O Árabe

Idéias, sentimentos, emoções. Oásis que nos ajudam a atravessar os trechos desérticos da vida...

sexta-feira, 12 de dezembro de 2014

MOMENTOS DE SOLIDÃO


A solidão faz parte de vós.
 
Ninguém existe, que caminhe sobre a terra e não a carregue em sua alma. Podeis estar acompanhados por todo o tempo, mas haverá um momento em que vos sentireis sós.

Acostumai-vos a ela. E aprendei a desfrutar dos seus encantos e das suas vantagens; porque é em meio ao silêncio da solidão, que melhor podeis ouvir o vosso verdadeiro Eu.

Só, cada um de vós chegou a este mundo. E só estará, quando dele partir. Nada existe que possa modificar esta verdade; é só, que o homem precisa enfrentar o seu medo maior.
 
Cada um deve andar o seu próprio caminho; magoar os seus próprios pés, sorrir os seus próprios sorrisos e chorar as suas próprias lágrimas. Adquirir o seu próprio aprendizado.
Por isto, eu vos tenho dito que necessitais da solidão. E, por mais que busqueis aturdir-vos sempre com os ruídos do mundo, às vezes a sentireis mais presente e imperiosa em vós.
Momentos haverá em que vos sentireis sós. E deveis aprender a conviver com a solidão; ou  vos sentireis desesperançados e distantes de tudo, como se o mundo desmoronasse.

Como se as ondas da descrença abalassem os alicerces da frágil morada que construístes; como se olhásseis o mundo ao longe, através de janelas embaçadas e paredes tombadas.
Vereis cair os prédios erguidos pelas vossas ilusões; lamentareis o vazio das ruas por onde andavam os vossos sonhos e as suas vozes alegres cederão ao rumor da tempestade.

Então, apenas desejareis repousar o vosso infinito cansaço. Suplicareis que vossa alma descanse e vossos pensamentos voem sem rumo, como nuvens ao sopro do vento.
Desejareis voltar a acreditar, como a criança que um dia fostes; voltar a cantar, a esperar o melhor das pessoas e da vida, a enxergar alegria e cores no mundo onde viveis.
E vos sentireis como se longe estivésseis deste mundo, contemplando quem nele vive e buscando entender as suas prioridades, as suas inquietações e as suas urgências.
A solidão, porém, vos traz a liberdade de sentir o vento nos cabelos, o sol no rosto. E o direito de Ser, apenas Ser. Esvaziar a vossa mente, afastar o que vos oprime o coração.
Aprendei a conviver com a solidão. Para que ela não seja o  vosso tormento, mas a aliada que vos traz as asas de que necessitais, para percorrer novos caminhos de vossa jornada.
Na busca do vosso verdadeiro Eu.
 Música:

46 Comentários:

Blogger Olhos de mel disse...

Querido Árabe; a solidão esporádica é até proveitosa porque nos da oportunidade de refletir e ê um momento de estarmos conosco; mas a solidão permanente, dói e machuca. Mas seu post está lindo! Apesar de nostálgico e tristinho.
Bom fim de semana! Beijos
Essa música é muito linda!
Beijos

12 de dezembro de 2014 18:31  
Blogger ✿ chica disse...

A solidão é muito importante e precisamos de momentos com ela. Ela nos permite entrarmos profundamente dentro de nós e fazer revisões...

Importantes decisões são tomadas tendo a solidão, o encontro apenas com nosso EU...

abração, tuuuuuuuudo de bom,chica

13 de dezembro de 2014 00:45  
Anonymous Helena disse...

Nunca tive medo da solidão! Sempre a tive como uma companheira de jornada, pois muitas vezes foi ela quem me orientou, me aconselhou, e me conduziu pelos caminhos que me levaram ao meu verdadeiro Eu.
Amei as reflexões contidas nesta postagem, meu amigo!
Que o final de semana, seja de sorrisos a iluminar tuas horas e a semana venha coroada de estrelas.
Com carinho,
Helena

13 de dezembro de 2014 06:39  
Blogger Arco-Íris de Frida disse...

A solidao é inerente a natureza humana... solidao nao é uma condiçao... é um estado de espirito...

Beijos, Arabe...

13 de dezembro de 2014 09:29  
Blogger Rita Sperchi disse...

Hoje vim deixar meu abraço pelo ano
todo que vc esteve comigo, agradeço seu carinho
vou sair de férias e volto em janeiro com meus posts
favoritos, espero que nossa amizade permaneça em 2015
Desejo um feliz Natal e um novo ano cheio de muita Paz

Aqui minha gratidão por tudo

└──●► *Rita!!

13 de dezembro de 2014 10:26  
Anonymous Anônimo disse...

