O Árabe

Idéias, sentimentos, emoções. Oásis que nos ajudam a atravessar os trechos desérticos da vida...

segunda-feira, 2 de março de 2009

DE TRISTEZAS E ALEGRIAS

Retorno, como vos prometi.

E não no sopro do vento, nem sob outras vestes, nem através de uma nova voz. Embora fosse esta, talvez, a minha vontade, eis que ao descanso ainda não me convocou o Universo.

Como o sândalo lacerado oferece ao vento o seu perfume, aos vossos carinhosos ouvidos trago novamente as minhas palavras. E não vos falarei de sofrimento, pois não me cabe plantar amargas sementes no solo amigo e fértil de vossos corações.

Deixai, apenas, que mais uma vez vos alerte para que saibais desfrutar de vossos momentos felizes. Pois, quando vos buscar a tristeza, são as lembranças alegres que vos confortarão, para que possais superá-la. E, ainda que as lágrimas vos banhem as faces, em vossos lábios bailará um sorriso.

Porque não podeis vencer o rio do tempo. E as suas águas não trazem apenas o colorido dos peixes, mas também os troncos ocultos que ferem e magoam.

Entretanto, é em vós que residem a magia e a força do Universo. Se delas souberdes dispor, leve não se tornará o vosso fardo, mas encontrareis a força para transportá-lo.

E é certo que necessitareis carregá-lo, até o último centímetro de cada um dos vossos caminhos. E aqueles que vos cercam não vos poderão ajudar, senão com o incentivo do seu carinho.

Eis que cada rio tem o seu próprio leito; entretanto as suas águas se juntam, para que sejam formados os oceanos. E, embora cada flor tombe por sua vez, é juntas que fertilizarão o terreno, para que mais belo se torne o jardim.

Assim ocorre aos nossos caminhos, que seguem paralelos até que se possam encontrar no Universo. E não nos é dado interferir nos caminhos alheios; pois não podemos chorar senão as nossas próprias lágrimas, nem sorrir senão os nossos próprios sorrisos, por mais caro que seja alguém ao nosso coração.

É justo que assim seja, pois a cada um assiste o direito ao crescimento. E ninguém aprende senão com a própria experiência, como a planta apenas se alimenta através de suas próprias raízes.

O escuro da noite, que nos impede a visão, é o mesmo que faz atentar para a beleza do luar e traz o descanso aos nossos corpos fatigados. Como o rio caudaloso, que nos impede a passagem, é a fonte dos peixes que nos alimentam.

Deixai que mais uma vez me assente entre vós, e seque ao vosso carinho as lágrimas que ainda me correm pelas faces. Busquemos juntos a alegria, pois a tristeza decerto virá ao nosso encontro.

Porque assim é a vida. E muitas vezes um tropeço nos é necessário, para que possamos descobrir um novo caminho.

Como é preciso vencer a barreira dos espinhos, para conhecer a suavidade da rosa...

68 Comentários:

Anonymous Dryade disse...

Sou sua leitora assídua desde que o descobri uns meses atrás. Nunca lhe escrevo, pois já são tantos e tantos os elogios, que os meus apenas seriam repetitivos ante tantos merecidíssimos. Dia a dia abro esta página e fico super feliz quando tem algo novo, e quando não tem, releio algo passado. Porém, desta feita, perante a sua tristeza, ansiava para que novamente pudesse vê-lo voltar recuperado. Confesso que solidariamente me angustiei. E hoje, ao me deparar com mais esse texto, por onde esse seu Dom se derrama, não pude me furtar a escrever, para dizer tão somente que, assim como eu, fã anônima e silenciosa, devem haver muitos mais. Dizer apenas que estou feliz por você novamente estar aqui...com todo esse seu Amor!!!
Beijos e Reverência...

2 de março de 2009 19:38  
Blogger Dona Sra. Urtigão disse...

Como sempre, palavras sábias e de conforto mesmo quando atraves de seu sofrimento.Mas ouso discordar, em parte. Falar do sofrimento e dor para amigos não é "plantar amargas sementes...", mas compartilhar de si, o que envolve sentir junto, compaixão. Porque cada um ja passou por duros pedaços, ja saboreou das amarguras da vida, ja tem sua planta bem crescida, e acredite, falar da dor espalhando-a ao vento, faz com que pedaços dela se alojem em pedaços doloridos de cada um, sem aumentar a dor ali sentida, posto que grande, mas faz com que a carga fique mais leve, para quem compartilha. Quando algum amigo está mais fraco e cansado, porque não poder sentir a ajuda da força dos amigos que naquele momento estão mais fortes?

