O Árabe

Idéias, sentimentos, emoções. Oásis que nos ajudam a atravessar os trechos desérticos da vida...

sexta-feira, 11 de janeiro de 2019

TODO AMOR VALE A PENA


Todo amor vale a pena.

Assim eu vos tenho dito; e assim nos ensina a lógica. Porque, se de sorrisos e lágrimas é feita cada história de amor, a verdade é que basta um sorriso, para que as lágrimas sejam esquecidas.

Pois, ainda que o sol inclemente castigue por muito tempo a terra, são suficientes poucas gotas de chuva, para que uma flor brote do solo ressequido, onde a semente jazia adormecida.

Todo amor vale a pena; ainda que não nos traga apenas alegrias, mas também tristezas. Porque é através das alegrias e das tristezas, que amadurecemos e despertamos para a Vida.

Por mais que, aparentemente, nos possa custar, e por menos que julguemos que nos traga, todo amor vale a pena. É graças aos nossos amores, que aprendemos a conhecer a nossa alma.

Aquele que se diz arrependido de um caso de amor, é o mesmo que se recusou a vivê-lo plenamente. Se assim houvesse feito, teria conhecido o encanto que só o Amor nos pode trazer.

Devemos ser humildes, perante o Amor. Porque não o governamos; ele é que nos governa. Não lhe impomos as nossas palavras; pelo contrário, ele é que nos faz repetir as suas palavras.

Não escolhemos o Amor; ele é que nos escolhe. E não podemos fazer com que nos acompanhe por nossos caminhos; ele é que nos toma pela mão e nos faz seguir por seus caminhos.

Não são as nossas asas que o fazem voar, nem o nosso coração que o faz existir. Ele nos envolve em suas asas e nos leva ao céu, enquanto vive em nós e preenche o nosso coração.  

Deixai, pois, que eu vos repita: todo amor vale a pena. E tudo que precisamos, para descobrir o amor, é entregar-nos sem reservas; é viver cada hora em que o Amor andar conosco.

Assim, o sentiremos em nós mesmos. E, porque o conhecemos, o veremos brilhar nos olhos do amado; perceberemos a sua força em cada carícia, o seu hálito no sopro do vento.

Não é ao nosso redor que o Amor estará, mas em nossa alma; não só nas palavras, mas também nos silêncios partilhados; não só na presença de alguém, mas também na sua  ausência.

Porque, se bem observarmos, é em nosso verdadeiro Eu que sentimos as coisas que escapam ao tempo: como o Amor e a saudade, a esperança e a Fé, a plenitude e a beleza da Vida.

O Amor não é para ser procurado; ele nos encontra. Não é para ser explicado, mas sentido; não é para durar toda uma eternidade, mas para tornar eterno cada segundo em que nos habita.

Todo amor vale a pena.

Porque nos conduz ao Coração do Universo.


Música:
http://ohassan.dominiotemporario.com/marco/richardclayderman_unalacrimasulviso.mid

Imagem do filme "A Forma da Água", encontrada na internet.


25 Comentários:

Blogger Lúcia Laborda disse...

Sem palavas, Árabe! Também, como dizer algo, se tudo já foi dito? Apenas em minha leitura silenciosa, ao som dessa musica maravilhosa, sinto meus olhos marejados pelas lágrimas. Como o mundo precisa conhecer esse amor...
Que abençoadas sejam suas palavras e que elas reverberem no coração do universo!
Bom fim de semana! Beijos

11 de janeiro de 2019 22:31  
Blogger Rejane Tazza disse...

Tão lindo e tão verdadeiro...Sem amor, parece nada ter graça... Por falar em amor, na próxima semana faremos Bodas de Ouro- 50 anos...Agora, novamente na praia até o final de janeiro(se Deus quiser!!) abração praiano,chica

12 de janeiro de 2019 05:49  
Blogger CÉU disse...

Olá, meu querido amigo!

Um texto mto verdadeiro e mto bem escrito, como é já costume.

Tenho a mesma opinião que você: todo o amor, dure mto ou pouco, traga lágrimas ou alegrias, enfim, tanta coisa, vale sempre a pena e pena é quem não queira correr esse maravilhoso risco.

