O Árabe

Idéias, sentimentos, emoções. Oásis que nos ajudam a atravessar os trechos desérticos da vida...

domingo, 16 de setembro de 2007

A ESSÊNCIA DO AMOR

Um dia, julguei haver encontrado o Amor.

E passei a ver o mundo pela sua luz.

E tentei guardá-lo em minhas mãos, escondê-lo entre as dobras das minhas roupas.

E silenciei a minha voz, para ouvir as suas palavras. E isolei-me de tudo, para gozar da sua companhia.

Mas eis que o Amor me abandonou; escapou-me por entre os dedos, como o vento que percorre os campos sem fim, e aos meus ouvidos atentos negou a sua voz.

Ao afastar-se de mim, legou-me a solidão.

E não poderia ter sido mais generoso comigo; pois, assim fazendo, ensinou-me a sua essência.

Porque o Amor não é algo que se possa reter; e as suas palavras não necessitam do silêncio, para se fazerem ouvir.

Pois não somos nós que existimos no Amor, mas o Amor que existe em nós.

As suas palavras não existem senão em nossas bocas, e não brotam senão de nossas almas. E a sua luz se reflete apenas em nossos olhos.

Assim como não somos, sem o Amor, também ele necessita de nós para chegar a ser.

Pois, se o Amor é o viajante, nós somos a estrada.

Se ele é a canção, nós somos as notas musicais.

E, se o encontramos no encanto das estrelas, é porque existe em nós o insondável do céu.

Por tudo isso, não podemos reter o Amor.

Apenas conservá-lo vivo, em nossos corações.

Trecho extraído do livro "A Sabedoria de Hassan",
imagem do site 1000 Imagens.

49 Comentários:

Blogger Claudinha disse...

Tristes e lindas palavras. Causou-me profunda comoção e , talvez, tenha me feito compreender o que eu não queria.
Mas, se o amor o abandonou, trate de correr atrás dele, alcançá-lo, ele deve estar logo ali na outra estrada( a vida sempre nos mostra outra alternativa). Refaça-a com ladrilhos e não se culpe.
A estrada que abandonou ficará florida pelas sementes que lançou. O verdadeiro amor nunca acaba, a paixão sim vai embora.
Beijo!

16 de setembro de 2007 11:12  
Blogger Olhos de mel disse...

Árabe! Lindo texto, linda música! Mas creia; se lhe abandonou é porque não era amor. Pois o amor é o único sentimento que guardamos pra vida toda e o levamos em nossa jornada.
Desejo-lhe uma feliz semana! Fique com Deus!
Beijos

16 de setembro de 2007 18:01  
Blogger Susana Jas disse...

Arabe,

Infelizmente e' na perda que descobrimos o valor e a essencia.
E' a licao Maior de aprender no Amor ou na Dor.
A musica tambeme sta' divina !

Conta ai', como descobriu meu novo endereco antes de eu mandar os e-mails avisando ?????

Bj,

Susana

17 de setembro de 2007 06:56  
Anonymous Márcia(clarinha) disse...

O amor é viajante, concordo, então nos cabe para ele ser boa companhia e cativá-lo todos os dias.
Semana de paz e luz, poeta
beijos

17 de setembro de 2007 09:09  
Blogger Yvonne disse...

Árabe, amor é amor, pássaro livre e sem destino que ao fazer as suas necessidades fertiliza o solo por onde voa. Beijocas

17 de setembro de 2007 09:31  
Blogger FINA FLOR disse...

não podemos reter o amor, mas uns ainda tentam, incrível, não?

beijos e boa semana,

MM.

17 de setembro de 2007 14:10  
Blogger Menina do Rio disse...

Ao amor não se guarda...Vive-se!

beijos

17 de setembro de 2007 14:48  
Blogger Carol Ferreira Pinto disse...

E é assim o amor... Não se guarda, não se prende. Sente-se, vive-se. Primeira visita ao blogue. Gostei.

17 de setembro de 2007 16:08  
Blogger O Árabe disse...

Claudinha, também penso assim. A pessoa pode ir, mas a essência do amor permanece... e nos torna melhores. ;)

17 de setembro de 2007 18:40  
Blogger O Árabe disse...

Olhos de Mel, essa é exatamente a idéia: o amor permanece, sim... através da sua essência, que está em nossas almas. :)

17 de setembro de 2007 18:43  
Blogger O Árabe disse...

É isso, Susana: infelizmente, as lições mais dolorosas são as que melhor aprendemos. Qt à sua pergunta, temos amigos comuns.:) Espero que vc não se tenha zangado, certo?

17 de setembro de 2007 18:45  
Blogger O Árabe disse...

É uma bela figura, Clarinha. Certo é que de nós depende o seu diário renascimento... :)

17 de setembro de 2007 18:46  
Blogger O Árabe disse...

Também gostei da figura, Yvonne. Bonita e adequada, sim... até porque, como os pássaros, o amor tem asas que nos conduzem a belos sonhos. :)

17 de setembro de 2007 18:48  
Blogger O Árabe disse...