2 de março de 2009 23:42  
Blogger Olhos de mel disse...

Árabe, muito bom vê-lo se posicionar diante do caminho, procurando novas fontes para banhar o rosto. Assim é a vida e como bem o disse, cada um de nós tem o seu próprio e deve cumprí-lo, sem que ninguém possa interferir. Com certeza as lágrimas não foram em vão, pois elas, umedeceram a terra, para que novas flores voltem a encantar, a quem por ela passe. Se ainda permeia a tristeza em suas palavras, sobram lições de perseverança, dignidade, carinho e beleza nesse poema.
Que Deus esteja ao seu lado, sempre! E nós estamos com você, não apenas sorrindo, mas chorando suas lágrimas.
Fique bem, viu?
Boa semana! Beijos

3 de março de 2009 04:33  
Blogger Perla disse...

De alegrias e tristezas é feito o caminho que se tem de percorrer.
Um dia as lágrimas rolam e, no outro, o sol brilha mais uma vez! E como é bom vê-lo brilhar!

Gostei deste texto, como sempre, de uma sabedoria imensa.

Que o sol brilhe sempre em ti, amigo!

Bjs

3 de março de 2009 07:10  
Anonymous DO disse...

E sábias são as pessoas que não se abatem com as dificuldades ou com os espinhos. Como sempre sábias e verdadeiras palavras por aqui,Arabe.
Com esta trilha sonora,então,ficam ainda mais bonitas.

Abração!!

3 de março de 2009 08:18  
Blogger Deusa Odoyá disse...

Olá meu lindo amigo ÀRABE!!!
Sempre há de existir um dia após o outro, e nesses intervalos, seus dias voltaram a brilhar com tanta intensidade , que ofuscrá nossos olhos.
meu amigo, siga sempre em frente com suas poesias que tanto encantam nossos olhos.
Um poeta muito lindo e sonhador.
Beijinhos doces, meu amigo.
Seja bem vindo ao seu lar de sonhos.
beijinhos doces, meu anjo.
Regina Coeli.

3 de março de 2009 12:24  
Blogger moonlight song disse...

Sentemo-nos pois, Amigo árabe :) em silêncio e em partilha. Beijos.

3 de março de 2009 12:56  
Blogger SILÊNCIO CULPADO disse...

Árabe
Sempre por aqui passo. Agora mais porque te sinto triste. Não sei o que te dói mas a dor dum amigo é nossa também. Porém em ti tudo se transforma em ensinamento, em poema e em afecto.
O erro é o condimento necessário para que nos sintamos humanos e vulneráveis, seres sensíveis e não deuses.
Só com o erro se aprende por isso ele é tão necessário.
A diferença entre o bem e o mal está na forma como lidamos com o erro.
Cada minuto de vida vale a pena. Por isso não abras mão do tempo.

Abraço

3 de março de 2009 13:45  
Blogger Jaqueline Sales disse...

Feliz pelo seu retorno, meu querido. FELIZ...


BeijUivoooooooooooossssss da Loba

3 de março de 2009 16:46  
Blogger Menina do Rio disse...

Que os momentos de dor tornem-se brandos à lembrança dos momentos felizes...

Um beijo pra ti

3 de março de 2009 23:01  
Blogger Arabica disse...

Árabe,

em paz fico, sabendo-te de novo, sentado entre nós; ainda que te leia o sofrimento entre as palavras, leio também a amarra à Vida e ao Tempo, adivinho o semblante triste, ainda que nos olhos descubra o brilho que ilumina a vontade do caminhante.

Estás de facto, entre iguais, nenhum de nós tem outro destino, nenhum de nós poderá viver por ti.
Mas...Estamos (aqui, neste mundo) contigo.

E eu sorrio em paz e alegria, com teu regresso :)

Um abraço.

4 de março de 2009 03:34  
Blogger FERNANDA & POEMAS disse...

