O Árabe

Idéias, sentimentos, emoções. Oásis que nos ajudam a atravessar os trechos desérticos da vida...

sexta-feira, 4 de setembro de 2009

CANÇÃO DA LIBERDADE

É em vós que está a liberdade.

Como no pássaro está o dom de voar; e na semente a dádiva da vida. Entretanto, é preciso que o pássaro aprenda os segredos do vôo e seja a semente plantada, para que em realidade se tornem as suas promessas.

Assim acontece à liberdade; que precisais cultivar, para que dela possais desfrutar. Pois ninguém é livre, senão quando se desvencilha dos entraves com que o mundo aprisiona o seu verdadeiro Eu.

É preciso que assim seja, pois este é o mundo da matéria. E nele não poderíeis viver, se a ela não estivésseis ligados. Lembrai-vos, todavia, que um dia o deixareis; e retornareis ao Infinito, que é o vosso verdadeiro Lar.

Então, sereis livres. Mas de nada vos servirá a ausência dos liames, se livre não estiver a vossa essência. Porque a neblina persistirá diante de vossos olhos, impedindo a visão do caminho.

E esta será a maior de todas as prisões. Pois o cego ouve o murmúrio das ondas e sente o contato da areia, mas a sua alma não percebe a beleza da praia.

Deveis, pois, cultivar a liberdade em vós. Como o homem previdente cultiva hoje a semente que amanhã, em árvore transformada, proverá a sombra a protegê-lo do sol e o fruto a saciar a sua fome.

Para isto, precisareis abandonar os vossos medos. Porque o medo é o pai de todos os grilhões que vos acorrentam. E a cada um cabe escolher entre entregar-se a ele, ou vencê-lo dia a dia.

Isto podereis fazer, se acreditardes em vós. E é pela confiança no Pai, que o filho aprende a confiar em si mesmo; de tudo sois capazes, pois em cada um de vós existe uma centelha da Força que criou o próprio universo.

Despertai para esta verdade. Assim o medo será varrido de vossos corações e cairão as vendas que hoje cobrem os vossos olhos. E a vossa liberdade não conhecerá limites, em toda a vastidão do infinito.

Ninguém escraviza senão a si mesmo; as cadeias que vos podem tolher os pés não o poderão fazer a vossos espíritos, porque neles reside a chama da liberdade, cuja origem está no Coração do Universo.

Guardai em vós esta lição; lembrai-vos que tirano algum se manteve, ao longo da história. E é como tiranos que devereis tratar os vossos medos, o vosso egoísmo e a falsa medida das vossas necessidades.

Aprendei a controlar os vossos desejos e a vossa insegurança. Abandonai os vossos preconceitos, cultivai a fraternidade, abraçai os vossos irmãos. Buscai o amor e a tolerância; sede sinceros, ao perdoar e ao pedir perdão.

Assim, encontrareis a liberdade. Que vive em vosso verdadeiro Eu.

UPGRADE EM 06/09/2009: Da Keila, recebemos estes belos selinhos que ornam o nosso oásis e ofereço a todos os amigos que nos ajudam a construí-lo. Para manter as regras do prêmio, eis as 5 características pedidas: 1) sou reflexivo; 2) digo o que penso; 3) sou ao mesmo tempo místico e racional; 4) acredito profundamente em uma Força Maior e 5) sou leal aos amigos. De coração, Keila, obrigado; pelos prêmios e pela amizade!

52 Comentários:

Blogger Dona Sra. Urtigão disse...

Como sempre, sótenhoqueagradecer pelas mensagens.
Lindo e verdadeiro.
Agradecida.

4 de setembro de 2009 13:17  
Anonymous  disse...

Muito lindo, Árabe! Perfeito nos detalhes! É sempre com muita emoção, que leio seus poemas!
Bom fim de semana! Beijos

4 de setembro de 2009 15:36  
Blogger ♥MáH♥ disse...

Que lindoooo0...
Tão profundo... amei

4 de setembro de 2009 16:06  
Blogger Pensador disse...

