O Árabe

Idéias, sentimentos, emoções. Oásis que nos ajudam a atravessar os trechos desérticos da vida...

sexta-feira, 29 de abril de 2016

MOMENTOS ASSIM



Sempre existirão momentos assim.
Em que lágrimas assomarão aos vossos olhos, sem que vos deis conta dos motivos. Em que a solidão abrirá as suas asas sobre vós e nem a presença dos entes queridos a fará partir.

Em que uma música, um rosto, um aceno, um perfume, uma roupa, um filme, um idoso que caminha devagar, ou uma criança que corre, fará despertar em vós uma nostalgia vaga e imprecisa.
Em que experimentareis uma saudade imensa e doce de pessoas, coisas e lugares que podeis ou não ter conhecido; de instantes que vivestes e outros que apenas sonhastes em viver.

É quando vos encanta a beleza do arco-íris, que enfeita o horizonte; quando percebeis a vibração de esperança que traz o raiar do dia, ou a paz do crepúsculo que desce sobre o mundo.
É quando vos perdeis, contemplando as estrelas que brilham no céu noturno; quando caminhais à beira-mar, ouvindo o ruído das ondas e imaginando os lugares que além dele se ocultam.

É quando vos enternece o botão que se torna a rosa; quando vos maravilham a vida que se avoluma no ventre gestante e as cores da borboleta que voa entre as flores do jardim, à luz do sol.
Sim; sempre existirão momentos assim.

Em que os pensamentos se confundem em vossa mente e os sentimentos se agitam em vosso coração. Em que esqueceis as respostas que encontrastes, em meio às perguntas que surgem.
É quando velhas certezas se diluem em novas dúvidas; quando a inquietude da mudança ocupa o lugar onde habitava o sossego da rotina e a lógica cede espaço à atração do imprevisto.

É nestes momentos, que as crenças se alteram; a incredulidade vacila ante o misticismo e os sonhos enterrados ao longo do caminho voltam a fazer tilintar os sinos sonoros da esperança.
É quando aqueles que vos deixaram retornam, em vossas lembranças. Quando a saudade é o vazio e o próprio reconforto; quando a ausência é tão forte, que quase se torna presença.

São momentos em que sorris por entre lágrimas, ou chorais entre sorrisos. Em que tristeza e alegria, confiança e desamparo, companhia e solidão, se mesclam e se completam em vossa alma.
Sempre existirão momentos assim. Em que vos sentireis plenos e cheios de lacunas; em que duvidareis de tudo que jugáveis saber, e ao mesmo tempo percebereis confusamente o sentido da vida.

Sempre existirão momentos assim. Em que vos sentireis distantes do mundo, livres das vossas cadeias, das vossas convenções e dos vossos dogmas. Em que estareis próximos do Universo.
Do vosso verdadeiro Eu.

Música:

36 Comentários:

Blogger Olhos de mel disse...

Pois é Árabe! Esses momentos estão mais presentes em nossas vidas, que imaginamos. E é entre um e outro, que a vida acontece.
Lindo post, linda musica e bastante significativa a imagem!
Bom fim de semana! Beijos

29 de abril de 2016 18:43  
Blogger ✿ chica disse...

Quantas verdades aqui,Árabe! Incrível como nos sentimos enroscadas em momentos assim... Lindo te ler! abração,chica ,ótima semana!

30 de abril de 2016 03:09  
Blogger helia disse...

Acreditemos que sempre existirão momentos em que nos sentimos mais próximos do Universo !
Excelente Texto !

1 de maio de 2016 02:36  
Blogger CÉU disse...

É verdade, meu querido amigo, Flávio...

E porque, com acento circunflexo, pergunto eu, p de interrogação

Porque, ninguém poderia estar sempre tendo uma sensação extrema de felicidade ou de infelicidade. Caso isso acontecesse, o nosso coração não aguentaria. DEUS É PERFEITO...

Minha mão, modo caracol. Aguardarei, pacientemente, entre aspas.

Um abraço sublime.

2 de maio de 2016 07:01  
Blogger São disse...

Que sempre existam momentos assim e que todas as pessoas os possam experimentar.


Abraço forte, meu querido Swami!

2 de maio de 2016 10:43  
Blogger MEU DOCE AMOR disse...

Olá:

É verdade.Sentimo-nos assim,mas depois logo nos "roubam" esse bem estar.

Beijinho doce:)

2 de maio de 2016 12:57  
Blogger Maria Luzia Araujo disse...