QUERIDO ÁRABE, QUE BOA A TUA VOLTA... ADOREI E ESTE TEXTO ESTÁ MAGNÍFICO...UM GRANDE ABRAÇO DE CARINHO,
FERNANDINHA

4 de março de 2009 04:40  
Blogger Carmem disse...

Lendo a tua página...dá vontade de viajar pelos teus pensamentos... e assim acontece!...

Obrigada pelo carinho em meu espaço!

Bjo

4 de março de 2009 04:45  
Blogger mundo azul disse...

______________________________

...eis-me aqui de novo, a beber da sabedoria e beleza de suas palavras!

Obrigada, meu doce e querido amigo...


Beijos de luz e um dia feliz!!!

__________________________________

4 de março de 2009 05:04  
Blogger MARTHA THORMAN VON MADERS disse...

..A suavidade da rosa...
perfeito!

4 de março de 2009 06:14  
Blogger São disse...

Meu querido, que feliz me sinto com o teu regresso.
Embora pressinta a tua dor e o sofrimento, conseguiiste regressar à tona do rio da vida e isso é que é deveras importante.
Um fraterno e apertado abraço.

4 de março de 2009 07:23  
Blogger ecos de palavras disse...

Fazer parte da minha rotina semanal, à procura de palavras sábias que acalentam os espinhos da vida.
Li avidamente mais um texto, tal como uma aluna absorve os ensinamentos que lhe são dados pelo seu professor.

O último paragráfo, "tocou-me"profundamente:

" Que é preciso vencer a barreira dos espinhos, para conhecer a suavidade da rosa."

Nota: Será preciso confirmar a alegria do seu retorno?

Claro que não! " Ela" é visivel.

Beijos e minha vénia.

4 de março de 2009 07:23  
Blogger VANUZA PANTALEÃO disse...

O tronco submerso que nos fere os pés, espinhos de rosas machucando as mãos...esqueçamos, mas aprendamos, não há paradoxos, há lições a serem aprendidas e apreendidas.

Voltaste, estamos felizes!!!Bjs

4 de março de 2009 08:15  
Blogger Mariz disse...

Amigo Querido
Estou feliz por te ter/mos de volta.
As preces e meditação, com a ajuda dos demais que te amam, de certo te fizeram bem.Agradeço ao PAI por isso...ao teu Alá.
Se não te importares e segundo um post simples porque o vídeo diz tudo, assinalava com alguns versos teus...e ainda de outras pessoas que estão a passar por situações dolorosas. Eu também ,mas finjo que não são nada...embora e a seguir ao "efeito surpresa" fosse ao charco, mas nem 2 dias eram passados, já estava pronta para outra". Sinto que o Pai me insufla! - É o que sempre digo.
Faz o mesmo amigo, afirma-te no Poder que tens e nunca te curves! Nunca te deixes partir...apenas vergar, porque até as árvores mais fortes isso acontece.
Grata pela tua amizade.
Sempre...
Mariz

4 de março de 2009 10:31  
Blogger ลndreia disse...

Que imagem linda! *

4 de março de 2009 10:54  
Blogger C Valente disse...

Aqui vale apena parar ler e meditar
saudações amigas

4 de março de 2009 11:43  
Blogger Dennys Reys disse...

Não há mar de lágrimas que não tenha ocenos de alaegrias... Para isso é preciso percorrer o caminho...

Abraços....

Gostaria de te convidar para visitar meu blog: http://ointercessor.blogspot.com

4 de março de 2009 14:52  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, Dryade, pela gentileza de suas palavras. E parabéns pela beleza de seus textos. :) Boa semana!

4 de março de 2009 15:51  
Blogger O Árabe disse...

Sábia e bem embasada discordância, ermitã amiga! :) Acredite: o carinho de vocês é uma grande força para mim. Obrigado! E tenha uma boa semana.

4 de março de 2009 15:54  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, Olhos de Mel. E não se preocupe com a perseverança: sou teimoso, mesmo!:) Boa semana.

4 de março de 2009 15:55  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, Perla. E que ele possa, sempre, iluminar o teu caminho. Boa semana!

4 de março de 2009 15:56  
Blogger O Árabe disse...

Linda essa música, não, DO? Pena que não a encontrei com o Ray Conniff, mas essa gravação também é ótima! Meu abraço, boa semana.

4 de março de 2009 15:57  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, Deusa. Continuarei teimando, sim, fique tranquila! :) Boa semana.