Linda lição. Nada fácil de ser colocada em prática, mas também não foi dito que seria fácil. E, assim tem muito mais valor.
Abraço, amigo!

4 de setembro de 2009 16:12  
Blogger Tina disse...

Oi Árabe!

Libertar-nos da tirania dos nossos medos é bem mais complicado que parece - mas um dia isso acontece e a liberdade chega para ficar.

Lindo texto meu amigo, obrigada.

beijo grande, fica bem.

4 de setembro de 2009 17:13  
Blogger Sol do Deserto disse...

Realmente, "o cego ouve o murmúrio das ondas e sente o contato da areia, mas a sua alma não percebe a beleza da praia pois ninguém é livre, senão quando se desvencilha dos entraves com que o mundo aprisiona o seu verdadeiro Eu".
Sempre sábias as suas palavras!
Saudações.

4 de setembro de 2009 18:30  
Blogger Whispers disse...

Querido Arabe!
Liberdade nao ee ser livre, nao ee poder fazer tudo
Liberdade ee ser livre de alma, e quando se deitar a cabeca na almofada ter a consciencia que se tem a consciencia livre...
Desejo-te um bom fim de semana
Mil beijos
Rachel

4 de setembro de 2009 19:25  
Blogger Jaqueline Sales disse...

Mesmo ausente, não perdi a capacidade de me emocionar com as
suas composições. Tá lindo!! Parabéns, meu querido amigo. Voce é uma pessoa profunda e especial do qual tem minha amizade e meu respeito.

Tem selinho lá nos Uivos da Loba pra voce. Pegue-o.

BeijUivooooooooosssssssss da Loba

5 de setembro de 2009 20:38  
Blogger Angel of Light disse...

O quanto concordo contigo...

Beijinhos de Amor e Luz.

6 de setembro de 2009 15:28  
Blogger mundo azul disse...

__________________________________


Meu doce amigo... Não é facil controlar o medo, como não é nada fácil ser livre...Ser livre acarreta grandes responsabilidades!

Adoro ler os seus textos...Me trazem uma excelente fonte de reflexão!


Beijos de luz e o meu especial carinho!

________________________________

6 de setembro de 2009 17:59  
Blogger Eärwen Tulcakelumë disse...

Que possamos entoar essa canção benéfica a nossa alma. Obrigado meu amigo por mais esta partilha.
Pérolas incandescentes de música entrego em tuas mãos.
Com carinho amigo
Eärwen

6 de setembro de 2009 21:01  
Blogger Eu sei que vou te amar disse...

Ser livre é uma dadiva que nem todos teem o direito!
Um beijo livre

7 de setembro de 2009 04:17  
Anonymous DO disse...

Voce nos dá belas aulas por aqui,meu amigo.Impossível não sair de seu blog sem ficar refletindo.
Muito obrigado!!

Boa semana!

8 de setembro de 2009 07:53  
Blogger . fina flor . disse...

acho que a liberdade está no ato de escolher a própria escravidão, não?

beijos, querido e boa semana

MM.

8 de setembro de 2009 20:37  
Blogger Princesa disse...

Obrigado pelo carinho da sua visita

Eu aposto na vida mesmo diante do
maior problema, porque descobri que cada novo
dia é uma folha em branco,onde posso escrever
o que quiser, criar e viver o presente que rabisco
com tintas coloridas, que chamo de Esperança!

um beijo

9 de setembro de 2009 06:39  
Blogger GarçaReal disse...

Disseste uma grande verdade...

Os medos. Realmente acho que não nos conseguimos libertar dos medos.
O mundo é complicado e descarrega sobre nós medos de todas e variadas espécies, o que nos leva por vezes a encerrá-los em vez de os matar...E então a liberdade fica deveras comprometida.

Os teus temas excionalmente escritos abordam questões que me continuam a levar à meditação.

