O Árabe

Idéias, sentimentos, emoções. Oásis que nos ajudam a atravessar os trechos desérticos da vida...

sexta-feira, 4 de novembro de 2011

O QUE FAZEIS DOS VOSSOS AMORES?

Por que, simplesmente, não viver o sentimento?


Como a vida, a felicidade é feita de momentos. E jamais se dará a conhecer àquele que não sabe desfrutar a graça de um instante, preso à frustração de desejar que se torne eterno.


Sábio é o homem que, ao oferecer-se à brisa, nada mais espera do que sentir a carícia suave e efêmera em seus cabelos; e nela encontra a realização de um sonho.


Nada mais necessitais, para serdes felizes, do que viver intensamente cada momento; se assim sempre fizerdes, a felicidade estará convosco todo o tempo.


Do amor, deveríeis fazer as asas que juntos vos elevassem ao céu; assim vos seria dado aproveitar a felicidade de cada instante, enquanto durasse o vosso voo.


Porém, a insegurança faz nascer em vós o medo do futuro; assim se esvai o encanto do presente, e o que deveria ser amor torna-se um pesado grilhão em vossos pés.


E isto acontece porque, na maioria das vezes, o ser humano não ama uma pessoa; nela, projeta apenas os seus sonhos. E, ao não vê-los realizados, chora o fim do seu amor.


Entretanto, não é a morte do amor que lamentais; mas o fim das vossas ilusões. Pois, eu vos asseguro, não é o amor que vos faz sofrer, mas a vossa própria frustração.


O amor é o vosso sonho maior; a realização das vossas almas. Mas o transformais em moeda de troca, com a qual pretendeis comprar a passagem que vos afaste da solidão.


Não percebeis que a solidão está em vós, desde que ao mundo viestes. É preciso que aceiteis esta verdade, pois ninguém poderá estar ao vosso lado todo o tempo.


A solidão vos é necessária, para que aprendais a conviver com o vosso verdadeiro Eu. Não saberá conviver com outrem, aquele que consigo mesmo não for capaz de conviver.


E ninguém será capaz de verdadeiramente amar alguém, se não amar a si mesmo. Porque o amor não é uma arma contra a solidão, mas a comunhão de almas que se completam.


Entregai-vos ao amor, e ele vos fará felizes enquanto existir. Como a beleza e o aroma das flores enriquecem o mundo, durante os meses em que perdura a primavera.


Bem-aventurados são aqueles que realmente amam. Porque conhecem o paraíso, não apenas durante os momentos em que convivem, mas na própria expectativa do encontro.


Abandonai, portanto, as vossas frustrações e a vossa insegurança. Afastai de vós o medo do futuro, trocando-o pela felicidade de cada momento. É assim que encontrareis o caminho do Amor.


E através dele conhecereis a felicidade.

59 Comentários:

Blogger Olhos de mel disse...

Árabe, dificil assunto, porque tudo é uma questão de ponto de vista. Mas uma coisa é certa; está lindo!
Bom fim de semana! Beijos

4 de novembro de 2011 17:08  
Blogger Olhos de mel disse...

Árabe; pessoas que realmente amam, sonham e fazem projetos de vida. Isso é normal, principalmente para nós mulheres.
Acredito que essa forma de relacionamento proposto, só tem validade, quando os dois estão na mesma situação. Porque quem ama de fato, quer companhia, atenção, dividir sonhos, projetos futuros. Ninguém pode ter um relacionamento vivendo apenas o dia. Já pensou? Amar é construir.
A imagem e a musica são lindas!
Beijos

4 de novembro de 2011 22:47  
Blogger BlueShell disse...

Tenho para mim que a felicidade consiste em nada esperar: ser livre...não depender do amor de outrem, me amar a mim...e sim, viver cada momento desprendidamente. Assim, nada me poderá magoar! Fernando Pessoa diz isso muito bem, através do seu heterónimo Ricardo Reis.
No entanto, isso é o que FAZ SENTIDO! Mas nem sempre o faço...nem sempre consigo essa liberdade...e acabo me prendendo a alguém e a sofrer...


"Que os deuses me concedam que, despido

De afetos, tenha a fria liberdade
Dos píncaros sem nada.
Quem quer pouco, tem tudo; quem quer nada
É livre; quem não tem, e não deseja,

Homem, é igual aos deuses. "
Ricardo Reis

4 de novembro de 2011 23:36  
Blogger C Valente disse...

