O Árabe

Idéias, sentimentos, emoções. Oásis que nos ajudam a atravessar os trechos desérticos da vida...

sexta-feira, 21 de novembro de 2014

OS VOSSOS MUNDOS


Cada um de vós é um mundo em si mesmo.

Um mundo com as suas próprias leis; com os seus mares e desertos, suas planícies e suas montanhas, seus vales e abismos. Com as suas calmarias e as suas tempestades.

Um mundo de luzes e trevas; de alvoradas e crepúsculos. Um mundo de cores vivas e tons monótonos de cinza; de vários caminhos, onde nem todos chegam a algum lugar.
  
Porque cada um tem as suas próprias ideias; os seus conceitos e preconceitos, a sua forma de pensar, o seu jeito de reagir. Cada um sofre e sorri a seu modo.

Tende presente esta verdade. E percebereis que não vos cabe o direito de criticar nenhum dos vossos irmãos; nem de julgar o seu comportamento e as suas atitudes.

Sois diferentes, entre vós. E à ave, que se desloca pelos céus, não é dado entender porque o macaco se utiliza dos cipós e o homem escolhe o melhor caminho para a sua jornada.

Como, pois, poderíeis julgar os vossos irmãos? Como avaliar as decisões tomadas por alguém, se não conheceis as suas necessidades, os seus desejos e as suas razões?

Abandonai, portanto, a tendência de avaliar os outros conforme os vossos parâmetros. A girafa, que se alimenta de folhas, não entenderia a leoa que abate a sua presa.

Cada um conhece as suas próprias dores e as suas próprias alegrias. Cada um sabe das suas vontades e das suas convicções. E age de acordo com as necessidades que julga ter.

Sois como mundos, que gravitam uns ao redor dos outros. E, como acontece no universo onde viveis, precisais respeitar a órbita de cada um dos mundos que vos cercam.

Pois é essa gravitação que mantém o equilíbrio entre vós. Como no universo maior, cada mundo precisa ter o seu próprio espaço, para que possa seguir o seu próprio caminho.

Cuidai, portanto, de manter a vossa própria órbita; e respeitai as órbitas alheias. Pois cataclismos acontecem, de cada vez que mundos colidem; e entre vós não seria diferente.

Sim; cada um de vós é um mundo em si mesmo. E não deveis tentar interferir com aqueles que estão ao vosso redor, mas conhecer bem os recantos do vosso próprio mundo.

Porque de nada vos adianta a chuva que cai em outro mundo, nem o sol que o aquece; é em vós mesmos, que devereis cuidar do solo e das sementes, para que brotem as flores.

E seja belo o vosso jardim.

Música: 
http://ohassan.dominiotemporario.com/midis/emilepandolfi(nocturnen2).mid

45 Comentários:

Blogger Olhos de mel disse...

Grande verdade Árabe! Cada um deve cuidar do seu próprio jardim; mas, por certo, ninguém está só nesse mundo e caminhar na solidão é triste. Contudo, sei que cada um tem a sua própria verdade, embora que ela não seja absoluta.
Lindo post! Adorei também a musica!
Bom fim de semana! Beijos

21 de novembro de 2014 17:12  
Anonymous Helena disse...

"Cada um sofre e sorri a seu modo."
O sorriso e a lágrimas, juntos, perfazendo caminhos que se criam na vivência de cada um.
Sorrisos e estrelas no teu final de semana, amigo, no desejo de que seja de infinitas alegrias.
Helena

21 de novembro de 2014 17:19  
Blogger ✿ chica disse...

Que beleza e cheio de verdades, como sempre,Árabe. Se todos pensassem assim, que bom seria! Valeu! abração,chica e ótima semana!

22 de novembro de 2014 01:27  
Blogger Fá menor disse...

Sim, é isso mesmo.

Beijinho

22 de novembro de 2014 03:37  
Blogger Magia da Inês disse...

♪♬° ·.
Cada um faz seu mundo, é responsável por ele e arca com as consequências dos erros e acertos, mas... é errando que se aprende!... Perseverar no erro é "burrice", que me desculpe o burro que é um animal batalhador...