Árabe, há momentos que precisamos da solidão como companheira. Acredito que a mesma chega para nos ensinar muitas coisas. Confesso a você que, muitas vezes, fico só e fico bem, satisfeita e tranquila. Penso que ninguém preenche o nosso vazio, se não estamos bem. Sou de aproveitar o tempo quando estou só, procuro fazer coisas que gosto, refletir sobre a minha vida, no que posso e preciso melhorar como ser humano. Gostei muito do texto, musica e imagem, tudo lindo como sempre! Tenha um ótimo domingo e uma semana com muita paz! Obrigada Árabe, muito obrigada!

Maria Luzia

13 de dezembro de 2014 20:05  
Blogger Daniel C.da Silva (Lobinho) disse...

tenho para mim que silêncio e solidão são coisas diferentes, mas talvez que aqui se misturem um pouco, ressalvando que "Cada um deve andar o seu próprio caminho; magoar os seus próprios pés, sorrir os seus próprios sorrisos e chorar as suas próprias lágrimas. Adquirir o seu próprio aprendizado."

Um abraço em mais um delicioso texto sempre tão sábio...

14 de dezembro de 2014 09:33  
Blogger Smareis disse...

As vezes é na solidão que extraímos força pra seguir frente, e tomar decisão muito valiosa.
Excelente texto!
Vou fazer uma pausa no meu blog por alguns dias, só voltando em Janeiro...
Desejo que você tenha um Natal com alegria, felicidade, e que as esperanças se concretizem.
Feliz Natal e um Ano Novo repleto de realizações!
São os meus sinceros votos para você e toda a sua família.
Grande abraço !

14 de dezembro de 2014 11:30  
Blogger Jorge Santos disse...

Parado e branda cal, calmo
Nada. A eternidade? O ar…?
Que há para lá do sonhar e fulge e aflige,
Meu não é,nem me completa, nem m’contenta,

Contemplo-me eu, da alma
E mando parar na noite esguia
O Cego louco, que sou eu, urdi
Os sonhos e o que urge, m’encadeia…


Jorge Santos (10/2014)

http://joel-matos.blogspot.com

17 de dezembro de 2014 02:30  
Blogger helia disse...

Sempre Solidão não ... Mas a Solidão também é necessária , sempre que precisamos de momentos só nossos para pensar e tomar resoluções para enfrentar a Vida e seguir em frente !
Um Feliz Natal .

17 de dezembro de 2014 09:30  
Blogger Ailime disse...

Meu amigo e bom Árabe que texto tão lindo e de profunda reflexão como são sempre as suas pérolas!
A solidão é-me necessária como pão para a boca, isto é o que eu penso e sinto. São-me imprescindíveis momentos em que apenas ouça o meu respirar ou nem isso!
No entanto ainda tenho alguns receios do ser solitário;))! Terei ainda muito que caminhar esvaziando-me mais e mais na busca do meu verdadeiro eu!
Muito obrigada por falar deste assunto que me toca bastante.
Desejo-lhe continuação de boa semana.
Beijinhos,
Ailime

17 de dezembro de 2014 12:59  
Blogger MARILENE disse...

Existe uma grande diferença entre estar só (e bem) e sentir solidão. A primeira é ocasional ou resultado de opção. Permite-nos conviver conosco, refletir, fazer uma viagem interior. A segunda é prejudicial e dolorida.
Renovo a você meus votos de um abençoado Natal, ao lado dos que lhe são queridos. Abraço.

17 de dezembro de 2014 16:42  
Blogger Brisa Petala disse...

Boa Noite amigo
Um ótimo Natal e um Ano Novo com muita saúde e prosperidade a todos! E que o ano que vai chegar seja muito melhor do que esse que está indo embora um abraço a todos. Feliz Natal e Ano Novo

17 de dezembro de 2014 18:15  
Blogger Marina Fligueira disse...

¡Hola Árabe!!!

Nos dejas otro texto hermoso para la reflexión.
Totalmente de acuerdo con tus letras, la soledad puede ser una vía de escape para no tener que soportar barullos atronadores.
Es hermosa cuando es buscada; y no da mucha libertad de pensamiento y de otras cosas.
Mas lo malo, es cuando no la deseas... Cuando eres obligado a estar solo. Eso es muy triste, la soledad no buscada no pedida, nos lleva a una agonía insoportable y a la muerte.

Ha sido un placer como siempre.
Felices fiestas si es que las celebras, pues hay mucha gente que no lo hace... De todas formas te felicito igualmente.
Gracias por darnos tanto y tan hermoso.
Te dejo mi cálido y fraternal abrazo y mi estima.

Tengo una nueva entrada, por si te apetece. Gracias. Un beso.