4 de março de 2009 15:58  
Blogger O Árabe disse...

Que assim seja, Moonlight Song. E que a luz da lua ilumine os nossos caminhos. :) Boa semana!

4 de março de 2009 15:59  
Blogger O Árabe disse...

Grato, Lídia. E completamente de acordo com as tuas palavras! :) Boa semana, amiga.

4 de março de 2009 16:03  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, Keila. É bom estar com vocês, novamente. :) Boa semana!

4 de março de 2009 16:04  
Blogger O Árabe disse...

Que assim seja, Menina... bem o necessitamos. :) Boa semana!

4 de março de 2009 16:05  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, Arabica. É bom estar com vocês! :) Boa semana.

4 de março de 2009 16:07  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, Fernanda... pelos poemas e fotos, inclusive! :) Boa semana.

4 de março de 2009 16:08  
Blogger O Árabe disse...

Eu agradeço, Carmem. O carinho é a retribuição do que recebo de vocês, amiga.:) Boa semana!

4 de março de 2009 16:09  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado a você, Zélia. E uma bela semana, no Mundo Azul! :)

4 de março de 2009 16:10  
Blogger O Árabe disse...

Grato, Martha. Perfeito, mesmo, é contar com amigos assim! :) Boa semana.

4 de março de 2009 16:11  
Blogger O Árabe disse...

Continuaremos lutando, São. Torna-se mais fácil, com o carinho dos amigos. :) Boa semana, obrigado!

4 de março de 2009 16:13  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, Maria. É grande a minha alegria, em estar novamente entre vós! :) Boa semana, amiga.

4 de março de 2009 16:14  
Blogger O Árabe disse...

Assim é, Vanuza... e as lições persistirão, enquanto nos forem necessárias. Estou feliz por voltar, boa semana! :)

4 de março de 2009 16:15  
Blogger O Árabe disse...

Assim é, Mariz: mais sábio é o arbusto que se dobra ao vento, do que o carvalho que tomba durante a inútil resistência. Obrigado, amiga, tenha uma bela semana!

4 de março de 2009 16:18  
Blogger O Árabe disse...

Linda mesmo, não, Andréia? Parece aquecer o nosso coração! :) Boa semana.

4 de março de 2009 16:19  
Blogger O Árabe disse...

Meu abraço, amigo Valente. Boa semana!

4 de março de 2009 16:19  
Blogger O Árabe disse...

Terei prazer em conhecer o seu outro blog, Dennys... espere-me por lá! :) Boa semana.

4 de março de 2009 16:20  
Blogger GarçaReal disse...

Um texto fantástico...Reamente há sempre dificuldade em cortar os espinhos para que a rosa se torne macia e não pique.

Sequemos então as lágrimas e procremos a alegria

Bjgrande do Lago

5 de março de 2009 06:43  
Blogger Benó disse...

Lágrimas, tristeza, sofrimento.
O melhor duma partida é o regresso. Esqueçamos a ausência. A presença é agradável e que o teu novo caminho te dê sempre a felicidade que distribuis pelos outros que aqui te lêem.
Sê Feliz, são os meus desejos.

5 de março de 2009 07:08  
Anonymous Luisa Paula disse...

Passei pelo seu "Espaço" e gostei do que vi!
Um abraço

5 de março de 2009 11:42  
Blogger Phaty disse...

Olá amigo Árabe.
Estou feliz com a tua volta.
Se colocarmos numa balança as tristezas e as alegrias, com certeza as alegrias vão pesar mais.
A vida me ensinou que nos momentos piores de nossas vidas, se olharmos ao redor vamos encontrar uma beleza que nos diminui a dor.
Aprendi a procurar a alegria nos momentos tristes, e assim minha vida fica mais leve.
E quando nada a tua volta conseguir te alegrar, busca dentro do teu coração.Lá está guardado cada momento bom.
beijos

5 de março de 2009 12:14  
Blogger JotaSP disse...

amigo:

é sempre muito bom ler-te e saber que gostas do sítio_________________

um abraço «««

5 de março de 2009 12:34  
Blogger Vieira Calado disse...

É. A vida é assim.

Às vezes é preciso
o que não gostamos
para melhor saborear
o que vem a seguir.

