O Árabe

Idéias, sentimentos, emoções. Oásis que nos ajudam a atravessar os trechos desérticos da vida...

sexta-feira, 27 de janeiro de 2023

ACREDITE!

 


Sabe em que momento você perde?

No exato instante em que se sente derrotado. Em que perde a fé e deixa de acreditar que pode sair vencedor. Pense um pouco: se você não acredita em você mesmo, quem irá acreditar?

Quando você joga a toalha, admite que foi vencido; e os verdadeiros lutadores não fazem isso, enquanto podem ficar de pé. Porque basta um segundo, um movimento, para mudar tudo.

Esforce-se ao máximo, portanto. Na verdade, para que você possa continuar em paz com você, o importante não é vencer; é saber que deu o melhor de si, que fez tudo que lhe era possível.

Porque você pode até enfrentar o mundo inteiro, mas precisa estar em paz com a sua consciência. Com essa vozinha aí dentro, que sabe tudo que você faz e até mesmo tudo que você pensa.

Essa, é impossível enganar. E ela não para de repetir as coisas; não sossega, até que você a escute. E, nesse processo, tira também o seu sossego, até que você se desculpe com alguém.

Mas... como se desculpar com você mesmo? Difícil, não é? Até porque, para os outros, você pode inventar boas desculpas; mas você sempre sabe se realmente fez o melhor que podia fazer.

Por isso, pense muito bem antes de jogar a toalha; ou derrubar o seu rei no tabuleiro. Antes de entregar os pontos e desistir da luta, esteja certo de que você fez tudo para sair vencedor.

Enquanto você acredita, sempre existe uma chance. O vento pode mudar; a chuva pode parar de repente, para o sol iluminar o seu caminho. Até o adversário pode desistir – quem sabe?

Acredite e lute, até o fim. Lembre-se de que você era um espermatozoide, entre milhões... e conseguiu fecundar o único óvulo que existia. Para nascer, você já precisa ser um vencedor.

Verdade: este não é um mundo para perdedores; eles se dão muito mal por aqui. Mas também não é um mundo de vitoriosos; este é apenas um local onde são preparados os vencedores.

Aproveite, portanto, a sua passagem pela Terra: prepare-se para ser um vencedor. Aprenda a não desistir; a arrumar as velas do seu barco, mesmo quando os ventos parecem contrários.

Muitas vezes, tudo é questão de dar o próximo passo. Enquanto você tiver forças para andar, seguirá em frente; e, enquanto seguir em frente, tem chance de chegar a um lugar melhor.

Uma tentativa a mais pode fazer a diferença entre o fracasso e o sucesso. Mas, lembre-se: se você não acredita, diminuem as suas chances de sucesso. Pensar positivo é muito importante.

Por isto, acredite. Acredite na sorte, nos anjos, nos seus antepassados, nos santos, em Deus; você escolhe no que quer acreditar. Mas, antes de tudo, acredite em você. Este é o primeiro passo para vencer.

Acredite. E vamos em frente!

Música:

http://ohassan.dominiotemporario.com/midis/1_pianos_magicos_the_impossible_dream.mid

Link música

Link vídeo

sexta-feira, 20 de janeiro de 2023

O CULTIVO DA PAZ


Praticai a paz.

Porque ela é necessária ao vosso crescimento e aprendizado. E é o primeiro ingrediente, na receita da felicidade; ninguém pode ser feliz, se em sua alma existe o desassossego. 

Ao viver em paz, sois os primeiros beneficiados. E vereis que, uma vez plantada em vossa alma, essa semente se espalhará ao vosso redor; os outros refletem aquilo que recebem de vós.

Viver em paz é uma conquista que precisareis repetir todos os dias; como deveis fazer ao Amor, se o quiserdes manter. Preparai-vos, pois, para abrigá-la em vosso coração e vossa mente.

Preparai-vos para o cultivo. E precisareis, primeiro, plantar em vós a humildade; entender que ninguém é o centro do mundo e os outros não vivem para vos servir, ou atender aos vossos desejos.