Bjgrande do Lago

Adorei também a música

9 de setembro de 2009 07:16  
Blogger VANUZA PANTALEÃO disse...

Já comecei a gostar pela imagem e pelo título: Liberdade...
Li e fiquei a lembrar-me do escritor Carlos Castañeda quando seu Instrutor, o índio D. Juan, lhe expôs sobre a tirania dos homens na terra.
Muito sábio, amigo!
O novo post está nascendo, Árabe. Não quis aproveitar os antigos e decidi construir um novo. Você sabe, a gente não pode entregar ao público coisas feitas às pressas. Paciência com a sua amiga, rssss.
Carinhoso abraço!!!

9 de setembro de 2009 09:02  
Blogger Daniel disse...

Em primeiro lugar obrigado pelo comentário na minha postagem.

E tb gostaria de dizer que gosto muito do que leio aqui. Não tenho nem palavras, pois tenho um problema sério com insegurança e medo. Não me pergunte porque, mas tenho.

E obrigado por clarear minha visão
abs

9 de setembro de 2009 10:39  
Blogger MARTHA THORMAN VON MADERS disse...

Ao sabor da liberdade, da alma, da beleza e do verdadeiro.
beijossssss

9 de setembro de 2009 14:01  
Blogger Menina do Rio disse...

E quantos não são prisioneiros de suas próprias grades! Mas se a alma é livre, então podemos voar.

Obrigada por mais esta sabedoria.

Um beijo

9 de setembro de 2009 22:38  
Blogger São disse...

Pobre de quem pensa que a liberdade se pode ofertar. Não, ela tem que ser constru+ida por cada pessoa...respeitando a do Outro, claro.

Bem hajas, Mestre!

10 de setembro de 2009 08:09  
Blogger O Árabe disse...

Eu agradeço, ermitã amiga; pela gentileza e pela amizade.:) Bom fim de semana!

10 de setembro de 2009 17:25  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, Lu. :) Tenha um bom fim de semana!

10 de setembro de 2009 17:25  
Blogger O Árabe disse...

Grato, MáH, pela gentileza e amizade. Bom fim de semana! :)

10 de setembro de 2009 17:26  
Blogger Barbara disse...

Sim.
Toda a liberdade, toda a saúde no perdão - esse potente bálsamo!

10 de setembro de 2009 17:26  
Blogger O Árabe disse...

É difícil, sim, Pensador, mas acredito que vale a pena. Continuo tentando! :) Meu abraço, bom fim de semana.

10 de setembro de 2009 17:27  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, Tina, pela amizade e gentileza constantes. Bom fim de semana, amiga!

10 de setembro de 2009 17:28  
Blogger O Árabe disse...

Grato, Sol do Deserto; é a experiência dos anos que passam. :) Bom fim de semana!

10 de setembro de 2009 17:29  
Blogger O Árabe disse...

Assim é, Rachel; bem colocado! :) Bom fim de semana.

10 de setembro de 2009 17:29  
Blogger O Árabe disse...

Você nunca está ausente, Keila; os amigos estão sempre conosco. Obrigado pelos selos; viu como ficaram bonitos? :) Bom fim de semana!

10 de setembro de 2009 17:30  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, Angel of Light. Bom fim de semana, amiga! :)

10 de setembro de 2009 17:31  
Blogger O Árabe disse...

É uma honra, Zélia, que me deixa feliz; acredite! :) Bom fim de semana.

10 de setembro de 2009 17:32  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, Eärwen, pelo carinho e amizade. :) Bom fim de semana!

10 de setembro de 2009 17:33  
Blogger O Árabe disse...

Assim é, minha romântica amiga; precisamos lutar por ela. Sempre. :) Bom fim de semana!

10 de setembro de 2009 17:33  
Blogger O Árabe disse...

Aulas, DO? Aprendemos juntos, amigo; e sou grato por isto! :) Bom fim de semana, meu abraço.

10 de setembro de 2009 17:34  
Blogger O Árabe disse...

