O Árabe

Idéias, sentimentos, emoções. Oásis que nos ajudam a atravessar os trechos desérticos da vida...

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

O TEMPO E AVIDA

Por que tanto vos escravizais ao tempo?


É por ele, que avaliais o vosso amadurecimento; pelo correr das horas que estabeleceis os vossos hábitos, e pelo passar dos dias que assumis os vossos compromissos.


Sim; é certo que nele estais contidos e não vos é possível ignorar a sua passagem. Entretanto, não o deveríeis ver como vosso senhor e sim como o ambiente de vossas vidas.


Pois o peixe não toma conhecimento do mar onde se move; nem se revolta contra as suas ondas, nem se queixa das suas correntes, nem festeja as suas calmarias.


A ele apenas se adapta, porque disto depende a sua vida. E assim deveríeis fazer ao tempo, aceitando as mudanças que vos traz, para que possais aproveitar o seu transcurso.


O tempo que leva as vossas flores é o mesmo que faz surgirem os novos botões. E, se carrega os vossos momentos felizes, em troca vos traz as boas lembranças.


Isto eu vos tenho dito e incontáveis vezes o repetirei. Porque necessitais assimilar esta verdade, para que vos possais libertar do jugo do tempo, que para vós mesmos criastes.


O tempo vos pertence; porque é na eternidade que habita o vosso verdadeiro Eu. E, assim como uma gota nada é perante o mar, de nada vos deveria importar o tempo de cada jornada.


O tempo é apenas uma das vossas ilusões, enquanto sobre a terra caminhais; como a juventude e a velhice, o nascimento e a morte, a alegria e a tristeza.


E elas vos são necessárias, para que possais seguir a trilha do Conhecimento e chegar ao Coração do Universo, que vos aguarda e protege durante toda a caminhada.


Este é o verdadeiro lugar de cada um de vós. A ele um dia chegareis; e disporeis de todo o tempo que for preciso, para que à vossa maneira possais cumprir a vossa caminhada.


Porque este é o objetivo de cada um dos espaços do tempo a que hoje chamais vida, e ao fim do qual devereis trocar as vossas vestes e avaliar o que tenhais aprendido.


Não vos preocupeis, portanto, com o tempo. Aproveitai, sim, cada um dos vossos dias, para aprender e buscar a felicidade. Porque não é a vida que serve ao tempo.


É o tempo que serve à Vida.


Por motivos de força maior, não tenho podido visitar os amigos,nem responder aos comentários, e nem publiquei este post no horário de costume. Desculpem!

36 Comentários:

Blogger Rô... disse...

oi meu amigo,

outro dia postei sobre o tempo,
ou a falta dele,
de repente nos tornamos escravos dos ponteiros a correr,
sobre números de uma máquina inventada pelo homem...
que nada mais deveria ser que um cenário e uma referência
para os acontecimentos dos nossos dias...

beijinhos

29 de outubro de 2011 03:19  
Blogger GarçaReal disse...

Realmente há uma tendência em nossas vidas para nos deixarmos comandar pelo tempo.Esquecemos que nós é que temos que controlá-lo.
Afinal a passagem do tempo faz parte desta caminhada. Ele está intrínseco em nós e por isso mesmo o devemos controlar.
Cada dia é um dia que deveríamos ter em conta não de repete...

Belo texto

Bom fim de semana

Bjgrande do Lago

29 de outubro de 2011 03:55  
Blogger Magia da Inês disse...

°º♪♫
°º✿♪♫
º° ✿♫ ♪♫°
Olá, amigo!
Sei apenas que o tempo não espera e nos leva com ele...
Bom fim de semana!
Beijinhos.
Brasil°º♪♫
°º✿♪♫
º° ✿♫ ♪♫°

29 de outubro de 2011 07:02  
Blogger mundo azul disse...