Em verdade, a humildade é o caminho para a grandeza. Porque não sereis lembrados pelo que julgais ser, mas pelo que passais aos vossos irmãos. Esta é a imagem que deixareis.

Em seguida, semeai em vossa alma a compreensão. Aprendei a colocar-vos no lugar do outro; entender os seus motivos e o seu ponto de vista. E a ouvir as suas palavras; ou não o entendereis.

Renunciai à vossa vontade de “estar certos”; até porque é lógico que não podeis ter razão todo o tempo. E a felicidade não visita os donos da razão, mas aqueles que sabem conviver.   

O terceiro passo é a tolerância. Ainda que não consigais compreender o que vos falam, entendei que sois diferentes; e a diversidade é que faz a completude. Como as cores formam o arco-íris.

E esta, talvez, será a fase mais difícil. Porque, ainda que vos julgueis certos, precisais respeitar as opiniões daqueles que vos cercam; mesmo quando as suas ideias divergem das vossas.

Este é o caminho da paz: evitar discussões, quando perceberdes que não será possível encontrar um consenso. Ensina a sabedoria que o fragor dos trovões some, quando se vai a tempestade.

A discussão é como uma fagulha: quando não acende a tocha da compreensão, arrisca-se a queimar tudo ao seu redor. Inclusive amizades e relacionamentos que construístes ao longo de anos.

Muitas vezes, precisareis ceder; e isto não vos fará menores, nem mais fracos. Ao contrário: é preciso muita força de vontade, para renunciar aos próprios desejos, em nome de manter a paz.

Cuidai-vos, entretanto; e preservai o vosso espaço, porque humildade não implica em covardia. Cultivar a paz não é dobrar os joelhos, em submissão àqueles que querem impor as suas ideias.

É estar pleno, em si mesmo. 

Música:

http://ohassan.dominiotemporario.com/midis/1_ernesto_cortazar_autumn_rose.mid

Link música

Link vídeo

sexta-feira, 6 de janeiro de 2023

AS ALEGRIAS DO AMOR

 


Queixai-vos de sofrer por amor.

Mas, eu vos asseguro, o Amor nunca vos traz sofrimento. Ao contrário: é ele que vos traz as esperanças mais radiosas, os sonhos mais lindos e os momentos mais felizes das vossas vidas.

Sofreis, sim, por conta de vossas inquietudes: de vossos medos, de vossa insegurança; de vosso egoísmo e vossa vontade de controlar a vossa vida. Estas são as causas de vosso sofrer.

Aceitai o Amor, como ele é, e ele só vos trará alegrias. Envolvei-vos em seu manto; caminhai por seus caminhos e voai com ele; é assim que podereis conhecer a verdadeira face da felicidade.

Entregai-vos nas mãos do Amor. Enquanto insistirdes em tomar em vossas mãos as rédeas da vossa vida, jamais encontrareis a plenitude. Aquele que se entrega ao Amor, esquece o medo.

É assim que é: não sereis plenos, sem conhecer o Amor. Sem viver os vossos sonhos; sem conhecer a maravilhosa inquietude, ou a tranquilizadora confiança que só o Amor vos pode trazer.

Não espereis, entretanto, que o Amor faça parte da vossa realidade, em todos os momentos. Ele é como um sonho encantado; como uma brisa suave e amiga, que acaricia o vosso coração.

Lembrai-vos que o Amor não é material e tangível, mas um sentimento. E, por isto, não pode ser o mesmo todo o tempo. Ele é como o mar, que alterna as suas ondas, mas continua a ser o mar.

Não tenteis tatuar o nome do Amor, em vossos corações. Cuidai, antes, de escrevê-lo com a mais leve das penas, no vento brando que brinca com os vossos cabelos e vos refresca a alma.

Jamais deveis acreditar que o Amor seja um direito vosso, ou uma de vossas posses; ele é uma conquista que precisais refazer todo dia, para que ao seu lado possais seguir caminhando.