Tanta sabedoria, que vale a pena reflectir
Saudações amigas
nota; reforma aos 8 ou 12 anos é uma afronta a todos os trabalhadores e em especial a todos os reformados que tanto tempo tiveram de trabalhar, muitas vezes sem poderem
Saudações amigas

5 de novembro de 2011 02:30  
Blogger Magia da Inês disse...

♡°
º✿
º° ✿✿♡°
Olá, amigo!
Viver um dia de cada vez...
cada momento como se fosse o último.
Bom fim de semana.
Beijinhos.
Minas
º✿
º° ✿✿♡°

5 de novembro de 2011 05:52  
Blogger © Piedade Araújo Sol disse...

o autor já nos habituou a textos sábios e profundos além de muito bem escritos.

cito:

E ninguém será capaz de verdadeiramente amar alguém, se não amar a si mesmo.

acho que nesta frase podemos tirar todas as ilações de uma vida.

obrigada!

um beij

5 de novembro de 2011 12:27  
Blogger Mada disse...

Muito verdadeiro tudo que que diz! Muitos pontos para reflexão!
No amor sublimado não existe espaço para cobranças, nem para expectativas, existe somente um sentir colado à nossa alma, que liberta e nos liberta, aceitando com grande emoção o que nos pode ser dado pelo outro, não concebo de outra forma o amor:

5 de novembro de 2011 12:28  
Blogger Maria Valadas disse...

Olá Árabe:

Mais um magnifico texto para reflexão e ao qual fico agradecida.

PS: Tenho a ousadia de ler alguns comentários que referem a música que ouvem... mas eu não ouço nada!

Vou explorar o seu blog..

Um bom Domingo.

Beijo.

5 de novembro de 2011 22:09  
Blogger Maria Valadas disse...

Já descobri como ouvir a música!!

Os meus parabéns... porque é ao som de piano que gosto de ler.

Beijos.

5 de novembro de 2011 22:14  
Blogger BlueShell disse...

volto, apenas, para desejar uma boa noite...

6 de novembro de 2011 13:45  
Blogger Claudinha ੴ disse...

Lindo texto, lindo mesmo... Mas é difícil sim, porque o amor é egoísta e carente, precisa ser cuidado senão morre, precisa ser atiçado como brasa senão fenece... esfria...
Mas, as palavras são tocantes! Um beijo!

6 de novembro de 2011 15:19  
Blogger Antônio Lídio Gomes disse...

Meu amigo, com certeza se buscarmos a felicidade dentro destes preceitos citados por ti, além de encontrarmos a felicidade, seremos sábios.
Um fraterno abraço e uma boa semana.

6 de novembro de 2011 19:00  
Blogger O Árabe disse...

Assinto complicado, sim, Olhos de Mel: cada pessoa tem a sua própria visão do amor. :) Boa semana!

7 de novembro de 2011 03:33  
Blogger O Árabe disse...

Esta é a mensagem, Olhos de Mel: amar é construir sempre. Construir a felicidade a cada minuto. :) Lindas mesmo, não?

7 de novembro de 2011 03:34  
Blogger O Árabe disse...

Bela definição Blue Shell.. e belo comentário! :) Boa semana, amiga.

7 de novembro de 2011 03:36  
Blogger O Árabe disse...

Concordo com você, Carlos Valente: (mais) uma grande afronta! :( meu abraço, amigo; boa semana.

7 de novembro de 2011 03:40  
Blogger O Árabe disse...

É uma bela forma de ver a vida, Inês! :) Boa semana, fica bem.

7 de novembro de 2011 03:41  
Blogger O Árabe disse...

Grato, Piedade, pela gentileza e amizade. :) Boa semana!

7 de novembro de 2011 03:42  
Blogger O Árabe disse...

É isso, sim, Mada: antes de tudo, o amor deve ser doação... a cobrança o sufoca e restringe. :) Boa semana!

7 de novembro de 2011 03:45  
Blogger O Árabe disse...

Fico triplamente feliz, Maria: pela sua presença, por ter conseguido ouvir a música, e por ter-lhe agradado. :) Boa semana!

7 de novembro de 2011 03:47  
Blogger O Árabe disse...

Para você também, Blue Shell. :) Fica bem!

7 de novembro de 2011 03:47  
Blogger O Árabe disse...

Bem dito, Claudinha: é preciso ter cuidado. :) Boa semana!

7 de novembro de 2011 03:48  
Blogger O Árabe disse...

E não existe, meu irmão Antonio Lidio, maior demonstração de sabedoria do que encontrar a felicidade. :) Meu abraço, boa semana!

7 de novembro de 2011 03:49  
Blogger São disse...