Estive escutando Clayderman e essa canção já minha mãe escutava. Estive pesquisando e era cantada por Bobby Solo, um excelente intérprete. Enfim, as lágrimas fazem tb parte do amor. Obrigada por me fazer recordar esse bom momento musical.

Abraços e boa semana.

13 de janeiro de 2019 15:29  
Blogger Marina Fligueira disse...

¡Hola Árabe!

Mil gracias por tu visita, te echaba de menos.
Nos dejas como siempre un texto precioso poético amoroso que en un placer leerlo, una hermosa lección de vida.
Una gran verdad, que ojalá todo el mundo pueda llevar a práctica, porque sin amor vamos ciegos por la vida, pues sin amor nada somos, amigo. Y no solo amor de pareja que es una de las maravillas del mundo, sino el amor de familia que realmente es muy necesario, amor de padres amor de hermanos amor hijos amor de amigos, la sangre nos emparenta y una buena amistad nos hace familia.
Es necesario, imprescindible para nuestra felicidad, tener amor de todos los colores.
Como siempre es un placer leerte.
Te dejo mi fraterno abrazo, mi bendición para este nuevo año que ya camina y nos va haciendo un poco más mayores.
Hasta otro momento y se muy, muy feliz.

15 de janeiro de 2019 06:25  
Blogger Ailime disse...

Boa tarde meu Amigo e bom Árabe,
Um texto muito belo versando o amor!
O amor é um sentimento que nos assalta e não mais nos abandona quando verdadeiro.
Por ele vale a pena lutar e perdoar. Amar sem medida.
«O Amor não é para ser procurado; ele nos encontra. Não é para ser explicado, mas sentido; não é para durar toda uma eternidade, mas para tornar eterno cada segundo em que nos habita. » Uma pérola verdadeira.
Obrigada, Amigo!
Gostei de recordar a música, mas no YouTube. Não deu para ouvir no link.
Beijinhos e continuação de boa semana.
Ailime

15 de janeiro de 2019 14:05  
Blogger Ontem é só Memória disse...

Palavras muito verdadeiras...
Passei para desejar uma boa semana!

Bjxxx
Ontem é só Memória | Facebook | Instagram

15 de janeiro de 2019 16:53  
Blogger Amélia disse...

Belíssimo texto que nos fala de Amor!
Concordo em pleno consigo . O amor por vezes trás desamor .... mas faz parte.
Muitas vezes se ama em silêncio,
Uma excelente semana com belíssimos textos.

15 de janeiro de 2019 17:33  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, Olhos de Mel. Com certeza, precisamos cantar (e sentir!) mais o Amor. BOm resto de semana, fique bem!

17 de janeiro de 2019 10:55  
Blogger O Árabe disse...

Meus parabéns a vocês pelos 50 anos, Chica! Poucos (e felizes!) são os que conseguem atingir essa marca, amiga... ainda mais na praia, que você adora! Bom resto de semana, boa comemoração... e feliz praia! :)

17 de janeiro de 2019 10:57  
Blogger O Árabe disse...

Verdade, Céu: o Amor vale tudo; pena que alguns não querem correr esse "risco"! Essa música é linda também com Clayderman, sim, mas o original é fantástico! Meu abraço e obrigado, amiga; bom resto de semana!

17 de janeiro de 2019 11:00  
Blogger O Árabe disse...

Bem como você disse, Marina: sem amor, nada somos! Para sermos felizes, precisamos de amor; de todos os tipos! Obrigado, minha amiga; bom resto de semana. Feliz 2019!

17 de janeiro de 2019 11:03  
Blogger O Árabe disse...

Pena que você não conseguiu ouvir o link, Ailime; mas tenho certeza que amou, no Youtube. Essa música é linda! Obrigado, minha amiga; meu abraço, bom resto de semana.

17 de janeiro de 2019 11:05  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, Isy; feliz resto de semana, pra você também!

17 de janeiro de 2019 11:06  
Blogger O Árabe disse...

Faz parte, sim Amélia! E, mesmo quando amamos em silêncio, o Amor nos sopra as mais doces palavras, aos ouvidos do coração! Obrigado, minha amiga; bom resto de semana.

