O Árabe

Idéias, sentimentos, emoções. Oásis que nos ajudam a atravessar os trechos desérticos da vida...

sexta-feira, 18 de junho de 2010

HÁ COISAS QUE NUNCA MORREM

Coisas existem, que sobrevivem em nós.

Como os lugares onde passei a juventude. Que, degradados pelo correr dos anos, em minha memória permanecem como eram; com todos os detalhes que impressos ficaram em mim.

Como o eco dos risos e das lágrimas, que ainda hoje persistem em meu coração; como se pudessem escapar à marcha do tempo, protegidos pelo ancoradouro seguro da saudade.

Como se cada momento vivido se cristalizasse no universo, qual vívida imagem que a qualquer instante acessamos, pelos infinitos caminhos do nosso verdadeiro Eu.

Pois a verdade é que em mim continuam as lembranças de cada momento em que fui tocado pelo sopro da Vida: cada beijo de amor, cada ilusão que acalentei, cada desengano que sofri.

Hoje, percorro as ruas por onde andei; e já não encontro a paisagem daqueles tempos, nem os amigos que comigo estiveram. Nem os sonhos que dividimos, na inconsequência da mocidade.

Entretanto, se os meus olhos precisam enxergar o novo quadro, é para o velho cenário que se volta a visão da minha alma; e os sons de ontem se sobrepõem aos ruídos do hoje.

E certo estou de que o mesmo ocorre a cada um de vós. Pois nenhum ser humano existe que não traga consigo as lembranças do passado, embora os seus pés caminhem no presente e a sua esperança viva no futuro.

Já não recordo o conforto do seio materno, nem a emoção dos primeiros passos, nem a alegria do primeiro sorriso; tão longe não alcança o barco das lembranças.

E, entretanto, é o mesmo conforto que buscamos em cada seio; a mesma emoção que procuramos em cada novo passo, e a mesma alegria que desejamos ter em cada sorriso.

É preciso que o primeiro beijo se repita em cada beijo; que a mesma ânsia una sempre os corpos entrelaçados e a mesma ternura se faça presente, cada vez que se encontrem as mãos.

Ou o vosso amor se perderá nas brumas do tempo, como antes dele tantos outros sonhos já se foram. E viverá apenas nas vossas lembranças, como hoje acontece às emoções do passado.

Então, chorareis todas as vossas lágrimas; que serão tão mais amargas, quanto mais doces forem as recordações da felicidade. E, embora às vezes vos pareça a morte em vida, a saudade vos ajudará a viver.

Até que em vós o amor possa renascer.

Texto inspirado pela bela foto do 1.000 Imagens. Que, aliás, tem título semelhante.

42 Comentários:

Anonymous Olhos de Mel disse...

Oie Árabe, mais um momento de pura emoção! Em cada parágrafo, um retorno a um passado que marcou. As lembranças que ficam eternizadas em nossas memórias, voltam sempre, nos trazendo sonhos e nos despertando para a vida. Sabe Árabe, acho que existem beijos que jamais perderão o encanto, ainda com todos os percalços da vida. E o encontro será sempre uma nova esperança.
Lindo demais! Musica maravilhosa e tudo perfeito!
Bom fim de semana! Beijos

18 de junho de 2010 18:15  
Blogger Whispers disse...

Querido Árabe,

Como é gostoso recordar, e por vezes deixar cair a lágrima da saudade.

Desejo que tenhas um feliz final de semana.
Mil beijos
Rachel

19 de junho de 2010 04:07  
Blogger Benó disse...

Sim, Árabe, quantos mais anos carregamos mais lembranças enchem o nosso coração.
E, ainda bem, que assim é, pois é sinal de que chegámos até aqui e de que a lembrança de ontem incita-nos a caminhar para amanhã semprre em direcção ao Sol.
Desejo-lhe um ótimo fim de semana.

19 de junho de 2010 10:59  
Blogger Multiolhares disse...

Apesar de só o dia de hoje contar, vivemos de recordações,de sonhos, e precisamos dessas recordações para o nosso aprendizado.
beijinhos

19 de junho de 2010 11:00  
Blogger Dona Sra. Urtigão disse...

Caro amigo
concordo com tudo que voce afirma, mas acho seu tom melancólico demais, fico ainda preocupada, espero que esta sua fase passe logo, pois me parece identica à sofrimento. Tomara que eu estaja enganada. Tomara.
ABRAÇO!

20 de junho de 2010 10:16  
Blogger Eu sei que vou te amar disse...

A vida é feita de recordações, como um álbum de fotografias que registam momento maravilhosos e infinitos de sabedoria!
Beijo doce

20 de junho de 2010 11:27  
Blogger GarçaReal disse...

Em nós sobrevive o passado.Um passado que deixa sempre recordações sonhos belos ou por realizar, desejos vividos em tempos diferentes.
A vida corre a recordação fica.
Por vezes bem longinquas mas bem vivas.

