O Árabe

Idéias, sentimentos, emoções. Oásis que nos ajudam a atravessar os trechos desérticos da vida...

sexta-feira, 16 de novembro de 2007

COMO EU VEJO O AMOR

Amar não é necessitar de alguém; é, simplesmente, querer alguém.

Como não é repartir todos os momentos da vida; e sim viver intensamente aqueles que nos é dado repartir.

Amar não é tornar-se um satélite, mas descobrir a gravitação que permite a dois mundos percorrerem a mesma órbita.

E não traz o medo da solidão, mas a doce sensação de companhia.

Não é anular-se em função de alguém, mas existir. Porque o próprio amor só existe entre duas pessoas que se completam.

O amor não é uma concha, a isolar-nos do mundo. É antes um mirante, do qual descobrimos todo o seu esplendor.

E não é posse, mas entrega; não é egoísmo, mas compreensão.
Não é a certeza do conhecimento, mas a emoção da descoberta. Não é compreender o ser amado, mas aceitá-lo como é.

Como é preciso que haja espaços entre as estrelas, para que o céu possa mostrar todo o seu esplendor, é preciso que os haja entre dois amantes, para que neles o amor se possa instalar.

Porque o amor não é uma corrente, a ligar os pés de duas pessoas; é a ponte entre dois corações.

Não é a segurança do futuro, mas a intensa emoção do presente; nem a solidez da muralha, mas a inquietude do oceano.

O amor não é o teto que nos limita, mas o céu que nos faz sonhar. Não é a maciez da pétala, mas a rosa com todos os seus espinhos; porque não é apenas na pétala, que reside a beleza da flor.

Aquele que busca a segurança, não deveria buscar o amor.

Porque o amor não está nas mãos entrelaçadas, mas na emoção provocada pelo toque. Não nas bocas que se encontram, mas na ânsia que faz com que os lábios se entreabram. Não nos corpos que se fundem, mas na plenitude do orgasmo.

Na posse, encontramos apenas a satisfação das nossas carências.

Só na entrega, podemos encontrar o amor...


Mais uma vez, quero agradecer de coração um presente.
Desta vez, foi a Keila que indicou O Árabe como um blog que vale a pena conferir. Obrigado, amiga! O carinho de vocês é o maior adorno do nosso oásis...

86 Comentários:

Anonymous Olhos de Mel disse...

Árabe! Como faz bem acordar em pleno domingo, com um texto tão belo! Aliás já disse em outro post, a palavra de Hassan precisaria ser levada ao conhecimento da humanidade. Amor, compreensão, tolerância, respeito... ficaram totalmente esquecidos. As pessoas se destroem pela arrogância, prepotência, vaidade, egoísmo, ganância e por aí vai... Triste, mas infelizmente, real.
Bom domingo! Fique com Deus!
Beijos

18 de novembro de 2007 02:00  
Blogger Giu disse...

Nas suas palavras,uma bela demonstração da existência do amor, amigo Árabe. Uma das definições que gosto, desse santo e bendito sentimento, é a de A. de Saint-Exupèry: "o amor não consiste em fitar um ao outro, mas em olhar juntos na mesma direção.".
Feliz domingo.
Beijos da Giulia

18 de novembro de 2007 02:58  
Blogger São disse...

Só o Amor faz desabrochar a divindade dentro de nós!
Belíssimo e profundo texto, sim!
Peço que passe por minha casa : aí no Brasil, Flávia nos necessita!
Bom começo de semana!

18 de novembro de 2007 08:52  
Blogger SILÊNCIO CULPADO disse...

Porque és um visitante especial, que deixa nas ideias as suas convicções e o calor humano do respeito e da amizade, deixei-te, no meu blogue, o símbolo do nosso aperto de mão.
Obrigada pela tua presença amiga

18 de novembro de 2007 15:12  
Blogger Renata disse...

Adorei sua visão do amor, é bem parecida com a que eu tenho tb. Só nao concordo que seja entre pessoas que se completam. Não acredito nessa coisa de metade da laranja, ou alguém que venha te completar. Costumo falar q eu sou uma laranja inteira que encontra outra laranja inteira, e que as duas laranjas, sem deixarem de ser laranjas vivem algo que transcende, que transforma, engrandece! Não anula, nao escraviza, como você de maneira tão bela disse.

bjos e ótima semana!