Tende presente que o Amor não se sente à vontade, entre conflitos e desavenças; é na paz que ele mais se fortalece, e na compreensão que a sua voz vos canta as mais doces canções.

Atentai, porque amar não é o bastante para ser amado; e não podeis impor a alguém os vossos sentimentos. Apenas vos cabe escolher se quereis, ou não, seguir alimentando o vosso amor.

Recordai: o amor mútuo é uma construção a dois. E, como cada pessoa tem o seu próprio caminho, dificilmente chegareis juntos ao fim da jornada; e não sabeis como e quando virá a separação.

Aceitai o Amor, como ele é; e ele nada vos trará, senão alegrias. Porque sereis felizes, enquanto durar; e, mesmo se já não estiverdes juntos, as lembranças ainda vos trarão de volta essa felicidade.

Pois ninguém esquece o tempo em que foi feliz.

Música:

http://ohassan.dominiotemporario.com/midis/eduardo_lages_dio_come_ti_amo.mid

Link música

Link vídeo

GRATIDÃO

Gratidão.

Este deveria ser o vosso sentimento, de cada vez que abris os olhos pela manhã; e a cada lufada de ar que inspirais e expirais de vossos pulmões. Gratidão por estardes vivos.

Gratidão pelo sol, que aquece o vosso planeta, e pela lua, que ilumina o céu noturno; pelos dias de trabalho e pelas noites de repouso. Gratidão pela natureza ao vosso redor.

Gratidão pela água e pelo alimento que sustentam o vosso corpo; pelos sentimentos que habitam em vossa alma e pelos pensamentos que se alternam em vossa mente.

Gratidão pelos dedos de vossas mãos e vossos pés; pelos olhos que veem a luz e pelos ouvidos que vos trazem os sons. Gratidão pelo coração, que bombeia o vosso sangue.

Gratidão pelo sorriso de vossos filhos; por sua alegria, que é a vossa própria alegria. Gratidão por vossos entes queridos; pelos amigos, que vos acompanham e confortam.

Gratidão pelas flores, que enfeitam e perfumam os vossos caminhos; pelo vento que acaricia os vossos cabelos e pela grama macia, onde podem pisar os vossos pés descalços.

Gratidão pelo sol e pela chuva, que vos aquecem e refrescam, enquanto mantêm a vida sobre a terra. Pela música e pelas artes, que fazem feliz a vossa alma.   

São muitos os motivos para serdes gratos e verdes a vida como o que realmente é: um presente que recebeis todos os dias, não importando o que façais para merecê-lo.

Aquele que é grato, é feliz. Porque o seu coração não conhece a frustração, nem a inveja; porque não se preocupa em desejar mais e mais. Agradece pelo que tem.

O homem grato é feliz. Sente-se bem e caminha com leveza todos os dias. Ama as pessoas e não se incomoda com o que têm, nem pensa no que lhe podem dar.

Sua alma canta a canção da alegria. E, porque está satisfeito, não procura defeitos; antes, encontra qualidades. Não reclama; em vez disso, oferece-se para ajudar.  

Não deseja aprisionar o pássaro; aprecia o seu canto. Não compara o seu filho, nem a sua casa, com o filho ou a casa do vizinho. Ama o que tem; e por isso dá o melhor de si.

Entretanto, nem sempre é assim que fazeis. Muitos esquecem o quanto recebem, e apenas reclamam do que falta. Não cultivam a gratidão, mas acolhem a frustração.

Sede gratos. E será muito mais fácil vos sentirdes felizes.

Música:


Link música

Link vídeo

sexta-feira, 30 de dezembro de 2022

AMAI

 


Deveis seguir o Amor.

“Ainda que a espada oculta em sua plumagem possa ferir-vos.”; assim vos ensinou o Profeta. E, ainda hoje, a verdade das suas palavras continua a ecoar em vossas almas.