Pois é, Mônica. E, paradoxalmente, tentar reter o amor costuma apagar até mesmo a sua lembrança... ;)

17 de setembro de 2007 18:49  
Blogger O Árabe disse...

Bem definido, Menina... é assim que ele continuará em nós, para sempre.

17 de setembro de 2007 18:50  
Blogger O Árabe disse...

Carol, grato pela gentileza. Volte sempre... o oásis é nosso!

17 de setembro de 2007 18:51  
Blogger SILÊNCIO CULPADO disse...

No amor devemos aceitar com igual generosidade o que faz doer e o que dá prazer. É dos contrastes que a vida se alimenta e é com eles que o homem enriquece o seu património sentimental.
Gostei deste espaço e dos teus poemas.

18 de setembro de 2007 00:58  
Blogger NINHO DE CUCO disse...

O amor é amor quando se revela em todas as suas fecetas e em todas elas é igualmente amado. Feliz de quem encontra no seu caminho um ser com tanta riqueza e generosidade.
Gostei de estar aqui

18 de setembro de 2007 01:00  
Blogger Sol da meia noite disse...

Por aqui passei e encontrei no texto explicação para tanta coisa que me inquieta...

Gostei deste espaço.
Deixo um beijinho!

18 de setembro de 2007 06:15  
Anonymous Magui disse...

O amor tem várias facetas e parcelas, de acordo com cada um.Pode ser que não batam com as nossas.

18 de setembro de 2007 07:06  
Blogger Luz&Amor disse...

Lindo texto amigo, belíssima música. Ótimo poder sempre estar por aqui.

"O amor só dura em liberdade"

Parece fácil de entender, mas não há nada mais complexo que isso.
Desta vez a correria me fez ausentar um pouco. Mas, preciso cuidar melhor do meu lugar. Beijos e obrigada sempre.
Bjs

18 de setembro de 2007 12:54  
Blogger Carol Ferreira Pinto disse...

P.S. : Adoro essa música! E obrigada pela visita e pelo comentário.

18 de setembro de 2007 15:18  
Blogger O Árabe disse...

Grato pela gentileza, amiga do Silêncio, e concordo inteiramente contigo: pela porta do amor passam a felicidade e o sofrimento, cada qual a seu tempo...

18 de setembro de 2007 18:53  
Blogger O Árabe disse...

Amiga, com certeza não és um cuco, pois bem constróis o teu próprio ninho. :) Grato pela gentileza e concordamos sobre as diversas facetas que formam o amor...

18 de setembro de 2007 18:56  
Blogger O Árabe disse...

Sol, fico feliz pelas explicações que encontraste e agradeço a gentileza. Esta é a intenção do nosso oásis: uma conversa amiga, que reúna a todos nós...

18 de setembro de 2007 19:00  
Blogger O Árabe disse...

Magui, com certeza! Talvez a arte da convivência resida justamente em encaixar estas arestas... :)

18 de setembro de 2007 19:01  
Blogger O Árabe disse...

Talvez seja realmente complexo, Luz, mas acredite: é a pura verdade. O amor, como todos os sentimentos, só é válido quando existe a liberdade de escolha.:) Obrigado a você, pela presença e amizade.

18 de setembro de 2007 19:03  
Blogger O Árabe disse...

Carol, não há de que agradecer; realmente, gostei do seu blog. Ah... e também adoro esta música! :)

18 de setembro de 2007 19:04  
Blogger burro disse...

UMA DEFENIÇÃO DO AMOR COM A QUAL PODEREI ESTAR DE ACORDO.

18 de setembro de 2007 19:43  
Blogger marcello disse...

Que lindo texto!
É poesia pura!
Parabéns!
E que inspiração hein?

18 de setembro de 2007 21:29  
Blogger luma disse...

O amor dá sentido à existência, assim como somos os responsáveis pela sua afirmação. O amor tudo pode, não é assim? Boa semana! Beijus

19 de setembro de 2007 06:06  
Blogger Rui Caetano disse...

O mundo que temos à nossa frente é um fonte inesgotável de felicidades, temos é que partir ao encontro delas.

19 de setembro de 2007 07:15  
Blogger PoesiaMGD disse...

É sempre um prazer passar por aqui!
Queres conhecer outro espaço? Dá uma vista de olhos por escritartes.com

Um abraço

19 de setembro de 2007 10:02  
Blogger O Árabe disse...

Fico feliz, amigo Burro. Mas o melhor dele nem é definir... é viver! :)

19 de setembro de 2007 17:23  
Blogger O Árabe disse...

O único problema da inspiração, Marcello, é que a sua maior fonte é a tristeza... ;)

19 de setembro de 2007 17:24  
Blogger O Árabe disse...

Não é, Luma? Tudo pode.. e tudo faz conosco! ;) Bom ver vc de volta.