18 de novembro de 2007 16:51  
Blogger burro disse...

sim o amor é assim...

18 de novembro de 2007 19:46  
Blogger Menina do Rio disse...

O amor é tudo isso. É uma colocação bem harmoniosa.

Beijos

19 de novembro de 2007 06:07  
Blogger Vieira Calado disse...

Viva!
Estou basicamente de acordo com o que escreveu.
Uma óptima semana para você.

19 de novembro de 2007 06:44  
Blogger Luz&Amor disse...

O amor é tudo isso sim. Mas é tão dificil hoje em dia vivê-lo plenamente. Acho que ainda estou aprendendo. Depende muito do que fizeram com o nosso coração. Acumulamos mágoas e sofrimentos e temos sempre que reaprender a cada dia. Mas esta definição só poderia ser de um coração lindo como o teu amigo. Boa semana à ti, beijos com carinho.
Bjs

19 de novembro de 2007 06:46  
Blogger FINA FLOR disse...

conheço tanta gente que precisava ler isso!!!

bonito, moço.

beijocas e boa semana

MM.

19 de novembro de 2007 10:55  
Anonymous Márcia(clarinha) disse...

Concordo absolutamente com suas palavras, amor é doação, não compra e venda.
Lindo texto!
carinho meu nesses dias,
beijos

19 de novembro de 2007 11:36  
Blogger O Árabe disse...

O egoísmo, Olhos de Mel... acho que nada existe, de mais destrutivo! :( Boa semana.

19 de novembro de 2007 12:18  
Blogger O Árabe disse...

Com certeza, Giu! O amor que tantas e tão belas páginas inspira aos maiores mestres... e a poetas bissextos, como eu. :)

19 de novembro de 2007 12:20  
Blogger O Árabe disse...

Como viste, São, já tive o prazer de visitar-te. Agora, vejamos o que podemos fazer, para ajudar a Flávia.

19 de novembro de 2007 12:21  
Blogger O Árabe disse...

Silêncio, amiga, de coração agradeço a tua gentileza. E espero que me permitas aqui mencioná-la, em breve. :)

19 de novembro de 2007 12:22  
Blogger O Árabe disse...

Eu acho, Renata, que se completam como a nuvem e o céu, ou seja: embora posam existir separadas, juntas atingem a plenitude. Mas acho que não tinha me expressado direito, não é? :)

19 de novembro de 2007 12:26  
Blogger O Árabe disse...

Assim, amigo burro... e muito mais! :)

19 de novembro de 2007 12:27  
Blogger O Árabe disse...

Ele é tanto, não, Verônica? Com certeza, as nossas pobre palavras não conseguem definí-lo...

19 de novembro de 2007 12:28  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, amigo Vieira, e idem idem. Tenha uma boa semana e receba o meu abraço.

19 de novembro de 2007 12:28  
Blogger O Árabe disse...

Talvez as mágoas o dificultem, Luz... mas creio que sempre podemos voltar a acreditar nos sentimentos. :) Boa semana, amiga.

19 de novembro de 2007 12:30  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, Mônica... mas esta idéia existe em nós, sim. O ser humano é que nem sempre a percebe... ;)

19 de novembro de 2007 12:32  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, Clarinha. E é como já diziam os Beatles: "Can't buy me love". :) Boa semana, amiga!

19 de novembro de 2007 12:33  
Anonymous Bia disse...

Adorei esse texto, amigo, onde as citações sobre o amor nos chegam até a alma como estrelas douradas de ternura. Um texto sensivelmente belo!

Ficam pétalas e beijos para enfeitar tua semana.

19 de novembro de 2007 13:20  
Blogger Sol da meia noite disse...

E vês o amor da forma mais sublime que é dado ver.
*

19 de novembro de 2007 13:56  
Blogger luma disse...

Dizem que o amor está acima de todas as coisas. Tão sublimado que só sabemos que ele existiu depois que passamos por ele. Boa semana! Beijus

19 de novembro de 2007 15:41  
Blogger Tina disse...