Deveis seguir o Amor. Porque é ele que vos leva mais longe; que vos proporciona os voos mais altos, doces e gratificantes. É ele que vos ensina as maiores lições.  

Porque é ele que vos toma pela mão e vos conduz por vossos caminhos. Ele e sua irmã, a Esperança, vos fazem seguir em frente, quando as forças vos parecem faltar.

É o Amor que acalenta os vossos sonhos mais felizes, embora às vezes possais conhecer duros despertares. Que vos ensina a sonhar, ainda que morram alguns sonhos.

Não espereis que o Amor vos venha tornar livres. Ao contrário: ele vos prende com os laços mais fortes e leves que podem existir, ligando-vos às pessoas a quem amais.

E, entretanto, jamais vos sentis tão livres, como quando estais enamorados! É como se o mundo vos pertencesse; se nada mais necessitásseis, para serdes felizes!

Porque o Amor faz mudar tudo, ao vosso redor, graças às mudanças que promove em vós. Tornai-vos mais sensíveis e mais humanos; conheceis novas e fortes emoções.

O Amor não desperta apenas os vossos sentidos, mas também as vossas almas; não inspira apenas a paixão, mas também o carinho, a ternura e a vontade de apoiar.

Em tudo e por tudo, o Amor vos torna melhores; desperta o que existe de melhor em vossa alma. Porque o Amor é a própria essência do Criador, do Coração do Universo.

Por isto, ele é tão forte em vós. E fala diretamente ao vosso verdadeiro Eu; aos ouvidos do vosso coração. Através dele, podeis ouvir a melodia que percorre o Infinito.

Quando amais, a felicidade do ser amado é a vossa própria felicidade; os seus desejos são os vossos desejos e a sua dor vos faz sofrer mais do que a ele mesmo.

Porque amar de verdade é esquecer o “eu” e mergulhar no “nós”; é sentir que a vida estaria incompleta, sem a presença de alguém. É achar em alguém a razão de viver.

O Amor não tem exigências, nem traz explicações. Ele não vem trazer respostas, mas despertar novas perguntas. E, todavia, de repente tudo se torna muito mais simples.

Amai. E descobrireis o sentido de viver.

Música:

http://ohassan.dominiotemporario.com/midis/eduardo_lages_olha.mid

Link música

Link vídeo

FELIZ ANOVO NOVO, AMIGOS! 

sexta-feira, 23 de dezembro de 2022

SOMOS IRMÃOS

Está de volta a época da magia.

As ruas iluminadas, o sorriso no rosto, a esperança buscando preencher os corações. Mais um ano difícil vai chegando ao fim e queremos acreditar que virão tempos melhores.

E poderão vir, com certeza. Mas isto depende de nós. É o homem que faz o tempo, não o tempo que faz o homem. O relógio não para, mas decidimos o que fazer das nossas horas.

Tenhamos em mente esta verdade: se queremos mudanças, precisamos mudar. Pratiquemos a humildade, para alcançarmos a tolerância; e a tolerância, para termos a paz.

Cultivemos a solidariedade, para vencermos o medo. No dia em que cada homem vir o outro como um irmão, a violência sumirá do mundo; e o medo se irá dos nossos corações.

Aprendamos a sentir aquilo que dizemos; desejar de coração Feliz Natal e Próspero Ano Novo. Querer, realmente, que todos sejam felizes; e fazer a nossa parte para isto.

Porque a palavra vazia não traz qualquer mudança; assim como a tocha apagada não espalha a luz e o sonho não realiza um desejo, apenas o faz nascer. Só o trabalho constrói.

Precisamos mudar, para que as coisas mudem; para que o mundo mude. Mas, agora, vivamos a magia desta época; imaginemos uma estrela brilhante, guiando a humanidade.

Esqueçamos os tabus e dogmas das religiões, a rivalidade entre elas. Busquemos, apenas, o seu conceito básico: a existência de uma força maior, que nos criou e vela por nós.