Meu querido amigo, desta vez não posso comentar grande coisa, não: de amor sei muitooo pouco!

Só sei que é deveras importante e deverá ser preservado e cuidado.

Para ti, Swami, o meu carinhoso abraço.

7 de novembro de 2011 04:50  
Blogger O Árabe disse...

Eu diria, São, que sabes o mais importante. :) Boa semana, amiga!

7 de novembro de 2011 05:55  
Blogger ✿ chica disse...

É isso que estou fazendo! Ainda mais após a doença do maridão, temos que viver cada dia e nos alegrar com cada conquista e vitória! abração,linda semana,chica

7 de novembro de 2011 07:10  
Blogger GarçaReal disse...

Olá amigo

Sempre achei que a felicidade não existe permanentemente.
Acho que ela é uma conjunto de momentos, onde esses momentos se vão juntando e constituam a felicidade temporânea.
Ninguém é feliz na totalidade...Todos ansiamos sempre mais...E mais... E sempre achamos que algo falha, pois é próprio do ser humano...Ansiar sempre o que está inalcansável.

Este texto mostra mesmo isso...

Muito bom

Boa semana

Bjgrande do Lago

7 de novembro de 2011 12:28  
Blogger 。♥ Smareis ♥。 disse...

Oi Amigo Árabe, obrigada pelo carinho das palavras
... Seu texto é um primor, sempre cheio de sabedoria. A felicidade se faz presente na nossa vida, através de nossos momentos vividos intensamente, e na plenitude da felicidade, cada dia é uma vida inteira.
Antes de amar alguém, precisamos nos amar primeiro, sendo assim a felicidade se eterniza na vida gente.
Beijos no coração e ótima semana.

7 de novembro de 2011 17:43  
Blogger Fa menor disse...

Tudo verdades que se devem ter sempre presentes, se se quiser ser feliz.

Grata :)

Boa semana

8 de novembro de 2011 09:54  
Anonymous Bia Mel disse...

Acho que ainda não posso comentar sobre o post, até porque ainda não entendo bem. Mas está bonito.
Beijos

8 de novembro de 2011 11:56  
Anonymous Irene Alves disse...

Chego aqui e apanho com uma pergunta
que me deixa ko...
Se eu soubesse a resposta concreta,
certa...mas é difícil meu amigo...
muito difícil...
Primeiro saber se o amor é verdadeiro,às vezes andamos anos e
anos a acreditar que é e não era...
Enfim não tenho resposta para a
sua pergunta, mas gostava de ter.
Um grande beijinho

8 de novembro de 2011 13:04  
Blogger Vieira Calado disse...

Olá, como está você?

Depois de muitas e variegadas tarefas,
eis que começo a ter tempo para visitar os amigos!

Forte abraço

8 de novembro de 2011 18:12  
Blogger O Árabe disse...

Isso, Chica! Se bem vivermos cada dia, viveremos bem todo o tempo. :) Bom resto de semana!

9 de novembro de 2011 03:59  
Blogger O Árabe disse...

Bela reflexão, Garça amiga. A insatisfação faz parte de nós. :) Bom resto de semana.

9 de novembro de 2011 04:00  
Blogger O Árabe disse...

Grato, Smareis, pela gentileza e amizade. E você está certa: é através de momentos, que a felicidade se faz presente em nossas vidas. :) Bom resto de semana!

9 de novembro de 2011 04:01  
Blogger O Árabe disse...

Assim é, Fa menor. Talvez a verdade não seja essencial à felicidade... mas o é para a sua permanência. :) Bom resto de semana!

9 de novembro de 2011 04:02  
Blogger O Árabe disse...

Que bom que vc gostou Bia! :) E seu blog está ótimo! :) Bom resto de semana.

9 de novembro de 2011 04:04  
Blogger O Árabe disse...

Difícil, sim, Irene... e creio que todos gostaríamos de ter essa resposta. :) Bom resto de semana.

9 de novembro de 2011 04:05  
Blogger O Árabe disse...

E é sempre um grande prazer a sua visita, mestre e amigo Vieira Calado! :) Meu abraço, bom resto de semana.

9 de novembro de 2011 04:05  
Anonymous Coisas da vovó disse...

Árabe; por mais que queiramos, negar, existe sempre uma preocupação com o amanhã. Até por existirem milhares de velhinhos que amargam uma solidão e um abandono tristes.
Beijos

9 de novembro de 2011 05:02  
Blogger C Valente disse...

Saudações amigas

9 de novembro de 2011 13:14  
Blogger O Árabe disse...

Assim é, vovó. Infelizmente. :( Bom resto de semana.