_________________________________

Doce e querido amigo... Sim! Se aceitarmos a vida, da forma como se apresenta, estaremos aprendendo um pouco mais...


Beijos de luz e carinho!!!

_______________________________

29 de outubro de 2011 17:27  
Blogger Paula Barros disse...

O peixe é peixe. Uma ave é uma ave. O ser humano quer ser tudo, e briga com o tempo, esquece de ser humano correndo contra o tempo, acelerando o tempo, atropelando o tempo.

30 de outubro de 2011 09:25  
Blogger TITA disse...

Lindo Árabe.Que a vida nos sirva para viver sem tempo...Um abraço.

30 de outubro de 2011 17:17  
Blogger Antônio Lídio Gomes disse...

Meu irmão.
é verdade sim, busquemos viver cada momento da vida com muita intensidade, e buscando sempre o Bem maior, e tudo que de construtivo possamos legar para outros que virão.
Um abraço fraterno. Assalam Maleikum

30 de outubro de 2011 19:42  
Blogger ✿ chica disse...

E como precisamos aproveitar bem cada momento de nosso tempo...A qualquer hora podemos ser parados por ele...abração,chica e fica bem,tudo de bom!

1 de novembro de 2011 13:06  
Blogger Marlene Maravilha disse...

"Não vos preocupeis, portanto, com o tempo. Aproveitai, sim, cada um dos vossos dias, para aprender e buscar a felicidade. Porque não é a vida que serve ao tempo.
É o tempo que serve à Vida."
É desta maneira que penso. Gosto da vida. Gosto do post! Saudades.
beijo

1 de novembro de 2011 16:51  
Anonymous Irene Alves disse...

O tempo....o que fazemos dele...
o que nos resta? É uma incógnita
a nossa forma de agir em relação
ao nosso tempo.E qual é? Pois
ninguém sabe.
Beijinho amigo.
Irene

2 de novembro de 2011 10:08  
Blogger São disse...

Swami, não tens que apresentar desulpas. Interessa é que te encontres bem com os teus.

O tempo é infinito, só que - de modo geral- as pessoas não sabem isso.

Um fraterno abraço, meu querido amigo.

2 de novembro de 2011 12:09  
Blogger Vanuza Pantaleão disse...

Falou e disse, meu sábio!

O tempo é ilusão, é véu de maya. A vida, sim, essa é que vale a pena ser bem vivida.

Ah, meu amigo, minha paixão é viver e deixar que as pessoas vivam! Rostinhos bonitos não me seduzem, apenas me alegram e passam. Meu maridinho sabe disso, hahahaha.

Um lindaaaa quinta-feira, amigo do croação!!!

3 de novembro de 2011 07:02  
Blogger O Árabe disse...

Assom é, Ro: embora nele vivamos imersos (ou, talvez, por isto mesmo:), o tempo não nos deveria preocupar. :) Bom resto de semana!

3 de novembro de 2011 08:29  
Blogger O Árabe disse...

E isto é importante, Garça amiga: não se repete. :) Bom resto de semana!

3 de novembro de 2011 08:29  
Blogger O Árabe disse...

Leva, Inês, as nossas mágoas e as nossas alegrias. :) Bom resto de semana!

3 de novembro de 2011 08:30  
Blogger O Árabe disse...

E esta, Zélia, talvez seja a maior lição a ser aprendida. :) Bom resto de semana!

3 de novembro de 2011 08:31  
Blogger O Árabe disse...

Ou ao menos, Paula, achamos que assim o fazemos... enquanto ele nos conduz ao seu bel-prazer. :) Bom resto de semana!

3 de novembro de 2011 08:32  
Blogger O Árabe disse...

Que assim seja, Tita... é do que mais precisamos. :) Bom resto de semana.

3 de novembro de 2011 08:33  
Blogger O Árabe disse...

Muito bem dito, irmão Antonio Lidio: viver intensamente, em busca do Bem maior! Meu abraço, bom resto de semana.