Oi Arabe!

O amor é tudo isso. É a ponte também. É viver. Lindo, lindo mesmo. Como sempre.

beijos e boa semana,

19 de novembro de 2007 16:58  
Blogger Whispers in night disse...

ola lindo!
Amar e dos sentimentos mais nobres, infelizmente nem todos sabem amar e respeitar o amor.
Como sempre me perco aqui com a tua leitura
que tenhas uma semana maravilhosa e com muito amor
mil beijos
whispers

19 de novembro de 2007 19:48  
Blogger Yvonne disse...

Árabe, lindo demais, você disse tudo sobre o amor livre de amarras e cobranças. Perfeito. Beijocas

20 de novembro de 2007 04:16  
Blogger O Árabe disse...

Mais uma vez, Bia, nada posso fazer senão agradecer a tua gentileza e desejar-te uma boa semana.

20 de novembro de 2007 08:06  
Blogger O Árabe disse...

Acredito, Sol, que não haja outra maneira de vê-lo. Ao menos, se quisermos ser felizes... :)

20 de novembro de 2007 08:07  
Blogger O Árabe disse...

Belo pensamento, Luma. Gostei, sim! :) Boa semana, amiga.

20 de novembro de 2007 08:08  
Blogger O Árabe disse...

Obruigado, Tina. E, por falar em amor, como anda o netinho? Você não deu mais notícias dele... ;) Boa semana.

20 de novembro de 2007 08:10  
Blogger O Árabe disse...

Whispers, essa é uma verdade. Mas, no dia em que o homem aprender a amar, outra será a nossa vida sobre a Terra...

20 de novembro de 2007 08:11  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, Yvonne. Mas, realmente, acho que o conceito de amor não comporta o de prisão. Até porque é um conceito de felicidade...

20 de novembro de 2007 08:12  
Blogger Claudinha disse...

Bela lição Árabe! Você vê com olhos de enxergar.
Muitas pessoas dizem amar e este dizer é só da boca para fora porque é nas atitudes que sentimo-nos amados e desejados. Muitas vezes somos egoístas e queremos cobrar amor, mas cada um dá aquilo que pode dar e assim cada um é único. Quem entende isto pode viver melhor.
Beijo.

20 de novembro de 2007 08:43  
Blogger C Valente disse...

"Amar não é tornar-se um satélite, mas descobrir a gravitação que permite a dois mundos percorrerem a mesma órbita."

Gostei, e vou voltar
saudações amigas

20 de novembro de 2007 10:10  
Anonymous Katia disse...

Passei o final de semana conversando sobre isso. É tão difícil discernir até onde vai o amor.
A única conclusão a que chego é que amor não muda nem acaba.
Amor é pra sempre e não dói. O que dói é alguma coisa que é menos que amor, mas às vezes tão bem quanto, não se pode discernir.

20 de novembro de 2007 14:31  
Anonymous Olhos de Mel disse...

Oie Árabe, parabéns pelo prêmio! Você bem o merece!
Beijos

20 de novembro de 2007 20:13  
Anonymous Nefertiti disse...

Arabe,

Ca' estou eu nesse Oasis, meu grande amigo Arabe !
Escreveste grandes verdades sobre o amor.
Amar e' facil, dificil e' controlar o egoismo.
Obrigado por me visitar.

Um abraco,

Nefertiti

20 de novembro de 2007 22:10  
Blogger tagarelas-miamendes disse...

Ja ca tinha estado mas por alguma razao, nao ficou gravado o meu registo.
O verdadeiro amor e' tal e qual como diz.
Mas contam-se pelos dedos, aqueles que o conseguem.
Nos estragamos tudo, com o nosso egoismo e preconceito e estamos mais vocacionados para criticar ou tentar mudar, em vez de aceitar. Nos corrompemos o amor, com os nossos limites e frustracoes.

20 de novembro de 2007 23:21  
Blogger C Valente disse...

Antes um dinossauro pensante e com vontade própria a , a um jumento novo, ou viver como carneirada. Concorda por certo
Saudações amigas

21 de novembro de 2007 09:54  
Blogger SILÊNCIO CULPADO disse...

