
Blogger O Árabe disse...

Assim é, Shirley: observar de todos os ângulos, para ampliar cada vez mais os nossos horizontes! Obrigado, bom resto de semana.

28 de abril de 2016 10:16  
Blogger O Árabe disse...

Acho que no fundo, Piedade, todos somos teimosos. Mas precisamos, como você diz, saber ouvir e aceitar opiniões alheias, para que possamos evoluir em nossas próprias opiniões. Obrigado, bom resto de semana.

28 de abril de 2016 10:18  
Blogger O Árabe disse...

Concordo, Ailime: devemos ser, sim, permeáveis a novas ideias, que sempre nos acrescentam algo. Quanto ao post, parabéns! Como já tive a oportunidade de comentar, é realmente magnífico! Obrigado, amiga; bom resto de semana.

28 de abril de 2016 10:28  
Blogger O Árabe disse...

Bem dito, rosa-branca: respeitar e ser respeitado, constituem a base da boa convivência. Obrigado, amiga; bom resto de semana.

28 de abril de 2016 10:30  
Blogger Vera Lúcia disse...


Olá amigo Árabe,

Estou entrando por aqui para agradecer e retribuir a sua amável visita em minha postagem sobre a pausa do blog. Demorei um pouquinho em razão dos chamados da vida real.

O texto é muito lindo e sábio e a música que o embala é perfeita. Gosto muito de ouvir Richard Clayderman. Suas músicas trazem saudosas lembranças de minha mãe, que tinha o hábito de ouvi-lo, seja através da Rede Vida, seja através de CD's.

Ter a humildade de ouvir ideias contrárias às nossas pode ser uma fonte de enriquecimento. Nem sempre estamos corretos em nossa maneira de pensar e agir e analisando opiniões contrárias poderemos formar convicções mais sábias e coerentes. A intolerância tem sido a palavra do momento, em razão da crise política do País. Respeito às escolhas e convicções de cada um é fundamental para se preservar uma sadia relação entre as pessoas.

Obrigada! Quando puder, volto para ler outras postagens.

Que o dia das mães seja de alegria e paz no seio de sua família.

Abraço.

Até breve!

7 de maio de 2016 20:18  
Blogger O Árabe disse...

Grato, Vera; muito bom ter notícias de você, amiga, e espero vê-la de volta em breve... ja com tudo resolvido, claro. Você faz falta! Boa semana.

9 de maio de 2016 19:00  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial

Real Time Web Analytics Real Time Web Analytics Real Time Web Analytics Clicky