Vejamos, sim, os pontos em que convergem: a igualdade entre os homens e a necessidade de caminharmos juntos, para retornarmos ao Criador de todos nós: o Coração do Universo.

Esqueçamos as diferenças, foquemos nas semelhanças. Porque não importam a cor da pele, o gênero, a orientação sexual, a classe econômica ou acadêmica: somos irmãos.

Somos irmãos, porque somos capazes de sentir e pensar. De amar e odiar; de desejar e renunciar. Sonhamos com a felicidade; comemoramos as vitórias e choramos as derrotas.

Somos irmãos, em nossa pequenez e grandeza. Apesar de todas as diferenças que tentamos inventar entre nós, somos irmãos; existe, em cada um de nós, a mesma centelha divina.

Esta é a lição que os Iluminados nos vieram ensinar, em diversas épocas; para a qual insistimos em fechar os nossos olhos. Quando a entendermos, em todos os dias existirá o Natal.   

Porque somos todos irmãos.

Música:

http://ohassan.dominiotemporario.com/midis/canto_gregoriano_imagine (1).mid

Link música

Link vídeo 


sexta-feira, 16 de dezembro de 2022

FALANDO DE AMOR

 


Não vos preocupeis com o Amor.

Embora julgueis buscá-lo, ele é que vos encontra. E o faz nos momentos em que menos esperais a sua chegada. É como uma brisa cálida, que vos traz  suaves aromas.

Aos poucos, se instala em vosso coração. E começais a perceber que alguém é diferente; que o mundo se torna diferente, ainda que todas as coisas sejam como eram.

Pois o Amor não muda o que está ao vosso redor; é em vós, que ele opera as suas mudanças. E essas mudanças vos fazem perceber novas cores e ouvir novas melodias.

Quando amais, o crepúsculo se torna mais lindo; o amanhecer traz novas esperanças e a noite acalenta novos sonhos. As flores e a música vos encantam muito mais.

Porque o Amor faz brotar o melhor em vós. O egoísmo se torna doação, a prepotência vira gentileza, o grito se transforma em sussurro, a violência cede lugar à paz.

Nunca sois tão humanos, como quando amais. E nunca estareis tão em sintonia com o Coração do Universo, como enquanto amardes; porque o Amor é a Sua essência.

Amai, e O encontrareis; amai e mais facilmente encontrareis o vosso verdadeiro Eu. Porque o Amor é o objetivo final do aprendizado; e a causa de todas as jornadas.

O Amor desperta o melhor em vós. Quando os sentimentos afloram, mais intensamente percebeis a centelha divina que vos traz a Vida; e mais vos sentis vivos e bons.

Amar é ter o coração inundado de ternura, diante de um simples gesto; um olhar, uma forma de pentear o cabelo, de sorrir ou de caminhar. É sentir-se bem, com alguém.

Amar é guardar para sempre na memória um perfume, uma canção, um lugar, ou um instante que se torna eterno. É reviver muitas vezes um incidente banal, que vos fez felizes.

O amor não tem definição. Não precisa de razão de ser. Não atende à vossa lógica, nem à vossa vontade; torna-se o vosso maior sonho. E, por ele, de tudo sereis capazes.

Não vos preocupeis com o Amor. Porque a verdade é que ele já faz parte de vós; a sua semente está plantada em vosso verdadeiro Eu, esperando a hora de brotar.

Vivei, somente. E não ansieis pela hora em que o encontrareis; apenas preparai-vos para esse momento. Ele mudará toda a vossa vida, alterará todos os vossos valores.

Depois de conhecer o Amor, podereis viver sem ele. Neste mundo, tudo é transitório; até a própria vida. Podereis seguir em frente, deixando para trás o Amor.  

Mas jamais o esquecereis.

Música:

http://ohassan.dominiotemporario.com/midis/RogerWilliams-AnAffairToRemember.mid

Link música

Link vídeo

Real Time Web Analytics Real Time Web Analytics Real Time Web Analytics Clicky