És dos meus mais queridos companheiros neste espaço da blogosfera e, por isso, quero comemorar o dia de hoje contigo, de uma forma especial.
Hoje é o dia do "Olá". O dia em que internacionalmente se comemora o world hello day, num grito universal de unidade em prol da paz e da justiça. Quando te digo olá eu quero dizer tudo. Mesmo tudo. Mas sobretudo quero caminhar contigo em busca de pessoas que queiram caminhar.
Olá!

21 de novembro de 2007 10:31  
Blogger pentelho real disse...

sei lá, pensei amar e ter amor, mas já não sei...

21 de novembro de 2007 15:44  
Anonymous Anônimo disse...

Amar não é necessitar de alguém; é, simplesmente, querer alguém.

Como não é repartir todos os momentos da vida; e sim viver intensamente aqueles que nos é dado repartir.

Amar não é tornar-se um satélite, mas descobrir a gravitação que permite a dois mundos percorrerem a mesma órbita.

E não traz o medo da solidão, mas a doce sensação de companhia.

Não é anular-se em função de alguém, mas existir. Porque o próprio amor só existe entre duas pessoas que se completam.

O amor não é uma concha, a isolar-nos do mundo. É antes um mirante, do qual descobrimos todo o seu esplendor.

E não é posse, mas entrega; não é egoísmo, mas compreensão. Não é a certeza do conhecimento, mas a emoção da descoberta. Não é compreender o ser amado, mas aceitá-lo como é.

Como é preciso que haja espaços entre as estrelas, para que o céu possa mostrar todo o seu esplendor, é preciso que os haja entre dois amantes, para que neles o amor se possa instalar.

Porque o amor não é uma corrente, a ligar os pés de duas pessoas; é a ponte entre dois corações. Não é a segurança do futuro, mas a intensa emoção do presente; nem a solidez da muralha, mas a inquietude do oceano.

O amor não é o teto que nos limita, mas o céu que nos faz sonhar. Não é a maciez da pétala, mas a rosa com todos os seus espinhos; porque não é apenas na pétala, que reside a beleza da flor.

Aquele que busca a segurança, não deveria buscar o amor.

Porque o amor não está nas mãos entrelaçadas, mas na emoção provocada pelo toque. Não nas bocas que se encontram, mas na ânsia que faz com que os lábios se entreabram. Não nos corpos que se fundem, mas na plenitude do orgasmo.

Na posse, encontramos apenas a satisfação das nossas carências.

Só na entrega, podemos encontrar o amor...

Escreves bem escreves palgiar é fácil.

http://br.geocities.com/acalanto_home_page/como_eu_vejo_o_amor.htm

21 de novembro de 2007 16:25  
Blogger Arcanjo disse...

Uma definição completa, precisa e sincera daquilo que deve ser o amor.
De poeta da vida

21 de novembro de 2007 17:22  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, Claudinha, e você tem razão: quando entendemos esta verdade, a vida se torna mais fácil... :)

21 de novembro de 2007 18:03  
Blogger O Árabe disse...

Volte sempre, amigo Valente. Você é bem-vindo ao nosso oásis! Grande abraço.

21 de novembro de 2007 18:04  
Blogger O Árabe disse...

Com certeza, Kátia. Infelizmente, confundimos sempre o amor com os nossos desejos e as nossas incertezas... ;)

21 de novembro de 2007 18:05  
Blogger O Árabe disse...

Grato, Olhos de Mel. O maior prêmio, repito, é o carinho de vocês... ;)

21 de novembro de 2007 18:06  
Blogger O Árabe disse...

Nefertiti, não agradeça. É sempre um prazer estar na sua agradável companhia. :)

21 de novembro de 2007 18:08  
Blogger O Árabe disse...

Tagarelas, amiga, estás certíssima. Lembro-me de ter escrito que "dissecamos o amor, para adorar o seu cadáver empalhado". Infelizmente... :(

21 de novembro de 2007 18:10  
Blogger O Árabe disse...

Sem a menor dúvida, amigo Valente, concordo. Em gênero,número e grau! :)

21 de novembro de 2007 18:11  
Blogger O Árabe disse...