Assim mesmo meu bom amigo, quando pensamos que estamos sossegados, aparecem imprevistos que não esperávamos e aí se vai todo o nosso sossego, toda a nossa paz. Penso que, em muitos momentos da nossa vida, precisamos do nosso equilíbrio, sem ele, fica tudo difícil, muito difícil! De coração, que você tenha uma ótima semana! Obrigada e grande abraço!

3 de maio de 2016 09:04  
Blogger Andre Mansim disse...

Oi brimo!

Ainda bem que existem momentos assim, para dar alegria e colorido em nossas vidas.
Belo texto!!!!

Tenha um lindo restinho de semana! Se possível com muito kibe cru, homus, babaganuche, carneiro recheado e kafta de carneiro... Hummmmmmmmm! Ah, e coalhada seca!!!

3 de maio de 2016 15:57  
Blogger Rita Sperchi disse...

E que bom que existe momentos assim
estou voltando do meu descanso e vim te
visitar e elogiar um belo texto, deixo meu
abraço e espero para um cafezinho
Bjusss
Rita

3 de maio de 2016 16:43  
Blogger MARILENE disse...

Seu texto ficou leve, suave e muito belo. Todos vivemos momentos assim, quando algo desperta a memória e se faz presente. Em instantes de contemplação, voltamo-nos para o que apenas nós sentimos naqueles momentos. Abraço.

3 de maio de 2016 20:48  
Blogger Mariazita disse...

Saudade, solidão, nostalgia... tudo envolvido em mal disfarçada tristeza, têm sido minhas companheiras inseparáveis de há quatro anos para cá...
Mas... há filhos, há netos... e todos nos reclamam, e todos nos ajudam a seguir em frente.
Belo texto, como sempre.

Continuação de boa semana.
Beijinhos
MARIAZITA / A CASA DA MARIQUINHAS

4 de maio de 2016 03:13  
Blogger Marli Terezinha Andrucho Boldori disse...

Bom dia, querido amigo, Árabe, que belas palavras.Quem já não sentiu algo semelhante, tristeza mesclada de felicidade, lágrimas com sorrisos, sonhos com falta de esperança, mas como seríamos se nada mudasse em relação ao que sentimos.Vamos nos deixar viver tudo que sentimos,pois nada é para sempre. Grande abraço!

4 de maio de 2016 08:09  
Blogger Ailime disse...

Boa tarde meu Amigo e bom Árabe,
Um texto sublime.
Há momentos assim em que a sensibilidade fica à flor da pele e os olhos são o espelho reflector dos nossos sentimentos.
Sentimentos em que a saudade, o vazio, entre tantas outras situações se apoderam de nós, tantas vezes sem descortinarmos os motivos que nos levam à nostalgia.
A confusão instala-se na nossa mente e vida parece confusa como diz sabiamente.
Tudo faz parte da caminhada e do aprendizado da vida. Assim entendamos.
A música é muito linda e relaxante.
Um beijinho e continuação de boa semana.
Ailime

4 de maio de 2016 09:30  
Blogger Arco-Íris de Frida disse...

A vida acontece em momentos... nada é para sempre... e ainda bem que é assim... essa é a oportunidade de aprendermos a lidar com as emoçoes...

Espero que se encontre bem...

Beijos, Arabe...

4 de maio de 2016 15:27  
Blogger O Árabe disse...

Estão, Olhos de Mel... e talvez seja neles, que mais intensamente sentimos a Vida! Obrigado, bom resto de semana.

5 de maio de 2016 08:40  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, Chica; também gosto muito do que você escreve, você sabe! Bom resto de semana, amiga.

5 de maio de 2016 08:41  
Blogger O Árabe disse...

Sempre existirão, sim, Helia... até porque uma centelha dele vive em nós! Obrigado, bom resto de semana.

5 de maio de 2016 08:42  
Blogger O Árabe disse...

Deus é perfeito, sim, Céu... e essa foi uma ótima colocação! Quanto à mão, amiga, desculpa-me o trocadilho e sê uma paciente paciente; vale a pena! :) Vai ser rápido, vais ver! Obrigado, bom resto de semana.

5 de maio de 2016 08:44  
Blogger O Árabe disse...

Que assim seja, São! Bom resto de semana, amiga querida!

5 de maio de 2016 08:46  
Blogger O Árabe disse...

Mas enquanto dura, Doce Amor... são segundos eternos! :) Obrigado, bom resto de semana.