Boa semana!
Beijinhos do Brasil.♪° ·.
♪♬♫° ·.

23 de novembro de 2014 05:03  
Blogger Cidinha disse...

Olá, Àrabe. Bom fim de tarde!! Grande sabedoria!! Precisamos cuidar do solo para que brote semente... Obrigada pela mensagem. Adorei amigo, saudades do seu cantinho tão especial!! Grande abraço e desejo de uma semana de paz e bençãos. bjos!!

23 de novembro de 2014 10:25  
Blogger MARILENE disse...

Somos mundos individuais, mas precisamos nos relacionar com os outros. Que cuidemos no nosso e saibamos respeitar a maneira como cada um cuida do seu, pois não há uma receita indiscutível para isso. Abraço.

24 de novembro de 2014 11:55  
Blogger Vanuza Pantaleão disse...

Os nossos mundos e jardins interiores podem e devem se relacionar com os dos nossos semelhantes, porém há que se ter em mente uma regra básica: não temos o direito de interferir na privacidade alheia, a não ser que a mesma seja solicitada.
Se a vida funcionasse assim, hein? Que maravilha seria, não é mesmo, Árabe?
Obrigada por sua visita e o seu honroso incentivo. Você é um grande exemplo de respeito humano na blogosfera. Isso é muito bom, isso é tudo.
Beijos, amigo!

24 de novembro de 2014 12:12  
Blogger Vera Lúcia disse...


Olá Árabe,

Verdade. Somos diferentes e acredito que as diferenças têm como finalidade nos ensinar a conviver com elas, num constante processo de aprendizado. Cada um tem sua maneira de ser, agir e pensar, por isso o respeito é fundamental para uma salutar convivência. Julgamentos e críticas serão sempre imprudentes e descaridosos, pois cada um sabe de si. Para julgar e criticar deveríamos ser perfeitos, o que não é uma característica do ser humano.

Ótima reflexão, embalada por uma bela música.

Feliz semana.

Abraço.

24 de novembro de 2014 17:30  
Blogger Smareis disse...

Boa noite Árabe!
Uma linda postagem!
Somos únicos e individuais, mais precisamos cuidar do nosso jardim, para que brote bons frutos.

Gosto dessa mid.
Um abraço e ótima semana!

24 de novembro de 2014 19:09  
Blogger Rô... disse...

oi meu amigo,

é muito importante que saibamos respeitar as diferenças,
com elas aprendemos muito,cada um de nós é único podendo enriquecer o outro com o convívio...

beijinhos

25 de novembro de 2014 01:44  
Blogger © Piedade Araújo Sol disse...

muito verdade, cada um tem o seu mundo, e a importância está em saber viver e respeitar tudo e todos.
bonito texto como sempre!
já tenho novo poema.
obrigada pelas suas visitas e pelos seus comentários sempre tão gentis.
uma semana feliz!
:)

25 de novembro de 2014 03:12  
Blogger Marina Fligueira disse...

¡Hola Árabe!!!

Precioso texto como siempre nos tienes acostumbrado. Por cierto abrazado de metáforas poéticas.
Siempre me sorprenden tus letra con algo bueno algo bello.
Es verdad, debemos sembrar semillas de las buenas y procurar que caigan en tierra fértil.
Tener cada uno nuestro íntimo mundo y no estar viendo lo que otro tiene.
Ha sido un inmenso placer pasar por tu espacio.
Te dejo mi gratitud y mi estima.
Un abrazo y un beso en vuelo.
se muy muy feliz.

25 de novembro de 2014 03:27  
Blogger Isy disse...

Muito bem visto, nunca tinha pensado nas coisas dessa maneira, mas tens razão!

Bjxxx

25 de novembro de 2014 04:18  
Blogger São disse...

Obrigada , Swami, e o teu também !

Enorme e terno abraço:)

25 de novembro de 2014 07:22  
Blogger Silenciosamente ouvindo... disse...