Silêncio, amiga, depois da tua mensagem, permite que apenas te diga: "Olá. E obrigado!". :)

21 de novembro de 2007 18:12  
Blogger O Árabe disse...

É assim mesmo, princesa... muitas vezes o temos,mas não o sabemos. :)

21 de novembro de 2007 18:13  
Blogger O Árabe disse...

Acredite, anônimo, não houve plágio. O site a que você se refere, também é nosso e divulga os nossos livros; observe a figura d'O Árabe e o e-mail. :) Obrigado, de coração, pela sua atenção aos nossos humildes textos. Volte sempre, o oásis é nosso!

21 de novembro de 2007 18:29  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, Arcanjo. O amor, sem dúvida, é o mais belo poema da vida...

21 de novembro de 2007 18:30  
Blogger Nanamada disse...

Belo blog Habib!!

21 de novembro de 2007 20:08  
Anonymous Anônimo disse...

E depois vi isso. Peço desculpa E um bem haja a si.

22 de novembro de 2007 04:21  
Anonymous Keila, a Loba disse...

Você não faz muito esforço para ser um doce e bom amigo, Árabe; e certamente a facilidade em descrever aqui o amor que sente revela o fervoroso amante que é.

Creio que me demorarei nesse oásis, pois o que leio aqui é puro e lindo.

BeijUivooooooooooossssssss da Loba

22 de novembro de 2007 05:04  
Blogger O Árabe disse...

Nanamada, obrigado. Também gostei do seu espaço, como você deve ter percebido... :)

22 de novembro de 2007 07:57  
Blogger O Árabe disse...

Anônimo, por favor, não se desculpe. Sou sinceramente grato, pela sua atenção e a observação bem mostra a sua honestidade. Espero que você continue conosco. :)

22 de novembro de 2007 08:00  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, Keila, mas a minha amizade é o reflexo da gentileza de vocês, acredite! E demore quanto quiser... a alegria é nossa! :)

22 de novembro de 2007 08:02  
Blogger São disse...

Caro amigo, necessito da sua colaboração. Pode ser?
Desde agora, obrigada!
Abraço.

22 de novembro de 2007 08:40  
Blogger O Árabe disse...

Sempre, São. Ser útil, creio, é o maior prazer do amigo. Em que te posso ajudar?

22 de novembro de 2007 10:32  
Blogger Nanamada disse...

Obrigada pela visitinha Habib, e voltarei sempre aqui em seu cantinho.Muack!!Salam!!
P.S: Ah!!tenho um outro blog menos,"pedagógico" e se me visitasse ficaria feliz!!
http://despelacoqueiro.blogspot.com

22 de novembro de 2007 18:20  
Blogger Whispers in night disse...

Ola lindo!
Vinha te ler, como esta tudo igual então te deixo mil e um beijo e a certeza que voltarei
Whispers

22 de novembro de 2007 20:18  
Blogger Nana Lopes disse...

Passando pra te desejar boa semana Habib.Quanto a musica,acredito que seja alguma falha no site que a hospeda.Vou tentar solucionar a problema.Salam!!

23 de novembro de 2007 06:12  
Blogger Nana Lopes disse...

Desejar um bom fim de semana!!rsssss.Beijokas

23 de novembro de 2007 06:13  
Anonymous gata disse...

Digamos que sim....e que vou tentar responder ou falar disto lá no meu canto!


Um beijo de gata, pode dar??

23 de novembro de 2007 09:37  
Blogger Carol disse...

E como tu vês bem o amor!

Parabéns pelo prémio. É muito merecido!

23 de novembro de 2007 16:04  
Blogger Palavras ao vento disse...

Oh meu querido amigo... que lindo o que escreveu sobre o amor!!

Amor, é tudo isso que descreveu tão singelamente!

Peço desculpa de não ter vindo mais cedo para o ler... mas cá estou. completamente anestesiada!

Bom fim de semana querido Árabe.

Beijo

23 de novembro de 2007 18:02  
Blogger O Árabe disse...

nanamada, não agradeça: é sempre um prazer visitar os amigos, ou receber a sua visita... :)

23 de novembro de 2007 19:16  
Blogger O Árabe disse...