19 de setembro de 2007 17:25  
Blogger O Árabe disse...

Vou olhar, sim, poesia amiga. As suas indicações são preciosas...

19 de setembro de 2007 17:26  
Blogger O Árabe disse...

Isso amigo Rui. E, normalmente, é o medo que tolhe os nossos pés para essa caminhada.

19 de setembro de 2007 17:28  
Blogger keila, a Loba disse...

Há diferentes amantes, também há diferentes formas de amar.

Pode-se sentir e expressar o amor através do amor Pornéia (De Pornéia deriva a palavra pornografia, que é o amor do bebê que precisa mamar, comer, sugar o outro);

o amor Eros (Eros é o amor do adolescente, o amor, também, muito justo, regado ao encanto e a entrega imediata porque Eros simboliza o fogo ardente, a paixão avassaladora que não pensa no amanhã);

o amor Philia (o amor da troca, da parceria, quando você vai na direção do outro para aprender a ser humano com o outro, aprender a amar com o outro);

o amor o Ágape (o amor que é maior que o coração humano. E quando você ama em Ágape, você está trazendo para a humanidade o que está além da humanidade. Esta é a tarefa fundamental da existência: caminhar na direção daquela promessa que fizemos e aprender a amar).

Magnífico, Árabe. Rendo-me aos seus encantos poéticos.

BeijUivooooooooossssssss da Loba

19 de setembro de 2007 18:20  
Blogger Olhos de mel disse...

Oie Árabe! Passando pra agradecer as lindas mensagens que sempre nos presenteia e desejar um bom fim de semana! Que Deus lhe ilumine cada vez mais.
Beijos

20 de setembro de 2007 21:00  
Blogger O Árabe disse...

Keila, e eu ao seu conhecimento sobre o assunto, viu? Bela, poética e acertada exposição!;)

21 de setembro de 2007 05:16  
Blogger O Árabe disse...

Olhos de Mel, obrigado. Que Ele coloque e conserve a felicidade em seus caminhos!

21 de setembro de 2007 05:17  
Blogger Luz&Amor disse...

E, se o encontramos no encanto das estrelas, é porque existe em nós o insondável do céu.

Relendo e tomando nota de tanta coisa bonita. Passando pra te deixar beijos e bons desejos para o findi semana.
Bjs amigo.

21 de setembro de 2007 08:40  
Blogger O Árabe disse...

Grato, amiga Luz. Desejo que este fim de semana marque uma nova fase de alegrias, em seus caminhos...

21 de setembro de 2007 08:50  
Blogger SILÊNCIO CULPADO disse...

São palavras que comovem, preenchem e acrescentam. São palavras que ajudam quando nos sentimos sós.Porque o amor egoísta não é amor e só no desprendimento encontraremos a elevação do nosso sentir.
Voltarei sempre

24 de setembro de 2007 11:25  
Blogger O Árabe disse...

Silêncio, só hoje vi o teu comentário, que agradeço. Desculpa-me a demora na resposta e volta sempre, sim... o oásis é nosso! :)

27 de setembro de 2007 12:50  
Blogger BAMBINA disse...

Árabe..visitei seu blog..
e não resisti...
preciso de ajuda...
e depois do que pode ver aqui
sei que vc terá algo a me falar...
algum tempo conheci um rapaz e comecei a namorar com ele...ai namoramos por seis meses e nos sepramos...
então depois de dois meses estava carente e conheci outro rapaz
e comecei a namorar com ele...ai o relacionamento foi ficando sério eu pensava estar sentindo q amava ele..estamos com planos d casar no ano que vem...mais ...meu ex namorado me ligou...e fiquei balançada com a ligação dele...e sinto q quero voutar com ex...mais o q faço com meunamorado..??não quero magoa-lo e nem "eu" terminar com ele...]
me ajude me de uma luz...com suas palavras sabia....

22 de junho de 2008 08:11  
Anonymous Remi Humberto disse...

"No amor não existe medo, antes o perfeito amor lança fora todo medo"
O amor é paciente, é benigno. O amor não inveja, não se vangloria, não se ensoberbece, não se porta inconvenientemente, não busca os seus próprios interesses, não se irrita, não suspeita mal. O amor não se alegra com a injustiça, mas se regozija com a verdade, tudo sofrê, tudo crê, tudo espera, tudo suporta. O amor nunca falha!!

Esse é o amor!!!

Abraços a todos

10 de dezembro de 2008 18:24  
Anonymous Anônimo disse...

O amor munca acaba condo ternina arabe se o amor passo ai sirva a ele seo coraçao pois o amor e coma pedra preciosa que todo mundo diz que tem o que almeja um dia porem não o tera munca pois nen o conhece o amor ele esta ai do seo lado basta voçe olhar para ele e o conhecer e deixar ele entra so a um amor verdadeiro

15 de janeiro de 2010 15:49  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial

Real Time Web Analytics Real Time Web Analytics Real Time Web Analytics Clicky