18 de dezembro de 2014 02:12  
Blogger Isy disse...

A pura das verdades... Masi uma texto lindo e para refletir!

Bjxxx

18 de dezembro de 2014 03:33  
Blogger Cristina disse...

Un texto que invita a reflexionar...maravilloso!

La Navidad es ese niño que nace en nuestro interior, que motiva en nuestros corazones los sentimientos más nobles y esa esperanza por un mañana mejor.
Que el año nuevo traiga consigo un sueño por el cual luchar, un proyecto que realizar, un lugar donde descansar, amigos en quien confiar… Felices fiestas te deseo con mucho cariño!

____________________*_/\_
_____________________) " (
____________________*Paz*
___________________*Unión*
__________________*Alegrías*
_________________*Esperanzas*
________________*Amor*Suceso*
_______________* Realizaciones *
______________*Respeto*armonía*
_____________*Salud***solidaridad*
____________*Felicidad****Humildad*
___________*Confraternización**Pureza*
__________*Amistad**Sabiduría*Perdón*
_________*Igualdad*Libertad*Buena Suerte*
________*Sinceridad*Estima***Fraternidad*
_______*Equilibrio**Dignidad**Benevolencia *
______*Fe*Bondad*Paciencia*aventura**Fuerza
____*Tenacidad-Prosperidad *** Reconocimiento *
__*Son mis deseos Feliz Navidad y Año Nuevo 2015*
___________________ (`•.•´)___________________
___________________ (`•.•´)___________________
___________________ (`•.•´)___________________
___________________ (`•.•´)___________________
___________________ (`•.•´)___________________
___________________ (`•.•´)___________________
___________________ (`•.•´)___________________
___________________ (`•.•´)___________________

18 de dezembro de 2014 09:13  
Blogger Vera Lúcia disse...


Olá amigo Árabe,

Um texto especialmente lindo sobre os momentos de solidão que naturalmente nos acometem. Há modalidades distintas de solidão, mas a pior é aquela em que estamos com o coração vazio. Gosto de ter momentos de solidão, por escolha. Para pensar, meditar, ouvir minha voz interior e relaxar. Contudo, creio que há estados de solidão dolorosos e difíceis de lidar. Certo é que tudo na vida chega para nos despertar para alguma coisa, inclusive a solidão indesejada.

A música é linda, mas é daquelas que pode provocar lágrimas, dependendo do estado de espírito da pessoa-rs.

Foi um prazer conhecê-lo e estar com você nessa enriquecedora e agradável interação durante o decurso do ano e espero que possamos estar novamente juntos em 2015.

Desejo para você e família um Natal lindo e iluminado pelo amor e as bençãos do Menino-Deus.
Que 2015 lhe traga muitas alegrias, saúde, paz e felizes realizações.

Boas Festas!

Abraço.

18 de dezembro de 2014 13:57  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, Olhos de Mel; uma das vantagens da solidão, eu acredito, é a de nos dar um tempo para pensarmos em nós mesmos; nossos desejos e nossas esperanças. Bom resto de semana.

18 de dezembro de 2014 14:45  
Blogger O Árabe disse...

Isso, Chica; a solidão nos ajuda a tomarmos importantes decisões para nossa vida. Bom resto de semana!

18 de dezembro de 2014 14:46  
Blogger O Árabe disse...

Muito bem dito, Helena! A solidão não é uma inimiga a ser temida, mas uma companheira de jornada que muitas vezes nos indica os melhores rumos! Obrigado, amiga; bom resto de semana.

18 de dezembro de 2014 15:02  
Blogger O Árabe disse...

Concordamos Arco-Íris um estado de espírito, que todos atravessamos. Obrigado, bom resto de semana.

18 de dezembro de 2014 15:04  
Blogger O Árabe disse...

Grato, Rita. De coração retribuo os seus votos e espero o seu retorno. Bom resto de semana!

18 de dezembro de 2014 15:04  
Blogger O Árabe disse...

Concordamos inteiramente Maria Luzia: se não estivermos bem, ninguém preencherá o nosso vazio interior. Obrigado a você, amiga; bom resto de semana.

18 de dezembro de 2014 15:06  
Blogger O Árabe disse...

São, amigo Daniel, mas interligadas... e muitas vezes se complementam, você não acha? Meu abraço e minha gratidão por sua gentileza e amizade de sempre. Bom resto de semana!

18 de dezembro de 2014 15:08  
Blogger O Árabe disse...

Grato, Smareis, pelos votos que de coração retribuo. Aguardamos você, amiga; até janeiro. Bom resto de semana!

18 de dezembro de 2014 18:19  
Blogger O Árabe disse...