Totalmente de acordo com este seu
texto, meu amigo.
Cada um de nós tem que cuidar
do seu espaço, e pensar no espaço
global.
Desejo que o amigo se encontre bem.Um
abraço
Irene Alves

25 de novembro de 2014 09:18  
Anonymous Anônimo disse...

Olá meu bom amigo! Estava viajando, razão de minha ausência. Tirei vinte dias de férias do trabalho e fui descansar um pouco no Rio Grande do Sul, estava precisando! Voltei encantada, com tantas belezas existentes no lugar, não conhecia o RS. Árabe, seus textos como sempre, nos faz refletir e muito! Lindo como sempre, amei!!! Que você esteja bem e ótima semana!


Maria Luzia

25 de novembro de 2014 10:40  
Blogger Luma Rosa disse...

Oi, Árabe!
O que temos que aprender é respeitar o modo de ser de cada um, para que o nosso jeito de ser também seja respeitado. Afinal, se nascemos sós, também morremos sós...
Boa semana!!
Beijus,

25 de novembro de 2014 12:39  
Blogger Ailime disse...

Boa noite amigo e bom Árabe, excelente texto! Outra pérola das suas!
Conhecer cada um, respeitá-lo como é e não interferir no seu mundo, sob o risco de abalarmos o nosso se o fizermos.
Respeitar o espaço de cada um é meio caminho para livremente irmos espalhando algumas sementes por ai!
E se nascerem flores tanto melhor;))!
Beijinhos e continuação de boa semana.
Ailime

25 de novembro de 2014 14:06  
Blogger O Árabe disse...

Também acredito nisto, Olhos de Mel: cada um tem a sua própria verdade. Grato, bom resto de semana.

26 de novembro de 2014 12:05  
Blogger O Árabe disse...

Isso, Helena: através das nossas vivências, fazemos os nossos caminhos! Obrigado, amiga; bom resto de semana.

26 de novembro de 2014 12:06  
Blogger O Árabe disse...

Não é, Chica? Seria tão bom, se todos respeitássemos os mundos que nos cercam! Obrigado, bom resto de semana.

26 de novembro de 2014 12:07  
Blogger O Árabe disse...

Com certeza, não, Fa? :) Bom resto de semana, obrigado.

26 de novembro de 2014 12:07  
Blogger O Árabe disse...

Por aí, Inês: é errando que se aprende! Obrigado, bom resto de semana.

26 de novembro de 2014 12:08  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado a você, Cidinha, pela gentileza e amizade de sempre. Bom resto de semana!

26 de novembro de 2014 12:09  
Blogger O Árabe disse...

Isso, Marilene: não há uma receita. Cada um precisa saber até onde pode chegar a sua própria órbita. Obrigado, bom resto de semana.

26 de novembro de 2014 12:10  
Blogger O Árabe disse...

Grato, Vanuza, mas sejamos sinceros: é muito fácil respeitar os outros, quando são pessoas iguais a vocês, amiga. :) Bom resto de semana!

26 de novembro de 2014 12:12  
Blogger O Árabe disse...

Isso, Vera: não nos cabe julgar, até porque longe estamos da perfeição; ela deve ser, sim, a nossa meta. E você está certa, como sempre: bela música! :) Bom resto de semana.

26 de novembro de 2014 12:14  
Blogger O Árabe disse...

Difícil não gostar, não é, Smareis? :) Obrigado, amiga; bom resto de semana!

26 de novembro de 2014 12:15  
Blogger O Árabe disse...

Isso, Rô: são exatamente as diferenças que nos enriquecem, durante o convívio. Bom resto de semana!

26 de novembro de 2014 12:16  
Blogger O Árabe disse...

Bom saber, Piedade; em breve, terei a alegria de conhecer o seu novo poema. Gosto muito do que você escreve; não há o que agradecer, acredite. Bom resto de semana!

26 de novembro de 2014 12:18  
Blogger O Árabe disse...

Isso, Marina: precisamos, sim, cuidar do nosso próprio mundo; não do mundo do vizinho! :) Grato, amiga, pela gentileza constante; bom resto de semana.

26 de novembro de 2014 12:20  
Blogger O Árabe disse...