Que tenhas uma boa semana

Com amizade

bjgrande do Lago

20 de junho de 2010 13:27  
Blogger Vieira Calado disse...

... e, para quem sabe,

escrever bem

nunca esquece!

Um abraço

21 de junho de 2010 16:18  
Blogger Rosa disse...

Meu amigo Árabe a saudade é uma maneira de recordar as páginas que desenhamos em nossosa caminhos.
bjs e uma ótima semana.

21 de junho de 2010 20:22  
Blogger Nova Civilização disse...

Caro amigo,

bem verdade... a saudade nos impulsiona a resgatar os sentimentos bons e fazê-lo emergir novamente para que a caminhada fique mais amena...

abraços fraternos,

Gisele

22 de junho de 2010 03:46  
Blogger Fátima disse...

Amigo querido,
embora ouça muitas vezes que passado é passado, não concordo plenamente.
Considero os dias vividos o traçado de nossa caminhada , com momentos a serem levados em nossa bagagem e outros a serem trancados no baú do esquecimento.
Nossas lembranças são como um tesouro a ser preservado para que nunca nos sintamos soltos sem eira nem beira, e para que também possamos nelas nos apegarmos sempre que o vazio da solidão quiser se instalar.
Lindo seu resgate de um tempo que já se distancia, mas notoriamente se mantem vivo em suas lembranças, alimentadas por esse coração sensível e doce.

Beijo repleto de carinho e admiração.

p.s.: Espero que já esteja recuperado e gosando de boa saúde. saúde

22 de junho de 2010 10:21  
Blogger Chica disse...

É verdade,ARABE,,,HÁ COISAS QUE NÃO MORREM E NEM PODEMOS DEIXAR MORRER EM NÓS.ABRAÇÃO,TUDO DE BOM,CHICA

22 de junho de 2010 13:04  
Blogger São disse...

Tocante, comovente este teu profundo texto, Swami.

Bem hajas, amigo.

22 de junho de 2010 13:39  
Blogger Vozes de Minha Alma disse...

MEU AMIGO, QUÃO GENEROSO ÉS.
PORQUE ESSE SENTIMENTO DE PURA RECORDAÇÃO, É ALGO QUE RESGATAMOS. E RESGATAMOS MUITAS VEZES ATRAVÉS DA PRÓPIRA SAUDADE, NÃO? ALÉM DE QUE RECORDAR É VIVER...
UM ABRAÇO, BJS EM TEU CORAÇÃO, IRMÃO ILUMINADO.

22 de junho de 2010 18:00  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, Olhos de Mel. Nem sempre o que escrevemos nos agrada, mas confesso que também gostei deste texto... e adoro esta música. :) Bom resto de semana!

23 de junho de 2010 17:17  
Blogger O Árabe disse...

É, sim, Rachel... talvez sejam as nossas mais doces lágrimas. :) Bom resto de semana!

23 de junho de 2010 17:18  
Blogger O Árabe disse...

Muito bem dito, Benó... muito bem dito! :) Bom fim de semana, amiga.

23 de junho de 2010 17:18  
Blogger O Árabe disse...

Assim é, Luna... elas o compõem! :) Bom resto de semana.

23 de junho de 2010 17:19  
Blogger O Árabe disse...

Estou bem, sim, ermitã amiga... e agradeço a sua preocupação. Também a melancolia, às vezes, nos ajuda a viver. :) Bom resto de semana!

23 de junho de 2010 17:20  
Blogger O Árabe disse...

Assim é, minha romântica amiga... com o passar dos anos, a vida se torna um álbum de recordações. :) Bom resto de semana!

23 de junho de 2010 17:22  
Blogger O Árabe disse...

Assim é, Garça: em nós, sobrevive o passado... que por vezes nos ajuda a suportar o presente. :) Bom resto de semana!

23 de junho de 2010 17:23  
Blogger O Árabe disse...

Elogiosas palavras, amigo Vieira Calado... ainda mais, vindas de um mestre da poesia! :) Meu abraço, bom resto de semana.

23 de junho de 2010 17:24  
Blogger O Árabe disse...

Belo pensamento, Rosa... belo pensamento! :) Bom resto de semana.

23 de junho de 2010 17:24  
Blogger O Árabe disse...

Assim é, Gisele... quanto a saudade nos ajuda a evoluir! :) Bom resto de semana.

23 de junho de 2010 17:25  
Blogger O Árabe disse...

Bela reflexão, Fátima! Estou bem, sim, amiga; obrigado! :) Bom resto de semana.

23 de junho de 2010 17:27  
Blogger O Árabe disse...

Não podemos, Chica... às vezes, seria a morte de nossos sonhos. :) Bom resto de semana!

23 de junho de 2010 17:28  
Blogger O Árabe disse...