3 de novembro de 2011 08:33  
Blogger O Árabe disse...

Isto é algo que precisamos sempre lembrar, Chica: a qualquer hora, ele nos pode parar. :) Bom resto de semana!

3 de novembro de 2011 08:34  
Blogger O Árabe disse...

Saudade também, Marlene. Sempre uma alegria a sua presença. :) Bom resto de semana!

3 de novembro de 2011 08:35  
Blogger O Árabe disse...

Realmente, Irene, assim é: ninguém sabe. :) Bom fim de semana, amiga!

3 de novembro de 2011 08:36  
Blogger O Árabe disse...

Não é, São? Às vezes, esquecemos as lições mais importantes. :) Bom resto de semana!

3 de novembro de 2011 08:37  
Blogger ISA disse...

Caro amigo Árabe

O Tempo e a Vida são dois dons muitos preciosos, só que por diversas razões alguns não sabem dar o devido valor, temos de saber apreciar e aproveitar a vida da melhor maneira possível, enquanto o Tempo nos permite e não Entrega-la ao Tempo como muitos por vezes por capricho o fazem!!!

Um Abraço amigo

3 de novembro de 2011 08:50  
Blogger O Árabe disse...

Certíssima, Vanuza: a Vida deve sempre ser a nossa maior paixão! :) Bom resto de semana.

3 de novembro de 2011 09:24  
Blogger O Árabe disse...

Bem o disseste, Isa: viver da melhor maneira possível, enquanto o tempo nos permite. :) Bom resto de semana!

3 de novembro de 2011 09:25  
Blogger Phoenix disse...

O tempo (ou falta dele) é tão complicado de lidar..

Beijo e desculpa a ausência! **

3 de novembro de 2011 09:51  
Blogger O Árabe disse...

Com certeza, Phoenix. Tive mais uma prova disto, na semana que passou. :) Bom resto de semana!

3 de novembro de 2011 11:24  
Anonymous De... disse...

O tempo existe apenas nessa dimensão, que chamamos de vida... pois somos seres feitos para o eterno.
Podemos vê-lo como um grande vilão: o destruidor das horas, que nos aproxima rapidamente da velhice.
Ou pode ser nosso aliado na semeadura de sementes iluminadas... até o instante em que atravessarmos o Portal do Tempo.
A escolha é de cada um...

Grata sempre, Árabe, pelas palavras semeadas neste oásis.

Namasté!

3 de novembro de 2011 20:20  
Blogger São disse...

Amigo, conto com a tua presença amnhã no "são"


Bem hajas, Swami

4 de novembro de 2011 12:32  
Blogger O Árabe disse...

Assim e, De. Eu prefiro ve-lo como aliado. :) Boa semana!

7 de novembro de 2011 04:39  
Blogger O Árabe disse...

Desculpa-me pelo atraso, Sao. Mas ja tive o prazer de visitar-te. :) Boa semana, amiga!

7 de novembro de 2011 04:40  
Blogger Fa menor disse...

Porque é o tempo que serve à Vida...

Sempre um gosto ler os teus textos.

Bjos

8 de novembro de 2011 10:12  
Blogger O Árabe disse...

Grato, Fa menor. E é sempre uma grande alegria a tua presença. :) Boa semana!

8 de novembro de 2011 16:45  
Blogger Pensador disse...

Com certeza, todos nós adoraríamos controlar o tempo ao nosso bel-prazer. Felizmente, isto não é possível, ou seria uma confusão indescritível.
Sendo assim, só nos resta conviver com ele. E esperar que os piores momentos pareçam passar mais rapidamente...

24 de novembro de 2011 11:15  
Blogger O Árabe disse...

É uma bela receita, Pensador... com certeza! :) Meu abraço, boa semana.

28 de novembro de 2011 15:55  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial

Real Time Web Analytics Real Time Web Analytics Real Time Web Analytics Clicky