O Árabe

Idéias, sentimentos, emoções. Oásis que nos ajudam a atravessar os trechos desérticos da vida...

sexta-feira, 24 de outubro de 2014

A CANÇÃO DA DIVERSIDADE


Deixai que eu vos fale da diversidade.
Porque, assim como é a diferença das cores que forma a beleza do arco-íris, são as diferenças entre as pessoas que tornam completo e fascinante o vosso mundo.
Imaginais, acaso, um jardim formado apenas por flores iguais umas às outras? Ou uma tela em que o artista utilize apenas uma cor? Ou a canção com uma única nota?
Não o podeis, decerto. Nem vos é dado imaginar como seria a vossa vida se não existissem o dia e a noite, o sol e a chuva, os continentes e os oceanos, o riso e a lágrima.
A diversidade está em vossa natureza; faz parte de vós. Sois como as folhas de uma árvore, que de longe parecem idênticas, mas na realidade são diferentes entre si.
É assim que é. E, se insistis em negar a diversidade, em impor as vossas crenças e os vossos padrões de comportamento, não é por maldade que o fazeis, mas por medo.
Esta é a verdade. Porque o homem teme aquilo que não conhece e não entende; como a criança assustada que se encolhe sob a cama, enquanto o trovão ribomba no ar.
Esta é a origem do vosso medo da morte; das vossas religiões e das vossas fobias; dos vossos deuses e dos vossos demônios. Da intolerância contra os que são diferentes.
Podeis, entretanto, irar-vos contra a tâmara por não ser o pêssego nem a ameixa que desejáveis? Ou apedrejar o gato por miar e não ser capaz de latir como os cães?     
Assim como é a árvore que define as características do fruto, é a genética que determina como será cada pessoa; ninguém pode ser diferente do que é.
E, se assim permite o Coração do Universo, é necessário que assim seja. Pois cada ser humano recebe as vestes e os apetrechos de que precisa, para cumprir a sua jornada.
A diversidade compõe a harmonia do universo. Recordai que cada instrumento tem um som próprio e juntos fazem nascer a música encantadora da orquestra.
Aceitai, portanto, os vossos irmãos. Aprendei a entender que não são as cores, nem os desejos, nem os idiomas que vos separam, mas os preconceitos e a intolerância.
Mais bela é a revoada, quando mais coloridas são as borboletas que voam juntas. Mais perfumado é o jardim, quando flores de diversos tipos lançam ao ar o seu aroma.
Mais feliz será a humanidade, quando caminhardes juntos.

45 Comentários:

Blogger Arco-Íris de Frida disse...

Pena que o homem esta retrocedendo...quanto mais avança a humanidade, mais desumano fica... cria crenças, padroes e rotulos... guerreia em causa propria e perde a sua essencia, que é o amor a si e ao proximo...

Beijos, Arabe...

24 de outubro de 2014 20:28  
Blogger ✿ chica disse...

A diversidade torna o mundo mais bonito e saber conviver com ela é o melhor que podemos aprender! abraços, linda semana,chica

25 de outubro de 2014 01:43  
Blogger Olhos de mel disse...

Bela mensagem, Árabe. Respeitar a diversidade, em todos os planos, deveria ser base na vida de todos. O ser humano, infelizmente está esquecendo do respeito a opiniões alheias, respeito ao próximo e até mesmo respeito ao ambiente.
Bela mensagem!
Bom fim de semana! Beijos
Ah, estou correndo, sem muito tempo. Depois venho ouvir a musica. Beijos

25 de outubro de 2014 08:01  
Blogger Olhos de mel disse...

Árabe; acabei de ouvir a musica. Adoro! Essa interpretação ficou linda demais!
Bom domingo! Beijos

25 de outubro de 2014 19:24  
Blogger helia disse...

Um excelente Texto acerca da Diversidade! É verdade que devemos aceitar e conviver com a Diversidade , para vivermos em harmonia paz !

26 de outubro de 2014 02:55  
Blogger Rô... disse...

oi meu amigo,

a diversidade é algo enriquecedor,
é preciso saber conviver com ela,
mas o ser humano parece que desaprende a cada dia...

beijinhos

27 de outubro de 2014 03:05  
Blogger São disse...

Por achar que a diversidade enriquece a Vida , é que considero que as criaturas racistas, por exemplo, assim como as fanáticas seja em que domínio for acabam por se empobrecer a elas mesmas.

Querido Swani, abraço apertado :)

27 de outubro de 2014 11:33  
Blogger Fá menor disse...

Temos mais é que dar as mãos.

Beijos

27 de outubro de 2014 11:54  
Blogger Claudinha ੴ disse...

É Árabe... E viva a diferença! A diversidade é o segredo para nossas vidas não serem enfadonhas. Belo texto!

27 de outubro de 2014 11:59  
Blogger Vanuza Pantaleão disse...

A diversidade e o respeito às diferenças, deve ser esse o grande segredo da felicidade plena.
Quando aprenderemos uma lição tão simples? Quando?
Uma semana tranquila, amigo! Obrigada por tua visita!
Beijos...