17 de janeiro de 2019 11:07  
Blogger Maria Luzia Araujo disse...

Verdade Árabe, todo amor vale a pena! Um sentimento que não poderá jamais faltar na nossa vida, e melhor ainda quando correspondido não é mesmo? Grande abraço e obrigada! Ótimo resto de semana!

17 de janeiro de 2019 20:31  
Blogger O Árabe disse...

Com certeza, Maria Luzia: muito melhor! ;) Obrigado a você, amiga; bom resto de semana!

18 de janeiro de 2019 12:24  
Blogger Acrescenta Um Ponto ao Conto disse...

Queridos amigos leitores,

é com todo o carinho que vos convidamos a ler o capítulo 5 do nosso conto escrito a várias mãos "Ecos de Mentes". Que esta semana chegou pela mão do Albino Pereira, interpretando a personagem Matilde.

Votos de excelente fim-de-semana!
Saudações literárias

18 de janeiro de 2019 15:37  
Blogger O Árabe disse...

Com certeza, irei conferir, amigos. É uma honra divulgar os bons textos de vocês! Bom fim de semana.

18 de janeiro de 2019 22:18  
Blogger Fá menor disse...

Muito bonito. Que seria de nós sem ter o Amor em nós e sem o saber em alguém por nós? Tristes mortais, reduzidos a coisas.

(Perdi-me ontem nesta música que nos ofereces, e só agora voltei.)

Muito grata.
Bom fim-de-semana!
Abraço.

19 de janeiro de 2019 16:59  
Blogger O Árabe disse...

Muito bom a gente se perder em uma música, não, Fa? Felizes daqueles que ainda somos capazes de fazer isto! :) Obrigado, amiga; boa semana!

21 de janeiro de 2019 15:15  
Blogger CÉU disse...

Olá, querido amigo!

Como vai? Sua mulher e filhos? Aqui, tudo bem, excetuando o frio, k tem sido de arrasar.

Grata pela sua visita e comentário, ontem, em meu blogue. Não se trata de preguiça em postar, mas só o faço de mês a mês, sensivelmente, como já é costume e para além desse facto, tenho em minha casa, temporariamente, uma prima direita de minha mãe, que veio a Lisboa, ela mora no Sul, fazer exames médicos. Ela é viúva, tem 71 anos, foi técnica de radiologia e carece e merece atenção, naturalmente. Tenho 3 poemas começados, mas parece k minha imaginação está toldada, parada, não sei. A prima quer conversar, falar de sua juventude, contar como foi o dia dela, sim, pke durante o dia eu estou dando aulas, enfim, uma pessoa a quem tenho e devo dar atenção e carinho, por isso, estou um pouquinho "limitada" na escrita.

Quis lhe dar essa explicação, pke acho k merece e nós já nos "conhecemos" há anos (antes, LUZ, agora, CÉU).

Beijos para todos vocês.

22 de janeiro de 2019 10:51  
Blogger CÉU disse...

Esqueci seus netos, me desculpe! Beijos tb para eles.

22 de janeiro de 2019 10:52  
Blogger O Árabe disse...

Acredita, Céu, que te entendo bem. Minha mãezinha está com 97 anos e bem sei da necessidade que temos, depois de certa idade, de contar a nossa juventude; graças a ela, aprendi que só os adultos vivem no presente: os jovens vivem no futuro, e os idosos vivem no passado. Isso, além dos teus problemas com a mão e do fato (inegável) de que, às vezes, parece que temos mais dificuldades para juntar as palavras. Mas tudo isso passará, eu sei, e em bem estarás voltando a postar. Obrigado pelos teus votos, que retribuo de coração e quero dizer que é, realmente, uma grande alegria "conhecer-te" há anos, amiga! Bom resto de semana, meu abraço.

22 de janeiro de 2019 17:21  
Blogger saudade disse...

Todos os amores valem a pena.....
Saudade

22 de janeiro de 2019 17:34  
Blogger O Árabe disse...

Valem, sempre! E, porque valem, nos deixam saudade. Obrigado, bom resto de semana!

24 de janeiro de 2019 18:05  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial

Real Time Web Analytics Real Time Web Analytics Real Time Web Analytics Clicky