Inclusive, Mônica. :) No simples fato de escolher o próprio destino. :) Bom fim de semana!

10 de setembro de 2009 17:35  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, Princesa, pela amizade e pela reflexão. Bem colocada! :) Bom fim de semana.

10 de setembro de 2009 17:36  
Blogger O Árabe disse...

Belo comentário, Garça; e eu me sinto feliz, por ajudar a fazer nascer estes pensamentos. :) Bom fim de semana!

10 de setembro de 2009 17:37  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, Vanuza, pela honrosa referência. E não se preocupe: espero, sim. Vale a pena! :) Bom fim de semana.

10 de setembro de 2009 17:38  
Blogger O Árabe disse...

Não pergunto, Daniel, mas permita-me dizer que não vejo a razão. Você se expressa muito bem, amigo! :) Meu abraço, bom fim de semana.

10 de setembro de 2009 17:40  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, Martha. Bom fim de semana, amiga! :)

10 de setembro de 2009 17:40  
Blogger O Árabe disse...

Assim é, Menina. Grato pela reflexão, que acrescenta ao nosso texto! :) Bom fim de semana.

10 de setembro de 2009 17:41  
Blogger O Árabe disse...

Bem colocado, São! Construída, sim, no dia a dia... muitas vezes, à custa de nossos sonhos. :) Bom fim de semana, fica bem!

10 de setembro de 2009 17:43  
Blogger O Árabe disse...

Assim é, Bárbara: muitas vezes, no perdão está a liberdade. :) Bom fim de semana!

10 de setembro de 2009 17:43  
Anonymous De... disse...

Muito se pode falar sobre a liberdade e sobre se ser livre.
Mas você conseguiu colocar o dedo na ferida (pelo menos na minha), pois muitas vezes até nos sabemos seres alados, até enxergamos os caminhos possíveis, mas o medo nos paralisa.

"Existe gênio, poder e magia na ousadia" disse Goethe.
Basta confiar...em nós mesmos, e no Universo que nos sustenta!

Obrigada, Árabe...Obrigada pelas palavras à minha alma.

10 de setembro de 2009 20:58  
Blogger © Piedade Araújo Sol disse...

a sabedoria expressa nas palavras.

um beij

11 de setembro de 2009 00:37  
Blogger Carla disse...

difícil encontrarmo-nos nesse espaço de liberdade...mas tens razão é fundamental para que nos sinmtamos bem
beijo e bom fds

11 de setembro de 2009 08:14  
Blogger Spiritual disse...

Nós próprios costumamos ser os artesãos da gaiola em que nos enfiamos dentro; no que à liberdade diz respeito, apenas uma barra de grade é suficiente para nos servir de limite: os sentimentos alheios. Tudo se pode fazer e dizer, assim tenhamos a capacidade para compreender os outros e saber de que forma devemos agir; não é fácil, mas tente-se, pelo menos.

De facto, o medo é o que mais nos aprisiona e é o que nos impede de pensar convenientemente, porque também nos impede de sentir convenientemente.

Confiar em nós mesmos é a melhor forma de não sentir medo e essa confiança, essa atitude advém da compreensão que temos de nós e da aceitação que de nós fazemos.

13 de setembro de 2009 13:52  
Blogger O Árabe disse...

Assim é, De: é o medo que nos priva da liberdade. Sempre. :) Boa semana!

14 de setembro de 2009 11:18  
Blogger O Árabe disse...

A experiência, Piedade, eu diria... :) Boa semana!

14 de setembro de 2009 11:19  
Blogger O Árabe disse...

Bem colocado, Carla: difícil, sim; mas essencial, para o nosso verdadeiro Eu. :) Boa semana!

14 de setembro de 2009 11:20  
Blogger O Árabe disse...

Assim é, Spiritual: confiar em nós mesmos, a partir da confiança no Universo. Tudo poderemos! :) Boa semana!

14 de setembro de 2009 11:21  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial

Real Time Web Analytics Real Time Web Analytics Real Time Web Analytics Clicky