27 de outubro de 2014 12:04  
Blogger Marina Fligueira disse...

¡Hola, Árabe!!!

Otra lección preciosa y también poética; de la que además, son reflexiones para meditar para pararse a pensar y entender con claridad el mensaje que nos dejas y los ejemplos, como ha de se nuestro comportamiento con el otro, con cualquier ser humano, no importa el color, la raza, o la religión, hemos de saber respetar al prójimo como a nosotros mismos.

Ha sido un inmenso placer, me ha encantado, es magnifico todo el texto.
Te dejo mi felicitación, mi gratitud y mi estima.
Un beso azul en vuelo, desde España- Galicia.
Mil gracias

27 de outubro de 2014 14:37  
Blogger Ailime disse...

Boa noite meu amigo e bom Árabe!
Que reflexão tão bela e ainda tão necessária nos tempos que correm!
Cada um dos de nós é um ser único criado à imagem e semelhança de Deus, mas todos nas nossas diferenças somos iguais, porque todos filhos do mesmo Pai!
Como tal devemos dar-nos as mãos, compreendermo-nos, amarmo-nos, pois só assim o Mundo será mais harmonioso e haverá mais concórdia entre todos!
Desejo-lhe uma boa semana.
Beijinhos,
Ailime

27 de outubro de 2014 14:50  
Blogger Luma Rosa disse...

Oi, Árabe!
O medo nos impede de viver integralmente. Dizem até que o medo da morte é o resumo de todos os medos... A morte por ser o fim, não me interessa muito. Quando penso nela não vejo colorido ou negritude. Vejo tudo branco. O medo é de apenas sentir dor (rs*).
É muita arrogância do homem condenar a diversidade. Não aceitar apenas piora a nossa vida.
Me desculpa não ter vindo antes. Programei o último post e viajei. Estou ansiosa para ler a sua postagem!
Boa semana!!
Beijus,

27 de outubro de 2014 17:22  
Blogger ONG ALERTA disse...

Perfeito cada um do seu jeito....e todos juntos.
Abraço Lisette,

27 de outubro de 2014 18:09  
Blogger MARILENE disse...

Você abordou uma importantíssima questão, que é o respeito pelas diferenças. Uma convivência harmoniosa não pede iguais. Aliás, é com as diferenças que mais aprendemos. Abraço.

27 de outubro de 2014 18:24  
Blogger Isy disse...

Quando as diferenças convergem, torna-se sempre mais interressante!

Bjxxx

28 de outubro de 2014 03:24  
Anonymous Anônimo disse...

Aceitai, portanto, os vossos irmãos. Aprendei a entender que não são as cores, nem os desejos, nem os idiomas que vos separam, mas os preconceitos e a intolerância.


"Amai-vos uns aos outros como irmãos, amai ao vosso próximo como a vós mesmos, perdoai aos vossos inimigos e não façais aos outros o que não quereríeis que vos fizessem".

Somos todos irmãos e fazendo o bem, amando e respeitando nossos irmãos, com certeza teremos a paz. Lindo Texto Árabe, lindo mesmo! Tenha uma linda semana e muito obrigada! Amei de verdade!!!


Maria Luzia

28 de outubro de 2014 04:51  
Anonymous irene alves disse...

Mais um belíssimo texto do amigo.
Desejo que se encontre bem.
Bj.
Irene Alves

28 de outubro de 2014 11:01  
Blogger Vera Lúcia disse...


Olá Árabe,

Belíssimo texto para ressaltar a importância da diversidade, tão enriquecedora e instrumento para o nosso crescimento e aperfeiçoamento. Se a diversidade existe é porque temos muito a aprender com ela, principalmente o respeito, a tolerância e o amor.

Nem preciso salientar que adorei ouvir a música. Parece que somos sintonizados em matéria de música.

Feliz semana.

Abraço.

28 de outubro de 2014 13:17  
Blogger © Piedade Araújo Sol disse...

mais uma vez perante um tema e um texto muito assertivo e bem escrito, cheio de ensinamentos e verdades.
muito obrigada!
boa semana.
beijo
:)

29 de outubro de 2014 01:35  
Blogger Mariazita disse...

Há um ditado muito antigo que certamente conheces, Árabe.
Diz assim:
" Na variedade é que está o prazer".
De facto assim é. Um mundo em que não houvesse variedade, em que tudo fosse igual, seria muito monótono.
Temos que saber viver e apreciar a grande variedade que existe, principalmente no que respeita às pessoas - somos todos diferentes, e é essa característica que nos torna atraentes.

Te aguardo dia 31... :)))
Beijinhos
Mariazita

29 de outubro de 2014 03:09  
Blogger Smareis disse...

A diversidade é que faz a vida se tornar menos aborrecida. Imagine tudo no universo igual. Loucura seria.
Abraço Árabe!

29 de outubro de 2014 10:26  
Blogger O Árabe disse...