Volte, sim, Whispers... você é sempre bem-vinda! :) Bom fim de semana.

23 de novembro de 2007 19:17  
Blogger O Árabe disse...

Grato, Nana... e espero que o problema com o som tenha sido resolvido. Bom fim de semana!

23 de novembro de 2007 19:19  
Blogger O Árabe disse...

Claro que pode, Gata... obrigado. E faço questão de ver a sua resposta, certo? :)

23 de novembro de 2007 19:20  
Blogger O Árabe disse...

Grato, Carol. Mas os maiores prêmios, acredite, são a presença e a amizade de vocês. :)

23 de novembro de 2007 19:22  
Blogger O Árabe disse...

Grato, Maria, pela tua bondade. A verdade é que o amor descreveria a si mesmo... se isto fosse possível! ;)

23 de novembro de 2007 19:27  
Anonymous carla granja disse...

AMAR E SER AMADA QUE MAIS PODEREMOS QUERER :)
QUERES SABER DE UM SEGREDO ?
ENTAO CÁ TE ESPERO
♥ . . ♥ . . ♥ . . ♥ . . ♥ . . ♥ . . ♥ . . ♥
......... ) ` - . .> ' `( ........
........ / . . . .`\ . . \ ............vim♥
. ....... |. . . . . |. . .| ...........te♥
.. ....... \ . . . ./ . ./ ..........fazer♥
........... `=(\ /.=` ...............uma♥
............. `-;`.-' ............ .visita♥
. .............. `)| ... , ............ e♥
................ || _.-'| ......... deixar♥
............. ,_|| \_,/ .............. uma♥
. ...... , ..... \|| .' ..............rosa♥
....... |\ |\ ,. ||/ .................para♥
. ... ,..\` | /|.,|Y\, ................que♥
..... '-...'-._..\||/ ............ ....teu♥
......... >_.-`Y| .....................dia♥
.............. ,_|| .................fique♥
................ \||.............perfumado♥
................. || .............♥
................. || .Bjs...♥
boa semana
carla granja

24 de novembro de 2007 08:23  
Blogger oArtista disse...

E existem pessoas para quem amar é serem procuradas, serem os outros a dar...é receber e não se entregar.

24 de novembro de 2007 10:14  
Blogger SILÊNCIO CULPADO disse...

É lindo ver uma reflexão tão maravilhosa para um amor maravilhoso. Simplesmente nós somos paixão e o amor acontece quando tudo em nós fala mais alto que a nossa própria voz e quando a razão se afoga em prol de outra razão que dá uma lógica e uma certeza diferente a nosso mundo reinventado. Nós quando amamos não sabemos o que é o amor. Só sabemos que não podemos resistir-lhe e que tudo fica certo e em harmonia quando nos entregamos. Só começamos a saber o que é o amor quando deixamos de o sentir. E então sim, podemos escrever sobre ele.

24 de novembro de 2007 14:45  
Blogger O Árabe disse...

Grato, Carla... e também te desejo uma excelente semana!

25 de novembro de 2007 19:27  
Blogger O Árabe disse...

Com certeza, amigo Artista. Li, não lembro onde, que "gostar é receber sem dar-se, e amar é dar-se, ainda que sem esperança de receber". Interessante, não?

25 de novembro de 2007 19:29  
Blogger O Árabe disse...

Interessante a tua reflexão, amiga Silêncio... e verdadeira! Os comentários de vocês enriquecem sempre o nosso oásis! Obrigado.

25 de novembro de 2007 19:31  
Blogger C Valente disse...

Concordo, este blog vale a pena
Saudações amigas

18 de dezembro de 2007 11:36  
Anonymous MoonLight disse...

Excelente!
Estou grata por ter descoberto este canto!
Bjs de Luz*

6 de abril de 2008 11:54  
Blogger shamballa disse...

Por acaso descobri este blog e achei tão maravilhosa a definição de Amor que, peço autorização para usar esta mesma definição no meu próprio Blog.
Muita Luz
Shamballa

20 de abril de 2008 03:35  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial

Real Time Web Analytics Real Time Web Analytics Real Time Web Analytics Clicky