Grato, São; confesso que também gostei. E a música, amiga... que linda gravação, não é? :) Bom resto de semana!

23 de junho de 2010 17:30  
Blogger O Árabe disse...

Generosidade é a de vocês, Antonio Lidio, que tanto engrandecem os nossos textos, com belos comentários! :) Grato,amigo; meu abraço, bom resto de semana.

23 de junho de 2010 17:31  
Blogger Luma Rosa disse...

De certa forma o seu texto tem relação com o texto que postei antes do atual. As nossas alegrias e tristezas, paixões e desamor, qualquer dor ou alegria, tudo preenche a fôrma que nos foi dada pelo criador!
Começamos a amadurecer quando rimos de algo que já nos fez chorar :D Beijus,

23 de junho de 2010 18:40  
Anonymous De... disse...

Sim, Árabe... há coisas que nunca morrem... para o bem ou para o mal.

Permanecem em nós gravadas a fogo, em tatuagem eterna.

Quem sabe o grande segredo da vida seja fazer das boas lembranças a energia que nos alimenta... e saber transmutar as más para que nos sejam asas que nos façam voar, e jamais lastro que nos prenda ao fundo do abismo.

Que o amor renasça então... Sempre!

Sabe? Impossível não se entrelaçar às suas palavras, pois a sensibilidade transborda... e essa música nos envolve nas brumas do tempo!

Beijos...

23 de junho de 2010 18:41  
Blogger Fa menor disse...

O nosso olhar procura sempre os momentos e tempos onde se foi feliz.
Que eles se tornem sempre num novo presente!

Bjins

24 de junho de 2010 03:09  
Blogger © Piedade Araújo Sol disse...

pois é. também concordo que há coisas que nunca morrem. gostei do texto e da foto que lhe deu origem.

beij

24 de junho de 2010 06:28  
Anonymous Beta de Santana disse...

Olá Árabe!
Ainda me recordo de alguns lugares da minha infancia, mas muitas construções que lá haviam já não existem mais...é triste ver! Lembrar que ali existia uma casa que lhe trouxe bons momentos e esta mesma casa já não estar mais ali, assim como os proprietários, sorte que as recordações nos fazem reviver estes momentos e lugares.
Amei seu post.
Tenhas um lindo dia.
Beijokas, Beta de Santana

24 de junho de 2010 06:48  
Blogger MEU DOCE AMOR disse...

Sabes?

Não sei se será assim tão bom as lembranças,pois isso é retornar ao passado.Acabamos por ficar "cativos" dele.O passado é enganador,pois cria isso em nós e muitas vezes não nos deixa caminhar no presente e muito menos no futuro.

O que passou,passou...já lá vai.Apredamos somente com o bom e o mau do nosso passado.Mas cortemos com as recordações e lembranças,pois isso é uma pisão,não?Compromete o presente, e seriamente o futuro e a nossa evolução...

Beijinho doce:)

24 de junho de 2010 16:28  
Blogger O Árabe disse...

Bem dito, Luma! O amadurecimento traz, sim, a capacidade de superar antigas tristezas. :) Bom fim de semana!

26 de junho de 2010 14:52  
Blogger O Árabe disse...

Grato, De, pela gentileza. E essa música... realmente demais, não? :) Bom fim de semana!

26 de junho de 2010 14:53  
Blogger O Árabe disse...

Que assim seja, Fa Menor... que assim seja! :) Bom fim de semana.

26 de junho de 2010 14:54  
Blogger O Árabe disse...

Linda foto, não, Piedade? Algumas imagens nos prendem a atenção desde o primeiro momento. :) Bom fim de semana!

26 de junho de 2010 14:55  
Blogger O Árabe disse...

Triste, sim, Beta... mas as lembnranças nos trazem de volta as alegrias passadas. :) Bom fim de semana!

26 de junho de 2010 14:56  
Blogger O Árabe disse...

Bela reflexão, Doce Amor! O truque, eu acredito, é não estar cativo do passado, mas encontrar novas forças nas lembranças positivas. :) Bom fim de semana!

26 de junho de 2010 14:57  
Blogger Eärwen Tulcakelumë disse...

Tuas palavras expressam verdade de muitos...
Acredito que o passado sirva para nortear nossas atitudes no presente nos proporcionando assim que nosso futuro seja melhor.
Meu amigo, tuas palavras sempre confortam e nos fazem meditar e como isso melhorar. Mais uma vez agradeço a partilha.
Com carinho amigo nesta pérola incandescente que aqui deixo, convido-te a voltar.

Eärwen

7 de julho de 2010 13:08  
Blogger O Árabe disse...

Eärwen, amiga, grato pela gentileza e amizade. Bom fim de semana!

11 de julho de 2010 19:03  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial

Real Time Web Analytics Real Time Web Analytics Real Time Web Analytics Clicky