Assim é, Arco-Íris. Que paradoxo, não? Como se o avanço tecnológico fosse compensado pelo retrocesso espiritual!... Obrigado, amiga; bom resto de semana.

29 de outubro de 2014 12:28  
Blogger O Árabe disse...

Com certeza, Chica! Aprender que é preciso respeitar, para ser respeitado! Bom resto de semana, obrigado.

29 de outubro de 2014 12:29  
Blogger O Árabe disse...

Esta é a palavra fundamental, Olhos de Mel: respeito. E você tem razão: essa música é realmente linda... ainda mais nessa interpretação! Bom resto de semana.

29 de outubro de 2014 12:31  
Blogger O Árabe disse...

Isso, Helia! E viver em harmonia e paz deveria ser o sonho de toda a humanidade. Bom resto de semana!

29 de outubro de 2014 12:31  
Blogger O Árabe disse...

Às vezes parece mesmo, não, Rô? :( Bom resto de semana!

30 de outubro de 2014 05:13  
Blogger O Árabe disse...

Muito bem colocado, São! O fanatismo, seja em que terreno for, é algo que cerceia o nosso verdadeiro Eu! Bom resto de semana, minha amiga.

30 de outubro de 2014 05:14  
Blogger O Árabe disse...

E seguir juntos, Fa. Sempre! Bom resto de semana.

30 de outubro de 2014 05:14  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, Claudinha. E você tem razão; já pensou em um mundo de criaturas iguais? :) Bom resto de semana!

30 de outubro de 2014 05:15  
Blogger O Árabe disse...

Essa é a pergunta, Vanuza: quando aprenderemos algo que salta aos olhos? Bom resto de semana, amiga!

30 de outubro de 2014 05:16  
Blogger O Árabe disse...

Grato, Marina. E essa é a máxima, sim: respeitar aos outros, como queremos ser respeitados. Bom resto de semana!

30 de outubro de 2014 05:17  
Blogger O Árabe disse...

Gostei, Ailime: nas nossas diferenças, somos todos iguais. Obrigado, amiga; bom resto de semana!

30 de outubro de 2014 05:18  
Blogger O Árabe disse...

Deve estar saindo amanhã, Luma. E caprichei, até porque foi um convite seu. :) E concordo: só a arrogância leva alguém a não aceitar a diversidade, Bom resto de semana!

30 de outubro de 2014 05:19  
Blogger O Árabe disse...

Todos juntos, sim, Lisette; esta é a grande lição! Bom resto de semana, obrigado.

30 de outubro de 2014 05:20  
Blogger O Árabe disse...

Concordo, Marilene. É impressionante quanto aprendemos com as diferenças! Bom resto de semana.

30 de outubro de 2014 05:21  
Blogger O Árabe disse...

Sempre, Isy; concordo inteiramente! Bom resto de semana.

30 de outubro de 2014 05:22  
Blogger O Árabe disse...

Certíssimo, Maria Luzia: do amor e do respeito, sobrevém a paz! Obrigado, amiga; bom resto de semana.

30 de outubro de 2014 05:23  
Blogger O Árabe disse...

Estou bem, sim, Irene; e você, amiga? Obrigado, bom resto de semana!

30 de outubro de 2014 05:24  
Blogger O Árabe disse...

Espero que o sejamos, sim, Vera; até porque acho excelente o seu gosto musical! :) E concordamos: a diversidade nos ensina a tolerância e o amor. Bom resto de semana!

30 de outubro de 2014 05:25  
Blogger O Árabe disse...

Grato, Piedade, pela amizade e gentileza! Bom resto de semana.

30 de outubro de 2014 05:27  
Blogger O Árabe disse...

Pode aguardar, Mariazita.:) E saiba que também penso assim: são as características de cada um, que o tornam atraente. Bom resto de semana!

30 de outubro de 2014 05:28  
Blogger O Árabe disse...

Não dá pra imaginar, né, Smareis? :) Obrigado, bom resto de semana!

30 de outubro de 2014 05:29  
Anonymous Helena disse...

"Mais feliz será a humanidade, quando caminhardes juntos."

Um fechamento perfeito para as reflexões tão bem expostas nesta postagem. Convivo diariamente com todo tipo de diferenças, e conheço de perto os benefícios agregados aos gestos de compreensão, de tolerância, de carinho e amor quando manifestados aos que se sentem excluídos por uma sociedade hipócrita, falsa, que não conhece o conceito da palavra respeito aos semelhantes.
Sorrisos e estrelas no teu final de semana, amigo!
Helena

31 de outubro de 2014 06:49  
Blogger O Árabe disse...

Coisa terrível é o preconceito, não, Helena? E não apenas para quem o sofre, mas também para a alma que se deixa envolver por essa verdadeira névoa! Obrigado, amiga; bom final de semana.

31 de outubro de 2014 07:15  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial

Real Time Web Analytics Real Time Web Analytics Real Time Web Analytics Clicky