Verdade, não, Isy? O difícil é aprendermos a respeitar as órbitas dos outros mundos! :) Obrigado, bom resto de semana.

26 de novembro de 2014 12:21  
Blogger O Árabe disse...

Não agradeças, São; és uma amiga muito querida, ainda que o oceano nos separe. :) Bom resto de semana, fica bem!

26 de novembro de 2014 12:22  
Blogger O Árabe disse...

Esse é o cuidado, Irene: preservar o nosso espaço, e respeitar o espaço alheio! Obrigado, minha amiga; bom resto de semana.

26 de novembro de 2014 12:24  
Blogger O Árabe disse...

Muito bom ver você de volta, Maria Luzia; sentimos sua falta. Mas foi por uma boa causa, diante do descanso e da alegria que lhe trouxe a viagem. Valeu a pena, amiga; bem vinda de volta e bom resto de semana!

26 de novembro de 2014 12:26  
Blogger O Árabe disse...

Esta, Luma, talvez seja a maior ironia do que chamamos vida: apesar de caminharmos juntos, nascemos e morremos sós. Dá o que pensar, não? :) Obrigado, bom resto de semana!

26 de novembro de 2014 12:28  
Blogger O Árabe disse...

Isso, Ailime: respeitar o espaço de cada um é a melhor maneira de espalharmos flores ao nosso redor. Grato, amiga, por sua gentileza e amizade; bom resto de semana!

26 de novembro de 2014 12:30  
Blogger Zilani Célia disse...

OI ÁRABE!
E QUANDO NOS ARVORAMOS A JULGADORES,ESQUECEMOS QUE SÓ ESTÃO PRESENTES NOSSAS PRÓPRIAS IDÉIAS E EXPERIÊNCIAS, ENTÃO, COMO JULGAR A QUEM NA VERDADE NÃO CONHECEMOS NEM SABEMOS AS RAZÕES QUE O LEVARAM A TOMAR ESTA OU AQUELA ATITUDE?
LINDO TEXTO.
ABRÇS
http://zilanicelia.blogspot.com.br/

26 de novembro de 2014 15:10  
Blogger Arco-Íris de Frida disse...

É preciso calçar as sandalias e andar o caminho do proximo para saber o que ele passa... infelizmente julgar e acusar é mais facil... talvez um dia o homem aprenda a respeitar seu proximo...

Tudo bem com vc, Arabe?

Beijos...

26 de novembro de 2014 17:59  
Blogger Marli Terezinha Andrucho Boldori disse...

Olá amigo, Árabe que bela maneira de nos fazer refletir sobre como agimos com nosso próximo, pois sempre há mil maneiras de julgar, condenar e matar. Que bom seria se a maioria seguisse este preceito para sermos melhores a cada dia. Demorei a vir visitá-lo porque estou com um pequeno problema de saúde, mas agradeço as suas visitas em meu espaço. Grande abraço!

27 de novembro de 2014 16:40  
Anonymous O Árabe disse...

Isso, Zilani! Impossível julgar, sem conhecer as razões de cada um. Bom fim de semana!

28 de novembro de 2014 08:52  
Anonymous O Árabe disse...

Tenho certeza que sim, Arco-Íris; ainda que uns levem mais tempo do que outros, nesse aprendizado. Eu estou bem, amiga; e você, como está? Bom fim de semana!

28 de novembro de 2014 08:55  
Anonymous O Árabe disse...

Alegria em revê-la, Marli; só fiquei preocupado com a sua saúde. Espero que já esteja tudo bem, e lhe desejo um bom fim de semana!

28 de novembro de 2014 08:56  
Blogger MEU DOCE AMOR disse...

"Cuidai, portanto, de manter a vossa própria órbita; e respeitai as órbitas alheias. Pois cataclismos acontecem, de cada vez que mundos colidem; e entre vós não seria diferente."

Meu Deus!!!!!!!!!!Se é!

Beijinho doce:)

19 de dezembro de 2014 09:19  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial

Real Time Web Analytics Real Time Web Analytics Real Time Web Analytics Clicky