Um abraço

5 de março de 2009 16:21  
Blogger triliti star disse...

mas, por vezes a roseira seca e as flores não chegam...


um abraço

5 de março de 2009 18:26  
Blogger alex disse...

Meu querido amigo
voltas-te.
Saciei novamente a minha sede nas tuas palavras.
Perder-se
também é caminho.


um abraço apertado
cheio de carinho

6 de março de 2009 03:00  
Blogger Cacau disse...

Sabe que todos temos uma concepção da vida e uma maneira de projetá-la.
Acredito que ela seja como o mar. As tristezas e os momentos felizes, as angustias e ansiedades são como as mares.
Podemos utilizar sua força e mansidão, utilizando o movimento das ondas como objeto de ação em nossa jornada, tanto para se impulsionar quando para descansar, lembrando que tudo é passageiro, inclusive o momento que vivenciamos.
Bom final de semana.
se cuida e obrigada pela visita.
Namastê

6 de março de 2009 13:13  
Blogger Mariz disse...

Querido amigo
Vou repetir-me:
"É normalmente na tristeza que somos testados. Pois só quem desceu ao vale mais profundo, sabe o quão é magnífico subir á montanha mais Alta"! - Roosevelt.
Espero-te lá para "te" leres.
Abraço no Universo infinito
Sempre...
Mariz

6 de março de 2009 17:45  
Blogger Bill Stein Husenbar disse...

Amigo, desta vez fiquei sem palavras... Brilhante!

http://desabafos-solitarios.blogspot.com/

7 de março de 2009 13:05  
Blogger Eärwen Tulcakelumë disse...

“Pois, quando vos buscar a tristeza, são as lembranças alegres que vos confortarão, para que possais superá-la. E, ainda que as lágrimas vos banhem as faces, em vossos lábios bailará um sorriso.”
Assim devemos procurar agir para que possamos seguir firmes na nossa jornada. Magníficos são os ensinamentos que temos aqui, através das tuas palavras. Felizes somos por recebermos de ti tanto carinho em forma de palavras.
É bom ter-te de volta meu amigo, o coração dessa “phoenix” se alegra e com o bater das asas leva para longe tuas lágrimas.
Agradeço sempre o carinho para com meu mundo, onde és sempre bem vindo.

Pérolas incandescentes de luz, força e sabedoria entrego em tuas mãos.

Com carinho,

Eärwen

7 de março de 2009 15:02  
Blogger O Árabe disse...

Qua assim seja, Garça amiga. Uma semana de muita felicidade, para todos nós! :)

8 de março de 2009 16:57  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, Benó; pelos votos e pela amizade. :) Boa semana!

8 de março de 2009 16:58  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, Luísa Paula. Gostei, também, dos trabalhos que conosco partilhas. Obrigado, boa semana!

8 de março de 2009 16:59  
Blogger O Árabe disse...

Assim é, Phaty. E, muitas vezes, nessas lembranças encontramos a força para seguir em frente. :) Boa semana!

8 de março de 2009 17:01  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, amigo Jota. Realmente, o Sítio é para mim uma costumeira parada! :) Meu abraço, boa semana.

8 de março de 2009 17:03  
Blogger O Árabe disse...

Assim é, amigo Vieira. Ainda bem que os sabores se alternam. :) Abraço, boa semana.

8 de março de 2009 17:03  
Blogger O Árabe disse...

Chegam, Triliti... pena que muitas vezes desanimamos ainda nos espinhos. :) Boa semana!

8 de março de 2009 17:05  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, Alex. E assim é: às vezes é preciso perder-se, para que se possa encontrar o caminho. Boa semana!

8 de março de 2009 17:06  
Blogger O Árabe disse...

Assim é, Cacau. Ou como um oceano, talvez... :) Boa semana!

8 de março de 2009 17:07  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, Mariz. Pelo cuidado e pela amizade. :) Boa semana!

8 de março de 2009 17:08  
Blogger O Árabe disse...

Sempre uma alegria rever-te, amigo BIll. Brilhante, mesmo, é poder contar com vocês! :) Boa semana.

8 de março de 2009 17:09  
Blogger O Árabe disse...

Grato, Eärwen. É a amizade sincera que nos revigora para a caminhada. Boa semana!

8 de março de 2009 17:11  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial

Real Time Web Analytics Real Time Web Analytics Real Time Web Analytics Clicky