10 de novembro de 2011 10:55  
Blogger O Árabe disse...

Meu abraço, amigo Valente. Bom resto de semana!

10 de novembro de 2011 10:56  
Blogger Vanuza Pantaleão disse...

O medo só atrapalha, não é verdade?
Medo e amor são duas coisas que não se encaixam, não se combinam.
Amigo, ando muito atrapalhada nesse final de ano...
Grande beijo!!!

10 de novembro de 2011 14:28  
Blogger ♥MáH♥ disse...

Ai o amor...
Já no título fiquei me perguntando o que faço do meu.
Por enquanto tenho guardado, apenas.
Um dia eu o liberto.

Bjinhos

10 de novembro de 2011 16:50  
Blogger TITA disse...

Como seria urgente casar primeiro as almas e depois os corpos...Que é o amor senão comunhão?Belíssimo Árabe.Um abraço.

11 de novembro de 2011 03:55  
Blogger O Árabe disse...

Assim é, Vanuza: não combinam. :) Quanto às atrapalhações do final de ano... bem, fazem parte do encanto da época, não é? :) Bom resto de semana!

11 de novembro de 2011 04:10  
Blogger O Árabe disse...

... e esse será o mais belo dos dias, MáH; o mais belo dos dias. :) Bom fim de semana!

11 de novembro de 2011 04:11  
Blogger O Árabe disse...

Muito bem dito, Tita: que é o amor, senão comunhão? :) Bom fim de semana!

11 de novembro de 2011 04:12  
Blogger Silenciosamente ouvindo... disse...

Venho desejar um bom fim de semana.
Bj

11 de novembro de 2011 09:19  
Anonymous De... disse...

Árabe...

Belíssimas e sábias reflexões.

Jamais devemos esperar do outro aquilo que ele não consegue nos dar.
É sábio aceitar aquilo que ele consegue nos ofertar, sem exigir por mais.
Mas se não nos basta, sigamos em outra direção.

Não existe amor sem que haja respeito às escolhas e circunstâncias do outro.
Do contrário, isso chama-se posse.

Bom final de semana!

Beijoss...

11 de novembro de 2011 15:17  
Blogger O Árabe disse...

Grato, Irene. Bom fim de semana, amiga!

11 de novembro de 2011 15:40  
Blogger O Árabe disse...

Belas reflexões, De... com as quais concordo inteiramente! Bom fim de semana. :)

11 de novembro de 2011 15:41  
Blogger MEU DOCE AMOR disse...

Árabe:

Quem ama quer ser amado e gosta de o ser.Ou não?

Beijos

12 de novembro de 2011 14:24  
Blogger O Árabe disse...

Com certeza, Doce Amor. Mas quem ama, ama; independente de o ser ou não. E no próprio amor encontra a sua recompensa. :) Boa semana!

13 de novembro de 2011 16:17  
Blogger Olhos de mel disse...

Aliás Árabe; completando o comentário da De, certo mesmo é que relacionamento é complexo mesmo e ninguém pode falar pelo outro, porque cada um é que sabe o que de fato, acontece. Mas se o outro não pode dar atenção e carinho, não existem motivos de estarem juntos. Porque isso não é exigir, mas é básico e fundamental numa relação. No amor se soma para dividir e não se utiliza dele para exigir. O amor existe ainda que distantes, porque ele não se alimenta da companhia, mas faz senti-la a todos instante, em qualquer lugar que se esteja. Mas é necessário que ele seja alimentado porque senão, aos poucos morre.
Beijos

15 de novembro de 2011 01:14  
Blogger O Árabe disse...

Complexo, sim, Olhos de Mel. Até porque complexa é a natureza humana. :) Bom resto de semana.

16 de novembro de 2011 08:04  
Blogger Pensador disse...

O texto é maravilhoso, Árabe.
Eu apenas diria um pouco diferente uma coisa: eu não diria que a felicidade seja feita apenas de momentos, mas sim destes momentos, da lembrança deles e de tomarmos consciência de que outros momentos virão, não importam as dificuldades que estejamos a passar agora.
Se tivermos sempre em mente a lembrança dos momentos e a consciência de que haverão momentos futuros, nenhuma incerteza do agora será capaz de abalar nosso espírito.

24 de novembro de 2011 11:29  
Blogger O Árabe disse...

É uma bela colocação, sim, amigo Pensador; você bem faz por merecer o nick. :) Meu abraço, bom fim de semana!

25 de novembro de 2011 06:42  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial

Real Time Web Analytics Real Time Web Analytics Real Time Web Analytics Clicky