5 de maio de 2016 08:47  
Blogger O Árabe disse...

Precisamos desse equilíbrio, sim, Maria Luzia; ele é o fiel da balança entre a paz e o desassossego. Obrigado pelos votos, que de coração retribuo; bom resto de semana!

5 de maio de 2016 08:49  
Blogger O Árabe disse...

Acho que você disse tudo, amigo André: momentos assim dão colorido e alegria a nossas vidas. Ah... e adorei o cardápio, embora tenha faltado o Tahine! :) Meu abraço, bom resto de semana

5 de maio de 2016 08:52  
Blogger O Árabe disse...

Grande alegria com a sua visita, Rita; obrigado, bom resto de semana!

5 de maio de 2016 08:56  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, Marilene, e você disse muito bem: voltamo-nos sempre, em contemplação, para o que sentimos naqueles momentos! Bom resto de semana.

5 de maio de 2016 08:57  
Blogger O Árabe disse...

Bem dito, Mariazita: filhos e netos são as nossas maiores realizações, e nos dão forças para seguir em frente! Obrigado, amiga; bom resto de semana.

5 de maio de 2016 08:59  
Blogger O Árabe disse...

Isso mesmo, Marli: devemos viver tudo que sentimos, pois nada é para sempre! Bom rever você, amiga; obrigado e bom resto de semana.

5 de maio de 2016 09:02  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, Ailime. E estou com você, amiga: tudo isso faz parte da caminhada e do aprendizado da Vida; aprender é o melhor que podemos fazer! Bom resto de semana, fique bem.

5 de maio de 2016 09:08  
Blogger O Árabe disse...

Muito bem dito, Arco-Íris: Ainda bem que é assim; aprendamos, pois! Obrigado, amiga; bom resto de semana.

5 de maio de 2016 09:10  
Blogger Zilani Célia disse...

OI ÁRABE!
AINDA BEM QUE ESTES MOMENTOS EXISTEM POIS, SÃO ELES QUE NOS DÃO A FORÇA E O CONHECIMENTO DE NÓS MESMOS, NECESSÁRIO PARA A CONTINUAÇÃO DA CAMINHADA TERRENA.
LINDO E PROFUNDO.
ABRÇS
http://zilanicelia.blogspot.com.br/

5 de maio de 2016 18:51  
Anonymous Helena disse...

E que bom que existem momentos assim, como este, em que me sento a um cantinho e fico a apreciar os belos/ternos/envolventes/verdadeiros/sinceros momentos que soubeste tão bem desfiar perante os nossos olhos... E que bom, meu querido amigo, que existe aquele momento em que Deus toca teu coração e diz: Vá, está na tua hora de poetizar as minhas verdades!
Árabe, meu querido, regressando. Apesar de ser uma época em que a memória se aviva de tristeza, vou seguindo meu caminho da melhor forma que meus pés conseguem andar...
A enfeitar meu carinho, sorrisos e estrelas, e que o final de semana chegue coroado de alegrias.
Helena

6 de maio de 2016 03:45  
Blogger Fá menor disse...

Quão verdade!... "O coração tem razões que a razão desconhece."

Bom fim-de-semana meu bom amigo.

6 de maio de 2016 07:36  
Blogger © Piedade Araújo Sol disse...

Meu Amigo

quanta verdade neste texto!

dias em que nossa alma está em completo desassossego!

um bom fim de semana.

beijinho

:)

6 de maio de 2016 08:36  
Blogger O Árabe disse...

São, Zilani... e quanto necessitamos desse conhecimento, para seguir em frente! Obrigado, amiga; bom fim de semana.

6 de maio de 2016 18:26  
Blogger O Árabe disse...

Alegria em ver-te de volta, Helena! E permite-me lembrar-te: quando as memórias se perdem na tristeza, é que mais devemos buscar a esperança e o conforto do amor. E os encontrareis, porque os tens... e bem os mereces! Obrigado, amiga; bom fim de semana.

6 de maio de 2016 18:29  
Blogger O Árabe disse...

Tem, Fa. E é por isto que seguimos, escrevendo e fotografando. :) Bom fim de semana, amiga; obrigado!

6 de maio de 2016 18:30  
Blogger O Árabe disse...

... e é nestes dias, Piedade, que mais propensos estamos a escrever; já o notaste? :) Obrigado, bom fim de semana!

6 de maio de 2016 18:32  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial

Real Time Web Analytics Real Time Web Analytics Real Time Web Analytics Clicky