Parabéns, Jorge; belo poema. Grato pela visita, bom resto de semana.

18 de dezembro de 2014 18:20  
Blogger O Árabe disse...

Assim é, Helia; concordamos inteiramente! Obrigado pelos votos, que retribuo de coração. Bom resto de semana!

18 de dezembro de 2014 18:21  
Blogger O Árabe disse...

Acho que todos temos esses receios, Ailime; mas a verdade é um tempo de solidão nos é necessário. :) Grato, amiga; b om resto de semana.

18 de dezembro de 2014 18:23  
Blogger O Árabe disse...

Grato, Marilene; de coração retribuo os seus votos, amiga; e concordo inteiramente com o seu comentário. Bom resto de semana!

18 de dezembro de 2014 18:24  
Blogger O Árabe disse...

Grato, Brisa. De coração retribuo os seus votos, amiga! Bom resto de semana.

18 de dezembro de 2014 18:25  
Blogger O Árabe disse...

In felizmente, Marina, assim é: não são poucos aqueles para quem a solidão se torna insuportável. Obrigado, amiga, pelos seus votos que retribuo de coração. Bom resto de semana!

18 de dezembro de 2014 18:27  
Blogger O Árabe disse...

Grato, Isy! Bom resto de semana, amiga.

18 de dezembro de 2014 18:28  
Blogger O Árabe disse...

Grato, Cristina, pelas belas palavras sobre o Natal e pelos votos, que retribuo de coração! Bom resto de semana.

18 de dezembro de 2014 18:29  
Blogger O Árabe disse...

Mais uma vez, Vera, concordo não apenas com o seu comentário, mas também com a opinião sobre a música; é linda, mas nos predispõe um pouco à tristeza... como, aliás, a própria solidão. :) Grato pelos votos, que de coração retribuo. Bom resto de semana!

18 de dezembro de 2014 18:32  
Blogger Phoenix disse...

Querido Árabe..

Sinto-me tanto assim, só e é tão difícil sentirmo-nos bem nesses momentos...

Beijos,

Phoenix

18 de dezembro de 2014 21:46  
Blogger Vanuza Pantaleão disse...

Querido Árabe, felizmente, eu não temo a solidão. Sei que ela, ao contrário, é um patrimônio só nosso e que nos serve como base para muitas reflexões.
Mais um belo momento vivido aqui com suas mensagens, meu amigo.
Carinhoso abraço!

19 de dezembro de 2014 05:53  
Blogger MEU DOCE AMOR disse...

Olá:

Muito belo.
"Desejareis voltar a acreditar, como a criança que um dia fostes; voltar a cantar, a esperar o melhor das pessoas e da vida, a enxergar alegria e cores no mundo onde viveis."

Não gosto da palavra solidão.Aliás existem algumas que não deviam fazer parte do dicionário: solidão; não; nunca ....
Estarmos....para sermos?

Beijinho doce:)

19 de dezembro de 2014 09:10  
Blogger MEU DOCE AMOR disse...

Vou postar.Gostava que fosse ainda hoje.

19 de dezembro de 2014 09:21  
Blogger O Árabe disse...

Assim é, Phoenix. Mas, em verdade, a solidão é um aprendizado; e nos ensina a buscar a nossa própria companhia. Bom fim de semana!

19 de dezembro de 2014 10:55  
Blogger O Árabe disse...

Bem como disseste, Vanuza: felizmente. Este é um aprendizado difícil, mas necessário. Bom resto de semana!

19 de dezembro de 2014 10:57  
Blogger O Árabe disse...

Talvez não, Doce Amor... mas não há como negarmos que fazem parte da vida. :) Alegria em rever-te, bom fim de semana!

19 de dezembro de 2014 11:00  
Blogger O Árabe disse...

Assim também gostaria eu, Doce Amor. Irei conferir, com certeza!

19 de dezembro de 2014 11:01  
Blogger Verânia Aguiar disse...

Foi muito bom de ler. e sim uma grande verdade

26 de dezembro de 2014 11:48  
Blogger poesia de vieira calado disse...

Olá, meu. boa noite|
Já lá vai mais um Natal...
Agora desejo-lhe um novo Ano de prosperidades e alegrias!

Saudações minhas!

Um abraço!

27 de dezembro de 2014 22:45  
Blogger O Árabe disse...

Grato, Verânia, pela gentileza das palavras. Volte sempre, o oásis é nosso! Feliz Ano Novo, boa semana.

30 de dezembro de 2014 16:10  
Blogger O Árabe disse...

Grato, mestre e amigo. Feliz Ano Novo, meu grande abraço.

30 de dezembro de 2014 16:10  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial

Real Time Web Analytics Real Time Web Analytics Real Time Web Analytics Clicky